Carajas o Jornal

Carajas o Jornal

Segundo o Ministério da Saúde, mais de 976 mil pessoas já se recuperaram de infecções do novo coronavírus (SARS-CoV-2) no Brasil. No entanto, mesmo os pacientes curados da COVID-19 precisam manter as recomendações para evitar o contágio da doença, como o uso de máscaras. Ou seja, não há passa livre para relaxar as medidas de cuidados.

Isso porque especialistas apontam que ainda não há evidências científicas de que quem contraiu a COVID-19 não possa se contaminar novamente. Inclusive, uma pesquisa recente apontou que pacientes assintomáticos que tiveram a doença podem perder os anticorpos para o vírus em até três meses. Além disso, por ser uma doença nova, os efeitos do vírus a médio e longo prazo também não são, completamente, conhecidos. Por exemplo, quem teve a infecção pode apresentar, um dia, eventuais complicações.

Segundo o infectologista Leonardo Weissmann, consultor da Sociedade Brasileira de Infectologia, deve-se manter os cuidados contra o novo coronavírus. “Não temos certeza, por enquanto, de que quem teve COVID-19 uma vez não terá novamente. É importante que quem já teve a doença continue se prevenindo. Continue com as medidas preventivas, usando máscaras, higienizando as mãos e evitando aglomeração”, alerta o médico.

Além disso, os pacientes que já foram infectados, de acordo com Weissmann, também podem auxiliar a propagação do vírus, caso não tomem os devidos cuidados. “Mesmo a pessoa que não estiver infectada, se ela puser a mão em um lugar contaminado, ela pode carregar o vírus. Por isso é importante estar sempre higienizando as mãos, lavando com água e sabão ou com álcool 70%”, orienta o infectologista.

Após se recuperar do novo coronavírus, alguns pacientes podem enfrentar, por exemplo, a chamada Síndrome da Fadiga Crônica, como aponta a neurologista, pesquisadora do Instituto D’Or de Pesquisa e Ensino (IDOR) e da Universidade Federal Fluminense (UFF), Gabriel de Freitas.

Quanto a essa síndrome, o principal sintoma relatado pelos pacientes é o cansaço. “O que predomina é a fadiga, o cansaço. A pessoa não consegue trabalhar, não consegue voltar à atividade”, explica Freitas. “Essa síndrome traz uma angústia muito grande para as pessoas porque fadiga não é um sintoma mensurável. Não se consegue mensurar por exame. Muitas vezes é mal compreendido”, avisa a neurologista. Segundo Freitas, também há muitas dúvidas sobre os seus impactos na saúde dos pacientes, mas o tratamento, geralmente, envolve psicoterapia, atividades físicas, antivirais e antidepressivos.

Além disso, o quadro de fadiga pode ser acompanhado por alteração na pressão, na frequência cardíaca e insônia. Essa sensação pode durar até um ano e é mais frequente em mulheres entre os 40 e 50 anos que tiveram a COVID-19 pelo menos na forma moderada. No entanto, essa síndrome não é exclusiva do novo coronavírus e pode ocorrer em decorrência de outras infecções virais.

 

Fonte: Por Fidel Forato 

O Ministério Público do Estado do Pará (MPPA) recomendou à prefeitura de Parauapebas que ordene e fiscalize o funcionamento de bares, restaurantes e outros estabelecimentos de comércio não essencial. A recomendação foi expedida na segunda (6), pela promotora de Justiça Magdalena Torres Teixeira, devido a pandemia do novo coronavírus. A prefeitura tem 10 dias para responder ao MPPA.

O comércio não essencial voltou a funcionar no início de junho, quando o prefeito assinou o decreto municipal nº 555, que estabeleceu medidas de segurança para reabertura dos estabelecimentos, como a distância mínima entre as pessoas e a quantidade de pessoas nos locais. Desde então, houve aumento na quantidade de pessoas frequentando boates e bares, que tem funcionado além da capacidade permitida pelo decreto.

Na recomendação, a promotora sugere que esses estabelecimentos funcionem presencialmente até 0h (meia-noite) e com apenas 30% da capacidade máxima. A Promotoria recomenda também que sejam feitas rondas para fiscalizar o cumprimento do decreto e a instalação de pias externas com sabão e álcool em gel na entrada desses locais para os clientes. Caso esses estabelecimentos descumpram às normas municipais, o MPPA propõem penas como pagamento de multa e interdição dos locais.

Tambérm foi sugerido a avaliação da necessidade de uma lei seca limitando o acesso dos consumidores à compra de bebidas alcoólicas em lojas de conveniência, bares, distribuidoras de bebida, mercados e supermercados, sendo restrita a venda até a meia-noite e, ainda, uma reavaliação do isolamento de locais públicos como quadras para práticas de esportes coletivos como futebol, basquete e voleibol.

A promotora Magdalena Teixeira explica no texto que essas medidas são importantes pois Parauapebas apresenta “alto índice de infectados, o aumento da curva de nível de pacientes com covid-19 e pouca oferta de leitos de UTI na rede hospitalar pública e particular”. Magdalena lembra ainda que a cidade já passou por 2 lockdowns devido a pandemia do novo coronavírus. 

 

Texto: Sarah Barbosa
Edição: Edyr Falcão

 

Foto: Unsplash

Fonte: MP

As provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 serão aplicadas em janeiro e fevereiro de 2021, anunciou o Ministério da Educação (MEC) nesta quarta-feira (8).

Adiado após pressão de estudantes e parlamentares por causa da pandemia de Covid-19, o novo cronograma do Enem prevê:

  • Provas impressas: 17 e 24 de janeiro, para 5,7 milhões inscritos
  • Prova digital: 31 de janeiro e 7 de fevereiro, para 96 mil inscritos
  • Reaplicação da prova: 24 e 25 de fevereiro (para pessoas afetadas por eventuais problemas de estrutura)
  • Resultados: a partir de 29 de março

O anúncio foi feito pelo secretário-executivo do MEC, Antonio Paulo Vogel, e o presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Alexandre Lopes, durante coletiva de imprensa, em Brasília.

A nova data foi definida mais de quatro meses após a suspensão das aulas presenciais e fechamentos das escolas em todo o Brasil por causa da disseminação do coronavírus.

"Entendemos que essa decisão não seja perfeita e maravilhosa para todos", afirmou Vogel. "Mas buscamos uma decisão técnica, que melhor se adequava para todos."

Segundo o MEC, a data não prejudicará o ingresso dos aprovados nas universidades no primeiro semestre de 2021.

"Se a gente deixasse para maio do ano que vem, os ingressos [nas faculdades] seriam somente no segundo semestre do ano que vem", justificou Vogel, afirmando que a definição da data do Enem traz uma "reação em cadeia" em relação a processos e programas como Sisu, Prouni, Fies e as matrículas públilcas e privadas no ensino superior.

O secretário-executivo do MEC também afirmou que um segundo Sistema de Seleção Unificada, Sisu, poderá ser aplicado em 2021.

Custos extras por causa da pandemia

Por causa da pandemia, o MEC pediu ao governo federal um adicional de R$ 70 milhões para a execução do Enem 2020. As principais mudanças são:

  • Aluguel de mais salas para dar maior espaçamento entre os alunos
  • Compra de máscaras e materiais de segurança para os aplicadores
  • Oferta de álcool gel
  • Novos protocolos de segurança e identificação dos alunos

No ano passado, o custo do Enem foi de R$ 537 milhões. Este ano, com o Enem digital e com aumento de inscritos, o governo estima que o valor deve ser maior.

Escolha de data teve enquete

Na semana passada, o governo divulgou o resultado da enquete que perguntou aos alunos quando as provas do Enem 2020 deveriam ser aplicadas. Entre as três datas sugeridas, maio de 2021 foi a mais citada.

"Mais da metade dos alunos preferiu dezembro e janeiro. Então, estamos atendendo esse público que é mais de 50% dos alunos", comentou o secretário-executivo.

"A enquete não seria o único parâmetro para definição da data. Ela era mais um parâmetro. Nós sempre entendemos que seria muito importante ouvir os secretários estaduais de educação, assim como também as instituições de ensino superior", disse o secretário-executivo.

Segundo o governo, as questões do Enem 2020 já estavam prontas antes da pandemia e o conteúdo continua sendo o mesmo. Quanto ao Enem digital, o MEC cogita que a prova poderá ser totalmente digital até 2026.

Pressão para adiar o Enem

A realização do Enem 2020 estava prevista para novembro, mas após pressão da sociedade diante da suspensão das aulas com a pandemia de coronavírus, o exame foi adiado.

No entanto, decisão pelo adiamento só ocorreu depois de o governo enfrentar questionamentos judicias. O debate chegou ao Congresso, e o Senado aprovou um projeto que adiava o Enem 2020. O texto seguiu para avaliação da Câmara dos Deputados.

A indefinição gerou ansiedade em estudantes, que chegaram a fazer campanha nas redes sociais pela realização da prova em maio, o que beneficiaria estudantes da rede pública, segundo eles, por dar mais tempo para a preparação. Outros preferiram a prova em outra data (dezembro ou janeiro, por exemplo), para não correrem o risco de não ter Enem em 2021.

 

Fonte: Por G1

Está procurando emprego? Fique atento as mais de 50 vagas oferecidas pelo Sine Parauapebas, nesta quinta-feira, 09. 

Para se candidatar às vagas, baixe em seu celular o aplicativo Sine Fácil ou procure o Sine, localizado na rua 11, entre as ruas D e E, Cidade Nova. O horário de atendimento vai até as 14h.

Já o atendimento para realizar cadastro, atualização cadastral, seguro desemprego e emissão de QR codec deve ser feito por agendamento pelo telefone (94) 98188-6441.  

Clique aqui e confira as vagas disponíveis hoje.

 

Assessoria de Comunicação – Ascom/PMP

A bola voltou a rolar no Campeonato Catarinense na noite desta quarta-feira depois de quase quatro meses paralisado por conta da pandemia do novo coronavírus. Pelas quartas de final, a Chapecoense saiu na frente do Avaí, enquanto Criciúma e Marcílio Dias empataram sem gols.

Na Arena Condá, a Chapecoense deu um importante passo rumo à semifinal ao ganhar do Avaí por 2 a 0. O zagueiro Luiz Otávio e o atacante Anselmo Ramon, ambos no segundo tempo, marcaram os gols.

Os dois times voltam a campo no domingo, na Ressacada. A Chapecoense pode perder por até um gol de diferença, enquanto o Avaí precisa ganhar de três ou mais de vantagem. Uma vitória do time de Florianópolis por dois de vantagem leva a decisão para os pênaltis, porque gol fora de casa não vale como critério de desempate.

No Estádio Heriberto Hülse, Criciúma e Marcílio Dias ficaram no empate sem gols. Assim, quem ganhar no Gigantão das Avenidas, em Itajaí, no próximo domingo, garante a classificação. Um novo empate define a vaga nos pênaltis.

Os outros dois jogos das quartas de final acontecem nesta quinta-feira. O Joinville recebe o Brusque na sua arena, enquanto o Figueirense tem pela frente o Juventus no estádio João Marcatto.

 

Fonte: https://www.terra.com.br

Pequenos agricultores têm potencializado a renda como resultado das qualificações profissionais oferecidas pela Prefeitura de Parauapebas, que chegam a centenas de famílias no campo. A Secretaria de Produção Rural (Sempror) investe em parcerias que levam mais conhecimento aos produtores. Consequentemente, é gerado mais trabalho, mais qualidade de vida e uma melhor gestão da propriedade rural.

“Parcerias com o Senar e outras instituições, como universidades, Adepará e Emater, foram firmadas pela Sempror, o que proporciona mais condições para que as famílias da agricultura continuem no meio rural através do benefício. A formação profissional também resultou em promoção social nas comunidades de toda a zona rural do município”, explica o secretário de Produção Rural, Elson Cardoso.

A agricultora Ana Sara Santos, residente na Vila Albanir, foi uma das beneficiadas do Programa de Qualificação no Campo da Sempror ao realizar o curso de panificação ministrado pelo Senar, na localidade. Com o conhecimento que adquiriu, a produtora investiu na atividade apenas R$ 50 em matéria-prima inicial e agora produz e vende deliciosos pães caseiros apreciados por toda comunidade.

“O curso que eu fiz pela Sempror em parceria com o Senar foi uma oportunidade que a Prefeitura de Parauapebas trouxe para nossa comunidade. Eu comecei com pouco e fui investindo. Hoje, essa qualificação está me proporcionando ajudar minha família e realizar um sonho, que é pagar o meu curso de Pedagogia”, conta a produtora.

A realidade da Sara é a mesma vivenciada por tantos outros produtores beneficiados por essas qualificações que ajudam no gerenciamento das propriedades, aumento da produtividade e na melhoria da qualidade da produção. Para Maria Saraiva, mediadora de conhecimento da Sempror, as formações oferecidas desde 2017 são importantes principalmente por incentivar as mulheres a desenvolverem novas habilidades e, assim obterem a própria renda.

“A qualificação chega ao campo, o que é mais cômodo para os produtores. Os cursos como Panificação, Processamento de Frutas, Embutidos e Defumados, Derivados do Leite, entre outros, já capacitaram aproximadamente 2.800 produtores, entre eles, as produtoras, que podem ter o dinheiro delas”, enfatiza Maria Saraiva.

Texto: Erika Sarmanho
Fotos: Chico Souza

                                                  

Um intensivão no começo da onda de lives, constatou o renascimento do pagode nas transmissões on-line, mostrou também a queda de audiência do fenômeno e a polêmica na cobrança de direito autoral nas lives.

 

  • Bruna Caram - 18h - Link
  • Arrigo Barnabé (Em Casa com Sesc) - 19h - Link
  • Vanessa da Mata - 20h - Link
  • Ana Cañas canta Belchior - 21h - Link
  • Biquini Cavadão - 21h - Link
  • Onze20 - 21h - Link
  • Teresa Cristina - 22h - Link

 

Fonte: Por G1

Segue, até 16 de julho, o prazo de inscrições para os quatro cursos online de dança do Movimenta Pebas, projeto patrocinado pela Vale, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura. Informações sobre seleção e regulamento estão disponíveis no link https://linktr.ee/movimentapebasoficial. A iniciativa conta com a parceria do Centro Cultural Parauapebas e da Vivas Cultura e Esporte.

As inscrições são gratuitas para os cursos de capacitação (Balé Clássico e Dança Contemporânea) e cursos complementares (Danças Populares Brasileiras e História da Dança). As atividades serão ministradas pela equipe de profissionais do Corpo Escola de Dança, do Grupo Corpo, renomada companhia de dança contemporânea de Minas Gerais, com início previsto para o dia 27 de julho.

Os critérios de seleção e o número de vagas variam de acordo com cada curso. As atividades serão realizadas no périodo de julho a outubro. Os cursos de Capacitação em Balé Clássico e Dança Contemporânea são destinados para maiores de 15 anos com alguma experiência em dança, selecionados por nível técnico dentre os inscritos. Serão montadas duas turmas para cada curso, com o limite de até 15 participantes.

O curso de Danças Populares Brasileiras oferece 20 vagas para alunos, a partir dos 12 anos com ou sem experiência em dança. Já para o curso de História da Dança, serão 150 vagas para interessados de todas as faixas etárias. Os quatro cursos serão ministrados online e ao vivo pelas plataformas Google Meet ou Zoom.

Sobre o Movimenta Pebas
Os cursos de dança fazem parte da programação do projeto Movimenta Pebas, adaptado para promover ações também durante a pandemia. Aprovado pela Lei Federal de Incentivo à Cultura antes das restrições provocadas pela Covid-19, o projeto é realizado pela Vivas Cultura e Esporte, Ministério do Turismo e Secretaria Especial da Cultura, com o patrocínio da Vale e apoio da Prefeitura de Parauapebas, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, e do Instituto Vivas.

Serviço

Inscrições para os cursos online do projeto Movimenta Pebas
Período: 
até 16 de julho

Início das atividades: 27 de julho
Regulamento e formulário de inscrições estão disponíveis em linktr.ee/movimentapebasoficial
Todas as informações sobre o "Movimenta Pebas" estão disponíveis nas páginas do projeto nas redes sociais:
Instagram.com/movimentapebasoficial
Facebook.com/movimentapebasoficial
Dúvidas e sugestões podem ser enviadas pelo e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou pelo WhatsApp: 94 99177-0939.

Créditos das Imagens: Acervo Corpo Escola de Dança

 

 

Nesta quinta-feira (08), usuários que tentavam acessar os aplicativos Caixa Tem, FGTS e loterias relataram que tiveram que enfrentar lentidão e instabilidade. Ainda, há relatos de problemas para entrar no aplicativo do internet banking da Caixa.  

Trabalhadores relatam dificuldades desde a última quinta-feira (02) com o aplicativo Caixa Tem, que é usado para movimentar o dinheiro do auxílio emergencial e o FGTS emergencial.  

Nesta quinta, usuários também enfrentaram fila no aplicativo FGTS, onde o trabalhador pode consultar o saldo de suas contas e até saber em qual data o recurso será depositado na poupança digital da Caixa. 

Aqueles que tentaram entrar no aplicativo de loterias da Caixa na manhã de hoje também se depararam com problemas. Usuários foram informados que o serviço estava indisponível. O aplicativo do internet banking da Caixa também apresentava problemas, com um aviso de que não era possível estabelecer conexão com a internet, mesmo não havendo problemas na rede de conexão.  

Liberação de R$600 HOJE

O calendário de saque e transferência do auxílio emergencial de R$ 600 segue sendo pago a nesta quarta-feira, 08 de julho. Esse cronograma é válido para quem recebeu a primeira parcela nos dias 16 e 17 de junho.

No dia 16 de junho, o depósito foi feito em conta poupança social digital da Caixa para nascidos entre janeiro e junho. No dia 17 de junho, o depósito foi feito para os nascidos entre julho e dezembro.

O dinheiro depositado em conta poupança social da Caixa pode ser utilizado pelo aplicativo Caixa Tem, que vem apresentando instabilidade nos últimos dias, para compras pelo cartão de débito virtual e pagamento de boletos.

O saque em espécie e transferência será liberado nesta terça-feira para os beneficiários nascidos em fevereiro. O calendário é dividido por mês de aniversário dos beneficiários para evitar filas e aglomeração nas agências da Caixa.

 

Fonte: 

O Banco do Brasil já contratou R$ 3,3 bilhões em empréstimos a micro e pequenos empresários em dois dias de operação do Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe). O banco se aproxima, assim, da meta de esgotar os recursos da iniciativa, aposta do governo Bolsonaro para destravar o crédito para esse público, ainda nesta semana.

O limite para o BB e os grandes bancos em geral é de R$ 3,7 bilhões – a cifra depende do porte da instituição. Os principais concorrentes privados ainda não começaram a operar a linha. Por ora, além do BB, a Caixa Econômica Federal é o único grande banco que opera o programa e já emprestou quase R$ 1,5 bilhão na modalidade.

O secretário especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia, Carlos Alexandre da Costa, disse nesta terça-feira, 7, que os recursos disponibilizados para crédito no Pronampe já foram quase todos tomados.

“Já estamos preocupados, porque recursos do Pronampe vão terminar em breve”, admitiu, durante audiência pública virtual da Comissão Mista do Congresso que acompanha as medidas ligadas à pandemia do novo coronavírus.

O orçamento total do Pronampe é de R$ 18,7 bilhões, a partir de R$ 15,9 bilhões que foram aportados em recursos do Tesouro Nacional no Fundo Garantidor de Operações (FGO) para serem utilizados como garantias. Administrado pelo BB, o FGO irá cobrir 100% das operações e até 85% de eventuais perdas que os bancos tenham com a linha.

 

Fonte: Por Agência Estado

Sul e Sudeste do Pará

Loading
https://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink
https://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.galpogk-is-100.jpglink

Vídeos

FAMAP, a escolha inteligente
08 Julho 2019
Em parauaebas, aluno chamou a atenção dos vereadores, no momento em que fazia uso da tribuna. de Carajás O Jornal
18 Abril 2017
Alunos da Rede Estadual de Ensino, assistem aula no meio da rua em Parauapebas
13 Abril 2017
Novo Ministro do STF3
11 Fevereiro 2017
Tiroteio em Redenção deixa população assustada
01 Dezembro 2016
Nesse domingo os paraenses vivenciam o #CIRIO2016, a maior festividade Religiosa do Brasil
09 Outubro 2016
Dr. Hélio Rubens fala sobre o caso de corrupção na Câmara Municipal de Parauapebas
08 Outubro 2016
MARCHA PARA JESUS: Milhares de jovens nas ruas de Parauapebas
08 Outubro 2016
Corrupção é um problema de todos, você também pode combater!
06 Outubro 2016
Joelma agradece pela presença e participação em seu show na FAP 2016
12 Setembro 2016
Jake Trevisan agradecendo toda população de Parauapebas no Carajás O Jornal
06 Setembro 2016
Cantor Açaí no evento da Imprensa na FAP a pedido de Marola Show, canta para a Rainha, primeira e segunda princesa da FAP 2016.
01 Setembro 2016