Brasil vence Alemanha na estreia do futebol masculino

Com uma bela atuação na primeira etapa, a seleção brasileira de futebol masculino venceu a Alemanha, nesta quinta-feira (22), por 4 a 2, na estreia dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, em partida realizada em Yokohama.

O destaque foi o atacante Richarlison que, além de três gols, se movimentou e mostrou um preparo físico acima da média, após ter jogado também a Copa América e quase não ter tido descanso.

O time brasileiro dominou todo o jogo, mas, após perder muitos gols, acabou facilitando para a Alemanha que, em dois ataques, fez dois gols, o segundo, aos 38 da etapa final. Paulinho acabou fechando o placar, fazendo o quarto nos acréscimos.

Primeiro tempo

Em campo, o Brasil iniciou mostrando que quer repetir o ouro conquistado na Rio 2016. Mesmo sem alguns jogadores mais consagrados, como Neymar e Weverton, campeões na edição anterior. O time, no entanto, mostrou um grande poder ofensivo, deixando a Alemanha atônita desde os primeiros minutos.

Richarlison jogava mais centralizado e Claudinho ocupava o setor esquerdo do ataque, sempre vindo de trás. Antony, por sua vez, se posicionava do lado direito do ataque e Matheus Cunha, mais centralizado, atuava mais próximo de Richarlison.

Praticamente com quatro atacantes, na prática em um 4-2-4, o Brasil sufocava a Alemanha, que era obrigada a abrir a zaga para sair jogando. Pieper e Uduokhai se viram diante de um ataque avassalador. O auxílio do volante Arnold, que recuava, não era suficiente.

Desta maneira, o Brasil foi criando uma sequência de jogadas. Enquanto isso, a Alemanha, que apenas saía timidamente, não ameaçava o gol de Santos. Logo aos 4, Matheus Cunha recebe pela esquerda e chuta com perigo.

Aos 6, o primeiro gol. Richarlison recebe lindo passe de Antony, por trás da zaga. Chuta e, no rebote do goleiro Miller, faz 1 a 0. Aos 14, Pieper, pressionado perdeu a bola, Matheus Cunha chuta e Richarlison perde no rebote. Aos 21, o segundo gol. Bruno Guimarães, novamente em lindo passe, encontra Arana, que cruza da linha de fundo na cabeça de Richarlison: 2 a 0.

O terceiro veio em seguida quando, também em linda jogada, Matheus Cunha atrai três marcadores, arranca com a bola e toca para Richarlison, que domina e toca chapado, da entrada da área: 3 a 0.

Além de Richarlison, a equipe como um todo atuou com muita qualidade e um ótimo posicionamento. Daniel Alves controlou a lateral, ditava o ritmo e subia com perigo. Nino e Diego Carlos, muito bem colocados, praticamente não deixaram o experiente Kruse e Richter tocarem na bola.

No meio, Douglas Luiz não dava chances para Amiri criar. Bruno Guimarães, por sua vez, jogava com consciência e passes precisos. Antony e Matheus Cunha também se movimentavam e, com muita qualidade, superavam a marcação, dando assistências decisivas.

Matheus Cunha ainda perdeu um pênalti, aos 46. Mas, no geral, a atuação da equipe na primeira etapa foi um show, a melhor atuação da seleção brasileira, incluindo a principal, dos últimos 20 anos.

Etapa final

No segundo tempo, a enxurrada de jogadas ofensivas prosseguiu, apesar do zagueiro Torunarigha ter substituído Pieper. O posicionamento, no entanto, não mudou. Antony, aos 5, e Matheus Cunha, aos 6, chutaram para defesa do goleiro. 

Numa jogada fortuita, Amiri aproveitou rebote da entrada da área e chutou, com o goleiro Santos aceitando: 3 a 1.

Aos 17, com o Brasil ainda pressionando, Arnold foi expulso após entrada violenta em Daniel Alves, recebendo o segundo amarelo. E aos 18, Malcom substituiu Claudinho, para dar maior poder ofensivo pela esquerda. Paulinho e Reinier também entraram, nos lugares de Richarlison e Antony.

O Brasil continuava com o domínio, mas a Alemanha, mais recuada, fechava mais o meio-campo. As chances, porém não paravam de surgir.

Aos 29, por exemplo, Matheus Cunha dá lindo passe de calcanhar para Bruno Guimarães chutar e Müller fazer difícil defesa.

As substituições, porém, deixaram o time mais desentrosado. E, aos 38, Ache diminuiu a diferença no placar, fazendo de cabeça: 3 a 2.

A Alemanha, empolgada, buscou o empate, novamente se abriu e Paulinho, nos acréscimos, fez 4 a 2, recebendo livre.

Na próxima rodada, o Brasil enfrenta Costa do Marfim, no domingo (25), às 5h30 (de Brasília), em Yokohama. A Alemanha tenta se recuperar jogando contra a Arábia Saudita, às 8h30 (de Brasília), também  no domingo, em Yokohama.

 

Fonte: Do R7

Avalie este item
(0 votos)

Sul e Sudeste do Pará

Loading
https://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink
https://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/00.Novo_Projeto_-_2021-09-24T142218530gk-is-100.jpglink

Vídeos

FAMAP, a escolha inteligente
08 Julho 2019
Em parauaebas, aluno chamou a atenção dos vereadores, no momento em que fazia uso da tribuna. de Carajás O Jornal
18 Abril 2017
Alunos da Rede Estadual de Ensino, assistem aula no meio da rua em Parauapebas
13 Abril 2017
Novo Ministro do STF3
11 Fevereiro 2017
Tiroteio em Redenção deixa população assustada
01 Dezembro 2016
Nesse domingo os paraenses vivenciam o #CIRIO2016, a maior festividade Religiosa do Brasil
09 Outubro 2016
Dr. Hélio Rubens fala sobre o caso de corrupção na Câmara Municipal de Parauapebas
08 Outubro 2016
MARCHA PARA JESUS: Milhares de jovens nas ruas de Parauapebas
08 Outubro 2016
Corrupção é um problema de todos, você também pode combater!
06 Outubro 2016
Joelma agradece pela presença e participação em seu show na FAP 2016
12 Setembro 2016
Jake Trevisan agradecendo toda população de Parauapebas no Carajás O Jornal
06 Setembro 2016
Cantor Açaí no evento da Imprensa na FAP a pedido de Marola Show, canta para a Rainha, primeira e segunda princesa da FAP 2016.
01 Setembro 2016