O Parque Zoobotânico Vale (PZV) participou da 2ª Semana de Proteção a Fauna. A equipe de profissionais do espaço recebeu, na manhã desta sexta-feira (28/9), um grupo de 80 alunos da escola Milton Martins para uma aula de campo e participou, na quarta-feira (26/9), de palestra sobre o sobre "O papel do zoológico na proteção a fauna silvestre" para os alunos da Escola Municipal de Ensino Fundamental Mario Lago.

Sala de coleções também esteve no roteiro na da visitada.

Durante as ações, o veterinário do PZV, André Mourão reforçou para os jovens o papel que o parque desenvolve apoiando o trabalho do ICMBio e de outros órgãos ambientais, na recuperação e destinação de animais silvestres. "Além de um espaço para visitação e atividades de educação ambiental, o Zoobotânico Vale recebe entregas voluntárias de animais silvestres aos órgãos ambientais. Em 2017, nós recebemos 70 animais. E este ano, até o setembro, foram 40 animais. É importante ressaltar que nós trabalhamos constantemente com a conscientização de nossos visitantes para redução deste tipo de impacto", explica.

Mourão destaca ainda que o parque recebe animais que chegam atropelados, vítimas de incêndio florestal ou foram agredidos pela população ao saírem da floresta para os centros urbanos. “Nestes casos, nosso grande esforço é para recuperar a condição de saúde do animal e devolvê-lo para natureza".

Em sua segunda edição, Semana de Proteção a Fauna é uma iniciativa da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semas), com o apoio do Instituto Chico Mendes da Biodiversidade (ICMBio) e da Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA). 

Sobre o Parque Zoobotânico Vale

O Parque Zoobotânico Vale está dentro de uma Unidade de Conservação gerida e protegida pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), com o apoio da Vale. O espaço é um local de conservação e possui espécies ameadas de extinção, como o Harpia (gavião-real), onça pintada, suçuarana, macaco-aranha-da-testa-branca, macaco-aranha-da-cara-vermelha e o macaco cuxiú.

O PZV está aberto à visitação todos os dias da semana, de 10h às 16h e conta com plantel de aproximadamente 270 animais, com destaque para as espécies de aves e mamíferos da fauna amazônica.

O Parque recebeu nos últimos 10 anos mais de 1.170 milhão de visitantes. O recorde de público foi alcançado ano passado, com um público visitante de 156 mil pessoas. Aberto à visitação diariamente, o espaço tem visitação gratuita, das 10h às 16h.

 (Comunicação Vale)

 Foi realizado na manhã desta sexta-feira (28) o I Workshop de Ciências Naturais da Escola Municipal de Ensino Fundamental Luís Carlos Magno, localizada no bairro Amazonas. A ação faz parte do Projeto “Ciência na Sala”, que objetiva proporcionar aos alunos aprendizagem significativa dos conteúdos de ciências, promover a cultura científica e divulgar as atividades desenvolvidas em sala de aula.

O evento contou com palestras e oficinas de ciências, além de exposição de projetos desenvolvidos pelos alunos do 6º e 9º no decorrer do semestre.

De acordo com aluno Henrique Mineiro, de nove anos de idade, o projeto inicial desenvolvido por sua turma foi ideia do seu professor de biologia, que propôs aos alunos trabalhar com reações químicas. “Resolvemos simular uma explosão de um vulcão, usando vinagre e bicarbonato de sódio, e assim também, explicamos como funciona este tipo de reação”, disse.

Ao falar da importância do workshop de ciências, Henrique explica que, com atividades deste tipo, fica mais fácil de aprender, pois se vivencia a prática dos conteúdos vistos na teoria, em sala de aula. “Com certeza essas atividades são importantes, pois assim nós temos contato com os reagentes químicos aos quais, em sala de aula, só ouvimos falar. Acredito que fica bem mais fácil de aprender”, explicou Henrique.

Professora de Ciências, Gilsilane Borges trabalhou dois temas com sua turma ecossistema e matéria e energia.

A professora de ciências, Gilsilane Borges abordou dois temas durante as exposições, são eles: ecossistema e matéria e energia, onde seus alunos tiveram que simular, em um dos corredores da escola, um ambiente natural, característicos do ecossistema Amazônia. Segundo a professora, este tema foi escolhido devido a experiência que seus alunos já têm com o meio ambiente local. “Como eles já vivenciam a realidade local, onde seu território fica dentro da Floresta Nacional de Carajás, ficou bem mais fácil para eles se familiarizarem com o projeto. Então pedi para que trouxessem elementos que pudessem compor um ambiente natural e, a partir daí trabalhar as questões ecológicas existentes neste território”, disse.

Projeto desenvolvido pelos alunos da professora Gilsilane Borges sob sua supervisão. 

Ainda de acordo com a professora, trabalhar os conteúdos desta maneira,  incentiva os alunos a interagir e vivenciar mais os conteúdos aprendidos em sala de aula.  Para finalizar, ela elogiou ainda a capacidade criativa de seus alunos. “Estou muito orgulhosa, pois meus alunos têm se mostrado muito criativos e engenhosos”, frisou ela.

 

Diretor da escola Luís Carlos Magno e idealizador do projeto, Enivaldo Pereira Belém.

O diretor da escola, Enivaldo Pereira Belém, idealizador do projeto, falou um pouco sobre os principais objetivos do Workshop. “Este projeto foi pensado no intuito de incentivar os alunos a praticar os conteúdos que foi desenvolveu em sala de aula, trabalhando eles na forma de projetos que melhorem a capacidade cognitiva destes alunos”, explicou.

Confira outros projetos apresentados durante o Workshop:

 

(Da redação)

Exibição do artesanato, pintura corporal indígena, degustação de queijo de búfala e café de açaí. Os visitantes da 46ª Abav Expo Internacional de Turismo estão tendo a oportunidade de conhecer de perto a diversidade cultural e um pouco dos atrativos de Parauapebas, a Capital do Ecoturismo de Carajás. O evento que iniciou na quarta-feira, 26, segue até às 20 horas de hoje, 28, no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo.

A expectativa do Departamento de Turismo (Detur) da Prefeitura de Parauapebas é a de receber três mil visitantes no estande, dentre os 23 mil esperados pela “vitrine turística”, a segunda maior feira das Américas. A experiência com outros roteiros, contatos e parcerias prometem atrair não só turistas como também investidores para Parauapebas, consolidando o município como um polo de visitação.

Os olhares dos visitantes denunciam enorme curiosidade sobre os produtos e serviços turísticos de Parauapebas. A estudante de engenharia civil Tatiane Souza mora em Campinas (SP) e ficou encantada com a experiência que teve no estande de Parauapebas. “Nossa, eu achei uma coisa muito bonita, diferente. É uma cultura muito rica. Conforme eles [expositores] vão te explicando e você vai conhecendo, você vai gostando ainda mais. Adorei o queijo de búfala, o café de açaí, tudo maravilhoso”, aprovou ela.

Para o guia de turismo Alexandre Rocha, de São Paulo, Parauapebas representa a diversidade do País. “Está sendo maravilhoso, principalmente por não ser um local que não é muito conhecido, eu acho. Me chamou muita atenção o nome, porque tenho um conhecido que já esteve lá e falou, e eu vim ver a curiosidade do local. Está sendo maravilhoso, principalmente a cerâmica de lá que tem sua característica única. Eu acho que representa muito a diversidade do Brasil”.

A cultura indígena é bem representada pelo casal Bep e Ngrei Xikrin, da aldeia Djudjêkô, da terra Xikrin do Cateté. Enquanto ele explica sobre a Rota, ela faz pintura corporal. “Eu tô achando bom, que tá mostrando a cultura indígena dentro de Parauapebas. É importante pra gente. Eu tô achando que é uma oportunidade para os Xikrins, pra eles também conhecerem como são as pessoas do turismo”, avaliou o cacique Bep Xikrin.

IMPORTÂNCIA

O coordenador do Detur, Marcos Alexandre, explicou a importância da participação de Parauapebas em eventos como este. “Toda cidade que pretende ter o título de polo turístico precisa se apresentar nas grandes vitrines. São várias feiras de turismo que acontecem durante todo o ano, mas a Abav é uma das principais. São nessas feiras que os municípios turísticos se consolidam. Entendemos que esse é o momento de apresentar Parauapebas ao Brasil e ao mundo. É o dinheiro público sendo bem investido. Estamos felizes em poder comemorar o Dia Mundial do Turismo (27 de setembro) aqui”, assegurou Marcos Alexandre.

PARCERIAS

A participação do estande de Parauapebas na Abav Expo 2018 é uma inciativa do governo municipal, por meio do Detur e do Conselho Municipal de Turismo de Parauapebas (Comtup), em parceria com a Cooperativa de Ecoturismo da Região de Carajás (Cooperture Carajás), Cooperativa Mulheres de Barro, Queijaria Cosa Nostra, Café de Açaí da Perina, Aldeia Djudjêkô, Tometur Turismo, MC Lobato, Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMbio), Coordenação Municipal de Uso Público da Floresta Nacional de Carajás e Vale.

Por Rayssa Pajeú e Bruno Cecim, de SP

Assessoria de Comunicação - Ascom | PMP

Em alusão ao Setembro Amarelo, alunos da Escola Estadual Marluce Massariol realizaram na manhã desta sexta-feira (28), um ato de conscientização e combate ao suicídio.

Durante toda a semana alunos receberam palestras sobre a problemática em questão. Depois das palestras os discentes organizaram uma blitz educativa na frente da escola, onde distribuíram panfletos e o lacinho amarelo, símbolo do Setembro Amarelo, assim como apresentações teatrais voltadas ao assunto no intuito de conscientizar a comunidade.

Ao final dos trabalhos, os alunos apresentaram uma peça teatral baseada em estudos, que retratava os comportamentos e as possíveis causas que levam uma pessoa a cometer suicídio, e paralelo a isso, como combater.

A vice-diretora da escola e idealizadora do projeto, Katiuscia Coelho, disse que as atividades foram desenvolvidas durante toda a semana, ela destaca que a peça teatral veio para abrilhantar o evento. “É uma peça que encena os conflitos internos e externos, que muitas pessoas passaram ou passam, e com isso informar como agir e combater. Mas, a mensagem principal é transmitir para as pessoas que estão passando por este tipo de problema, de que elas não estão sozinhas, pois nós estamos com eles, sempre dispostos ajudá-los”, disse Katiuscia.

A diretora da instituição, Ana Francisca falou sobre a participação dos alunos e disse que a ideia surgiu no sentido de intervir quanto ao número de casos de suicídios registrados na cidade, em específico este ano. “Nós sentimos a necessidade de uma intervenção da escola e da sociedade em buscar este apoio ao adolescente porque o mais importante é a vida. Este é um trabalho da escola em torná-lo um cidadão de bem”, disse a diretora.

A diretora acrescentou ainda que os alunos do turno da tarde da escola, iniciaram hoje a produção de um vídeo que mostram cenas, que representam a vida e quão prazerosa ela é, visando enfrentar o problema debatido em sala.

A vice-diretora da escola e idealizadora do projeto, Katiuscia Coelho, disse que as atividades foram desenvolvidas durante toda a semana.

 

A diretora da instituição, Ana Francisca falou sobre a participação dos alunos.

 

 

 

 

 

A aluna Lívia Costa, do 1 º ano foi uma das participantes da apresentação teatral. 

(Reportagem: Fernando Bonfim)

Na manhã desta quinta-feira, 27, uma comissão composta por representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Pará - subsede de Parauapebas (Sintepp), Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) das Palmares I e II e comunidades escolares de alguns bairros da cidade foram recebidos pelo chefe de gabinete da prefeitura, Roque Dutra, e pelo secretário de Educação, Raimundo Neto.

Durante a reunião, foi apresentada aos representantes do poder público uma pauta de reivindicações relacionada à educação. Entre os pontos abordados, transporte escolar, centrais de ar-condicionado, infraestrutura e segurança.

Roque Dutra, chefe de gabinete conduziu as discussões. 

Ao conduzir as discussões, Roque Dutra deixou claro o quanto o governo está aberto ao diálogo e disposto a buscar soluções para os problemas apresentados. “Nós encontramos a frota do transporte escolar já sucateada, recuperamos o que foi possível e colocamos para rodar. Nos últimos dias, nosso problema está relacionado à falta do combustível, pois, apesar de estarmos com o pagamento das empresas que fornecem o produto em dias, elas se negavam a fornecer o diesel alegando que não conseguem acompanhar os sucessivos aumentos no preço do produto”, informou Dutra.

O chefe de Gabinete frisou que as empresas, como vencedoras de licitação, têm obrigação de dar continuidade ao fornecimento de combustível, cuja suspensão está sendo analisada pela Procuradoria Geral do Município (PGM). Para não comprometer o ensino público, o serviço de transporte escolar oferecido aos estudantes municipais foi normalizado nesta quinta-feira, 27.

Raimundo Neto, secretário de educação.

MELHORIAS

A comissão também foi informada sobre a aquisição de mais de 300 centrais de ar-condicionado que serão destinadas às escolas municipais. “A aquisição dessas centrais já está em processo licitatório”, anunciou Roque Dutra.

Durante o encontro, Ricardo Brito, pai de aluno da Escola Municipal de Ensino Fundamental Nelson Mandela, expôs a situação vivenciada na escola de sua filha, que funciona em um prédio alugado, e solicitou a solução para o problema. “A construção da escola já está em um estágio bem avançado e a previsão é que seja entregue ainda este ano”, anunciou o secretário Raimundo Neto.

A Escola Nelson Mandela terá 14 salas de aulas, biblioteca, laboratório de informática, sala multiuso, brinquedoteca, playground, cozinha, refeitório, pátio, quadra coberta, bloco administrativo e banheiros acessíveis. Com área construída de 4.840,44 metros quadrados e capacidade para atender cerca de 1,8 mil estudantes, a escola será a maior da região.

A desativação do anexo da Escola Municipal de Ensino Fundamental Eunice Moreira também esteve na pauta da reunião. Sobre isso, foi anunciado que o anexo passará a funcionar em um novo espaço a partir de segunda-feira, 1° de outubro, na rua D, próximo à Escola Chico Mendes (prédio onde funcionava o Colégio Fênix).

Ao final do encontro, ficou acordado que o governo municipal irá estabelecer uma agenda permanente de reuniões para discutir com os representantes dos movimentos sociais não só pautas da educação, mas das outras áreas citadas pelos representantes sociais. A próxima reunião já ficou agendada para a próxima semana.

(Ascom-PMP)

Moradores dos bairros Vila Nova I e II e Dos Minérios procuram a equipe de reportagem do Portal Carajás o Jornal, para denunciar a falta de transporte escolar para os alunos do ensino infantil. Eles denunciam que há quase um mês estão impossibilitados de levar seus filhos à escola por falta de ônibus.

Entrevistada por nossa equipe a moradora do bairro Vila Nova, Animeri Sousa conta que seu bairro não tem creche, e ela e outras dezenas de mães e pais de família, precisam levar seus filhos até ao colégio infantil mais próximo (EMEI Ruth Rocha), localizado no bairro Cidade Jardim, que atende os bairros adjacentes.

Ela ainda destaca que há várias semanas seu filho está sem aula, pois ela não tem condições de pagar outro meio de transporte para levar e buscar ele na escola todos dos dias. “Só pela manhã aproximadamente 250 crianças estão ficando sem aula, o ônibus precisa fazer umas três viagens para conseguir levar todos, isso quando tinha ônibus”, destaca a mãe.

O problema já se estende até a zona rural, e moradores das comunidades mais afastadas do centro, também reclamam que estão há vários dias sem transporte escolar.

Na tarde desta quinta-feira (27) moradores das vilas, Onalício Barros, Cederi I, Juazeiro e outras cinco comunidades realizaram um ato público no Cederi I, aproximadamente 25 km do centro da cidade, no intuito de reivindicar melhorias no transporte escolar.

Moradores das comunidades como Vista Verde e Juazeiro alegam que já ocorreu de o ônibus escolar ficar até uma semana sem fazer a rota, em outros casos até 13 dias. Ela ainda acrescentou que os veículos apresentam péssimas condições de conservação e não oferecem a segurança adequada para os alunos, disse brevemente, uma moradora.

Em nota, a Secretaria Municipal de Educação informou que os problemas com transporte escolar estão ocorrendo por causa da suspensão do fornecimento de combustível, por dois dos postos vencedores da licitação, sob a alegação de que não conseguem acompanhar os sucessivos aumentos no preço do produto.

Confira a nota na íntegra

A Prefeitura de Parauapebas, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), esclarece que o serviço de transporte escolar oferecido aos estudantes da rede pública de ensino foi normalizado na manhã desta quinta-feira, 27.

Os problemas no atendimento ocorreram por causa da suspensão do fornecimento de combustível, mais especificamente do diesel, por dois dos postos vencedores da licitação, sob a alegação de que não conseguem acompanhar os sucessivos aumentos no preço do produto apesar de a Prefeitura de Parauapebas vir honrando o pagamento às empresas, não podendo, portanto, ser responsabilizada pela política de preços praticada pelo governo federal.

A Prefeitura de Parauapebas enfatiza que vem tomando as providências cabíveis e que, de forma alguma, irá admitir qualquer prejuízo à educação. Informa ainda que haverá reposição das aulas, pois faz parte do plano de governo trabalhar para garantir educação de qualidade à população do município.

Assessoria de Comunicação – Ascom/Semed/PMP

Entrevistada por nossa equipe a moradora do bairro Vila Nova, Animeri Sousa conta que seu bairro não tem creche.

Moradores das vilas, Onalício Barros, Cederi I, Juazeiro e outras cinco comunidades realizaram um ato público no Cederi I, no intuito de reivindicar melhorias no transporte escolar.

 

(Reportagem: Fernando Bonfim)

A Semana do Coração irá realizar nesta sexta-feira, 28, o “Dia D” de atendimento exclusivo aos homens, independentemente da idade. Eles podem procurar qualquer Unidade Básica de Saúde (UBS) do município, de 8h as 12h e de 14h as 18h.

Serão ofertados serviços como verificação de pressão arterial, solicitação de exames de colesterol e triglicerídeos, palestras educativas, atendimento com nutricionista, consulta médica e de enfermagem, atendimento multiprofissional, entre outros.

O “Dia D” encerra a Semana do Coração realizada pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) da Prefeitura de Parauapebas.

(ASCOM-PMP)

Para fechar a programação da Semana Nacional de Trânsito, que trabalhou o tema “Nós Somos o trânsito, faça parte desta inclusão”, o Núcleo de Educação para o Trânsito (NET) do Departamento de Trânsito de Parauapebas (DMTT) convida todos a participarem do Dia da Gentileza no Trânsito, a ser realizado amanhã, 28, das 9h às 11h, na esquina das ruas E e 10, no bairro Cidade Nova.

Foram muitas as atividades realizadas durante dez dias da programação. Palestras voltadas a condutores, estudantes e comunidade em geral fizeram parte das atividades, assim como ações educativas e de fiscalização voltadas à inclusão das pessoas com deficiência. Tudo em busca de um trânsito mais seguro e democrático.

Foi realizada nesta quarta-feira (26) na Escola Leide Maria Torres, a quarta e última etapa da 2ª edição da Jornada de Educação Alimentar e Nutricional. Com o tema “Envolvimento da família na alimentação escolar. Vamos aprender juntos”, a atividade consiste em valorizar a alimentação saudável nas escolas e no lar.

Educadores, coordenadores, merendeiras, familiares, alunos e servidores da Divisão da Educação Escolar (DAE) participaram da ação. Além da discussão em torno da alimentação saudável, a programação contou ainda com apresentações culturais.

A Jornada de Educação Alimentar e Nutricional é promovida pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) com o objetivo de promover ações que estimulem a alimentação saudável, além de dar visibilidade às práticas de educação alimentar e nutricional, já desenvolvidas em escolas públicas de educação infantil e dos ciclos iniciais do ensino fundamental (1º ao 5º ano).

De acordo com Nutricionista, Elisângela Martins, a família tem papel fundamental na alimentação saudável das crianças. “Esse evento tem como objetivo principal incentivar as práticas alimentares na escola, visando promover a alimentação saldável e combater a obesidade infantil, no entanto, os pais são os maiores multiplicadores e influenciadores neste meio”, explica.  

Nutricionista Elisângela Martins ministrou um ciclo de quatro palestras no evento. 

A nutricionista, Elisângela Martins também foi responsável por ministrar um ciclo de quatro palestras sobre educação alimentar para os pais, visando reforçar, como o hábito da família influencia na alimentação das crianças. “Nós fizemos um trabalho com os pais, com os educadores e com os alunos, e os relatos que nós temos é bem satisfatório, de crianças que não consumiam frutas ou saladas e depois desse trabalho, começaram a desenvolver interesse por estes alimentos; e relato dos próprios pais em dizer que não imaginavam que tinham tamanha responsabilidade”, destaca a nutricionista.

Ana Dedna falou à reportagem sobre a importância do trabalho de profissionais em nutrição nas escolas. 

Ana Dedna, mãe de uma das alunas da instituição disse que o trabalhos dos profissionais é muito importante, principalmente por levar a informação de hábitos saudáveis aos pais. “É um aprendizado para que nós possamos transformar em uma rotina em nossa casa. Na minha, nós não tínhamos o costume de consumir alimentos integrais rotineiramente, o que tem mudado a partir destas informações que nos foram passadas, através das palestras”, disse a mãe.

(Reportagem: Fernando Bonfim)

Durante quase dois meses, 29 equipes de futsal de Parauapebas irão suar muito a camisa para conquistar as taças do Campeonato Municipal 2018, da 1ª e da 2ª Divisão, realizado pela prefeitura, por meio da Secretaria de Esporte e Lazer (Semel). Até aqui está havendo “chuva” de gols nos confrontos dos times masculino e feminino.

Somente na terça-feira, 26, foram nada menos que 23 gols marcados em apenas três partidas. Na categoria masculina, o Ferrari venceu o Lepo Lepo de goleada, com 9X3; o Avenida ganhou o Antonio Matos por 3X2; e, na categoria feminina, houve empate de 3X3 entre o Império Esporte Clube e Garotas da Bola (Cedere 1).

A abertura do Campeonato Municipal de Futsal foi na última sexta-feira, 21, no Ginásio Poliesportivo, em meio a um clima de alegria e muita disputa na quadra. E, antes que a bola começasse a rolar, o ginásio foi tomado por grande emoção entre dirigentes, atletas e torcidas diante do desfile das equipes inscritas para o confronto.

Das 29 equipes, dez são da 1ª Divisão, dez da 2ª Divisão e nove são os times femininos. Fazem parte da 1ª Divisão os times Independente, Rola Papo, Ferrari, Floresta, Rezende, Arte Soccer, Schalke, Lepo Lepo, Bairro Maranhão e PA Futsal; da 2ª Divisão, Crap, Panelinha, Antônio Matos, Rio Branco, Bayern de Munichen, Liberdade Esporte Clube, Magnus, Avenida, Novo Brasil e Galáticos Futsal. Já as mulheres fazem parte do Harpia, Acap, Império Esporte Clube, Palmares Futsal, Salobar, Fênix, Império da Fênix e Garotas da Bola.

Na solenidade de abertura, um representante de cada equipe foi chamado para junto das autoridades. Isabel Martins (Acap feminino) e Dinho Marcos (Crap) discursaram em tom de emoção e agradecimento. 

O secretário municipal de Esporte e Lazer, Laoreci Diniz, também agradeceu a participação de todas as equipes e citou a importância da união dos desportistas para o fortalecimento do futsal em Parauapebas, assim como as demais modalidades que compõem o esporte local.

Após os discursos, a Escolinha de Capoeira da Semel, ao comando dos mestres Pica Pau e Keila, fez uma linda apresentação para o grande público presente no ginásio.

DESAFIANTES DO PRIMEIRO DIA

Com a bola rolando, o primeiro confronto aconteceu na categoria feminino. Em quadra jogaram Harpia e Fênix. A atual campeã mostrou que vai brigar pelo bicampeonato ao vencer o time da Fênix por 1x0, gol marcado por Raimunda, no primeiro tempo.

O segundo desafio da noite foi pela primeira divisão. Na reedição da final de 2017, Independente (atual campeão) encarou o Arte Soccer. Em partida bastante disputada o jogo terminou empatado em 4x4.

O Independente marcou com, Matheus Gomes, Jr. Chico (duas vezes) e Ronilsinho. Os gols do Arte Soccer foram anotados por, Jairinho, Esquerdinha, Gustavo (pênalti) e Bodó (cavadinha). A primeira rodada foi fechada com outro confronto muito disputado pela segunda divisão.

Assim como o jogo da primeira divisão, Crap e Lec fizeram uma grande partida, digna de duas equipes que vão brigar pelo título da temporada. O jogo terminou empatado em 1X1. O Lec inaugurou o marcador aos 13 minutos do primeiro tempo com Lucas. O time do Crap empatou no finalzinho da partida, aos 20 minutos, em jogada individual de Wid.

Cada equipe que disputa a competição receberá uma bola de futsal da Semel.

 

Texto: Carlos Campos | Semel
Fotos: Piedade Ferreira
Assessoria de Comunicação - Ascom | PMP

Sul e Sudeste do Pará

Loading
https://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink

Vídeos

FAMAP, a escolha inteligente
08 Julho 2019
Em parauaebas, aluno chamou a atenção dos vereadores, no momento em que fazia uso da tribuna. de Carajás O Jornal
18 Abril 2017
Alunos da Rede Estadual de Ensino, assistem aula no meio da rua em Parauapebas
13 Abril 2017
Novo Ministro do STF3
11 Fevereiro 2017
Tiroteio em Redenção deixa população assustada
01 Dezembro 2016
Nesse domingo os paraenses vivenciam o #CIRIO2016, a maior festividade Religiosa do Brasil
09 Outubro 2016
Dr. Hélio Rubens fala sobre o caso de corrupção na Câmara Municipal de Parauapebas
08 Outubro 2016
MARCHA PARA JESUS: Milhares de jovens nas ruas de Parauapebas
08 Outubro 2016
Corrupção é um problema de todos, você também pode combater!
06 Outubro 2016
Joelma agradece pela presença e participação em seu show na FAP 2016
12 Setembro 2016
Jake Trevisan agradecendo toda população de Parauapebas no Carajás O Jornal
06 Setembro 2016
Cantor Açaí no evento da Imprensa na FAP a pedido de Marola Show, canta para a Rainha, primeira e segunda princesa da FAP 2016.
01 Setembro 2016