Carajas o Jornal

Carajas o Jornal

A partir do dia 6 de abril, começa a ser pago o Auxílio Emergencial 2021 para os beneficiários nascidos no mês de janeiro que não integram o Bolsa Família. O pagamento do novo auxílio será feito em quatro parcelas com valores que variam de R$ 150 a R$ 375.

O calendário foi anunciado na quarta-feira (31), pelo Presidente Jair Bolsonaro e ministros, e está publicado em edição extra do Diário Oficial da União desta quarta (31). Confira:

Data de Nascimento

Pagamento

Janeiro

06/04 - terça-feira

Fevereiro

09/04 - sexta-feira

Março

11/04 - domingo

Abril

13/04 - terça-feira

Maio

15/04 - quinta-feira

Junho

18/04 - domingo

Julho

20/04 - terça-feira

Agosto

22/04 - quinta-feira

Setembro

25/04 - domingo

Outubro

27/04 - terça-feira

Novembro

29/04 - quinta-feira

Dezembro

30/04 - sexta-feira

No caso dos beneficiários do programa Bolsa Família, eles receberão o Auxílio Emergencial 2021 em substituição ao Bolsa Família, caso seja mais vantajoso. O pagamento começa no dia 16 de abril. 

Número do NIS

Pagamento

Final 1

16/04 - sexta-feira

Final 2

19/04 - segunda-feira

Final 3

20/04 - terça-feira

Final 4

22/04 - quinta-feira

Final 5

23/04 - sexta-feira

Final 6

26/04 - segunda-feira

Final 7

27/04 - terça-feira

Final 8

28/04 - quinta-feira

Final 9

29/04 - quinta feira

Final 0

30/04 - sexta-feira

“O Auxílio Emergencial, sem dúvida, é uma ferramenta para minimizar o sofrimento e fazer com que nosso povo consiga superar esta crise, de forma que o Governo Federal, fazendo sua parte, está demonstrando a todos os brasileiros que estamos empenhados em superar este momento de muita dificuldade”, ressaltou o ministro da Cidadania, João Roma.

Pagamento auxílio emergencial 2021

O pagamento será feito de maneira automática, ou seja, não é necessário fazer requerimento na poupança social digital da Caixa Econômica Federal, desde que atendidos os requisitos de elegibilidade em dezembro de 2020.

De acordo com a Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência (Dataprev), foram processadas as informações de mais de 40,4 milhões de cidadãos para o pagamento do primeiro lote. A Caixa informou que, a partir do dia 2 de abril, os cidadãos poderão verificar se terão direito ao benefício pelo endereço auxilio.caixa.gov.br ou pela Central 111.

A Caixa informou que para evitar aglomerações nas agências, serão seguidos os mesmos critérios dos benefícios anteriores, o recurso primeiro ficará disponível na poupança social digital para movimentação como pagamento de contas e depois será liberado para saque.

Além disso, a Caixa contratou 7,7 mil colaboradores para atuar nas mais de 4,2 mil agências em todo o país com o intuito de reforçar o atendimento.

Quem tem direito

A regra é a de que o recebimento fica limitado a um beneficiário por família. Serão pagas aos trabalhadores quatro parcelas mensais no valor médio de R$ 250. Pessoas que moram sozinhas têm direito a quatro parcelas mensais no valor de R$ 150. A mulher provedora de família monoparental (mãe solteira) tem direito a quatro parcelas mensais no valor de R$ 375.

 

Fonte: https://www.contabeis.com.br

A conquista é referente à participação dos estudantes das escolas municipais na 23ª edição da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica - Oba (169 medalhas), na 14ª edição da Mostra Brasileira de Foguetes – MOBFOG (73 medalhas), na Canguru de Matemática Brasil (7 medalhas) e na Olimpíada Nacional de Ciências - ONC (4 medalhas), totalizando 253. Este foi o maior resultado do município neste tipo de competição desde 2017.

Foram 38 ouro (30 na Oba e 8 na MOBFOG), 84 de prata (49 na Oba, 34 na MOBFOG e 1 na ONC) e 131 de bronze (90 na Oba, 31 na MOBFOG, 7 na Canguru e 3 na ONC). “Essa conquista confirma que nossos estudantes estão sendo estimulados e preparados para além dos muros da escola”, comemora o secretário de Educação, José Leal Nunes.

As escolas Eunice Moreira, Irmã Laura e Sandra Maria são recordistas em medalhas. A Eunice Moreira obteve 53 (47 na Oba e 6 na Canguru). Já a Irmã Laura conquistou 28 (5 na Oba e 23 MOBFOG). Enquanto que Sandra Maria conquistou 24 na MOBFOG.

Outras escolas que também se destacaram na Oba foram: Eduardo Angelim (15 medalhas) e Carlos Henrique (11 medalhas). Na Olimpíada Nacional de Ciências, a escola Fernando Pessoa levou todas as quatro medalhas (1 prata e 3 bronze).

Para a diretora da Escola Eunice Moreira o desempenho dos professores, a adesão dos alunos e apoio dos pais foram fundamentais para o resultado. “Os professores de ciências não mediram esforços para preparar os alunos, os demais professores também apoiaram aguçando ainda mais a curiosidade. Não dá para deixar de citar os pais, que foram muito parceiros”, afirma a gestora mencionando sua alegria e satisfação.

ORGULHO

Estevão Lucas Rodrigues é medalhista do 9º ano. Ele é um estudante exemplar, motivo de orgulho para seus pais e professores. A dedicação dele e o gosto pelos estudos já lhe rendeu duas medalhas de ouro na Oba, uma em 2019 e outra em 2020. “Meu sentimento com mais essa vitória é de gratidão, por ver o resultado do meu esforço concretizado e, principalmente, pela influência e dedicação dos meus professores”, afirma o estudante.

COMPARATIVO

Se somarmos o resultado das escolas municipais, com o Instituto Federal do Pará (IFPA) e as escolas particulares, o número de medalhas conquistada na Oba 2020 sobe para 202. O número representa mais de 28% das medalhas conquistadas em todo o estado do Pará. Já se fizermos a comparação em relação à MOBFOG, teremos mais de 38% de todas as medalhas conquistadas pelo estado.

SOBRE AS OLIMPIADAS

Organizada pela Sociedade Astronômica Brasileira (SAB) e por engenheiros da Agência Espacial Brasileira, a Oba é a maior olimpíada científica do Brasil. A prova tem por objetivo  difundir o conhecimento astronômico e fomentar o interesse dos jovens pela astronomia e astronáutica. A primeira vez em que Parauapebas participou da Oba foi em 2012 e de lá para cá só tem tido bons resultados.

MOBFOG é uma olimpíada inteiramente experimental, pois consiste em construir e lançar, obliquamente, foguetes, a partir de uma base de lançamento, o mais distante possível. Desde 2015, as escolas da rede municipal participam da Mostra, que tem possibilitado muito aprendizado e interação entre os estudantes.

O Concurso Canguru de Matemática é a maior competição de Matemática do mundo, com mais de 6 milhões de participantes por ano nos mais de 80 países. Teve origem na França e é administrado globalmente pela Associação Canguru sem Fronteiras (Association Kangourou sans Frontières - AKSF). Busca Ampliar e incentivar o desenvolvimento dos conhecimentos matemáticos, além de melhorar o ensino e favorecer o estudo de maneira interessante e contextualizada.

Enquanto que a Olimpíada Nacional de Ciências é uma ação do Programa Ciência na Escola, vinculado ao Ministério da Educação (MEC) e Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), do Governo Federal, que tem por objetivo estimular alunos para as carreiras científicas, qualificar professores para o ensino por investigação científica e fortalecer a interação entre instituições de educação superior e escolas de ensino fundamental e médio.

 

Texto: Messania Cardoso/ Ascom-Semed

Vamos continuar na luta contra o vírus. É sempre bom lembrar: use máscara cobrindo a boca e o nariz; lave as mãos, evite aglomerações e mantenha o distanciamento social. Na quarta-feira, 31 de março, infelizmente registramos a perda de três vidas e notificamos 130 novos casos de Covid-19.

A taxa de ocupação geral dos leitos é de 90%.

  • Leitos de enfermaria SUS: 100%;
  • Ocupação de UTI SUS: 100%;
  • Taxa de ocupação de enfermarias particular: 79%;
  • Ocupação de UTI particular: 100%.

A UPA está com atendimento exclusivo para pacientes com o vírus. O serviço é ofertado 24h.

Faça seu teste nas Unidades Básicas de Saúde polo: Minérios, Liberdade 1, Cidade Nova e VS10.

Histórico dos óbitos

30/3:

- Mulher de 61 anos;

31/3:

- Homem de 70 anos;

- Homem de 59 anos.

Histórico de pacientes:

1          .           Mulher           de       34       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

2          .           Mulher           de       60       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

3          .           Homem          de       86       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

4          .           Homem          de       35       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

5          .           Homem          de       31       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

6          .           Criança         de       10       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

7          .           Homem          de       43       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

8          .           Mulher           de       34       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

9          .           Homem          de       42       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

10       .           Mulher           de       38       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

11       .           Mulher           de       38       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

12       .           Criança         de       01       ano.    Isolamento domiciliar.        PCR

13       .           Mulher           de       35       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

14       .           Homem          de       20       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

15       .           Homem          de       65       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

16       .           Mulher           de       33       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

17       .           Homem          de       42       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

18       .           Mulher           de       29       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

19       .           Mulher           de       22       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

20       .           Mulher           de       38       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

21       .           Mulher           de       38       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

22       .           Homem          de       15       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

23       .           Mulher           de       31       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

24       .           Mulher           de       34       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

25       .           Mulher           de       32       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

26       .           Homem          de       31       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

27       .           Homem          de       22       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

28       .           Mulher           de       29       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

29       .           Mulher           de       64       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

30       .           Criança         de       06       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

31       .           Mulher           de       23       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

32       .           Homem          de       39       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

33       .           Mulher           de       30       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

34       .           Homem          de       26       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

35       .           Mulher           de       44       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

36       .           Homem          de       33       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

37       .           Mulher           de       24       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

38       .           Homem          de       27       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

39       .           Homem          de       58       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

40       .           Homem          de       37       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

41       .           Homem          de       21       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

42       .           Mulher           de       23       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

43       .           Homem          de       41       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

44       .           Mulher           de       23       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

45       .           Homem          de       64       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

46       .           Criança         de       05       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

47       .           Homem          de       41       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

48       .           Mulher           de       33       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

49       .           Homem          de       45       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

50       .           Homem          de       41       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

51       .           Homem          de       32       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

52       .           Homem          de       38       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

53       .           Homem          de       33       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

54       .           Homem          de       57       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

55       .           Homem          de       33       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

56       .           Homem          de       32       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

57       .           Homem          de       32       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

58       .           Homem          de       26       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

59       .           Homem          de       49       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

60       .           Homem          de       29       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

61       .           Homem          de       41       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

62       .           Homem          de       45       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

63       .           Homem          de       50       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

64       .           Homem          de       34       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

65       .           Homem          de       44       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

66       .           Homem          de       21       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

67       .           Homem          de       35       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

68       .           Homem          de       29       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

69       .           Homem          de       41       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

70       .           Homem          de       31       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

71       .           Homem          de       38       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

72       .           Homem          de       49       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

73       .           Homem          de       36       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

74       .           Homem          de       25       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

75       .           Homem          de       50       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

76       .           Homem          de       22       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

77       .           Homem          de       37       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

78       .           Mulher           de       20       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

79       .           Homem          de       57       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

80       .           Homem          de       36       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

81       .           Homem          de       32       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

82       .           Criança         de       06       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

83       .           Homem          de       44       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

84       .           Homem          de       30       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

85       .           Homem          de       42       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

86       .           Homem          de       38       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

87       .           Mulher           de       38       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

88       .           Homem          de       43       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

89       .           Homem          de       36       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

90       .           Homem          de       40       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

91       .           Homem          de       39       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

92       .           Homem          de       35       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

93       .           Homem          de       38       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

94       .           Mulher           de       29       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

95       .           Mulher           de       32       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

96       .           Homem          de       59       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

97       .           Homem          de       41       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

98       .           Homem          de       37       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

99       .           Homem          de       27       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

100     .           Homem          de       59       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

101     .           Homem          de       41       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

102     .           Homem          de       29       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

103     .           Homem          de       34       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

104     .           Homem          de       41       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

105     .           Homem          de       38       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

106     .           Homem          de       45       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

107     .           Homem          de       36       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

108     .           Homem          de       36       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

109     .           Homem          de       46       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

110     .           Homem          de       24       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

111     .           Mulher           de       15       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

112     .           Homem          de       51       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

113     .           Mulher           de       33       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

114     .           Criança         de       10       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

115     .           Mulher           de       67       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

116     .           Homem          de       49       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

117     .           Homem          de       48       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

118     .           Criança         de       12       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

119     .           Homem          de       27       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

120     .           Homem          de       29       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

121     .           Homem          de       49       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

122     .           Homem          de       47       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

123     .           Homem          de       25       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

124     .           Homem          de       45       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

125     .           Homem          de       28       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

126     .           Homem          de       29       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

127     .           Homem          de       57       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

128     .           Homem          de       25       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

129     .           Homem          de       25       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

130     .           Homem          de       59       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

A Câmara Municipal de Parauapebas deverá participar ainda mais intensamente no combate à pandemia de coronavírus. Por iniciativa do vereador Rafael Ribeiro (MDB), deverá ser criada a Frente Parlamentar de Enfrentamento ao Coronavírus, uma Comissão de Assuntos Relevantes que buscará reunir informações capazes de nortear a ação dos parlamentares da cidade.

Previstas no Regimento Interno da Câmara Municipal, as chamadas Comissões de Assuntos Relevantes (CARs), podem ouvir especialistas, fazer o acompanhamento das ações referentes ao seu objeto de estudo, sugerir medidas e pedir providências.

Segundo Rafael Ribeiro, a criação da Frente Parlamentar contra a Covid-19 vai possibilitar a maior articulação entre as ações dos poderes Legislativo e Executivo.

Segundo Rafael Ribeiro, a criação da Frente Parlamentar contra a Covid-19 vai possibilitar a maior articulação entre as ações dos poderes Legislativo e Executivo.

“Nosso objetivo será juntar forças com a Administração Municipal e com a sociedade civil visando derrotar este vírus, um inimigo terrível que já tirou a vida de tantos amigos queridos”, afirma o vereador Rafael Ribeiro. 

“Vamos buscar, com a ajuda de especialistas das diversas áreas da medicina, entender cada vez mais como age este vírus no organismo, como se propaga, quais as sequelas que podem ficar para aqueles que foram infectados e acompanhar de perto o atendimento aos enfermos e a campanha de vacinação em Parauapebas”, explica o vereador do MDB.

Por outro lado, além do aspecto clínico existe também a preocupação com a questão econômica e com o atendimento social à população, em especial, aquela parcela formada por cidadãos de baixa renda.

“O prefeito Darci Lermen, é inegável, vem fazendo todos os esforços para amparar aqueles que mais precisam e a Câmara Municipal vem se mostrando parceira nesta luta, apreciando com celeridade todas as matérias relativas à luta contra a covid-19. Mas, podemos e devemos apoiar ainda mais este combate. Além de vidas de entes queridos, de valor inestimável, milhares de nossos irmãos perderam emprego e renda. Através da Frente Parlamentar, vamos analisar os programas de auxílio já em andamento e, sendo necessário, sugerir novas medidas, sempre ouvindo a população. Acredito que, trabalhando juntos, Câmara, Prefeitura e sociedade, nós vamos vencer essa epidemia”, enfatiza Rafael Ribeiro.

Rafael lembra ainda que medidas de proteção e de afastamento social são fundamentais para controlar a pandemia, evitando o colapso do sistema de saúde do município, enquanto segue a campanha de imunização.

“Caso saia de casa não esqueça que é necessário e muito importante que cada um de nós faça uso de álcool para higienizar as mãos, use máscaras o tempo todo e mantenha o distanciamento. Nossos profissionais de saúde estão lutando todos os dias de forma heroica contra a covid-19 e a melhor forma de apoiá-los nesta guerra é fazendo a prevenção para evitar sobrecarga no sistema de saúde. Vamos fazer a nossa parte e logo estaremos todos juntos para seguir construindo esta cidade que amamos”, finaliza Rafael Ribeiro.

O projeto de resolução que cria a Frente Parlamentar contra a Covid-19 já foi lido em sessão e deverá ser votado na sessão do dia 06/04/2021. A Frente Parlamentar contra a Covid-19 será formada por cinco vereadores, indicados pelo presidente da Câmara Municipal. A Frente começará seus trabalhos tão logo seja instalada e terá prazo de atuação de 180 dias.

Você é professor do ensino fundamental e procura emprego? O Sine está com quatro vagas abertas para quem tem experiência. Vaga também para quem é recém-formado em engenharia elétrica e profissionais, como costureira, consultor de vendas, técnico em Segurança do Trabalho, borracheiro, eletricista e mecânico de automóveis, entre outras vagas.

Acesse AQUI as 36 vagas disponíveis até esta quarta-feira, 31.

Atenção! Devido à pandemia da Covid-19, o Sine mantém suspenso o atendimento presencial. Para usar os serviços, acesse os aplicativos abaixo:

  • Sine Fácil: você faz o cadastro para vaga de emprego e pega a carta de encaminhamento
  • Carteira de Trabalho Digital: solicite o seguro desemprego.

 

Assessoria de Comunicação – Ascom
Prefeitura de Parauapebas

  

As medidas de restrição de combate à pandemia continuam em vigor. Faça sua parte e proteja-se! Na terça-feira, 30 de março, lamentamos a perda de cinco vidas e notificamos 177 novos casos de Covid-19.

A taxa de ocupação geral dos leitos é de 94%.

  • Leitos de enfermaria SUS: 100%;
  • Ocupação de UTI SUS: 100%;
  • Taxa de ocupação de enfermarias particular: 87%;
  • Ocupação de UTI particular: 100%.

A UPA está com atendimento exclusivo para pacientes com o vírus. O serviço é ofertado 24h.

Faça seu teste nas Unidades Básicas de Saúde polo: Minérios, Liberdade 1, Cidade Nova e VS10.

Histórico dos óbitos

28/03

- Mulher de 99 anos, com doença neurológica.

29/03

- Homem de 49 anos, com doença cardíaca;

- Mulher de 73 anos, sem comorbidade;

- Homem de 49 anos, sem comorbidade;

- Mulher de 70 anos, sem comorbidade.

 

Histórico de pacientes:

1          .           Mulher           de       99       anos.  Óbito. PCR

2          .           Mulher           de       31       anos.  Internada.     PCR

3          .           Mulher           de       42       anos.  Internada.     PCR

4          .           Homem          de       72       anos.  Internado.     PCR

5          .           Homem          de       58       anos.  Internado.     PCR

6          .           Homem          de       80       anos.  Internado.     PCR

7          .           Criança         de       10       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

8          .           Homem          de       36       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

9          .           Mulher           de       32       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

10       .           Mulher           de       36       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

11       .           Mulher           de       34       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

12       .           Mulher           de       15       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

13       .           Mulher           de       20       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

14       .           Homem          de       15       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

15       .           Criança         de       12       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

16       .           Mulher           de       55       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

17       .           Homem          de       35       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

18       .           Mulher           de       31       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

19       .           Mulher           de       36       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

20       .           Criança         de       11       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

21       .           Homem          de       37       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

22       .           Mulher           de       53       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

23       .           Mulher           de       48       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

24       .           Mulher           de       21       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

25       .           Mulher           de       43       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

26       .           Mulher           de       40       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

27       .           Homem          de       41       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

28       .           Homem          de       34       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

29       .           Mulher           de       54       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

30       .           Homem          de       42       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

31       .           Homem          de       41       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

32       .           Homem          de       49       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

33       .           Homem          de       33       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

34       .           Homem          de       56       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

35       .           Mulher           de       51       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

36       .           Criança         de       04       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

37       .           Mulher           de       49       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

38       .           Homem          de       32       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

39       .           Homem          de       44       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

40       .           Mulher           de       42       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

41       .           Homem          de       38       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

42       .           Homem          de       80       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

43       .           Homem          de       58       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

44       .           Homem          de       72       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

45       .           Homem          de       52       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

46       .           Mulher           de       41       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

47       .           Mulher           de       55       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

48       .           Homem          de       30       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

49       .           Mulher           de       40       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

50       .           Mulher           de       53       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

51       .           Mulher           de       49       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

52       .           Homem          de       28       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

53       .           Mulher           de       33       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

54       .           Mulher           de       54       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

55       .           Mulher           de       31       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

56       .           Mulher           de       30       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

57       .           Homem          de       58       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

58       .           Mulher           de       31       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

59       .           Homem          de       36       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

60       .           Mulher           de       15       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

61       .           Criança         de       11       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

62       .           Homem          de       20       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

63       .           Mulher           de       17       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

64       .           Homem          de       34       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

65       .           Mulher           de       35       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

66       .           Homem          de       26       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

67       .           Mulher           de       44       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

68       .           Mulher           de       34       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

69       .           Homem          de       27       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

70       .           Mulher           de       34       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

71       .           Homem          de       21       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

72       .           Mulher           de       22       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

73       .           Mulher           de       78       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

74       .           Mulher           de       34       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

75       .           Mulher           de       26       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

76       .           Mulher           de       34       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

77       .           Mulher           de       33       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

78       .           Homem          de       47       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

79       .           Mulher           de       36       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

80       .           Mulher           de       33       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

81       .           Mulher           de       19       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

82       .           Mulher           de       64       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

83       .           Mulher           de       75       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

84       .           Mulher           de       55       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

85       .           Homem          de       34       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

86       .           Homem          de       61       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

87       .           Mulher           de       63       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

88       .           Homem          de       46       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

89       .           Homem          de       22       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

90       .           Homem          de       27       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

91       .           Mulher           de       18       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

92       .           Homem          de       27       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

93       .           Homem          de       41       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

94       .           Homem          de       29       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

95       .           Homem          de       34       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

96       .           Homem          de       48       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

97       .           Homem          de       44       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

98       .           Homem          de       35       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

99       .           Homem          de       64       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

100     .           Mulher           de       17       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

101     .           Mulher           de       33       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

102     .           Mulher           de       41       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

103     .           Homem          de       41       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

104     .           Homem          de       27       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

105     .           Mulher           de       60       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

106     .           Mulher           de       50       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

107     .           Homem          de       69       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

108     .           Mulher           de       19       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

109     .           Mulher           de       18       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

110     .           Homem          de       32       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

111     .           Homem          de       45       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

112     .           Homem          de       32       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

113     .           Homem          de       25       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

114     .           Homem          de       36       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

115     .           Homem          de       35       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

116     .           Homem          de       34       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

117     .           Homem          de       39       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

118     .           Mulher           de       82       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

119     .           Homem          de       52       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

120     .           Mulher           de       67       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

121     .           Homem          de       34       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

122     .           Homem          de       13       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

123     .           Homem          de       42       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

124     .           Mulher           de       18       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

125     .           Homem          de       84       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

126     .           Homem          de       39       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

127     .           Homem          de       39       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

128     .           Mulher           de       80       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

129     .           Homem          de       27       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

130     .           Homem          de       38       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

131     .           Mulher           de       34       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

132     .           Mulher           de       22       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

133     .           Mulher           de       30       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

134     .           Homem          de       43       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

135     .           Mulher           de       26       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

136     .           Mulher           de       30       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

137     .           Mulher           de       57       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

138     .           Homem          de       58       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

139     .           Homem          de       28       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

140     .           Homem          de       56       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

141     .           Homem          de       63       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

142     .           Mulher           de       42       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

143     .           Mulher           de       64       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

144     .           Homem          de       65       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

145     .           Homem          de       53       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

146     .           Homem          de       20       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

147     .           Mulher           de       55       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

148     .           Homem          de       24       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

149     .           Mulher           de       43       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

150     .           Homem          de       31       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

151     .           Mulher           de       42       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

152     .           Mulher           de       34       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

153     .           Mulher           de       55       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

154     .           Homem          de       36       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

155     .           Mulher           de       24       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

156     .           Mulher           de       58       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

157     .           Mulher           de       36       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

158     .           Homem          de       37       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

159     .           Homem          de       42       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

160     .           Homem          de       29       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

161     .           Mulher           de       46       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

162     .           Homem          de       43       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

163     .           Homem          de       38       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

164     .           Homem          de       20       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

165     .           Homem          de       44       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

166     .           Mulher           de       58       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

167     .           Mulher           de       37       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

168     .           Mulher           de       40       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

169     .           Homem          de       40       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

170     .           Homem          de       36       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

171     .           Homem          de       56       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

172     .           Homem          de       38       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

173     .           Homem          de       56       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

174     .           Mulher           de       61       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

175     .           Homem          de       35       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

176     .           Homem          de       33       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

177     .           Mulher           de       31       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

O Ministério da Defesa anunciou nesta terça-feira (30) a saída dos comandantes das três Forças Armadas: Edson Pujol (Exército), Ilques Barbosa (Marinha) e Antônio Carlos Moretti Bermudez (Aeronáutica).

Na nota, o ministério não informou o motivo da saída dos três nem anunciou os substitutos (leia a íntegra ao final desta reportagem).

O anúncio acontece um dia após Fernando Azevedo e Silva ter deixado o cargo de ministro da Defesa. Para o lugar dele, foi anunciado o general da reserva Walter Souza Braga Netto, que até então comandava a Casa Civil.

Mais cedo, nesta terça, Pujol, Barbosa e Bermudez se reuniram com Braga Netto, em Brasília. O colunista do G1 e da GloboNews Gerson Camarotti já havia informado que os três haviam decidido colocar os cargos à disposição.

Esta é a primeira vez desde 1985 que os comandantes das três Forças Armadas deixam o cargo ao mesmo tempo sem ser em período de troca de governo.

Influência nos quartéis

Segundo o Blog do Camarotti, a saída de Fernando Azevedo e Silva, na segunda (29), foi recebida com preocupação por integrantes da ativa e da reserva das Forças Armadas e como algo além de uma troca para acomodação de espaços no primeiro escalão do governo.

Ao colunista, um general da reserva enxergou o movimento como um sinal de que o presidente Jair Bolsonaro deseja ter maior influência política nos quartéis.

Em novembro do ano passado, o comandante do Exército, Edson Pujol, afirmou que os militares não querem "fazer parte da política, muito menos deixar a política entrar nos quartéis".

Na ocasião, o vice-presidente Hamilton Morão, também general quatro estrelas da reserva, reforçou a posição de Pujol.

Reforma ministerial

Ao todo, nesta segunda, o governo anunciou seis mudanças na Esplanada dos Ministérios.

  • Braga Netto, que estava na Casa Civil, foi para o Ministério da Defesa;
  • Luiz Eduardo Ramos, ministro da Secretaria de Governo, foi para a Casa Civil;
  • Deputada Flávia Arruda (PL-DF) assumiu a Secretaria de Governo;
  • Delegado da PF Anderson Torres, que trabalhava no governo do Distrito Federal, foi para o Ministério da Justiça;
  • André Mendonça, que estava na Justiça, foi para a Advocacia-Geral da União;
  • Carlos Alberto Franco França, assessor especial da Presidência, assumiu o Ministério das Relações Exteriores.

Conforme o colunista do G1 e da GloboNews Valdo Cruz, aliados de Bolsonaro avaliam que faltaram duas demissões: a de Ricardo Salles, do Meio Ambiente, e a de Milton Ribeiro, da Educação.

Íntegra

Leia a íntegra da nota do Ministério da Defesa:

Ministério da Defesa

Centro de Comunicação Social da Defesa

Nota oficial

Brasília, DF

Em 30 de março de 2021

O Ministério da Defesa (MD) informa que os Comandantes da Marinha, do Exército e da Aeronáutica serão substituídos.

A decisão foi comunicada em reunião realizada nesta terça-feira (30), com presença do Ministro da Defesa nomeado, Braga Netto, do ex-ministro, Fernando Azevedo, e dos Comandantes das Forças.

 

Fonte: Por G1 — Brasília

O comitê técnico de gestão do Programa Vencer definiu que a plataforma on-line de pré-cadastro  será aberta novamente após a validação de dados dos 12.644 pré-cadastros já realizados, conforme determina o Decreto 1.129, de 29 de março de 2021. Logo que for concluída essa etapa, será divulgada a abertura para novos pré-cadastros na plataforma.

Conforme o decreto, o programa terá as seguintes etapas: 1 - fase cadastral; II - fase de avaliação e confronto de dados; III - fase de validação; IV - fase de concessão; V - fase da publicidade.

Sobre a fase II, o artigo 6º pontua que é a fase de avaliação e confronto de dados e “consiste na análise do requerimento do auxílio, ocasião em que serão confrontadas as informações prestadas com outros cadastros ou bases de dados de órgãos da administração pública disponíveis, que poderão ser utilizados para exclusão de beneficiário em caso de omissão ou informação falsa, ou para critério de desempate”.

Já na fase III, de validação, será verificado se o candidato preenche ou não os critérios estabelecidos no decreto para ser um beneficiário do programa e receber o auxílio emergencial de R$ 500 por dois meses, totalizando R$ 1 mil. Importante destacar que o pré-cadastro não é garantia de participação no programa.

Caracterização de categorias beneficiárias do programa

O auxílio emergencial estabelecido pela Lei Municipal nº 4.939, de 24 de março de 2021, que integra o Programa Vencer, contemplará categorias que têm sofrido com os impactos econômicos decorrentes da pandemia. O Decreto Municipal 1.129, disponibilizado logo abaixo, esclarece a caracterização dessas categorias.

Acesse o Decreto 1.129 de 29 de março de 2021 aqui.

 

Texto: Karine Gomes

Assessoria de Comunicação - Ascom/PMP

Em um anúncio surpreendente, o general Fernando Azevedo e Silva comunicou sua saída da pasta no início da tarde, sem explicar o motivo. Segundo apuração da BBC News Brasil, Bolsonaro pediu sua saída do cargo por estar insatisfeito com a falta de apoio das Forças Armadas a bandeiras do governo.

Azevedo é visto como um militar da ala mais moderada das Forças Armadas. Já de noite, o atual ministro da Casa Civil, general Walter Braga Netto, considerado mais alinhado com o presidente, foi anunciado como seu substituto.

Nesta terça (30/03), comandantes das três Forças Armadas — Edson Leal Pujol (Exército), Ilques Barbosa (Marinha) e Antônio Carlos Bermudez (Aeronáutica) — devem se reunir com Braga Netto, recém-alçado ao comando da Defesa por Bolsonaro. A expectativa é que eles discutam pontos de atrito da gestão do presidente na pandemia do novo coronavírus. A conversa deve se concentrar especialmente nas tensões entre o palácio do Planalto e governadores.

De acordo com diferentes analistas, é possível que um ou mais comandantes coloquem seus cargos à disposição, o que traria novos contornos à crise política.

Ainda nas mudanças promovidas na noite de segunda-feira, a Casa Civil passou para o comando do general Luiz Eduardo Ramos, que estava na Secretaria de Governo da Presidência da República. Esse ministério, por sua vez, será chefiado pela deputada Flávia Arruda (PL-DF), esposa do ex-governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda, condenado por corrupção — a nomeação abre espaço para o Centrão no coração do Palácio do Planalto.

Uma fonte com trânsito no Alto Comando das Forças Armadas afirma que o desgaste entre Bolsonaro e o agora ex-ministro Azevedo vem de longa data, principalmente devido à cobrança por parte do presidente de um "maior alinhamento" das Forças Armadas com seu projeto político.

"Azevedo e Silva não se propunha a ser uma correia de transmissão do que queria o presidente", afirmou a fonte.

Dois eventos recentes, no entanto, teriam sido a gota d'água que levaram à demissão do ministro da Defesa. O primeiro teria sido uma entrevista concedida pelo general Paulo Sérgio, chefe do Departamento-Geral do Pessoal do Exército ao jornal Correio Braziliense. Na entrevista, o general disse que o Exército já se prepara para uma terceira onda da covid-19. Bolsonaro teria pedido "a cabeça"do general, algo com que Azevedo e Silva não teria concordado, causando a demissão.

Um crescente isolamento do presidente também teria contribuído com a decisão de demitir Azevedo e Silva. A recente carta dos empresários e economistas com críticas à condução da pandemia e a resistência dentro do Congresso e do Judiciário a políticas do Executivo teriam feito, segundo essa fonte, com que Bolsonaro procurasse algum "respaldo nas Forças Armadas".

"Mais isolado, o presidente quer o apoio da espada, leia-se, do Exército", afirmou essa fonte que, no entanto, disse que tal atitude de Bolsonaro pode gerar alguma reação dentro das Forças Armadas.

"Isso vai aprofundar a crise, inclusive com os militares. Isso gera um efeito corporativo, de defesa da corporação", disse.

Riscos para democracia?

Com a saída de Azevedo, há a expectativa de que o comandante do Exército, Edson Pujol, também peça demissão. Segundo o professor Juliano Cortinhas, do Instituto de Relações Internacionais da Universidade de Brasília (UnB), ele também é visto como um militar mais moderado e sua troca seria "ainda mais preocupante que a de Azevedo".

Isso porque, no Brasil, o Ministério da Defesa até hoje não assumiu de fato o controle das Forças Armadas — na prática, são os comandos do Exército, da Marinha e da Aeronáutica que têm hierarquia sobre as tropas.

"Infelizmente, a gente não conseguiu implementar um controle democrático sobre as Forças Armadas do país (após a Ditadura Militar, encerrada em 1985). Então, a troca do Pujol, caso se concretize, me parece mais relevante nesse sentido de implementar uma visão menos institucional das Forças Armadas. O Ministério da Defesa não tem esse papel", disse Cortinhas.

A pasta da Defesa foi criada em 1999 e era tradicionalmente chefiada por ministros civis. Desde o governo Michel Temer (2016-2018), porém, passou a ser comandada por um militar.

A continuidade dessa prática no governo Bolsonaro, assim como a inclusão de milhares de militares em outros cargos civis, de ministérios a cargos de segundo e terceiro escalão, aumentaram as críticas sobre uso político das Forças Armadas.

Para Cortinhas, a troca de comando do Exército por um general mais alinhado a Bolsonaro seria um sinal ruim para democracia, considerando o perfil autoritário do presidente, que em toda sua vida política exaltou a Ditadura Militar.

"Nenhum militar é completamente moderado. Todos que estão nessas posições de comando são conservadores, mas muitos deles não querem o envolvimento das Forças Armadas em um projeto autoritário. Há outras que aceitariam esse papel", alerta.

"Um presidente autoritário, tendo no Ministério da Defesa, alguém como Braga Netto, por exemplo, que faz parte dessa vertente autoritária, tendo no Exército um comandante que aceita esse tipo de discurso, isso faz com que estejamos dando passou decisivos à quebra institucional e a implementação de um regime de exceção no país", disse ainda, sobre a possível troca no comando do Exército.

'Mesmo com Azevedo, institucionalidade estava comprometida'

Em sua nota de demissão, Azevedo destacou seu papel de preservação institucional das Forças Armadas: "Agradeço ao Presidente da República, a quem dediquei total lealdade ao longo desses mais de dois anos, a oportunidade de ter servido ao País, como Ministro de Estado da Defesa. Nesse período, preservei as Forças Armadas como instituições de Estado", dizia o comunicado.

Para Cortinhas, porém, ainda que Azevedo seja visto como mais moderado que outros generais, ele não cumpriu esse papel de proteger os militares do uso político.

"Eu interpretei esse trecho da nota mais como retórica porque ele de fato não manteve essa institucionalidade. Acho que ele foi um ministro da Defesa fraco", criticou.

"Quando o Bolsonaro disse 'minhas Forças Armadas', o 'meu Exército', se ele tivesse realmente mantido essa institucionalidade das Forças Armadas, ele teria feito ali uma declaração aberta e pública de que as Forças Armadas não eram do presidente", reforçou.

 

Fonte: Mariana Schreiber e Caio Quero / Da BBC News Brasil em Brasília e São Paulo

Na manhã de segunda-feira, 29, foi entregue a obra de ampliação da Ala Covid-19 do Hospital Geral de Parauapebas (HGP), fruto de mais uma parceria entre a Prefeitura de Parauapebas e a mineradora Vale para salvar vidas. No local, serão instalados 28 leitos de UTI exclusivos para tratamento de casos de Covid-19.

“O próximo passo agora é a instalação dos leitos de UTI nesse espaço, que devem entrar em funcionamento na primeira quinzena de abril. Este é mais um investimento importante no fortalecimento da nossa rede de saúde para salvar vidas. Importante destacar que esses leitos ficarão permanentes na estrutura hospitalar do município”, afirma Gilberto Laranjeiras, secretário de saúde.

Com a ampliação, a Ala Covid-19 do HGP passará a contar com 68 leitos, sendo 40 de enfermaria e 28 de UTI. O atendimento no local se mantém com a equipe do Instituto Acqua, que é responsável também pelo gerenciamento do setor. A contratação do instituto também é fruto de parceria da prefeitura com a Vale.

Sobre a obra

“A obra começou um mês atrás e foi entregue tempo recorde. O prazo de construção era de 45 dias e foi finalizada em 30 dias. A prefeitura elaborou o projeto da obra e deu suporte para a celeridade do serviço, tendo em vista a urgência do município em função do crescimento do número de casos”, detalha Wanterlor Bandeira, secretário de obras.

“Essa obra faz parte do pacote humanitário de ajuda aos municípios aqui da região para salvar vidas. A Vale tem contribuído bastante, ajudando com equipamentos e insumos. Mas, reforço a necessidade de praticarmos as medidas preventivas no cotidiano, a colaboração de todos é fundamental para vencermos essa pandemia”, afirma Luiz Veloso, gerente de relações institucionais da Vale.

 

Texto: Karine Gomes

Assessoria de Comunicação – Ascom/PMP

Sul e Sudeste do Pará

Loading
https://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink
https://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.galpogk-is-100.jpglink

Vídeos

FAMAP, a escolha inteligente
08 Julho 2019
Em parauaebas, aluno chamou a atenção dos vereadores, no momento em que fazia uso da tribuna. de Carajás O Jornal
18 Abril 2017
Alunos da Rede Estadual de Ensino, assistem aula no meio da rua em Parauapebas
13 Abril 2017
Novo Ministro do STF3
11 Fevereiro 2017
Tiroteio em Redenção deixa população assustada
01 Dezembro 2016
Nesse domingo os paraenses vivenciam o #CIRIO2016, a maior festividade Religiosa do Brasil
09 Outubro 2016
Dr. Hélio Rubens fala sobre o caso de corrupção na Câmara Municipal de Parauapebas
08 Outubro 2016
MARCHA PARA JESUS: Milhares de jovens nas ruas de Parauapebas
08 Outubro 2016
Corrupção é um problema de todos, você também pode combater!
06 Outubro 2016
Joelma agradece pela presença e participação em seu show na FAP 2016
12 Setembro 2016
Jake Trevisan agradecendo toda população de Parauapebas no Carajás O Jornal
06 Setembro 2016
Cantor Açaí no evento da Imprensa na FAP a pedido de Marola Show, canta para a Rainha, primeira e segunda princesa da FAP 2016.
01 Setembro 2016