On Screen Facebook Popup by Infofru

Receba todas as atualizações via Facebook. Basta clicar no botão "Curtir" abaixo.

Fechar

  

Blog do Refribom

Carlos Refribom: Morador da cidade de Parauapebas desde 1997 iniciou sua carreira no jornalismo como representante comercial nos jornais locais, depois foi repórter de polícia e cidade por dois anos, em agosto de 2004, fundou o Carajás o Jornal e segue até os dias de hoje com esse trabalho reconhecido no sul e sudeste do Pará. Graduado em pedagogia pela FACIBRA em 2014, Refribom, segue curso de Pós-graduação em Marketing e MBA em Comunicação Eleitoral e Marketing Político pela faculdade Estácio, coloca a disposição dos seus leitores, um Blog de referencia em informação politica da microrregião do Carajás.

Carajás o Jornal: A politica muda as “Velas”.

Esse texto foi escrito para o editorial do Carajás o jornal impresso dessa semana, mas, resolvi publicar ele aqui também, tamanha sua importância aos leitores.

  

A politica muda as “velas” e o povo fica sem saber o que fazer

 

Politica parece com uma  chuva de verão, na mesma hora que o tempo está limpinho, olhando para o alto, poucas horas depois, forma um temporal de chuva e alaga as ruas e muita gente sem saber o que fazer, muitas vezes cai poste, energia cortada, muitos ventos e as pessoas perdidas e sem poder fazer muita coisa.

Assim também é a politica em todas as suas circunstancias, há quatro anos passados, bem nessa época, o ex-prefeito Darci Lermen, que colocava o candidato do PT, Coutinho para disputar a prefeitura de Parauapebas, ele (Darci), já tinha alguns meses que não aparecia em publico, já no auge de oito anos de mandato, muitos cansados do PT, tudo que Coutinho fazia e prometia nada dava certo, e as pessoas sabiam que Valmir Mariano se tornaria o prefeito de Parauapebas. Agora quatro anos depois, o cenário já é bem peculiar e favorável ao então prefeito que não poderia nem andar nas ruas da cidade, hoje ele está nadando novamente na onda, fazendo mais de dez reuniões por dia e todo mundo aceitando ele nas casas; engraçado isso.

Em Curionópolis já estamos vendo a mesma coisa, uma “chuva” apenas está mudando o caminho da politica daquela localidade, imaginamos bem, o pré-candidato a prefeito do DEM Adonei Aguiar, até o mês de abril, velejava em ondas tranquilas, embaixo de seu braço uma pesquisa de mais de 50% por cento a seu favor das intenções de votos dos eleitores, conforme pesquisa divulgada pela Doxa Comunicação. Mas um “trovão”, veio avisar que as chuvas de verão chegariam; com a condenação de primeira instancia e o afastamento das atividades políticas por 8 anos, já mostrou que as próximas chuvas não serão fáceis para ele, apesar de ter recorrido para Belém, segunda instancia, um direito dele; essa briga judicial desgasta a pré-candidatura e perde futuros investimentos, até porque a justiça ainda não julgou o processo que o pré-candidato recorreu; ou seja muitos “trovões e chuvas torrenciais do lado de Adonei Aguiar”.

Mas como as chuvas mudam de estação, já para o lado da pré-candidata Edilei Lopes, que começava sua caminhada, com pouco dinheiro, e que não pontuava muito segundo a Doxa Comunicação, os “ventos começaram a soprar de lado contrario”, imaginem o pré-candidato a prefeito do PSDB, Rui do Posto, declinou da candidatura e deixou, nas mãos da professora Amparo a Batuta, agora, ela é pré-candidata a prefeita do PSDB, mas já disse nos bastidores não apoiar o candidato do DEM, existe uma tendência maior de apoiar a amiga Edilei Lopes do PP, com quem já travou grandes batalhas em busca de fortalecer e melhorar a educação de Curionópolis. Ainda temos do outro lado o empresário, Valdeir do União do PPS, também pré-candidato a prefeito de Curionópolis, já estão conversando para que se unam em torno de apenas uma candidatura; ou seja, as mudanças do rumo da “vela”, está bem acelerado. Mas ainda não sabemos o posicionamento do atual prefeito de Curionópolis Chamonzinho, ninguém sabe se ele vai apresentar candidato a prefeito (a), pelo PMDB, pelo menos se entende que não, mas uma coisa todos já tem certeza, pelo entrevero que existe entre ele e Adonei Aguiar, ele fará de tudo e mais um pouco para não deixar Adonei assumir o município de Curionópolis. Por isso o titulo desse editorial, o povo fica meio sem saber o que fazer e pra onde ir, alguns já podem colocar “cara” a tapa, outros não, ficam aguardando para no ultimo minuto saber o que fazer por isso, muitas aguas, ainda vão passar por debaixo dessa ponte e aquilo que não parecia acontecer no passado, hoje pode ser realidade.

Podemos seguir com essa mesma linha de raciocínio, falando da cidade de Canaã dos Carajás. Há bem poucos dias passados, o grupo do atual prefeito Jeová Andrade, já estavam dispensando apoio dos partidos, diziam em alto e bom tom, que a eleição já estava ganha, muitos deles pisando de salto alto, até mesmo o prefeito Jeová, que todos sabem que era uma pessoa simples e tranquila, parece ter deixado as “vaidades”, alcançar o seu bom senso de administrar a coisa publica, seguro por uma caravana de pessoas que colocaram ele dentro de uma “urna” de vidro, começaram a chegar os trovões e os relâmpagos na direção do prédio do executivo, os que na verdade em outrora estavam sendo excomungados pelo sistema, hoje estão colocando o tapete vermelho para que eles passem. Tudo isso aconteceu com um simples gesto do atual presidente da câmara de vereadores Jean Carlos e outros, colocaram seus nomes a disposição dos eleitores indecisos e dos políticos de plantão que foram alijados do processo; achando aqueles que avacalham a coisa publica e humilham, entendendo que estão acima do bem e do mal, veja isso? Agora apareceu um salvador da pátria, trazendo pra dentro do berço, aqueles que apenas estavam no “sol escaldante” da miséria politica e da falta de oportunidade junto aos secretários e do chefe de gabinete do prefeito, vejamos, em pouco tempo,  se construiu uma grande nação de oposição, que quase não existia na cidade, provavelmente estarão juntos, Marilda Natal do PPS, contadora Orlene do PP, Tony do PSD, o próprio Jean Carlos do PDT, Junior Super, entre outros e outros. De uma coisa o atual prefeito que havia sumido da presença do povo e das lideranças, sabe, já começaram as trovoadas e para que elas não caiam dentro da sua casa “leia-se PMCC”, será preciso muito jeito e tentar arrebanhar as lideranças de volta.

 

Avalie este item
(0 votos)
Loading
https://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/2M.gk-is-100jpeglink
https://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/coisadecrianarodape.gk-is-100jpeglink