Nessa época de crise o microempresário e o trabalhador informal são os mais atingidos. Visando oferecer um socorro o Banco do Povo tem ampliado as linhas de créditos e facilitado o acesso do trabalhador informal aos empréstimos.

Criado pela Lei nº 4.315/06, o Banco do Povo é uma instituição de microcrédito, cujo objetivo maior é conceder empréstimos ao empreendedor formal ou informal e fomentar o desenvolvimento econômico no município de Parauapebas.

O valor do empréstimo vai até R$ 6 mil, para as pessoas físicas; e até R$ 20 mil, para as pessoas jurídicas (empresas), as regras estão previstas no Decreto Municipal nº 155/07, que fixa ainda a taxa de juro, de 0,31% capital misto (FIXO E DE GIRO) até 36X.

Confira a entrevista com o diretor do Banco do Povo, André Sedem:

O que é o Banco do Povo?

É um fundo municipal de fomento, para geração de emprego e renda, sendo uma ferramenta da Secretaria de Desenvolvimento, foi criado para fornecer microcréditos para os microempreendedores de Parauapebas. 

Quem pode solicitar, e quais são os critérios para as pessoas físicas e jurídicas?

Quem pode solicitar o empréstimo é todo trabalhador, seja aquele que tenha empresa registrada com CNPJ ou qualquer trabalhador autônomo informal que exerci seu trabalho sua atividade econômica, mas ainda não registrou sua empresa.

A pessoa física tem acesso com seus documentos pessoais e uma cópia do cartão da sua conta bancária e do estrato da conta, comprovante de residência, certidão de casamento, podendo então ter acesso ao empréstimo do Banco do Povo, já a pessoa jurídica deve apresentar todos as informações acima, com o complemento dos documentos, cartão de CNPJ, cartão da conta Jurídica juntamente com a copia do extrato da conta.

Quem precisa de fiador?

Precisa-se de fiador a pessoa física, sendo que o seu avalista também tem que ser uma pessoa física, e quem é pessoa jurídica, o próprio pode se avalizar, o seu CPF avaliza com seu CNPJ.  

 Como está funcionado o atendimento online?

Foi criado uma plataforma digital para estar atendendo todas as solicitações dos empréstimos, mas ouvi um problema com o site, por causa das grandes demandas sendo solicitadas, agora informamos a todos os clientes que tentaram entrar no site, e não conseguiram, que possam estar se locomovendo até o Banco do Povo, localizado no Mercado Municipal  do Bairro Rio Verde, e também na Rua C no Prédio da sala do Empreendedor que também está funcionando um anexo do Banco do Povo, para entregarem fisicamente as suas documentações.

 

Fonte: Redação

Ronda Ostensiva Com Apoio de Motos (ROCAM), prendeu por volta das 20h de quarta-feira, 22, e apresentou na 20ª Seccional Urbana de polícia Civil de Parauapebas os nacionais Marlon Brando de Sousa Lima e Lucas Elias de Carvalho, ambos de 24 anos de idade, acusados de tráfico de entorpecente. Com eles a polícia flagrou 45 gramas de maconha, material plástico para o embalo da droga e 306,00 reais em espécie o que caracterizava a venda do entorpecente.

Segundo a polícia a dupla foi pega quando a GU realizava patrulhamento na área, momento em que passava próximo à praça do bairro, observou dois indivíduos em atitude suspeita na rua Marcos Freire em uma moto Honda Broz, abordados e revistados os PMs encontraram a droga com os mesmos.

Mediante o flagrante os dois foram encaminhados para a delegacia onde foram apresentados ao delegado plantonista. Procurados pela reportagem nenhum dos dois quiseram falar sobre a acusação.

(Neide Folha)

Em cumprimento às medidas preventivas contra o novo coronavírus, o atendimento presencial no prédio do Departamento Municipal de Trânsito e Transporte (DMTT) está suspenso, para evitar aglomerações. Durante este período de decreto municipal, o órgão está recebendo demandas administrativas por telefone e e-mail. Confira:

  • Dúvidas/solicitações de interdição de vias e operações no tráfego, são feitas pelo e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou pelo telefone: 3356 0611.
  • Consultas sobre infrações de trânsito e resultado de processos podem ser solicitadas pelo e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou pelo telefone, no número 3346 - 4644. O atendimento neste número é das 8h às 14h.

Neste caso, o prazo é de até 72 horas para a resposta. O DMTT não está protocolando processos, mas o requerente não será penalizado em relação aos prazos.

  • Boletim de Acidente de Trânsito (o solicitante deve enviar junto ao pedido cópia de um documento pessoal com foto e do documento do veículo envolvido no acidente). Solicitação pelo e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Para Boletim de Acidente de Trânsito e para o Cartão de Vaga Presencial o prazo de resposta é de 72 horas.

Além desses serviços, os agentes do DMTT também estão nas ruas da cidade com os serviços de fiscalização, operação e segurança viária para as equipes das barreiras sanitárias.

 

 

 

Fonte: Assessoria de Comunicação/PMP

Texto: Sara Dias

A Confraria de Artes de Parauapebas está organizando o I Salão Virtual de Artes Plásticas da região sul e sudeste do Pará, além disso, o primeiro salão virtual de artes plásticas homenageará o artista da cidade de Parauapebas, Sansão (Francisco Pereira da Silva).

Poderão participar artistas de todo o território nacional, sendo que os menores de 18 anos deverão preencher uma ficha de inscrição específica e assinada pelos responsáveis, o artista poderá se inscrever em até 02 duas modalidades, com apenas 01 trabalho em cada modalidade.

Salão de Artes Plásticas, tem por finalidade estimular a produção artística e, além disso, divulgar os trabalhos dos artistas plásticos para que a sociedade em geral não só reconheça a produção artística como também possa adquirir obras dos artistas da cidade.

 

Baixe o regulamento no topo da página

 

Fonte: Redação

 

 

 

Quem reside nos bairros Liberdade I, Liberdade II e complexo VS-10 está sofrendo as consequências das chuvas dos últimos dias, o Rio Parauapebas transbordou causando alagamentos. O nível do rio atingiu 12,64 metros, o que deixa o município em estado de alerta.

Em entrevista à nossa equipe de reportagem a moradora do Liberdade II, Keiliani Ribeiro, faz suas reclamações sobre as enchentes que estão ocorrendo, e como Ela se encontra diante da situação. “Eles não deram apoio para o Liberdade II, tivemos que pedir ajuda para os nossos vizinhos, e até esse exato momento não estão prestando atendimento, estamos precisando de ajuda mais nada foi feito”.  

 

Segundo a Defesa Civil, as famílias vêm recebendo total apoio da Prefeitura de Parauapebas, sendo encaminhadas para escolas, casas de familiares ou tendas no pátio do prédio da Defesa Civil. A ação é temporária para que haja atenção imediata à situação, porém os atingidos serão inseridos em programas assistenciais, como o Auxílio Emergencial Pecuniário para Moradia da Defesa Civil.

Nos últimos três dias, mais de 200 mudanças foram feitas pela Defesa Civil. Além disso, com o apoio da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), 28 benefícios eventuais foram concedidos e já são 58 kits humanitários entregues. Também estão sendo feitas doações de cestas básicas e objetos como colchões, roupas, lençóis e travesseiros. A equipe do serviço social da Defesa Civil segue realizando o levantamento socioeconômico das famílias.

 

Fonte: Redação 

Com o objetivo de aproximar a UFRA da comunidade e levar conhecimento aos alunos, o professor Leônildas Velloso idealizou um projeto que logo em seguida foi abraçado por outros professores e muito bem recebido pelos acadêmicos que tiveram as aula suspensas devido a pandemia do coronavirus/Covid-19.

O projeto “UFRA conversando com a comunidade” é realizado através de lives no instagram do professor (@leao_velloso), abordando diversos temas e com convidados especiais para levar conhecimento da universidade para a comunidade e da comunidade para os alunos.

Com a suspensão das aulas os acadêmicos podem acompanhar o projeto que agora é uma extensão universitária 

As lives que conta com o apoio do diretor do UFRA campus Parauapebas e do reitor da universidade se transformou em um projeto de extensão Universitária, que tem levado conhecimento e interação da instituição de ensino com a comunidade.

A próxima live será realizada na quarta-feira, 22, entrevistando o artista plástico Jair Gabriel, uma conversar com o “índio da Amazônia” que hoje pinta quadros com uma arte que lhe é peculiar.  Na quinta-feira, 23, o professor Leônildas Velloso traz o tema “A importância da UFRA na região de Carajás”, com a presença do professor dr. Rennan, ás 18h no instagram @leao_veloso.

O projeto idealizado pelo professor Leônidas conta com o apoio do reitor da UFRA campos Parauapebas

“Esta é uma forma de aproximar a comunidade da universidade e continuar levando conhecimento aos alunos que tiveram seus estudos paralisados devido a pandemia.  Convido a todos os alunos e munícipes a acompanhar nossas transmissões ao vivo e também a interagir”, convida o professor.

 

Por volta das 15h de domingo, 19, o colono Braz Celicio Mauro da  Luz Filho, 32 anos de idade, morreu eletrocutado quando tentava   emendar o fio da rede elétrica na frente de sua chácara. Informações repassadas por um amigo da vítima que estava com o mesmo na hora do fatídico contou para polícia como o caso aconteceu.  

Segundo ele, o fio começou a pegar fogo vindo a quebrar e faltar energia, preocupados em ficar no escuro a vítima o convidou para consertar o problema instante em tomaram a decisão de subir no  poste, e quando Braz tentava emendar os fios o mesmo recebeu a descarga elétrica vindo a óbito instantaneamente no local.

Braz Celicio Mauro Luz Filho era natural de Centro Novo, MA, e residia na chácara Bela Vista,  rua da Sapucaeiras, Cedere I, zona rural de Parauapebas, distante cerca de 25 de quilômetros do centro da cidade.

Após os serviços de praxes realizados pela polícia e técnicos do Instituto Médico Legal (IML), o corpo da vítima foi removido e encaminhado para necropsia no Centro de Perícia Científica Renato Chaves de Parauapebas.

(Neide Folha)

Com a suspensão das aulas devido à pandemia do novo coronavírus, a Prefeitura de Parauapebas irá conceder R$ 50, por mês, a cada um dos 47 mil estudantes da rede municipal de ensino enquanto a pandemia manter os alunos em casa. Trata-se do projeto “Merenda em Casa”, instituído pela Lei nº 025/20 do Executivo e aprovado pela Câmara Municipal de Parauapebas na sessão extraordinária da última terça-feira, 14.

São mais de R$ 2,3 milhões mensais que a prefeitura irá destinar de forma emergencial e temporária para o reforço da alimentação de crianças e adolescentes. “Muitos dos estudantes têm na escola a principal refeição do dia. O auxílio vem para ajudar principalmente a família dos estudantes que vivem em situação de vulnerabilidade socioeconômica”, diz o prefeito Darci Lermen.

O “Merenda em Casa” será fornecido por meio de crédito em cartão alimentação para ser utilizado em estabelecimentos comerciais previamente cadastrados, e para uso exclusivo de alimentação, não podendo ser cedido ou comercializado. De acordo com o secretário de Educação, Luiz Vieira, os cartões serão entregues às famílias dos alunos ainda este mês.

“O cartão foi pensado com o propósito de facilitar o acesso das famílias ao benefício. Ele será entregue na unidade de ensino na qual o aluno está matriculado”, informa Vieira, para acrescentar que cada escola montará e divulgará um cronograma de entrega, para evitar aglomerações.

O secretário destaca que não há limite de alunos por família. Todos receberão o auxílio, inclusive os das creches. Ou seja, se os pais possuem, por exemplo, quatro filhos matriculados na rede municipal de ensino irão receber quatro cartões, totalizando o valor de R$ 200 por mês.

 

Fonte: Ascom

Texto: Messania Cardoso

Em mais uma ação de enfrentamento ao novo coronavírus, a Prefeitura de Parauapebas, numa parceria com a empresa Vale, iniciou a construção do Hospital de Campanha do município. A estrutura temporária contará com mais 100 leitos para receber pacientes com sintomas da Covid-19, com quadro clínico de baixa e média complexidades. 

A estrutura está sendo construída anexa ao Hospital Municipal de Parauapebas. “Os serviços andam acelerados. Estamos preparando o terreno, fazendo a terraplanagem e sistema de drenagem, com equipes da Secretaria de Obras (Semob) e do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saaep). É mais uma medida para trazer tranquilidade, conforto e garantir que o cidadão de Parauapebas tenha um ambiente seguro para cuidar e se tratar do coronavírus”, esclarece Wanterlor Bandeira, secretário de Obras.

A construção do Hospital de Campanha é uma iniciativa que se soma a outras já adotadas pelo governo em parceria com a Vale, como a reforma de uma área do antigo hospital municipal, onde foram implantados 40 leitos de semi-UTI também para casos de coronavírus. A reforma foi entregue nesta quinta-feira, 16, à prefeitura, que agora vai instalar os equipamentos no espaço.

As ações de combate à Covid-19 são necessárias e se intensificam para impedir que a doença se alastre em Parauapebas. A prefeitura tem adotado várias medidas, como exigir o uso de máscaras em ambientes públicos, promover o isolamento social e implantar barreiras sanitárias nas entradas do município e no acesso aos projetos de mineração, além de realizar fiscalizações em estabelecimentos comerciais para exigir o cumprimento de todas as medidas de prevenção que garantam segurança aos funcionários e à população.

Os hospitais de campanha são estruturas temporárias, recomendadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS), que estão sendo construídos ao redor do mundo, aumentando a oferta de leitos para atender pacientes com sintomas da Covid-19.

 


Fonte: Ascom
Texto - Anne Costa

Em tempos do novo coronavírus, manter o distanciamento entre as pessoas é medida preventiva importante. Para evitar aglomerações na agência do Banco do Povo, a Prefeitura de Parauapebas criou uma Central de Atendimento para facilitar o acesso a informações sobre o empréstimo concedido aos micro e pequenos empreendedores de Parauapebas, assim como para agilizar o atendimento.

“Os interessados podem entrar em contato com a nossa Central de Atendimento por telefone, a partir de uma ligação ou de uma mensagem via WhatsApp. Também dispomos de um espaço exclusivo no site da Prefeitura. Lá, estão disponíveis orientações sobre as linhas de financiamento e o formulário que o interessado tem que baixar, preencher e nos enviar por e-mail”, explica André Aguiar, diretor do Banco do Povo.

Os formulários e as informações citadas por André estão disponíveis no link https://www.parauapebas.pa.gov.br/index.php/banco-do-povo.html. As equipes fazem todo o atendimento online e só realizam o agendamento presencial do beneficiado quando há necessidade. Os profissionais trabalham com os devidos cuidados, dispondo de máscaras e luvas. 

Contatos e pontos de apoio

Os contatos para obter informações sobre o financiamento do Banco do Povo são: 3356-1020 (linha fixa), 98807-6329, 99666-9161, 98813-9351, 98812-9378 e 99664-7524. Todos esses números estão disponíveis também pelo WhatsApp, além de ligação.

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento (Seden) disponibilizou mais pontos de apoio para ajudar no atendimento do Banco do Povo. Desde a semana passada, após a publicação da Lei 21/2020, de autoria do prefeito Darci Lermen, dezenas de micro e pequenos empreendedores têm buscado informações sobre o financiamento concedido pela prefeitura.

A Sala do Empreendedor, localizada no bairro Cidade Nova, e a Seden, localizada no prédio da prefeitura, se tornaram pontos de apoio do Banco do Povo. O contato da Sala do Empreendedor é 3346-4222. Mais informações sobre o financiamento também podem ser obtidas neste número.

 

Texto: Karine Gomes

Fonte - Ascom/PMP

 

Sul e Sudeste do Pará

Loading
https://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink
https://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.galpogk-is-100.jpglink

Vídeos

FAMAP, a escolha inteligente
08 Julho 2019
Em parauaebas, aluno chamou a atenção dos vereadores, no momento em que fazia uso da tribuna. de Carajás O Jornal
18 Abril 2017
Alunos da Rede Estadual de Ensino, assistem aula no meio da rua em Parauapebas
13 Abril 2017
Novo Ministro do STF3
11 Fevereiro 2017
Tiroteio em Redenção deixa população assustada
01 Dezembro 2016
Nesse domingo os paraenses vivenciam o #CIRIO2016, a maior festividade Religiosa do Brasil
09 Outubro 2016
Dr. Hélio Rubens fala sobre o caso de corrupção na Câmara Municipal de Parauapebas
08 Outubro 2016
MARCHA PARA JESUS: Milhares de jovens nas ruas de Parauapebas
08 Outubro 2016
Corrupção é um problema de todos, você também pode combater!
06 Outubro 2016
Joelma agradece pela presença e participação em seu show na FAP 2016
12 Setembro 2016
Jake Trevisan agradecendo toda população de Parauapebas no Carajás O Jornal
06 Setembro 2016
Cantor Açaí no evento da Imprensa na FAP a pedido de Marola Show, canta para a Rainha, primeira e segunda princesa da FAP 2016.
01 Setembro 2016