Embora alguns eleitores tenham chegado aos locais de votação antes mesmo da abertura dos portões, o parauapebense não está encontrado dificuldade para votar no 2º turno, principalmente no que diz respeito a filas.

Diferentemente do 1º turno, a pouca quantidade de candidatos e a otimização na leitura biométrica tem contribuído veemente com a rapidez do processo. Nos principais colégios eleitorais, quase não se tem fila e eleitor está levando bem menos tempo na cabine de votação.

Ao todo 448 seções eleitorais receberão o eleitorado municipal no centro e na zona rural. Na aldeia indígena Xikrin do Cateté a mais de 300 km do centro, uma urna foi transportada até o local de helicóptero para dar aos indígenas o direito do voto. A expectativa é que aproximadamente 199.156 eleitores compareçam às duas zonas eleitorais do município.

A velha prática de espalhar santinhos nas proximidades das sessões eleitorais volta a se repetir, em todos os colégios eleitorais, de longe se percebia o entulho. Funcionários da prefeitura municipal faziam o recolhimento do material logo pela manhã. A segurança está sendo feita pela polícias, Civil e Militar, além ainda de homems do Exército.

Eleições pelo país

O primeiro boletim de ocorrências deste segundo turno das Eleições 2018 aponta que, até às 10h, foram substituídas 912 urnas em todo o país. Esse percentual é mínimo comparado ao número de mais de 454 mil urnas espalhadas pelos 5.570 municípios brasileiros. Isso significa que significa que 0,18% das urnas precisaram ser substituídas até o momento.

Outras 35 ocorrências diversas foram apontadas nas seções eleitorais distribuídas pelo país, dentre elas a prisão de 17 pessoas.

A velha prática de espalhar santinhos nas proximidades das seções eleitorais volta a se repetir.

Nos principais colégios eleitorais, quase não se tem fila e eleitor está levando bem menos tempo na cabine de votação.

(Com informações/ TSE)

O candidato ao governo do estado do Pará, Márcio Miranda (DEM), veio a Parauapebas nesta sexta-feira (26) para realizar uma carreata com apoiadores e simpatizantes. O evento reuniu centenas de pessoas, entre populares e lideranças políticas, que percorrerem as principais ruas da cidade manifestando apoio ao candidato, neste segundo turno das eleições de 2018.

Representantes políticos da microrregião local como o vice-prefeito de Parauapebas, Sergio Balduíno, Marcelo Catalão, os vereadores, Horácio Martins e Joel do Sindicato; o deputado federal eleito no 1º Turno, Cássio Andrade; O prefeito de Curionópolis, Adonei Aguiar, além ainda do Vereador Wilson da Nossa Casa, de Canaã dos Carajás e Anuarinho, filho do ex-prefeito de Canaã dos Carajás, Anuar Alves, estiveram prestigiando o evento.

2º Turno

O candidato vem crescendo nas pesquisas eleitorais e a diferença que era de 7 pontos percentuais em relação a Helder do MDB, está ficando cada vez menor. De Acordo com Doxa Arte e Comunicação, em uma pesquisa realizada de 24 a 26 de outubro com 1.896 eleitores aponta uma possível virada de Márcio Miranda com 51,9% das intenções de votos válidos, de acordo com a Doxa, o nível de confiança utilizado é 95% e a margem de erro é estimada em 2,25% para mais ou para menos.

Representantes políticos da microrregião local estiveram no evento manifestando apoio a Márcio Miranda. 

O Exército Brasileiro juntamente com o Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC) realizaram uma palestra sobre ingresso nas Forças Armadas para cerca de 400 estudantes da rede pública de ensino do município, nesta quinta-feira (25). A palestra foi ministrada pelo Subtenente Luís Cláudio, do Posto de Recrutamento e Mobilização do 52º Batalhão de Infantaria de Selva de Marabá.

Durante sua palestra, Subtenente explicou aos alunos sobre as formas de ingresso e carreiras que os jovens podem seguir nas Forças Armadas Brasileira: Aeronáutica, Exército e Marinha.

Ele destacou que muitas vezes a falta de informação impede que os jovens tomem conhecimento acerca da carreira militar. “O nosso objetivo único aqui foi trazer estas informações para estes alunos que muitas vezes tem um potencial grande de crescer, mas por falta de informação estão, em alguns casos, em profissões ganhando pouco, com um potencial enorme. Eles poderiam estar cursando uma  faculdade de engenharia ou medicina, por exemplo, dentro da sua carreira militar”, explicou o subtenente.

O ingresso nas três instituições: Aeronáutica, Exército e Marinha pode ser realizado por meio de alistamento militar (restrito a homens) ou através de concurso público, para ambos os sexos.

Remuneração

No Exército, a remuneração inicial é de R$ 1.800 para sargento e de R$ 3.000 para oficial. Na Marinha, em cargos que exigem nível fundamental e médio os salários iniciais vão de R$ 350 a R$ 955 e os finais de R$ 4.430 a R$ 13.000. Já para nível superior o inicial é de R$ 4.600 e o final, de R$ 12.000. Na Aeronáutica, a remuneração para nível técnico vai de R$ 1.595,25 a R$ 4.760,05; nível médio, de R$ 2.576,06 a R$ 15.595,95; e nível superior, de R$ 4.950,85 a 14.661,36.

A palestra foi ministrada pelo subtenente Luís Cláudio, do Posto de Recrutamento e Mobilização do 52º Batalhão de Infantaria de Selva de Marabá

 

 (Reportagem: Fernando Bonfim )

A direção do Clube Atlético Paraense (CAP) reuniu a imprensa na noite desta quarta-feira (24), para uma coletiva em sua sede localizada no bairro Cidade Jardim. Alguns assuntos foram debatidos, além do planejamento para as quartas de final da Segundinha do Parazão. O CAP conquistou a vaga para o mata-mata com três pontos conquistados no Grupo A4, ficando em segundo lugar.

“Eu frisei em várias entrevistas que nós participamos que fazíamos parte do grupo mais difícil da competição e isso foi provado, inclusive em números. Se compararmos com outros grupos o equilíbrio foi muito maior e isso se arrastou até o último momento e praticamente até os últimos minutos da última partida, até que houvesse a definição da classificação. Nós sabíamos que não seria fácil, mas que tínhamos condições de brigar por essa classificação”, afirmou Marcelo Cardoso, técnico do Atlético Paraense.

O Atlético entrou na Segundinha do Parazão como o clube mais novo, sendo o caçula da competição, onde disputa pela primeira vez um campeonato estadual como um time profissional. Apesar das dificuldades na montagem do elenco e do regulamento da competição, o presidente Rafael Lopes sempre acreditou deste o início na vaga para as quartas de final, mesmo dependendo de combinação de resultados na última rodada.

“A dúvida sempre vem, principalmente para quem está de fora, mas como o professor falou não é comum combinação de resultados, mas faz parte. Quem vive essa competição entende-se também que é favorável e é válido você classificar, e não é demérito de ninguém, e a gente conseguiu passar. Estamos firmes e fortes e o time cresceu ainda mais”, disse Rafael Lopes, presidente do Atlético Paraense.

O goleiro Roger Kath foi um dos destaques da equipe do Atlético na goleada diante do Gavião Kyikatejê, por 5 a 2, no Estádio Rosenão. O arqueiro defendeu pênalti em um momento crucial do jogo contra o time indígena, quando a partida estava 2 a 1 para o CAP. Roger também participou da coletiva de imprensa e falou da responsabilidade de defender as cores do Tricolor do Norte.

“O goleiro é o único que não pode errar e quando erra o goleiro só tem a trave para salvar, o zagueiro já tem o goleiro e o volante tem o zagueiro. Eu creio no trabalho do dia a dia e estamos fechando um pouco mais de dois meses aqui no clube, uns 70 dias e o professor Wellington Ramos que é o responsável, o preparador de goleiros, tem cobrado bastante e passado toda a sua experiência também, compartilhando da sua riqueza. A gente crê na classificação e com o tempo que a gente tem semeado aqui em Parauapebas, tem buscado muito e os atletas têm compreendido da grandeza que pode ser para nós em dar o acesso ao clube”, frisou Roger Kath, goleiro do Atlético Paraense.

Na tarde desta quinta-feira (25), a Federação Paraense de Futebol (FPF), realizou em sua sede na capital Belém, o sorteio das quartas de final da Segundinha do Parazão. O Clube Atlético Paraense vai enfrentar o tradicional São Francisco de Santarém, em jogos de ida e volta. O primeiro será no dia 30 de outubro, no Estádio Rosenão, em Parauapebas, e o segundo no dia 03 de novembro, no Estádio Barbalhão, em Santarém.

“A gente tem certeza que temos dois jogos super importantes e eu até vejo esse primeiro jogo em casa, como bem importante para a gente, porque precisamos da nossa torcida, precisamos que o torcedor entenda que ele é importante tão quanto os jogadores que começam jogando, ou quanto eu, ou o professor (Marcelo Cardoso). Nós trabalhamos firmes todos os dias e é um desafio gigante manter isso e diante do atleta e de um professor que comanda, eu tenho certeza que a gente está firme e não pensamos em momento algum em jogar a toalha, porque jogar a toalha não faz parte de quem quer fazer futebol nos dias de hoje”, finalizou Rafael Lopes.

Confrontos das quartas de final da Segundinha do Parazão, com os jogos de ida no dia 30 de outubro e os jogos de volta no dia 03 de novembro:

São Francisco x Atlético Paraense

Desportiva x Paraense

Tuna x Tapajós

Pinheirense x Tiradentes

(Fonte: Zé Dudu/ Por Fábio Relvas)

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), por meio da Rede Cegonha e da Coordenação de Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST/AIDS), realizou na tarde desta quinta-feira, 25, a 1ª Roda de Conversa sobre sífilis garantida e sífilis congênita.

O evento teve inicio às 14 horas, no plenarinho da Câmara Municipal de Parauapebas e foi realizado em alusão ao dia 20 de outubro, Dia Nacional de Combate à Sífilis.

 Durante a Roda de Conversa houve a troca de experiências mediadas por especialistas das áreas de infectologia, obstetrícia, neonatologia, pediatria e clínico geral. 

Os profissionais estiveram tirando as duvidas dos presentes sobre a forma de contágio, diagnóstico, tratamento e cura da Sífilis. De acordo a doutora Mara Menegazzo, depois de diagnosticado, o paciente com sífilis passará por tratamento com penicilina.  Dependendo do tempo de duração da infecção, a pessoa recebe de duas até seis doses da substancia, sendo curada definitivamente, porém para ter certeza da cura, o paciente passa por exames periódicos de três em três meses, para saber se o mesmo foi de fato, curado.

Ainda de acordo com a doutora, se o paciente for curado e tiver relações sexuais com preservativo, ele não irá se infectar novamente, porém caso ele se envolva sexualmente com alguém sem proteção, poderá se reinfectado novamente com a doença.

Doutora Mara Menegazzo, clínica geral. 

A doutora ainda explicou que a sífilis, por ser assintomática, só pode ser diagnosticada fazendo o teste. “A única maneira de diagnosticar sífilis é realizando o teste. Nós temos disponíveis que é chamado VDRL, em todas as unidades básicas de saúde, no hospital, maternidade, no CTA, policlínica e também na UPA”. 

Cleici Reis,supervisora da Rede Cegonha.

 Em entrevista a nossa reportagem a supervisora da Rede Cegonha, Cleici Reis informou que a cada mês, em Parauapebas, aproximadamente 47 casos de sífilis são diagnosticados, o que representa um número bastante elevado de casos, merecendo assim, uma atenção especial dos órgãos de saúde do município. “Vemos a importância da realização dessas rodas de conversas e de troca de experiência com a comunidade. Por isso estamos colocando este assunto em pauta a fim de alertar e informar a população, pois quanto mais cedo ser diagnosticado, mais fácil será de ser curado”, finalizou. 

Público presente na roda de conversa. 

Veja esquema explicativo: 

Imagem: reprodução

Reportagem: Fernando Bonfim/Texto: Ingrid Cardoso)

Conforme noticiado nesta quarta-feira, 24, por este portal de notícias, sobre a visita da Reitoria do Instituto Federal do Pará (IFPA) ao Campus de Parauapebas para averiguar denúncias de assédio sexual que estariam sendo cometidos contra alunas, pelo diretor geral da instituição e mais quatro servidores. O IFPA encaminhou à imprensa uma nota de esclarecimento reafirmando tais atos e o afastamento dos acusados.

Conforme afirmado pelo Reitor do IFPA, Cláudio Alex Jorge da Rocha, durante entrevista, os causados foram dispensados de suas funções e passam a responder administrativamente pelas acusações.

De acordo com a nota, a Reitoria do IFPA, tão logo tomou conhecimento das acusações de assédio contra estudantes no Campus Parauapebas e adotou todas as providências cabíveis.

Confira a nota na íntegra

NOTA DE ESCLARECIMENTO

O Instituto Federal do Pará informa:

I - A Reitoria do IFPA, tão logo tomou conhecimento das acusações de assédio contra estudantes no Campus Parauapebas, adotou todas as providências cabíveis e os procedimentos administrativos para apurar as responsabilidades. Toda denúncia de assédio contra estudantes ou servidores é apurada pela Instituição.

II - O Diretor Geral do Campus Parauapebas foi dispensado de sua função e passa a responder administrativamente, assim como os demais servidores denunciados, assegurados os princípios legais do contraditório e da ampla defesa.

III- O Reitor do IFPA está (24) em Parauapebas para prestar os esclarecimentos necessários e dar encaminhamentos às questões junto à comunidade acadêmica do Campus.

IV – Uma comissão foi constituída por servidores e alunos com o objetivo de promover um processo de consulta à comunidade acadêmica do Campus Parauapebas para a escolha da nova direção geral do Campus.

V- O IFPA lançou no dia 21 de agosto, durante o III Encontro das Equipes da Assistência Estudantil, uma campanha institucional contra o assédio sexual.

VI- IFPA reafirma seu compromisso com a comunidade e com o ensino público de qualidade e desenvolvimento regional, pautados no respeito humano e integridade pessoal.

(Reportagem: Fernando Bonfim)

Por volta de 00h15, o corpo de bombeiros do município foi acionado para socorrer Edmilson Gomes de Anchieta, 36 anos de idade, morador de rua que teve todo o corpo incendiado vivo.

A equipe comandada pelo Sargento Nelson, dirigiu-se imediatamente até a rua Cristo Rei, próximo ao posto de combustíveis Nova Vida, para socorrer a vitima. Ao chegar ao local do ocorrido à equipe do corpo de Bombeiros se deparou com o corpo da vítima ainda em chamas.

De acordo com informações, Edmilson teve 100% do corpo atingido por queimaduras de 4º grau, porém, graças às condições climáticas, como a forte chuva desta madrugada, conseguiu sobreviver, sendo ele encaminhado ao Hospital Geral de Parauapebas, em estado grave de saúde,  onde passa por cuidados médicos.

Autoridades da 20ª Seccional de Polícia Civil irá abrir inquérito policial para investigar o crime e para chegar até o autor e tomar as devidas providencias sobre o caso. 

 

Foto: Reprodução / Instagram Parauapebas / Redes sociais 

(Com informações da Rádio Arara Azul)

Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Pará (Adepará) realizará até amanhã uma ação itinerante para recolher, no município de Parauapebas, as embalagens de defensivos agrícolas vazias, usadas pelo homem do campo do município. A ação levará os pontos de coleta até os produtores rurais no intuito de impedir o descarte incorreto dos resíduos.

A ação começou na terça-feira (23) com um ponto de entrega centralizado no centro de abastecimento do município (CAP). Nesta sexta-feira (25), além do Centro, a ação irá ser estendida a mais quatro pontos localizados nas comunidades, Cederi I, Paulo Fonteles, Palmares II e Valentim Serra.

A destinação correta das embalagens vazias de agrotóxicos é uma responsabilidade compartilhada entre agricultor, comerciante, fabricante e poder público, em conformidade com a Lei n.º 9.974, de 6 de junho de 2000.

O Engenheiro Agrônomo da Adepará, Raimundo Júnior explica que destinação incorreta ou reutilização desta embalagem acarretam em uma série de complicação à saúde e ao meio ambiente. “Apesar das pessoas lavarem as embalagens, o plástico ainda continua contaminado”, destacou Raimundo.

Ele ainda enfatizou que a expectativa é que mais de um mil embalagens sejam entregues durante a ação, número alto, mas que chega a ser pequeno se comparado ao de comercialização destes produtos, que pode passa de 2 mil.

 

Raimundo Júnior, Engenheiro Agrônomo da Adepará.

 

(Reportagem: Fernando Bonfim

A informação foi confirmada pelo Reitor do Instituto Federal do Pará (IFPA), Cláudio Alex Jorge da Rocha, após o Conselho Tutelar I de Parauapebas pedir o afastamento do diretor do campus do instituto, do Município. O gestor veio à cidade nesta quarta-feira (24) para apurara denúncias de assédio sexual que estariam acontecendo contra adolescentes, dentro do polo.

Reitor do Instituto Federal do Pará (IFPA), Cláudio Alex Jorge da Rocha esteve em Parauapebas para apurar o caso. 

Cláudio Alex confirmou as denúncias e esclareceu que foram feitas, não somente contra o diretor, mas também, contra outros quatro servidores do campus. Ele reiterou que os acusados serão afastados dos cargos até o termino das investigações. “Foi instituída uma comissão e estamos ouvindo os órgãos de acompanhamento. O conselho tutelar já ouviu as adolescentes que fizeram a denúncia”, disse.

O gestor destacou que, para “preservar a instituição, os servidores e principalmente as alunas”, o instituto providenciou o afastamento dos servidores para que possam responder ao processo “usando todos os princípios constitucionais de ampla defesa e presunção de inocência”, explicou.

Durante a entrevista, o gestor também acrescentou que “não havia a menor possibilidade mantê-los em suas respectivas funções”, e que a transição para próxima direção do Campus será feita dialogando com a comunidade e que será instituída uma comissão interna onde, servidores, alunos, professores e comunidade externa, elegerão um novo diretor.

Ele reiterou que toda a instituição será implacável contra este tipo de comportamento e que o IFPA tem uma história a e imagem  a preservar. “Este lugar é visto como um lugar de formação de cidadãos, e com qualidade. Nós não vamos permitir estes tipos de atos e por isso seremos implacáveis, se de fato aconteceu, será apurado com todo rigor. Uma vez identificado na esfera administrativa, como improbidade serão punidos com demissão”, frisou o reitor.

O diretor do Campus, citado nas denúncias não compareceu a reunião realizada na instituição. Os nomes dos outros envolvidos não foram citados com o objetivo de não atrapalhar as investigações. O portal de notícias Carajás o jornal põe-se à inteira disposição para eventual posicionamento dos acusados.

Alunos da instituição protestam durante a reunião.

Em nota, o Instituto Federal do Pará reforçou que o Diretor Geral do Campus Parauapebas foi dispensado de sua função e passa a responder administrativamente, assim como os demais servidores denunciados, assegurados os princípios legais do contraditório e da ampla defesa.

Confira a nota na íntegra

NOTA DE ESCLARECIMENTO

O Instituto Federal do Pará informa:

I - A Reitoria do IFPA, tão logo tomou conhecimento das acusações de assédio contra estudantes no Campus Parauapebas, adotou todas as providências cabíveis e os procedimentos administrativos para apurar as responsabilidades. Toda denúncia de assédio contra estudantes ou servidores é apurada pela Instituição.

II - O Diretor Geral do Campus Parauapebas foi dispensado de sua função e passa a responder administrativamente, assim como os demais servidores denunciados, assegurados os princípios legais do contraditório e da ampla defesa.

III- O Reitor do IFPA está (24) em Parauapebas para prestar os esclarecimentos necessários e dar encaminhamentos às questões junto à comunidade acadêmica do Campus.

IV – Uma comissão foi constituída por servidores e alunos com o objetivo de promover um processo de consulta à comunidade acadêmica do Campus Parauapebas para a escolha da nova direção geral do Campus.

V- O IFPA lançou no dia 21 de agosto, durante o III Encontro das Equipes da Assistência Estudantil, uma campanha institucional contra o assédio sexual.

VI- IFPA reafirma seu compromisso com a comunidade e com o ensino público de qualidade e desenvolvimento regional, pautados no respeito humano e integridade pessoal.

 

 (Reportagem Fernando Bonfim)

No dia 03 de novembro (sábado) o Centro de Desenvolvimento Cultural de Parauapebas (CDC), a partir das 20 horas, será palco do 1º Baile Anos 80 da Associação de Pais e Amigos Excepcionais (APAE) do município.

 O evento contará com a apresentação especial da banda local, Stardance que animará a festa com as melhores músicas dos anos 80.  O convite custa R$200,00, com direito a uma mesa com quatro lugares e uma tábua de frios. A expectativa é que o baile seja prestigiado por mais ou menos 500 pessoas.

De acordo com a presidente da APAE, Maria Hilda Bezerra Falcão Ferrari, a instituição passou por algumas dificuldades no ano passado, devido ao atraso na assinatura do convênio com a prefeitura, passando a maior parte do ano sem receber recursos do município. “O convênio foi assinado no final de outubro para novembro de 2017, e não recebemos retroativo dos meses que ficamos sem receber. Devido a isso, adquirimos algumas dividas com funcionários, referente aos meses iniciais do ano passado”, explicou a presidente.  

Ainda segundo Hilda Ferrari, o baile será realizado para angariar fundos para sanar estas dividas. “O intuito do baile é arrecadar um valor suficiente para que possamos sanar essa divida com nossos funcionários, e o que sobrar pretendemos fazer algumas melhorias na estrutura da unidade, entre elas, comprar um aquecedor para a piscina”, explicou Hilda.

A presidente também aproveitou a oportunidade para agradecer os esforços dos funcionários da APAE que, de forma compreensiva, sempre vêm trabalhando com dedicação e amor.

Vendas dos ingressos:
Farmácia Zero Hora  ou na sede da APAE, localizada na rua L, nº 187, no  bairro União. Contato: (94)98166-5750.

Não deixe de prestigiar esta bela festa e ainda ajudar a instituição a continuar realizando este belo trabalho de grande importância social para o município.

(Texto Ingrid Cardoso)

Sul e Sudeste do Pará

Loading
https://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink

Vídeos

FAMAP, a escolha inteligente
08 Julho 2019
Em parauaebas, aluno chamou a atenção dos vereadores, no momento em que fazia uso da tribuna. de Carajás O Jornal
18 Abril 2017
Alunos da Rede Estadual de Ensino, assistem aula no meio da rua em Parauapebas
13 Abril 2017
Novo Ministro do STF3
11 Fevereiro 2017
Tiroteio em Redenção deixa população assustada
01 Dezembro 2016
Nesse domingo os paraenses vivenciam o #CIRIO2016, a maior festividade Religiosa do Brasil
09 Outubro 2016
Dr. Hélio Rubens fala sobre o caso de corrupção na Câmara Municipal de Parauapebas
08 Outubro 2016
MARCHA PARA JESUS: Milhares de jovens nas ruas de Parauapebas
08 Outubro 2016
Corrupção é um problema de todos, você também pode combater!
06 Outubro 2016
Joelma agradece pela presença e participação em seu show na FAP 2016
12 Setembro 2016
Jake Trevisan agradecendo toda população de Parauapebas no Carajás O Jornal
06 Setembro 2016
Cantor Açaí no evento da Imprensa na FAP a pedido de Marola Show, canta para a Rainha, primeira e segunda princesa da FAP 2016.
01 Setembro 2016