Com objetivo de sensibilizar os moradores da zona rural do município a contribuir com o planejamento para os próximos quatro anos do município, a Prefeitura de Parauapebas, por meio da Secretaria Municipal de Produção Rural (Sempror), realizou entre os dias 3 e 5 de agosto reuniões com associações e cooperativas de seis comunidades.

Durante os encontros foram levantadas as necessidades de cada comunidade e reforçada a divulgação da pesquisa online para a elaboração do Plano Plurianual (PPA) - instrumento de planejamento da gestão pública - que definirá obras e serviços para os próximos quatro anos.

“Entre as sugestões que colhemos durante as reuniões estão mais investimentos em tecnologia, para ampliar a produção, e a criação de linhas de financiamento por meio do Banco do Povo, voltadas ao produtor rural. A participação da população é fundamental para construirmos um planejamento que atenda o que realmente a comunidade precisa”, pontua Ângelo Jordy, economista da Secretaria Municipal de Fazenda (Sefaz), que participou de todos os encontros e está diretamente envolvido com a elaboração do PPA.

Este ano, em função da pandemia, a prefeitura não terá com fazer as audiências públicas do PPA em diversas localidades do município, mas a comunidade pode contribuir com esse importante processo de forma online, basta acessar o site da prefeitura e preencher o formulário de pesquisa do PPA. (clique aqui)

“Sabemos da dificuldade que o homem do campo tem com as questões de internet, por isso a Sempror, em parceria com a Sefaz, promoveu esses encontros com representantes da comunidade rural para que eles tenham a oportunidade de colaborar com suas ideias e sugestões, ajudando a fazer o nosso planejamento de forma coletiva e democrática”, destaca Milton Zimmer, secretário de Produção Rural.

“Essa reunião é de muito interesse da comunidade e nos trouxe muita informação, estamos prontos para contribuir”, disse Isaías Carneiro, produtor rural na Palmares Sul.

Plano de Desenvolvimento Rural Sustentável  

Durante os encontros, a equipe do Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (IPAM) conduziu atividades que integram o processo de elaboração do Plano de Desenvolvimento Rural Sustentável de Parauapebas, realizado em parceria com a Secretaria Municipal de Produção Rural (Sempror).

 

Texto: Karine Gomes

Assessoria de Comunicação – Ascom/PMP

 

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), começa a vacinação contra a Covid-19 em pessoas com 28 anos sem comorbidades neste sábado (7), de 9h às 17h.

Para se vacinar este público deve procurar um dos doze pontos de vacinação disponíveis no município (sete na zona urbana e cinco na zona rural).

Para receber o imunizante é necessário a apresentação de um documento com foto, comprovante de residência, cartão do SUS e carteira de vacina.

A Semsa ressalta que os públicos anteriormente contemplados na faixa etária de 30 a 49 anos que, por algum motivo não tenham ido se vacinar, podem buscar um dos pontos de vacinação para receber a 1ª dose do imunizante.

Pontos de vacinação:

Zona Urbana:

  • Escola Chico Mendes – (Bairro: Cidade Nova – entrada pela rua D)
  • Escola Dorothy Stang – (Av. B - Cidade Jardim)
  • UBS – Minérios – (Bairro dos Minérios: Rua 19, próximo à praça)
  • UBS – Liberdade 1 – (Rua Gonçalves Dias, esquina com a Goiás)
  • UBS – Jardim Canadá – (Rua 77, lote 03, Quadra 36)
  • UBS – Nova Carajás – (Rua 70, Quadra 443, Lote 13, 4ª etapa)
  • UBS – VS 10 – (Av. Vs-10, lote 03 e 04 – Residencial Bela Vista)

Zona Rural:

  • UBS – Palmares Sul – (Rua João Pessoa nº 25)
  • UBS – Palmares 2 – (Av. Zumbi dos Palmares, nº 27)
  • UBS – Cedere – (Av. Principal, nº 02)
  • UBS – Paulo Fonteles – (Estrada Paulo Fonteles, S/N)
  • UBS – Vila Sanção – (Av. principal, S/N)

 

Texto: Nívea Lima/Semsa

Assessoria de Comunicação/PMP

A juíza Adriana Karla Gomes da Costa, titular da Vara da Fazenda Pública de Execução Fiscal de Parauapebas, determinou na tarde de quarta-feira, 4, que os integrantes do Movimento Morada Digna desocupem imediatamente o prédio da prefeitura sob pena de multa diária de R$ 5 mil a R$ 50 mil em caso de descumprimento da decisão judicial.

O prédio foi ocupado na terça-feira, 3, depois que integrantes do movimento invadiram e interditaram a via de acesso à prefeitura por volta das 5 horas, impedindo o tráfego de veículos e, em seguida, a entrada dos servidores e visitantes no prédio, o que obrigou a prefeitura a impetrar ação de reintegração de posse com pedido de tutela de urgência.  

“Defiro a liminar requerida, determinando, em consequência, a reintegração do prédio em que se encontra instalada a Prefeitura de Parauapebas, que deverá ser desocupado pelos requeridos imediatamente, e proibida qualquer obstrução do acesso ao prédio, sob pena de multa diária de R$ 5.000,00 limitada a R$ 50.000,00 (cinquenta mil reais) e desobediência”, determina Adriana Costa, para ressaltar que a decisão consta nos autos nº 0807927- 62.2021.8.14.0040. “Tudo para que não se alegue desconhecimento”, assinala a magistrada.

Não sendo a área desocupada voluntariamente, decide a juíza, será solicitado “em caráter forçado” o apoio da Polícia Militar. “Determino ao sr. oficial de Justiça que cite, intime e qualifique os ocupantes do imóvel”, acrescenta Adriana Costa, que, na decisão, define o dia 24 deste mês para audiência de conciliação entre as partes, por meio virtual.

Leia AQUI a íntegra da decisão judicial.

Assessoria de Comunicação – Ascom/PMP

Com o tema “Mulher, quebre esse ciclo!”, a campanha de sensibilização contra a violência doméstica Agosto Lilás inicia nesta sexta-feira, 6, às 9h, com a abertura oficial do evento, que ocorrerá em frente à prefeitura. Autoridades municipais, servidores da área de segurança pública e deputadas estaduais com atuação voltada ao público feminino vão compartilhar informações sobre o cenário do combate à violência contra a mulher.

A programação do Agosto Lilás conta com atividades que serão desenvolvidas ao longo do mês, entre elas: Caravana Semmu nos bairros e zona rural; passeio ciclístico; Live sobre a Patrulha Maria da Penha; Copa de Futsal. A programação é realizada pela Secretaria Municipal da Mulher (Semmu)

Todas as ações têm como objetivo sensibilizar as mulheres vítimas de violência a buscarem ajuda para quebrar o ciclo. As equipes da Semmu também vão reforçar a divulgação da rede de atendimento à mulher no município de Parauapebas, que conta com uma equipe multidisciplinar para ajudá-las. 

A campanha Agosto Lilás também comemora os 15 anos da Lei Maria da Penha.

Veja na imagem abaixo a programação completa.

WhatsApp Image 2021 08 03 at 19.20.37 1

Assessoria de Comunicação (Ascom)

Entre os dias 3 e 5 de agosto, a Secretaria Municipal de Produção Rural (Sempror) realizará encontros presenciais com representantes das entidades da zona rural com o objetivo de colher a opinião desse público para o Plano Plurianual do município de Parauapebas, instrumento de planejamento válido para os próximos quatro anos (2022-2025).

Além disso, os encontros também serão importantes para o levantamento de informações e engajamento da comunidade rural na elaboração do Plano Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável (PMDRS). Estão programadas seis reuniões, em localidades estratégicas da zona rural. A ação conta com apoio da Secretaria Municipal de Fazenda (Sefaz) e do Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (Ipam).

Importante ressaltar que as audiências on-line não alcançam as comunidades rurais e para que o processo seja democrático a Sempror promove os encontros presenciais com representantes da comunidade.

Programação

Os encontros ocorrerão segundo o cronograma abaixo:

  • Terça-feira (03/08)

           Cedere I, às 8h.

           Palmares Sul, às 14h.

  • Quarta-feira (04/08)

           Palmares II, às 8h.

           Vila Carlos Fonseca, às 14h.

  • Quinta-feira (05/08)

           Vila Sanção, às 8h.

           Vila Paulo Fonteles, às 14h.

 

Assessoria de Comunicação (Ascom)

As grávidas e puérperas a partir de 18 anos podem ser vacinadas contra Covid-19 a partir desta terça-feira, 03. A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), já realizou a vacinação das grávidas e puérperas (mulheres de pós-parto de até 45 dias) com comorbidades e agora expande a imunização também para aquelas que não têm comorbidades.

Para receber a primeira dose da vacina Pfizer elas devem comparecer a Escola Chico Mendes (entrada pela rua D), no bairro Cidade Nova, das 9h às 14h.

O titular da Semsa, Gilberto Laranjeiras orienta as gestantes e puérperas a tomarem a vacina. “Não precisa ter medo da vacina. É importante deixar claro que a vacina é a única arma segura contra esse vírus. As reações são leves e podem ocorrer com qualquer outra vacina, e nem sempre acontecem. Eu faço um apelo para que todas as gestantes e puérperas, sem comorbidades, procurem o ponto de vacinação, para se imunizar, porque é uma arma segura”, orientou.

A inclusão deste grupo é muito importante, tendo em conta a alta taxa de mortalidade no país em gestantes e puérperas que tiveram a forma mais grave da Covid-19. O Secretário de Saúde, Gilberto Laranjeiras, ressalta a importância da inclusão delas na campanha de imunização “o Brasil é um dos países que, infelizmente, mais teve casos de mortes de gestantes e puérperas contaminadas pela Covid-19. A inclusão deste grupo é uma vontade antiga nossa e é de suma importância para mudarmos este cenário”, aponta Gilberto Laranjeiras.

Documentação necessária

De acordo com a Nota Técnica 02/2021 - SECOVID/GAB/SECOVID/MS as grávidas e puérperas precisam apresentar a prescrição médica, no qual a paciente esteja autorizada a receber a dose do imunizante, assim como o cartão do pré-natal.

As puérperas também precisam apresentar um documento que comprove o parto nos últimos 45 dias, como certidão de nascimento do bebê ou registro de alta hospitalar pós-parto. Todas devem apresentar os originais e cópias de um documento de identificação com foto, como documento de identidade (RG) ou carteira nacional de habilitação (CNH), além do cartão do sus, carteira de vacina e comprovante de residência.

 

Texto: Nívea Lima/Semsa

Assessoria de Comunicação/PMP

A Secretaria Municipal de Educação (Semed) informa que o plano de retorno das aulas presenciais da rede de ensino já está pronto.

No entanto, diante do contexto atual da pandemia do novo coronavírus, da complexidade da rede municipal de ensino e seguindo os protocolos de saúde já instituídos, irá reunir nesta quinta-feira, 5 de agosto, com a Comissão Intersetorial de Biossegurança (formada por representantes dos conselhos, vigilância sanitária, sindicato e outras secretarias) para avaliação e tomada de decisão sobre o melhor momento para o retorno na rede municipal, que será de forma gradativa para garantir o máximo de segurança possível a toda comunidade escolar.

As aulas não presenciais terão início nesta terça-feira, dia 3 de agosto.

 

Assessoria de Comunicação/PMP

Entre os 1.600 municípios brasileiros que contam com áreas de risco mapeadas, Parauapebas destaca-se pela atuação da Defesa Civil e pela redução de algumas dessas áreas. Um documentário produzido pelo Serviço Geológico do Brasil (CPRM), empresa pública vinculada ao Ministério de Minas e Energia, vai mostrar a importância desse trabalho.

Equipes de produção do documentário entrevistaram ex-moradores de áreas de risco, técnicos e gestores públicos. A história de transformação do Alto Bonito, que deixou de ser um morro sem infraestrutura e ocupado irregularmente, será contada no vídeo, assim como o trabalho desenvolvido para eliminar outras áreas perigosas.

“A proposta do documentário é mostrar as boas ações que as prefeituras estão fazendo junto com os produtos da CPRM, e Parauapebas é referência para o Brasil. Em 2012 estivemos no município fazendo a Setorização de Risco e levantamos 13 áreas de risco, entre elas o morro Alto Bonito”, explica Diane Fonseca, geóloga e pesquisadora em geociência da CPRM.

“Era um local insalubre, com alto risco de deslizamento, tanto plano, quanto de blocos de rochas. Tinha inundação na base da encosta. Com a intervenção que a prefeitura fez, eliminou-se completamente aquela área de risco e hoje é um residencial modelo, onde a população tem água, esgoto, escola”, pontua a geóloga.

A área conhecida como Palafitas, no final do bairro Primavera, também estava presente no relatório feito pela CPRM em 2012. Hoje, o local está totalmente desocupado, as famílias foram remanejadas para projetos habitacionais do Programa de Saneamento Ambiental, Macrodrenagem e Recuperação de Igarapés e Margens do Rio Parauapebas (Prosap).

Em 2019, as equipes da CPRM retornaram a Parauapebas e mapearam novas áreas de risco, 91 ao todo. “Isso se deu em função do crescimento acelerado do município, o que dificulta um planejamento de território correto. Mas, verificamos também que algumas áreas de risco deixaram de existir, sumiram completamente, por conta de intervenções que a prefeitura fez”, complementa Diane.

“Hoje a equipe do CPRM está aqui não para mostrar novas áreas de risco e sim para dar ênfase ao bom trabalho desenvolvido. O governo municipal tem ajudado a salvar vidas com a eliminação desses locais perigosos e tem conduzido pessoas em situação de vulnerabilidade social para morar com mais segurança e dignidade”, destaca Jailson Oliveira, coordenador da Defesa Civil de Parauapebas.

 

Texto: Karine Gomes

Assessoria de Comunicação/PMP

Adriana Braga é uma das produtoras rurais que recebem apoio da Sempror, ela já alcança bons resultados com o Programa Ciclo Curto, que fomenta a produção agrícola de grãos e horticultura em Parauapebas, produtos com intervalo de tempo pequeno entre o plantio e a colheita.

Ela tem uma horta onde planta abóbora, maxixe, cheiro-verde, beterraba, entre outros produtos. “Eu já comecei a vender e a renda está ajudando a minha família, antes a gente só tinha o dinheiro do Bolsa Família. Eu sou muito agradecida por todo o apoio que estamos recebendo”, pontua Adriana.

De acordo com os dados da coordenação do programa, 75 produtores foram beneficiados com mecanização agrícola; 299 visitas técnicas foram realizadas; dois produtores atendidos já colheram 95 toneladas de melancia e outros 16 colheram 174,4 toneladas de milho. A Sempror disponibiliza assistência técnica, apoio com insumos e mecanização agrícola.

“A dona Adriana nos procurou, nossa equipe veio até à propriedade dela, avaliou o perfil de produção e analisou a terra, viu que era viável para a implantação da horta, deu o suporte e agora ela está colhendo os resultados do trabalho dela e da família, com o apoio da nossa secretaria”, destaca o técnico agrícola Anderson Silva.

Os interessados em aderir ao programa Ciclo Curto devem procurar a sede da Sempror, localizada na avenida Faruk Salmen, quadra especial, ou podem entrar em contato pelos telefones 3346-8220/8221.  

  

Texto: Karine Gomes

Assessoria de Comunicação/PMP

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Parauapebas (Saaep) informa que o bairro Amazônia terá o fornecimento de água reduzido em 80%, nas segundas, quartas e sextas-feiras, das 18h às 6h. 

A região está sendo impactada pela estiagem que baixou o nível dos poços que atendem o setor.

A autarquia reforça seu compromisso em oferecer um serviço de qualidade para os usuários e está buscando alternativas para que os consumidores sejam minimamente afetados.

O Saaep agradece a compreensão de todos e recomenda que os moradores utilizem a água armazenada nas caixas residenciais com economia  até normalização do abastecimento.

 

                                                                                                                                                                Assessoria de Comunicação/SAAEP

Sul e Sudeste do Pará

Loading
https://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink

Vídeos

FAMAP, a escolha inteligente
08 Julho 2019
Em parauaebas, aluno chamou a atenção dos vereadores, no momento em que fazia uso da tribuna. de Carajás O Jornal
18 Abril 2017
Alunos da Rede Estadual de Ensino, assistem aula no meio da rua em Parauapebas
13 Abril 2017
Novo Ministro do STF3
11 Fevereiro 2017
Tiroteio em Redenção deixa população assustada
01 Dezembro 2016
Nesse domingo os paraenses vivenciam o #CIRIO2016, a maior festividade Religiosa do Brasil
09 Outubro 2016
Dr. Hélio Rubens fala sobre o caso de corrupção na Câmara Municipal de Parauapebas
08 Outubro 2016
MARCHA PARA JESUS: Milhares de jovens nas ruas de Parauapebas
08 Outubro 2016
Corrupção é um problema de todos, você também pode combater!
06 Outubro 2016
Joelma agradece pela presença e participação em seu show na FAP 2016
12 Setembro 2016
Jake Trevisan agradecendo toda população de Parauapebas no Carajás O Jornal
06 Setembro 2016
Cantor Açaí no evento da Imprensa na FAP a pedido de Marola Show, canta para a Rainha, primeira e segunda princesa da FAP 2016.
01 Setembro 2016