Qualificando como “um novo desafio”, Gesmar Rosa assumiu a Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Parauapebas (SEMMA). O ato de posse ocorreu na sala de reuniões do Gabinete do Prefeito Valmir Mariano, hoje, 24, pela manhã, na presença de poucos convidados.

Ele sucede André Rosa de Aguiar, e identifica a secretaria como “estratégica” de importante espaço no governo. “Vamos sentar hoje na cadeira e nos próximos 10 dias estaremos identificando a realidade tanto da pasta quanto do meio ambiente no município. Ele admite que a questão ambiental aqui no município, ao longo dos anos, tem sido muito agredida, e planeja discutir com o corpo técnico que já existe na SEMMA para fazer primeiro um diagnóstico. “Quero pedir ás pessoas que tenham um pouco de calma, pois vão querer começar fazer comparativos de quando eu estava no SAAEP, que é uma pasta executiva bem diferente da que agora assumo”, explica Gesmar, detalhado que o prefeito Valmir Mariano o incumbiu deste novo desafio no qual ele diz que será muito tranquilo e não “tentará reinventar a roda”.

Nos planos de Gesmar está fazer parceria com a SEMURB e SEMSA para resolver o problema de animais que circulam nas ruas; checar licenças de novas obras e loteamentos e juntas tomar as decisões necessárias.

Ele admite que no SAAEP foi apenas mais um servidor e atribui o sucesso de sua gestão naquela autarquia aos investimento feitos pelo governo; e conta que como as receitas do município caíram e devido isso a quantidade de investimentos não tem como ser mantidas. Ele diz que através da SEMMA ajudará a levantar a receita do município, com a reativação de licenças de pequenas e médias empresas o que, em sua opinião, aquecerá a economia do município.

Gesmar já iniciou sua gestão participando de ato alusivo ao Dia da Árvore, e foi logo após empossado participar do plantio de mudas no bairro Dos Minérios.

 

Por: Francesco Costa 

No dia 25, quarta-feira, a categoria representada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Pará (Sintepp),  voltou às ruas em todos os municípios paraenses para reivindicar o imediato pagamento do piso salarial, para que não se concretizem as reduções remuneratórias que inclicam a lotação imposta pela Seduc, além de reforma e segurança das escolas.

Em Belém, durante a assembleia foi aprovada uma agenda de mobilização com reuniões informativas nas escolas e ATO PÚBLICO no dia 27/03 (sexta-feira), com concentração às 08 horas no SINTEPP com caminhada até ao prédio da 13ª URE.

Em Parauapebas, onde tem pelo menos 6 mil estudantes na rede estadual de ensino distribuídos nas Escolas Marluce Massariol, Irmã Dulce, Euclides Figueiredo, Eduardo Angelim e Irmã Doroty, a paralização obedeceu o cronograma estabelecido pela sede estadual do Sintepp. “Todas estas reivindicações já foi motivo de greve em 2013, quando tanto estudantes quanto categoria tiveram grandes perdas. Mas como não foram atendidas somos obrigados a mais uma vez deixar as escolas e voltar às ruas”, explicou Luciene Moitinho, coordenadora da Subsede do Sindicato em Parauapebas.

 

Em nota oficial o SINTEPP afirma:

“Trapaceiro é o governo que não paga o piso, retira direitos e sustenta os sanguessugas da comunicação. Desde o Estatuto do Magistério na década de 1980 os professores da Rede Estadual de ensino extrapolam carga horária, por existir carência no estado de professor para assumir turmas nas escolas.

Contudo, graças a organização e luta dos trabalhadores em greve e através do Sintepp, foi aprovado a lei estadual nº 8.030, de 21/07/2014, que regulamenta essa realidade, encaminhada pelo Executivo.

Porém a Seduc segue orientando as direções de escola a limitar a jornada docente do professor em 150h de efetiva regência, desrespeitando a recém legislação que permite 220h de efetiva regência, bem como ao fato de que deveria haver uma redução de carga horária do professor gradativa em 1/3 ao longo de três anos, contando a partir da lotação de 2015.

O fato é que a Seduc, ao não respeitar esta lei, impõe uma redução salarial ao professor, variando mensalmente de R$ 1.093,14 à R$ 2.842,15, há depender do número de turma que o professor teria.

Queremos afirmar que não existe nenhuma proposta concreta do governo do estado para o pagamento do novo piso e seu retroativo à janeiro, fevereiro e março do corrente ano. Neste sentido, reafirmamos no que depender dos professores que estão na regência de classe, assumindo turma nas escolas, não fazem parte de nenhuma máfia de horas extras, apenas estão servindo ao estado que não realizou ao longo dos últimos seis anos um concurso público sequer para suprir essa demanda...

O Sintepp vem a público exigir direito de resposta frente às calunias publicadas pela Coluna Repórter 70 na edição de hoje do Jornal O Liberal. E reafirma, se existe máfia neste estado a mesma é orquestrada pelo governo Jatene em parceria com a família Maiorana, afinal quantas vezes não presenciamos a manipulação da informação desenvolvida por este grupo para macular os escândalos envolvendo o PSDB?

Ao governo deve ter sido aterrorizante a aprovação de uma greve legitima, no ultimo dia 20. Quando os educadores paraenses lotaram a quadra da EE. Cordeiro de Farias e denunciaram o reducionismo de salários. Não adianta comprar a imprensa governador, a categoria não fugirá à luta.”

 

Por: Francesco Costa 

   A coletiva realizada na manhã de hoje 31, terça-feira, no sede da ACIP, em Parauapebas, reuniu representantes da impressa local para apresentar a 1ª Feira do Comercio, indústria e Negócios de Parauapebas. Representada pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Parauapebas (CDL), e, Associação Comercial, Industrial e Serviços de Parauapebas (ACIP) com apoio da Prefeitura, SEBRAE e VALE. A Feira tem como tema “Empreendedorismo sustentabilidade e Desenvolvimento”.  Acontecerá, de 3 a 6 de Julho no Ginásio Poliesportivo, serão 110 estandes com Área de alimentação, salão do automóvel e auditórios além da roda de negócios. O espaço da FACINP também conta com uma programação especialmente para as grandes empresas de renomes e micros empresas associada ou não as entidades e todo público em geral, com palestras conceituadas voltada ao empreendedorismo e economia, espaço da moda para difundir o setor têxtil da cidade e região com presenças Vips, palestras, Fóruns, mini cursos, oficinas e show humorístico. São esperada entorno de 5 mil pessoas ao dia durante o evento. A FACINP contribuirá principalmente para o crescimento socioeconômico do município assim propondo novos desafios ao comercio local com ideias de expansão e crescimento.

 

 

Por: Williane Souza

Como tantos que aqui moram, Zacarias Assunção chegou a Parauapebas em 1990 para trabalhar com o então prefeito Faisal Salmen. Prestou serviços como diretor administrativo na Câmara onde planejou a eleição de Bel Mesquita. Em seguida exerceu a função de assessor financeiro na Secretaria da Fazenda. Zacarias foi Chefe de Gabinete da então prefeita Bel Mesquita, diretor do Departamento de Arrecadação Municipal e presidente da Liga Esportiva por duas vezes.

Em 2007, nas proximidades das eleições, atuou como coordenador de esporte e viabilizou a criação da Secretaria de Esporte e Lazer (Semel) no governo Darci Lermen.

Durante sua trajetória política, Zacarias disputou três eleições para vereador sendo bem votado em todas e sempre se manteve envolvido com os movimentos políticos. Na última, em 2012,  ele ficou como primeiro suplente com 1.431 votos pelo Partido Progressista (PP) pela Coligação “Unidos por Parauapebas”. Após dois anos e três meses das eleições municipais, Zacarias assume o mandato substituindo João do Feijão, que é o atual secretário de Esportes e Lazer. “Quero aproveitar o momento para dar o melhor de mim e neste momento de turbulência política, fazer um trabalho de equilíbrio. Eu quero tirar desse poder a oportunidade de servir a sociedade que está esperando uma resposta e acreditam no Zacarias”, destacou o Zacarias,  falando com segurança que a maioria de sua base continua ao seu lado e que respeita a vontade dos que partiram para outros projetos.

Zacarias foi enfático ao afirmar que deseja desempenhar um trabalho de apresentar propostas; e conta que ao longo de mais de 30 anos de vida pública seu foco é ir de encontro aos problemas e solucioná-los, criar as leis para serem aprovadas de acordo com a necessidade do povo. Ainda segundo ele,  fiscalizar e ouvir é uma das principais e primordiais funções, pois ouvindo os munícipes saberá onde e o que a cidade precisa para melhorar a qualidade de vida dos moradores.

O atual momento político ele qualifica como “um momento de turbulência”. “Entre boatos e fatos, são mais boatos do que fatos e nós da base aliada vamos buscar equilíbrio, fazer com que Parauapebas siga seu caminho sem medo”, diz Zacarias.

Ele não nega que assumirá o mandato fazendo parte da base do governo, o que diz fazer por convicção e não por paixão. “Não vejo nenhuma proposta, nenhuma atitude do outro lado que convença que é melhor do que o Sr. Valmir. Eu sou base por convicção, base por amor incondicional a Parauapebas e o melhor para a cidade é seguir o planejamento que já existe”, concluiu Zacarias.

 

Por: Francesco Costa 

Evento realiza­do na noite de 21,sábado, no restaurante Mister Pão, em Parauapebas, reuniu representan­tes da imprensa local e demais convidados para o lançamento do Grupo News de Comunicação. Os só­cios empresários João Batista Alves Ferreira Filho e Paulo Barreto apresentaram às pro­postas e missão da empresa; a metodolo­gia de trabalho; pro­dutos e serviços do grupo, assim como, integrantes da equi­pe e novos parcei­ros. Juntos, agregam know how ao empre­endimento que aten­derá clientes em 20 municípios paraenses e, através de meios de comunicação pró­prios, realizar-se - à cobertura jornalística acerca de informa­ções de interesse ao agronegócio e ao de­senvolvimento do es­tado do Pará.

O grupo nasce com a experiência acu­mulada de sete anos de divulgação de fa­tos e eventos e agora acrescenta à missão, a difusão de informa­ções relevantes com foco nos setores pro­dutivo, econômico, político, esportivo e social junto aos leito­res, clientes e colabo­radores.

O empreendimen­to trás a credibilida­de e a experiência da produção de revistas impressas e amplia a visibilidade de con­teúdo por meio das revistas AgroNews e a InterativaNews. Outra novidade do Grupo News são as ferramentas virtual e eletrônica: o Portal de Notícias multimídia (www.portalrevistas. com.br ) e redes so­ciais e, a produção de programas e infor­mativos eletrônicos. Além disso, presta­ção de serviços em assessoria de comu­nicação e consultoria a empresas privadas, instituições públicas e entidades não go­vernamentais são al­gumas ferramentas disponibilizadas pelo grupo de comunica­ção, que tem sede no município de Paraua­pebas e representati­vidade na capital do Estado.

João Batista Filho, um dos sócios da empresa, disse que o Grupo News chega para contribuir com o desenvolvimento do Estado do Pará. Ele afirma a necessidade de reposicionamento de mercado e, para tal, confirma os novos serviços e produtos: “estamos em proces­so de modernização e ampliação de serviços e parcerias. Buscamos novos profissionais de comunicação para agregar valor e contri­buir com segmentos dos setores produti­vo e varejista”.

Paulo Barreto, pu­blicitário e sócio res­ponsável pelo “Plan­ning” do Grupo News, acredita em resultados e na sa­tisfação do cliente e do leitor. Para ele, o Grupo News chega com um diferencial que é a prestação de serviços em vários setores. “Oferecemos ferramentas eficientes na obtenção de resul­tados positivos. Dis­ponibilizamos meios de comunicação - im­presso, virtual e ele­trônico; assessorias de comunicação e de imprensa; mídia trai­ning, gerenciamento de crises; consultorias em comunicação e política e ainda pres­tação de serviços em marketing e publici­dade. Acredito que a informação, a cria­tividade e em novas e boas ideias. Temos como mostrar e di­vulgar fatos que con­firmam a importância e a força do agrone­gócio para o desen­volvimento do Esta­do. Tenho certeza que o Grupo contribuirá com o fortalecimento da economia estadual tanto no varejo como no agronegócio”, res­saltou o empresário.

“Firmamos par­cerias importantes para a consolidação do projeto, entre as quais, os jornalistas Adilson Alcântara Poltroniere, que ocu­pará a função de edi­tor chefe das revistas AgroNews e Interati­vaNews e, Christina Hayne, que atuará com a produção de matérias jornalísticas e reportagens espe­ciais e passa a contri­buir com serviços de assessoria e consulto­ria, além de represen­tar o Grupo na Região Metropolitana de Be­lém”, declarou o em­presário João Batista Filho.

Os sócios ressal­taram que o Grupo News nasce com vá­rios apoiadores e sim­patizantes à inciativa do projeto, a exemplo da Federação de Agri­cultura do Estado do Pará (Faepa), a Agên­cia de Defesa Agrope­cuária do Estado do Pará (Adepará), sin­dicatos de Produtores Rurais, pecuaristas, empresários, comer­ciantes etc.

Café inaugural – Na manhã de ontem, segunda-feira, 30, o Grupo News de Co­municação reuniu representantes da imprensa local que participaram do café da manhã do lança­mento do periódico, a nova revista de agro­negócio do estado, que atenderá mais de 20 municípios com cobertura jornalística além de informação do agronegócio. Tra­rá também tudo sobre economia, politica, esportivo e social. A revista está com um novo formato e com conteúdo de informa­ção ao leitor.

João Batista Fi­lho, um dos sócios da empresa junto ao Paulo Barreto, que acreditam bastante no sucesso do grupo – afirmou: “Fizemos parcerias importantes para o projeto, aten­deremos toda nossa região com objetivo de expandir, o grupo vai contribuir para o fortalecimento do agronegócio princi­palmente no estado”

 

 

Da: Redação do Carajás O Jornal

 

Na noite da última sexta-feira (27), coquetel, premiações, entrega de certificados e apresentação de novos alunos do Projeto Jovem Ambientalista (PJA) encerraram a 19ª Semana da Árvore, no Centro de Desenvolvimento Cultural (CDC).

O objetivo do Projeto Jovem Ambientalista (PJA) é desenvolver atividades voltadas para a formação socioambiental de jovens e conta com a parceria do Centro de Educação Ambiental de Parauapebas (Ceap), formado pelas secretarias municipais de Educação e Meio Ambiente, Instituto Chico Medes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Universidade Federal do Pará (UFPA) e Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA).

Segundo a coordenadora do Ceap, Francilma Dutra, “o objetivo do PJA é introduzir estudantes de 14 a 18 anos da rede municipal de ensino no estudo de questões ambientais a partir de simples e pequenos projetos de pesquisa, sob orientação do Ceap”. 

Sempre interessada em questões ambientas, Françoise Carvalho, 18 anos, fez parte da turma de formandos do PJA. “O Projeto me ajudou a exercer tudo o que eu queria. Foi a realização de um desejo que eu tinha há algum tempo”, comemorou a aluna. 

Já para a caloura Larissa da Silva Cruz, 14 anos, participar do PJA marca uma nova etapa de vida. “É o começo de um novo sonho”, finalizou.

Estiveram presentes no evento secretários municipais, professores, alunos e comunidade.

 

 

  Por: Janaina Ravanelli

Assessoria de Comunicação | PMP 

 

“A mulher que quero ser é corajosa, visionária, guerreira, mas ao mesmo tempo é sensível e delicada... às vezes sinto que ela está ao meu lado, às vezes muito à frente de mim”, esse trecho do poema escrito por Socorro Lima, presidente do grupo de mulheres da Igreja Assembleia de Deus Missão, lido na abertura da programação gospel do encontro da mulher, na sexta-feira (27), inspirou as mulheres presentes.

Além da poesia, que retratou o anseio da mulher cristã na busca por ser virtuosa, a programação gospel contou com outras atrações organizadas pelas seis equipes que concorreram na gincana promovida durante o XXV Encontro da Mulher de Parauapebas. O público prestigiou também encenação teatral e musical em alusão às mulheres que se destacaram na narrativa bíblica.

Carleangela da Costa Lima, que é católica, e foi à praça de eventos para prestigiar o encontro das mulheres, elogiou as equipes participantes. “Eu achei que teve muita criativa, principalmente a da equipe Lilás, quando elas entraram no palco ninguém dava nada, mas depois que iniciou a apresentação, elas encantaram. Eu me senti tocada!”.

Antes das apresentações, que valiam ponto na gincana, cada equipe compartilhou com o público um pouco da história de vida das mulheres homenageadas durante o XXV Encontro da Mulher de Parauapebas. Ao final, a banda gospel Adoradores de Deus realizou o show.

 

 

 Por:  Karine Gomes

Assessoria de Comunicação | PMP

 

 

“Sempre estudei em escola pública e é bom ver como as coisas melhoram. É sempre bom investir mais porque é isso que a gente precisa, principalmente por causa do futuro das nossas crianças”. O depoimento de Jocineia Silva, mãe do pequeno Davi, de apenas 5 anos, mostra a felicidade dela e de outros pais em verem o ambiente onde os filhos estudam totalmente reformado e ampliado. A escola Turma da Mônica foi reinaugurada na última quarta-feira, 25.

Inaugurada em 1995, é a primeira vez que a unidade de educação infantil passa por uma reforma dessa natureza. Ela é a primeira de 12 escolas reformadas e ampliadas a ser reinaugurada na gestão do prefeito Valmir Mariano. “Um espaço organizado, amplo e confortável estimula a vinda dos alunos e facilita o trabalho do professor. Por mais que não seja determinante, há um resultado pedagógico, porque estimula o trabalho, a satisfação e a aprendizagem”, ressalta a secretária municipal de Educação, Juliana de Souza.

Segundo o prefeito Valmir Mariano, a ampliação da unidade elimina mais dois anexos. “Ao longo desses dois anos, já inauguramos 78 obras e, em termos de educação, estamos fazendo o que há de melhor. Um exemplo disso é que estamos eliminando anexos e, em algumas escolas, já eliminamos o turno intermediário”, disse o prefeito.

Após a reforma e ampliação promovidas pela Prefeitura, a unidade passou a contar com 10 salas de aula e está dentro de todos os padrões exigidos pelo Ministério da Educação (MEC). O trabalho realizado pela Secretaria Municipal de Obras (Semob) por solicitação da Secretaria Municipal de Educação (Semed) contemplou pintura geral, melhorias no sistema hidráulico, troca de toda cobertura do teto e forro; adequações de acessibilidade dos espaços para atender alunos com  necessidades  especiais, cozinha ampliada, bloco administrativo com salas para direção, coordenação, secretaria e banheiros masculino e feminino e um banheiro para crianças com necessidades especiais, sala de leitura, além de três novas salas de aula.

 

 

 Por: Diego Pajeú

 ASCOM/PMP

 

No primeiro dia, quarta-feira, o evento contou com palestra, no modelo roda de conversa,

Sobre Parto Humanizado; Semiologia Obstétrica, detalhando exame físico, avaliação da

gestante deste a porta de entrada, o que é uma gestante de urgência ou de emergência, a que

precisa de um cuidado imediato e a que pode ser encaminhada à Unidade de Saúde; tivemos

atividades lúdicas, com fortalecimento de competência e motivação de equipe.

Na quinta-feira, exibição de vídeo aulas; dinâmica de troca de experiência; apresentação de

início de e fases clínica do trabalho de parto; apresentação de boas práticas na assistência ao

parto; concluindo com momentos práticos.

Com a participação de 74 técnicos de enfermagem do Hospital Municipal Teófilo Filho (HMP),

tendo como objetivo fazer um aprimoramento profissional em relação ao tema “parto

humanizado”, boas práticas na assistência ao parto, foi realizada na quarta (18) e quinta-feira

(19) a capacitação “Parto humanizado e acompanhamento da mulher em trabalho de parto e

A ação foi comandada pela gerente de enfermagem na maternidade do Hospital, Cleice Reis,

que detalha a ação que teve aulas aprofundadas levando ao conhecimento das participantes o

que é o parto humanizado e sua filosofia. “Queremos fortalecer algumas práticas iniciais no

sentido de acolher melhor nossas usuárias que procuram os serviços da maternidade, utilizar

medidas que alivie a dor durante o trabalho de parto, como nebulização, massagem, banho

morno, com a presença constante do profissional da equipe sempre dando apoio para que

consigamos fazer um parto normal, que é entendida como a melhor opção, por ser um parto

fisiológico”, explica Cleice, assegurando que não é a intenção priorizar apenas o parto normal,

pois o parto cesário também tem suas indicações, mas que a equipe estará apta a minimizar a

dor e orientar melhor a paciente.

Ainda de acordo com Cleice, o parto humanizado vai muito além de fazer seis ou mais

consultas, e de garantir uma vaga na maternidade; e detalha que a perspectiva de um parto

humanizado vai desde o acolher a gestante, orientar tanto a família quanto a parturiente,

fazer um trabalho contínuo para que, no parto, a criança tenha contato pele a pele com a mãe,

proporcionar um aleitamento precoce na primeira hora de vida, que a parturiente saiba como

está sendo conduzido o trabalho de parto dela. “E é isso que nossa equipe técnica está

adquirindo agora, um aprimoramento, desde o que é o parto humanizado até o que é o

trabalho de parto na sua fase ativa”, diz ela acrescentando que a profissão enfermeiras tem

como obrigação cuidar; e é nessa perspectiva que tem que estar habilitados para oferecer

conforto a esta paciente no trabalho de parto.

Sobre o treinamento, ela diz ser uma rotina normal, e conta que desde que assumiu a gerência

de enfermagem, em fevereiro, elaborou com a equipe um questionário para criar um Plano de

Educação Continuada, iniciando assim um cronograma mensal criado de acordo com sugestão

da equipe e as necessidades das técnicas. “É importante fazer a educação continuada, pois

como disse Paulo Freire a Educação é transformadora e libertadora. A partir do momento que

identifico que a educação é primordial iremos oferecer suporte de acordo com as necessidades

dos funcionários. E foi nesta perspectiva que criamos nosso cronograma de educação

continuada”, avalia Cleice, afirmando que o projeto contempla prioritariamente os servidores

da saúde pública, mas caso diretores de hospitais particulares queiram aderir aos

treinamentos, basta pedir por ofício antecipadamente e poderão ter seus técnicos inseridos

nos treinamentos dentro dos temas já escolhidos.

Estrutura - Porém para que esta campanha tenha seu resultado esperado é preciso ainda,

segundo Cleice, que se invista na estrutura da maternidade, com reforma e ampliação, para

que haja estrutura de PPP (Pré parto e pós parto), permitindo que se traga a paciente para um

ambiente mais acolhedor, com a presença de acompanhante, o que proporcionará à

parturiente condições mais favoráveis para um parto normal.

A estrutura na maternidade na maternidade do HMP não é suficiente, de acordo com a

avaliação de Cleice, contando com apenas 27 leitos, diante de uma necessidade de no mínimo

40, que não possibilita a todas parturientes a presença se acompanhante; conta apenas uma

sala de pré-parto e ainda não tem a de pós-parto. Mas diz que a nova gestão já tem o olhar de

experiência voltada para a Atenção Básica.

Mesmo assim, esse ano, dos mais de mil nascidos vivos apenas 11 morreram antes de

completar o primeiro ano de vida dando uma média de 8.9; uma redução em relação ao ano

anterior que foi de 14 para cada mil nascidos vivos. Número que ela diz poder reduzir ainda

mais, com melhorias no pré-natal e parto. “Não precisamos apenas de uma visão de gestão,

mas de uma mobilização da própria sociedade”, planeja ela, contando que ainda há mães que

procuram atendimento médico já com gravidez avançada o que dificulta a detecção de má

formações congênitas que pode ser vista nos três primeiros meses de gestação, seja por falta

de conhecimento na mulher ou falta de estrutura nas Unidades Básicas de Saúde esses dois

lados devem ser trabalhados, com a realização de consultas e exames, bem como a

participação do pai é de fundamental importância, pois ele também precisa entender e

Realidade técnica - A média de nascidos vivos no HMP no ano passado foi de pelo menos 3

mil, cerca de 300 por mês, tendo alguns meses com 400 nascidos e outros com números

decrescentes; sendo destes 60% de partos normais e 40% cesarianas; números que, Cleice

Reis, diz poder melhorar, pois de acordo com a OMS (Organização Mundial de Saúde), a média

de cesarianas devem ser de apenas 15%.

Já no serviço particular de saúde, os números são bem diferentes, tendo pelo menos 90% de

cesarianas. Fomentados, segundo o Ministério da Saúde, pela conveniência para o profissional

médico que pode programar dia e hora, não precisando acompanhar a parturiente em seu

trabalho de parto que poderá durar até 12 horas; além do mito de que o parto normal é

doloroso. “O parto normal, é um parto vaginal, e as mulheres estão preparadas a parir assim. E

é isso que precisamos fortalecer durante o pré-natal para encorajar e orientar esta mulher de

que ela possa se empoderar e parir normal, que o pré-natal foi adequado e toda a sorologia

dela é adequada para que se permita a isso. Não estamos condenando o parto cesariana, mas

apenas esclarecendo que nossas mulheres e nossa instituição precisa trabalhar a importância

do parto normal”, Orienta cleice.

 

Por: Francesco costa 

 

Foi realizado na Vila Cedere 1 o II GP RIO DE MOTOCROSS. O Centro de Treinamento Rio Construções foi o local do evento que reuniu pilotos de várias cidades e contou com a presença do público que doou 2 kg de alimentos na entrada.

As competições começaram por volta das 14h no domingo e as primeiras motos a entrar na pista foram as nacionais CRF 230. 21 pilotos alinharam para 15 minutos de prova. O piloto de Parauapebas Adriel largou na frente seguido por Matheus Lopes de Tomé Açú e Robinho. Ainda na primeira volta Matheus assumiu a liderança e venceu sem ser incomodado.

A segunda categoria a entrar na pista foi a MX3 com pilotos mais experientes acima de 30 anos. Fabrício Mota pulou na frente seguido por perto pelo piloto Marcelo Frangão e Marcos Barcelos. Frangão assumiu a liderança no início da prova e liderou até a última volta onde cometeu um erro e foi ultrapassado por Marcos Barcelos.

Na categoria Intermediária com pilotos iniciantes no motocross teve um início com troca de posições. Olegário Protásio de Redenção pulou na frente mas não suportou a pressão do piloto Wellington (vovô) de Tomé Açú. Vovô assumiu a liderança e abriu uma vantagem dos demais pilotos. Na Terceira volta, Vitor de Canaã dos Carajás aproveitou a seção de costelas e fez a ultrapassagem assumindo a liderança da prova e venceu a categoria.

Com o público aguardando a categoria principal do evento, a Especial com motos importadas de 450cc considerada a Fórmula 1 das motos aconteceram mais duas baterias com as categorias Infantil e Veteranos.

Gate cheio para a última bateria do dia. Motos alinhadas e quem pulou na frente foi o piloto de Canaã dos Carajás Rafael Ribeiro que liderou a prova até a última volta seguido por Matheus Lopes. Na briga pela terceira posição vinha os pilotos Nadielson Cazin e Mike Cassini. Matheus aproveitou um erro de Rafael a assumiu a liderança na última volta para vencer a categoria.

O 2º GP RIO DE MOTOCROSS foi um evento beneficente e toda a renda das inscrições foram convertidas em Cestas Básicas que foram doadas para a comunidade da Vila Cedere 1. Teve o apoio de RIO CONSTRUÇÕES, SUL PARÁ CAMINHÕES E MÁQUINAS, JORNA O CARAJPAS, GRUPO HAMILTON RIBEIRO, PEDRO RIBEIRO e MARCELO CATALÃO.

 

 

 

Por: Francesco costa 

 

Sul e Sudeste do Pará

Loading
https://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink
https://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.galpogk-is-100.jpglink

Vídeos

FAMAP, a escolha inteligente
08 Julho 2019
Em parauaebas, aluno chamou a atenção dos vereadores, no momento em que fazia uso da tribuna. de Carajás O Jornal
18 Abril 2017
Alunos da Rede Estadual de Ensino, assistem aula no meio da rua em Parauapebas
13 Abril 2017
Novo Ministro do STF3
11 Fevereiro 2017
Tiroteio em Redenção deixa população assustada
01 Dezembro 2016
Nesse domingo os paraenses vivenciam o #CIRIO2016, a maior festividade Religiosa do Brasil
09 Outubro 2016
Dr. Hélio Rubens fala sobre o caso de corrupção na Câmara Municipal de Parauapebas
08 Outubro 2016
MARCHA PARA JESUS: Milhares de jovens nas ruas de Parauapebas
08 Outubro 2016
Corrupção é um problema de todos, você também pode combater!
06 Outubro 2016
Joelma agradece pela presença e participação em seu show na FAP 2016
12 Setembro 2016
Jake Trevisan agradecendo toda população de Parauapebas no Carajás O Jornal
06 Setembro 2016
Cantor Açaí no evento da Imprensa na FAP a pedido de Marola Show, canta para a Rainha, primeira e segunda princesa da FAP 2016.
01 Setembro 2016