O presidente Jair Bolsonaro anunciou na terça-feira (1º) que o Brasil será a sede da Copa América.

Durante solenidade no Ministério da Saúde, Bolsonaro informou que os governadores do Distrito Federal, Rio de Janeiro Mato Grosso do Sul, Goiás e "um quinto", que ele não revelou qual, aceitaram receber jogos da competição a partir do próximo dia 13.

"Escolhemos as sedes em comum acordo, obviamente, com os governadores. Agora, já tivemos quatro governadores: aqui de Brasília, Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul e Goiás. E mais um agora, que chegou um pouco atrasado, também se prontificando a sediar a Copa América. Então, ao que tudo indica, prezado Queiroga, seguindo os mesmos protocolos, o Brasil sediará a Copa América", declarou.

 

Fonte: Bruno Ferreira

 

De acordo com o boletim de segunda, 31 de maio, a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) registra a diminuição do número de casos de mortes provocadas pela Covid-19, a partir da observação da média móvel de casos. A queda é de 70,6% da média móvel quando comparada com 14 dias atrás. No dia 17, eram 18 óbitos por dia, enquanto que ontem, 30, foram computados cerca de cinco por dia.

Rômulo Rodovalho, titular da Sespa, atesta a diminuição sugerida no boletim. “A média móvel dos últimos 14 dias mostrou que tivemos uma queda grande de 70,6%. Mas mesmo com as taxas de casos e óbitos em queda, é importante a população entender que a pandemia não acabou e continua sendo necessário cumprir medidas de distanciamento social e proteção e higiene individual para evitar o contágio, orienta o gestor.

Os cuidados são necessários para diminuir os riscos provocados pela doença. O aposentado Benedito Resque, 81 anos, morador de Belém, se emociona bastante ao lembrar do que enfrentou ao ser infectado, há quase um ano. A esposa dele, Joana Melo, 79, adoeceu ao mesmo tempo, mas com sintomas leves, foi orientada a se cuidar em casa.

“Eu tinha plano de saúde caro, de qualidade, mas quando os sintomas foram piorando e a gente nem sabia o que era, achava que era uma sinusite piorando, não consegui atendimento pelo plano em lugar nenhum. Chegou um momento em que conseguimos um oxímetro emprestado e vimos que a minha saturação estava caindo muito. E aí começou a falta de ar”, lembra o aposentado.

Ele chegou ao Hangar no dia 7 de maio de 2020, com a boca bem roxa e quase desmaiando. “Foram oito dias lá dentro. Graças a Deus não precisei ser intubado, e com o apoio da equipe toda, médico, enfermeiros, técnicos de enfermagem, psicólogo, pessoal que trazia as refeições, consegui enfrentar aqueles dias”, recorda, emocionado.

“Senti muito medo. Sou do Marajó e já vi e vivi muita coisa, mas um medo desse tipo nunca senti igual. A gente via pessoas partindo o tempo todo, algumas iam e voltam e outras e não voltavam. E eu pensava ‘Será que o próximo vou ser eu?'”, relata, com a voz embargada.

Recuperação contínua – Após a alta, ficaram algumas sequelas psicológicas e no corpo: o pulmão chegou a ficar 50% comprometido, como mostrou a tomografia. “Fui fazer o restante do isolamento na casa do meu filho, com todos os cuidados, para poder me recuperar e não transmitir o vírus. Foram outros 14 dias sem poder ter contato com as pessoas, só falando no celular. Lá no hospital, a gente se comunicava por um sistema de interfone e todos os dias o meu filho ou a minha filha vinham conversar comigo. Estou tratando até hoje dessas sequelas com a geriatra”, relata o ex-paciente.

Benedito continua com os cuidados para evitar a reinfecção mesmo após ser imunizado. “Me sinto um sobrevivente. Pela graça de Deus, pude estar vivo e me vacinar. Eu e a minha esposa Joana, que passamos juntos por essa pandemia. Mas todos os dias eu penso naqueles que não tiveram a mesma chance porque o momento era outro, a gente não sabia muito como acontecia a contaminação, se podia tomar alguma coisa, se ia no médico ou ficava em casa, não tinha vacina. Mas aqui continuamos tomando os mesmos cuidados de não ir para aglomeração, não sair de casa sem máscara ou receber qualquer pessoa em casa sem máscara, passar álcool 70 nas coisas do mercado, estar sempre com spray de álcool no bolso quando for sair”, lista Benedito, recomendando o protocolo de segurança.

 

Fonte: https://parazaotemdetudo.com

Abbigail Bugenske, uma jovem de 22 anos, foi a ganhadora do primeiro sorteio de US$ 1 milhão feito pelo governo do estado de Ohio, nos Estados Unidos, para incentivar a vacinação contra a Covid-19.

Joseph Costello, aluno da oitava série, foi o vencedor de uma bolsa integral para a faculdade. Os dois se inscreveram no prêmio, anunciado pelo governador no dia 12 para aumentar a taxa de vacinação no estado.

Bugenske contra que estava dirigindo para a casa de sua família, no subúrbio de Cleveland, quando recebeu um telefonema do governador do estado, Mike DeWine, que é do Partido Republicano.

“Um redemoinho”, resumiu a jovem durante entrevista coletiva virtual sobre o prêmio. "Ainda estou 'digerindo' [a notícia], e gosto de dizer que parece que isso está acontecendo com outra pessoa".

Bugenske é engenheira mecânica, trabalha para a GE Aviation, no subúrbio de Cincinnati, e diz que recebeu a vacina Moderna assim que se tornou elegível, muito antes do anúncio da loteria.

Ela afirma que pretende investir a maior parte do prêmio, doar uma parte para instituições de caridade e comprar um carro (e também que não planeja deixar seu emprego).

5 prêmios de US$ 1 milhão

Mais de 2,7 milhões de adultos se inscreveram para concorrer aos cinco sorteios de US$ 1 milhão (cerca de R$ 5,2 milhões na cotação atual) e mais de 104 mil adolescentes de 12 a 17 anos estão participando dos sorteios da bolsas de estudos para a faculdade.

Os sorteios do "Vax-a-Million" são feitos às quartas-feiras e anunciados na televisão. O primeiro foi realizado ontem (26).

Para participar, o interessado deve morar em Ohio, ter mais de 18 anos (no caso dos prêmios de US$ 1 milhão) e ter se vacinado com ao menos uma dose de qualquer vacina antes da data do sorteio.

Medidas para incentivar a vacinação contra a Covid-19 têm sido tomadas por vários estados americanos: em Nova Jersey, o governador anunciou a distribuição de cervejas a quem se vacinar.

A ideia do governador de Ohio inspirou loterias de incentivo semelhantes no Colorado, em Maryland, em Nova York e no Oregon.

Vacinação em Ohio

O plano parece estar funcionando, pelo menos inicialmente. O número de pessoas com 16 anos ou mais que receberam sua vacina contra Covid-19 em Ohio aumentou 33% na semana após o anúncio.

Mas, apesar da alta na procura pela vacinação, as taxas ainda estão bem abaixo do patamar de março e início de abril, segundo análise da agência de notícias Associated Press.

Mais de 5,2 milhões de pessoas tomaram ao menos uma dose em Ohio (cerca de 45% da população do estado) e cerca de 4,6 milhões já tomaram as duas doses (39%).

Em todo o país, mais de 165 milhões de americanos já iniciaram a vacinação (cerca de 50% da população) e mais de 131 milhões estão totalmente vacinados (quase 40%).

A meta do presidente dos EUA, Joe Biden, é vacinar 70% da população adulta do país até 4 de julho, o Dia da Independência americana, com ao menos uma dose.

A ideia do democrata é que as comemorações possam ocorrer com menos restrições.

'Precisava me sentar'

Joseph Costello, que participou da entrevista coletiva virtual ao lado de seus pais, Colleen e Rich, disse que ficou "muito animado" com o sorteio. O adolescente é de Englewood, uma cidade perto de Dayton.

A mãe de Costello, Colleen, contou ter recebido o telefonema do governador quando saía do trabalho e que, a princípio, pensou que fosse uma gravação.

“Fiquei muito grata naquele momento por haver um banco por perto, porque precisava me sentar”, disse Colleen ao perceber que era o próprio DeWine.

O governador de Ohio visitou pessoalmente a família Costello junto com sua esposa, Fran DeWine, após o anúncio.

 

“Ligar para alguém e dizer que ganhou um milhão de dólares é ótimo”, disse o governador. "Ligar para uma família e dizer que eles têm uma bolsa de estudos paga por quatro anos também é divertido".

 

Os Costellos disseram que já tinham tomado a vacina quando o governador fez o anúncio da loteria e que planejavam imunizar seus filhos até o fim de maio, mas a novidade os inspirou a antecipá-la.

 

Fonte: Por G1

A confirmação foi feita após encaminhamento de amostras ao laboratório de genética, Testes Moleculares Serviços Laboratoriais LTDA.

A Prefeitura de Parauapebas confirmou a presença da variante P.1, amazonense na cidade. Atendendo a solicitação da Secretaria Municipal de Saúde (SEMSA), foram enviadas 20 amostras para a realização de estudo específico para o laboratório de genética, do Instituto de Ciências Biológicas da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

De acordo com o resultado, através de laudo, observou-se que 100% das amostras apresentaram mutação para variante P.1, amazonenses. Neste sentido, a conclusão é que a variante P1 está em alta frequência no município de Parauapebas.

“A SEMSA já comunicou ao Centro Regional de Saúde (SESPA), localizado no município de Marabá, para adoção das medidas cabíveis. A equipe de monitoramento permanece acompanhando os casos", ressalta a Diretora de Vigilância em Saúde, Michele Ferreira.

De acordo com o estudo, a pessoa infectada com a P.1 pode ter até 10 vezes mais vírus em seu organismo do que as contaminadas por outras variantes. E esse pode ter sido o motivo que levou a cepa de Manaus a se espalhar tão rápido,

Os cuidados para evitar o contágio, no entanto, não mudam. "As orientações são as mesmas: manter o distanciamento social, a utilização correta das máscaras, a lavagem das mãos por pelo menos 30 segundos ou o álcool em gel. São as mesmas recomendações relacionadas às outras variantes", orienta a Diretora da Vigilância em Saúde de Parauapebas.

 

DECLARAÇÃO DE VARIANTES

 

Arte: Ascom/Pmp

Uma manhã dedicada aos cuidados com a saúde e prevenção à Covid-19: foi assim a ação desenvolvida pela equipe de Meio Ambiente do Programa de Saneamento Ambiental, Macrodrenagem e Recuperação de Igarapés e Margens do Rio Parauapebas (Prosap) na quinta-feira, 27, com os moradores do Residencial Vale do Sol II.

Na ação, kits educativos, contendo lápis de cor e livrinho de colorir, foram entregues às crianças de 6 a 12 anos. “Essa atividade faz parte do Programa de Educação Ambiental e Sanitária do Prosap, com o objetivo de apresentar informações aos moradores sobre temas importantes de prevenção à saúde, ao meio ambiente, entre outros. Estamos abordando o assunto da Covid-19 para que todos tenham consciência de que a melhor forma de prevenção é o cuidado e atenção às orientações de higiene”, explica a geóloga Lana Nunes, responsável pela educação ambiental do programa.

Andreza Souza de Lima, mãe do pequeno Wanderson de Lima Leite, de 8 anos, compareceu ao escritório social para participar da ação e garantir o kit pintura do filho. “É uma alegria garantir esse livrinho para o meu filho. Tem dia que ele não tem muita coisa pra fazer, agora vai passar o dia pintando”, garante a dona de casa.

Os irmãos Walisson, Walace e Weverton, acompanhados da mãe, Arlene Regina, também participaram da atividade. “Eu gostei desse lápis de cor”, disse um dos garotos ao receber o kit pintura. Para a mãe dos meninos, esse tipo de programação é muito bem-vinda, especialmente em tempos de coronavírus. “Não está tendo aula na escola, então, esse tipo de brincadeira é bem legal para eles ocuparem o tempo”, elogia.

A equipe ambiental também realizou entrega de máscaras e álcool em gel de casa em casa, destinado ao público adulto. A atividade educativa foi acompanhada pela subcoordenadora de Ações Ambientais do Prosap, Alessandra Rosa, e pela assistente social, Roseliana Brito.

Essa é a segunda programação desenvolvida no residencial pelos profissionais do meio ambiente, tendo a primeira ocorrida no mês de abril com o plantio de mudas.

 

Assessoria de Comunicação/PMP

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) realizará durante este final de semana, 29 e 30 de maio (sábado e domingo) a vacinação contra a Covid-19 de pessoas com deficiência intelectual e física grave.

O grupo a ser vacinado são pessoas com idades entre 18 e 59 anos que sejam portadores de deficiência intelectual e/ou mental (autismo, paralisia cerebral ou outras síndromes que desencadeiam a deficiência.) que limite as suas atividades habituais, como trabalhar, ir à escola, brincar, etc. Assim como as pessoas com deficiência física grave, que tenham limitação motora que cause grande dificuldade ou incapacidade para andar ou subir escadas.

A imunização acontecerá na Unidade Básica de Saúde (UBS) do Bairro dos Minérios, localizado na Rua 19, próximo à praça, nos dias 29 e 30 de maio (sábado e domingo) de 8h às 17h. Para esse grupo, não será necessário realizar o agendamento prévio.

O usuário deve comparecer à UBS munido dos seguintes documentos: RG, cartão nacional do SUS, documento ou laudo que comprove a deficiência e comprovante de residência.

Última chamada:

A Semsa reforça que os munícipes que fazem parte do grupo anterior, que são as pessoas com Síndrome de Down, deficientes auditivos e visuais que ainda não realizaram a imunização, devem comparecer à UBS do Bairro dos Minérios no sábado (29) e no domingo (30), para realizar a imunização.

Mulheres maiores de 18 anos, gestantes e puérperas (até 45 dias após o parto) com comorbidade, que ainda não realizaram a imunização devem comparecer à UBS do Bairro Guanabara, no sábado (29). 

 

Texto: Nívea Lima/Semsa

 

A Prefeitura de Parauapebas, através da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), inicia nesta quarta-feira (19), o agendamento da vacinação contra a COVID-19 para o público prioritário de gestantes e puérperas (até 45 dias após o parto), com comorbidades.

Este grupo contemplado deverá ter mais de 18 anos e o agendamento será feito de forma presencial ou através de um representante, na Unidade Básica de Saúde (UBS) do Bairro Guanabara, no período de 19 a 21 de maio, das 7h às 11h e das 13h às 17h munidos com os seguintes documentos;

  • Carteira de gestante;
  • RG;
  • CPF;
  • Comprovante de residência;
  • Cartão Nacional do SUS;
  • Cópia do laudo ou declaração que comprove a comorbidade.

Acesse o site https://parauapebascontracovid.com/ para realizar o download do laudo médico, que deve estar devidamente preenchido e assinado pelo médico obstetra.

 As vacinas para esse grupo são exclusivamente da Fundação  Butantã - CoronaVac.

 Deficiências Permanentes:

Pessoas com deficiência permanente, auditiva e visual, assim como pessoas com Síndrome de Down que estejam na idade de 18 a 59 anos devem comparecer na Unidade Básica de Saúde do Bairro dos Minérios, nos dias 22 e 23 de maio (sábado e domingo) de 08h às 17h para realizar a imunização. Para esse grupo, não será necessário realizar o agendamento prévio. O usuário deve comparecer à UBS munido dos seguintes documentos:

  • Laudo médico que indique a deficiência (até 3 anos);
  • Cartões de gratuidade no transporte público que indique condições de deficiências;
  • Documentos comprobatórios de atendimento em centros de reabilitação ou unidades especializadas no atendimento de pessoas com deficiência;
  • Documento oficial de identidade com a indicação da deficiência ou qualquer outro documento que indique se tratar de pessoa com a deficiência;
  • Comprovante de residência.

 

Texto: Nívea Lima - Semsa/Ascom
Arte: Ascom/PMP

 

 Três escolas municipais de Curionópolis já estão equipadas com a estrutura necessária para receber a população com sintomas da covid-19. Nos locais, foram implantadas salas de acolhimento, atendimento médico e testagem. Depois do diagnóstico, a população também recebe a medicação indicada pelo médico para iniciar o tratamento.

 A força tarefa montada pela Prefeitura, tem o objetivo de aumentar o potencial de atendimento e ainda iniciar o tratamento precoce de pacientes com covid-19, para que os quadros clínicos não se agravem e o combate à doença seja mais efetivo. Durante todo o período de lockdown, os postos de atendimento funcionarão todos os dias das 8h às 18h.

 Além dos polos de referência ao atendimento do coronavírus, a Secretaria de Saúde também intensificou a vacinação em unidades de referência para que os idosos possam encontrar com facilidade a imunização. Nessas unidades, também há atendimento médico e fornecimento de medicação para pacientes que testarem positivo. “Estamos fortalecendo nossos atendimentos, ampliando o alcance e facilitando o acesso da população aos serviços. Quem está doente precisa de atendimento humanizado, tratamento digno e estamos garantindo isso para nossa gente. A vida é prioridade e sabemos que agindo com prevenção, iremos colher resultados positivos muito em breve” declarou a Prefeita Mariana Chamon, que tem acompanhado de perto as ações de combate à pandemia.

 

UNIDADES REFERÊNCIA PARA VACINAÇÃO DE IDOSOS

 

  • Posto de Saúde da Família 31
  • Posto de Saúde da Família Rio Grande do Sul
  • Posto de Saúde da Família Planalto
  • Posto de Saúde da Família Miguel Chamon

 

A VACINAÇÃO DOMICILIAR será agendada pelos Agentes Comunitários de Saúde

 

POSTOS DE REFERÊNCIA PARA ATENDIMENTO COVID-19 DURANTE O PERÍODO DE LOCKDOWN

 

(Funcionamento todos os dias das 8h às 18h)

 

  • CENTRO ATENDIMENTO COVID – Rua Cedro, 176
  • ESCOLA SÃO SEBASTIÃO – Bairro da Paz
  • ESCOLA CANTINHO DO SABER – Bairro Centro
  • ESCOLA RUTH MONTEIRO – Bairro Panorama
  • POSTO DE SAÚDE DA FAMÍLIA PLANALTO – Bairros: Planalto, Alto da Glória e Chamonlândia)
  • POSTO DE SAÚDE DA FAMÍLIA SERRA PELADA

 

Todos os locais oferecem atendimento médico, testagem e distribuição gratuita de medicação.

 

Fonte: ASCOM/PMC

A CPI da Covid abre nesta terça-feira (4) a agenda de convocações, com os depoimentos de Luiz Henrique Mandetta e Nelson Teich, os dois primeiros ministros da Saúde do governo de Jair Bolsonaro. Eles serão ouvidos na condição de testemunha, quando há o compromisso de dizer a verdade sob o risco de incorrer no crime de falso testemunho.

Primeiro titular da Saúde do governo, Mandetta esteve à frente da pasta entre janeiro de 2019 e abril de 2020. Já Teich, seu sucessor, comandou o Ministério da Saúde por menos de um mês, entre 17 de abril e 15 de maio do ano passado. Ambos deixaram o cargo após divergências com o presidente Jair Bolsonaro relativas às políticas de contenção do coronavírus.

O depoimento de Mandetta está previsto para as 10h, e o de Teich, para as 14h.

As convocações de Mandetta e Teich foram aprovadas na semana passada, assim como a do atual ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, e a do antecessor dele, Eduardo Pazuello.

Queiroga e Pazuello serão ouvidos ainda nesta semana, assim como o diretor-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Antonio Barra Torres.

Os depoimentos

A audiência de Mandetta está prevista para começar às 10h. O ex-ministro foi demitido em abril de 2020, após ele e o presidente da República terem discordado sobre medidas de controle da doença, como a necessidade do isolamento social.

Bolsonaro e Mandetta também divergiram sobre a adoção da cloroquina. Enquanto o presidente era um entusiasta do medicamento, comprovadamente ineficaz contra a Covid, o então ministro alertava que não havia estudos científicos sobre o tema.

“Como é notório, o presidente da República sempre trabalhou contra quaisquer medidas de isolamento e de combate à doença e propaga, desde o início da pandemia, remédios e tratamentos comprovadamente ineficazes contra a Covid e cujo uso indiscriminado representa sérios riscos. Portanto, o senhor Luiz Henrique Mandetta foi exonerado do cargo de ministro da Saúde justamente por defender as medidas de combate à doença recomendadas pela ciência”, afirmou o vice-presidente da CPI, Randolfe Rodrigues (Rede-AP).

Mandetta também deverá ser questionado sobre a falta de material de proteção hospitalar e de respiradores mecânicos do início da pandemia. Senadores também querem indagá-lo sobre a orientação do Ministério da Saúde, no início da pandemia, de que os pacientes com sintomas leves não buscassem atendimento médico.

Um governista avaliou ao G1 que Mandetta "mudou muito de postura" quando estava à frente do MS. Para esse senador, o protocolo adotado à época, que recomendava ao paciente ir ao hospital "em último caso", quando estivesse com falta de ar, fez com que "mais pessoas fossem intubadas e morressem". O congressista defende que essa orientação será usada "contra" Mandetta nesta terça.

Outro ponto que deve ser explorado pelos integrantes da CPI é a não adoção, pelo governo brasileiro, de barreiras sanitárias no início da pandemia. Presidente da comissão, Omar Aziz (PSD-AM) tem levantado essa questão durante reuniões e entrevistas à imprensa.

À GloboNews, no mês passado, Aziz disse que o Brasil errou ao não estabelecer as barreiras nas fronteiras e nos aeroportos para tentar evitar a entrada e a disseminação do coronavírus no território nacional.

Testagem

Assim como Mandetta, o ex-ministro Nelson Teich também deve ser questionado sobre a recomendação de cloroquina aos pacientes infectados com a Covid-19.

Teich deixou a pasta três dias após ter feito um alerta, em sua rede social, sobre riscos de efeito colateral da cloroquina no tratamento da doença.

Teich ainda deve ser alvo de questionamento sobre um amplo programa de testes que ele anunciou tão logo assumiu a pasta. A proposta, porém, acabou sendo logo abandonada.

“Temos de perguntar ao ministro Teich sobre o tema da testagem. Ele chegou a apresentar uma proposta, mas ela não teve desdobramento. Qual o motivo disso?”, afirma o senador Humberto Costa (PT-PE).

Funcionamento

A reunião da CPI está prevista para as 10h, com o depoimento de Mandetta. A audiência com Nelson Teich está agendada para as 14h. Presidente da comissão, o senador Omar Aziz (PSD-AM) quer encerrar a sessão até as 16h, quando está previsto o início de uma sessão do Congresso Nacional.

A CPI pode votar ainda as convocações do ex-secretário de Comunicação da Presidência Fabio Wanjgarten e do ministro da Justiça, Anderson Torres.

Omar Aziz avalia como "necessário" convocar Torres em razão de declarações recentes do ministro. À revista "Veja", o auxiliar de Bolsonaro disse que vai requisitar à Polícia Federal informações sobre os inquéritos que envolvem governadores em desvios de recursos da saúde.

Um senador governista ouvido pelo G1 afirmou que a eventual convocação de Torres é uma tentativa da oposição de "politizar a CPI".

Na formulação de perguntas aos ex-ministros, Aziz dará prioridade aos integrantes (titulares e suplentes) da CPI. Cada um deles, segundo a assessoria do senador, terá cinco minutos para fazer perguntas aos depoentes, que terão o mesmo tempo para respostas. Os parlamentares, então, terão direito a réplica de três minutos e os ex-ministros o mesmo prazo para tréplica.

O primeiro senador a fazer questionamentos aos ex-ministros será Renan Calheiros, relator da CPI.

Antes das perguntas, Mandetta e Teich devem fazer uma exposição inicial sobre os seus períodos à frente do Ministério da Saúde.

Onyx na articulação

De acordo com o colunista do G1 Valdo Cruz, o presidente Jair Bolsonaro escalou o ministro Onyx Lorenzoni (Secretaria-Geral da Presidência) para ser o interlocutor do Palácio do Planalto com os senadores da CPI.

Entretanto, entre próprios governistas, há desconfiança sobre a capacidade de negociação do ministro com os parlamentares.

Um aliado do Planalto disse que Onyx “não tem articulação nenhuma” e ficará como a "rainha da Inglaterra" na relação com os senadores.

 

Fonte: Por Marcela Mattos, Gustavo Garcia e Sara Resende, G1 e TV Globo — Brasília

“Vocês tem o melhor sistema de saúde que vimos aqui no Brasil”. Esta foi à frase dita pelo Coordenador Médico do MSF (Médicos sem Fronteiras), Mohammed Ali, e reforçado pelo Coordenador de Emergência dos Médicos sem Fronteiras, Fábio Biolchini, referindo-se ao enfrentamento a Covid-19 em nosso município.

A equipe dos Médicos sem Fronteiras (MSF), esteve na manhã de hoje, 28, participando de uma reunião com o Secretário Municipal de Saúde, Gilberto Laranjeiras, com o Secretário Adjunto de Saúde, Paulo Vilarinhos, com a Diretora da Vigilância em Saúde, Michele Ferreira, com a Diretora de Regulação, Nhirly Brito e da Supervisora de Enfrentamento da Ameaça do Covid, Anna Carla. O objetivo da visita foi conhecer um pouco da realidade do município e saber como ele vem enfrentando a pandemia do novo Coronavírus, para uma possível parceria entre Secretaria Municipal de Saúde e Médicos sem Fronteiras (MSF).

“Emocionante e satisfatório ouvir o reconhecimento de uma organização que atua em mais de 70 países e que já recebeu o Nobel da Paz, e que considera importante a nossa luta em salvar vidas nesta pandemia que vem assolando o mundo. O prefeito Darci Lermen vem buscando incansavelmente recursos e parcerias para que os munícipes de Parauapebas tenham cada vez mais um atendimento humanizado e eficaz”, ressaltou o Secretário de Saúde, Gilberto Laranjeiras.

O gestor da saúde explicou que com a chegada da pandemia do novo coronavírus ao Brasil e a rápida expansão dos casos, o MSF mobilizou um volume inédito de recursos humanos e materiais em nosso país e conseguiu iniciar atividades direcionadas ao atendimento das populações mais vulneráveis: pessoas em situação de rua, migrantes e refugiados, indígenas, usuários de drogas e idosos. Atualmente os estados contemplados com a ajuda dos Médicos sem Fronteiras são: São Paulo, Rio de Janeiro, Amazonas, Roraima, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Goiás e Rondônia.

 

Texto: Luciana Queiroz - Ascom/PMP

Sul e Sudeste do Pará

Loading
https://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink
https://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/00.Novo_Projeto_-_2021-09-24T142218530gk-is-100.jpglink

Vídeos

FAMAP, a escolha inteligente
08 Julho 2019
Em parauaebas, aluno chamou a atenção dos vereadores, no momento em que fazia uso da tribuna. de Carajás O Jornal
18 Abril 2017
Alunos da Rede Estadual de Ensino, assistem aula no meio da rua em Parauapebas
13 Abril 2017
Novo Ministro do STF3
11 Fevereiro 2017
Tiroteio em Redenção deixa população assustada
01 Dezembro 2016
Nesse domingo os paraenses vivenciam o #CIRIO2016, a maior festividade Religiosa do Brasil
09 Outubro 2016
Dr. Hélio Rubens fala sobre o caso de corrupção na Câmara Municipal de Parauapebas
08 Outubro 2016
MARCHA PARA JESUS: Milhares de jovens nas ruas de Parauapebas
08 Outubro 2016
Corrupção é um problema de todos, você também pode combater!
06 Outubro 2016
Joelma agradece pela presença e participação em seu show na FAP 2016
12 Setembro 2016
Jake Trevisan agradecendo toda população de Parauapebas no Carajás O Jornal
06 Setembro 2016
Cantor Açaí no evento da Imprensa na FAP a pedido de Marola Show, canta para a Rainha, primeira e segunda princesa da FAP 2016.
01 Setembro 2016