×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 934
JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 932
Carajas o Jornal

Carajas o Jornal

Grêmio busca primeira vitória no Brasileiro diante do Ceará

Em busca da primeira vitória no Campeonato Brasileiro, o Grêmio enfrenta o Ceará neste domingo (19), às 19h, no Castelão.

O técnico Renato Gaúcho não terá a sua disposição Maicon e Luan, que, embora não estejam suspensos nem lesionados, não viajaram com a delegação para Fortaleza.

O Grêmio tem outros desfalques confirmados. Além do zagueiro Kannemann, que está suspenso após tomar o terceiro cartão amarelo, Bruno Cortez, Jean Pyerre, Diego Tardelli e Paulo Miranda ainda se recuperam de lesões.

O atacante Everton, que foi convocado nesta sexta para disputar a Copa América pela seleção brasileira, deve jogar neste domingo. Ele deve desfalcar o Grêmio em três jogos do Brasileiro: contra o Bahia, o Fortaleza e Botafogo.

Com apenas dois pontos conquistados, o tricolor gaúcho ocupava a 18ª colocação até o início desta quinta rodada.

Já o Ceará, que estreou no Brasileiro com uma goleada de 4 a 0 sobre o CSA, amarga uma sequência de três derrotas.

O técnico Enderson Moreira, que ficou um período afastado devido a uma dengue, diz se sentir culpado pelo mau desempenho do clube nas últimas rodadas.

"Tive um problema de saúde quando estava chegando ao clube, quando ia me adaptar ao clube e aos atletas. Por mais que a gente tenha um grupo de auxiliares, que são de extrema confiança, esse momento é rico para a gente conhecer o atleta, ver o comportamento do atleta em situações mais complicadas. Eu perdi quase dez dias nesse convívio direto", disse.

Sem grandes desfalques, o clube espera contar com a ajuda da torcida para vencer e se manter fora da zona de rebaixamento -com três pontos, o clube ocupava a 14ª colocação até o início da rodada.

CEARÁ

Diogo Silva; Samuel Xavier, Tiago Alves, Luiz Otávio, João Lucas; Fabinho, Pedro Ken, Thiago Galhardo; Leandro Carvalho, Bergson e Ricardo Bueno. T.: Enderson Moreira

GRÊMIO

Paulo Victor; Leonardo, Geromel, Michel (Rodrigues) e Capixaba; Rômulo (Michel), Matheus Henrique, Alisson, Thaciano e Everton; André. T.: Renato Gaúcho

Estádio: Castelão, em Fortaleza

Horário: 19h

Juiz: Igor Junio Benevenuto de Oliveira (MG)

Inter recebe o CSA por sequência positiva até a pausa do Brasileiro

 O Internacional recebe o CSA às 16h deste domingo (19), no estádio Beira-Rio, no primeiro confronto entre eles pelo Campeonato Brasileiro. Aliás, o histórico de ambos só registra dois encontros, pela Copa do Brasil de 1989 -com um empate e uma vitória colorada.

O reencontro após 30 anos terá as duas equipes ainda tentando engrenar na competição. Em quatro rodadas, o Inter intercalou derrotas -diante de Palmeiras e Chapecoense- com vitórias -contra Flamengo e Cruzeiro. Já o CSA vem de três empates seguidos e uma derrota na estreia.

O técnico colorado Odair Hellmann busca agora uma sequência vitoriosa, já visando a pausa para a Copa América. O Brasileiro terá partidas até 13 de junho, dia anterior ao início do torneio de seleções, e só será retomado em 14 de julho. Até a parada, o Inter enfrentará Bahia e Avaí em casa, além de Santos e Vasco fora.

"Temos conseguido bons resultados dentro de casa, mas não em partidas fora. Precisamos ter padrão para alcançarmos as vitórias e, assim, certamente estaremos bem na tabela de classificação na parada [para a Copa América]", projetou.

Contra os alagoanos, Odair não terá à disposição o volante Rodrigo Dourado, com dores no joelho esquerdo, e o meia Patrick, com lesão muscular na coxa esquerda -Nonato e Rodrigo Lindoso devem ocupar as vagas no time, respectivamente.

Já o CSA estará sem o atacante Robinho, com uma lesão muscular na coxa direita. No seu lugar, o técnico Marcelo Cabo deve escalar Matheus Sávio.

INTERNACIONAL

Marcelo Lomba; Zeca, Rodrigo Moledo, Víctor Cuesta e Iago; Rodrigo Lindoso, Edenílson, Nonato, D'Alessandro e Nico López; Paolo Guerrero. T.: Odair Hellmann

CSA

Jordi; Apodi, Gerson, Luciano Castán e Carlinhos; Naldo, Nilton, Didira, Madson e Matheus Sávio; Patrick Fabiano. T.: Marcelo Cabo

Estádio: Beira-Rio, em Porto Alegre

Horário: 16h deste domingo

Juiz: Rodrigo Carvalhães de Miranda (RJ)

Chape e Fortaleza tentam recuperação no Brasileiro após derrotas

Chapecoense e Fortaleza jogam por recuperação no Campeonato Brasileiro neste domingo (19), a partir das 16h, na Arena Condá. Na parte de baixo da tabela -com quatro e três pontos, respectivamente-, as duas equipes vêm de derrota na competição.

Pela quarta rodada, a Chape perdeu para o Flamengo, por 2 a 1, no Maracanã, enquanto o Fortaleza, apesar do bom volume de jogo, acabou derrotado pelo São Paulo, por 1 a 0, num Castelão montado para homenagear Rogério Ceni em seu reencontro com o ex-clube.

Ceni falou sobre recuperar os pontos perdidos, agora contra um adversário que avalia estar no mesmo patamar de sua equipe. "É uma concorrente direta nossa, então precisamos ir lá e trazer pontos de Chapecó", disse o treinador, que se mantém preocupado com a sequência de jogos da equipe.

Ele vai promover ao menos sete mudanças em relação ao time que empatou sem gols com o Athletico-PR na quinta (16), pela Copa do Brasil -Osvaldo, ainda dúvida por dores na panturrilha, pode ser a oitava alteração, no lugar de Marcinho.

A Chape também vai mudar. O técnico Ney Franco sinalizou o atacante Rildo e o volante Elicarlos nas vagas de Renato e Alan Ruschel, respectivamente. Sem contar com o lateral-direto Eduardo, o treinador ainda terá de optar entre Bryan e o recém-contratado Caíque Sá.

CHAPECOENSE

Tiepo; Caíque Sá (Bryan), Gum, Douglas e Bruno Pacheco; Elicarlos, Márcio Araújo e Augusto; Régis, Everaldo e Rildo. T.: Ney Franco

FORTALEZA

Felipe Alves; Tinga, Roger Carvalho, Juan Quintero, Carlinhos; Felipe, Juninho; Edinho, Osvaldo (Marcinho), Wellington Paulista e Kieza. T.: Rogério Ceni

Estádio: Arena Condá, em Chapecó (SC)

Horário: 16h deste domingo

Juiz: Thiago Duarte Peixoto (SP)

 

(Folhapress)

Para apostar na Mega-Sena

As apostas podem ser feitas até as 19h (de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país ou pela internet. A aposta mínima custa R$ 3,50.

Probabilidades

A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 3,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa.

Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 17.517,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa.

 

Fonte: G1

Entre 1º de janeiro e 28 de fevereiro, o Disque-Denúncia recebeu nada menos que 31 denúncias de violência contra a mulher em apenas dois municípios da região. Parauapebas, com 20 ocorrências, lidera este ranking vergonhoso. Marabá aparece em segundo lugar, com 11 notificações de violência. Esta é apenas uma amostra da triste realidade que cerca as mulheres na região. Às agressões verbais e físicas junta-se o assassinato de mulheres, que hoje é tipificado como feminicídio.

Foto: Reprodução

O vereador Rafael Ribeiro (MDB) atentou para a relevância do tema e para a necessidade de combater o feminicídio em Parauapebas. Por conta disso, Rafael apresentou à Câmara Municipal projeto de lei que estabelece o dia 11 de maio como Dia Municipal de Combate ao Feminicídio e à Violência contra a Mulher.

Em sua justificativa, Rafael Ribeiro lembra que o Brasil é o quinto colocado no vergonhoso ranking dos países com maior ocorrência de assassinatos de mulheres e que, em Parauapebas, cresce o número desse tipo de crime.
Para demonstrar a necessidade de lutar contra o feminicídio, Rafael cita o caso de Dayse Daiana Sousa e Silva, assassinada recentemente por seu companheiro, depois de ser cruelmente espancada. O vereador lembra também do assassinato de Ana Karina Guimarães, grávida de 8 meses, crime ocorrido em 2010 e até hoje sem julgamento dos acusados.

Rafael Ribeiro, durante a apresentação do projeto de lei, faz uma deferência especial ao Instituto Girassol que realizou recentemente a Caminhada Contra o Feminicídio em Parauapebas. “Ações como esta do Instituto Girassol nos alertam para a urgência em discutirmos formas de impedir o feminicídio e a violência doméstica contra a mulher, além de exigir a punição dos culpados. Não podemos adiar mais o enfrentamento dessa forma abusiva de violência”, diz Rafael.

“Grandes são os números dos casos registrados, sem contar os casos em que as mulheres não se sentem seguras para denunciar o agressor, e esse dia proposto vem não apenas simbolizar, mas intensificar a necessidade de conscientização da sociedade e mobilização dos agentes públicos para a garantia da segurança, igualdade e direitos das mulheres”, afirma o vereador Rafael Ribeiro no projeto de lei apresentado.

Pelo projeto de Rafael, no dia 11 de maio de cada ano, a Administração Municipal, com especial destaque para a área da Educação, deverá se empenhar para discutir formas de conscientizar a sociedade sobre a necessidade de evitar e coibir a prática do feminicídio e de outras formas de violência contra a mulher.

“Às vezes, a violência começa com agressões verbais, com a desqualificação da mulher. Logo evolui para as agressões físicas e alcança o nível de tragédia quando resulta na morte da vítima. É preciso que, além de punir com rigor os crimes, a gente se esforce para construir uma cultura de respeito entre os gêneros, permitindo que as eventuais divergências sejam resolvidas pelo diálogo. E isso só vamos conseguir criando uma consciência de paz que deve ser desenvolvida em toda a sociedade e, especialmente, nas escolas”, explica Rafael Ribeiro.

Além da participação do poder público, toda a sociedade civil deverá ser mobilizada no dia 11 de maio de cada ano para, através das mais diversas manifestações, dizer não à violência contra a mulher 
“Tenho certeza que os nobres vereadores que formam a Câmara Municipal de Parauapebas serão absolutamente sensíveis ao tema e aprovarão esse projeto, que visa proteger e amparar todas as mulheres de Parauapebas”, finaliza o vereador Rafael Ribeiro.

Chegou ao fim a vida de três assaltantes que estavam aterrorizando a cidade de Canaã dos Carajás, distante 66 quilômetros de Parauapebas. A Polícia Militar fez um cerco contra os elementos e após perceber que eles empunhavam armas de fogo, resolveu atirar no trio, que minutos depois evoluiu a óbito. A cena foi registrada na noite desta sexta-feira (17) por volta das 22 horas.

De acordo informações repassadas pela PM, os elementos eram especialistas em cometer assaltos, mas o foco principal era furtar caminhonetes.

Os três abordaram populares em uma distribuidora de bebidas próxima ao Atacadão Macre, no bairro Novo Horizonte, daquele município. Levaram alguns objetos, bem como a caminhonete de um dos clientes, que a polícia acredita que já estava sendo monitorado pelos larápios.

Por coincidência, passava naquelas proximidades uma viatura da Polícia Militar, que logo foi abordada por um dos assaltados que informou a direção que os malandros haviam tomado. “Fizemos a perseguição e logo encontramos a caminhonete abandonada, em seguida observamos um veículo velho na estrada do Projeto S11D e resolvemos o abordar usando a viatura com o giroflex ligado, porém, fomos recebidos a tiros e logo revidamos e conseguimos acertar os três bandidos, que ainda foram socorridos e levados ao hospital, mas não resistiram”, informou o cabo Kássio.

Na Delegacia de Polícia Civil, a Polícia Militar apresentou três revólveres que estavam em posse dos elementos, celulares, bem como tocas ninjas, usadas para esconder os rostos.

 

Fonte: papo carajás com Informações extraídas do Blog do Pedro Reis, Portal Canaã, com informações do Jamerson Santos

Na manhã desta sexta-feira (17), o governador do Estado, Helder Barbalho, reinaugurou a Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Manoel Lobato, em Primavera, região bragantina. A unidade de ensino foi reformada e ampliada com recursos de mais de R$ 1,7 milhão, que foram financiados pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (Bid).

Com 1.252 alunos, a escola atende estudantes do ensino fundamental, médio regular, Educação de Jovens e Adultos (EJA) e educação especial, sendo a mais importante da rede estadual localizada no município.

Após as obras de reforma e ampliação, a escola está totalmente modernizada com 11 salas de aula, salas de leitura, multiuso e de educação física, laboratório de informática e multidisciplinar, espaço de recreio coberto, cantina e secretaria. A unidade também conta com sala de diretoria e professores, sala de pedagogia, quadra poliesportiva, além de outros espaços de convivência. A escola passa a contar, também, com caixa d’água e quadra coberta.

A aluna Larissa Damasceno, do segundo ano do ensino médio, disse que a nova unidade está “linda, vai ajudar muito a gente e é um sonho realizado”.

A estudante contou que a escola antiga não tinha quadro, cadeira e a estrutura era insuficiente para o ensino. “É uma grande conquista e eu espero que os alunos respeitem esse local que o governador está entregando, pois só a gente que ganha. O passado ficou para trás, é tudo novo, tudo lindo”, afirmou.

A inauguração era muito esperada pela comunidade do município de Primavera. No ano passado, os alunos tiveram apenas 80 dias letivos, menos de 50% do tempo pedagógico necessário, em função das obras. Agora, um plano de reposição de aulas referente aos meses de março e abril vai ser colocado em prática.

Para a prefeita de Primavera, Renata Sousa, a entrega da escola, devidamente reformada, “foi um grande passo que o governador deu para os alunos do município, já que esse era um dos principais anseios da comunidade, e sonho de pais e alunos da Manoel Lobato”.

 

(Diário do Pará)

Pelas ruas de Canaã dos Carajás, centenas de pessoas, entre alunos de escolas municipais, servidores públicos e cidadãos, participaram de uma caminhada contra a violência sexual infantojuvenil. O ato é parte da campanha “Faça Bonito”, que é realizada em Canaã pelo Conselho Municipal da Criança e do Adolescente (CMDCA) e pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Semdes), com o apoio do Creas, Cras e Conselho Tutelar.

A caminhada é uma iniciativa em alusão ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, comemorado no dia 18 de maio. O ato, que tem como principal meta chamar a atenção da sociedade para o tema, teve início no canteiro central da avenida Weyne Cavalcante, percorreu as avenidas Pioneiros e Rio Branco e foi finalizado na Praça da Bíblia, no bairro Novo Horizonte.

Presidente do CMDCA, Joatan Júnior falou sobre a importância da caminhada. “Nós temos o objetivo de proteger e garantir os direitos da criança e do adolescente no município. Essa é a data escolhida em todo o Brasil para que a gente combata esse tipo de crime e sensibilize a sociedade sobre essa questão.”

O secretário de Desenvolvimento Social, Ronaldo Araújo, lembrou que a sociedade precisa estar em alerta para a violência contra menores. “Hoje não é um evento festivo, mas sim uma data em que se lembra a necessidade de um combate ainda mais ferrenho contra esse crime brutal, que é o abuso sexual contra as crianças. A sociedade precisa estar ainda mais atenta para essa questão.”

Na chegada, já na Praça da Bíblia, várias apresentações culturais aconteceram em alusão ao tema. Entre as atrações, alunos de projetos sociais de Canaã interpretaram clássicos da música brasileira.

O secretário Ronaldo destacou ainda o número para denúncias desta modalidade criminal. “É possível proteger as nossas crianças. Para tanto, disque 100 e denuncie pessoas que cometam essa atrocidade. Vamos nos unir enquanto sociedade e garantir um futuro melhor para estes jovens.”

 

(Fotos: Jefferson Almeida)

O pedido do novo concurso do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) deve ser encaminhado ao Ministério da Economia até o próximo dia 31. A expectativa é de que seja pelo menos para 1.888 oportunidades, como no último requerimento.

Do total de vagas pedidas na ocasião, 759 destinavam-se à carreira de técnico administrativo, 832 para analista ambiental e 297 para analista administrativo.

Para concorrer aos cargos de analista ambiental e analista administrativo deve-se ter nível superior completo, enquanto a colocação de técnico administrativo aceita profissionais com apenas ensino médio.

Em último levantamento, de agosto de 2018, foi apontado que existe um déficit de 3.640 vagas entre o seu quadro de pessoal e os do Instituto Chico Mendes e Ministério do Meio Ambiente. Dessas chances 1.762 são para o ensino médio, enquanto as demais 1.878 destinam-se a cargos para formação superior completa.

A seleção anterior para analista ambiental do Ibama foi aberta em 2012, anunciando uma oferta de 108 vagas, sendo 45 na área de licenciamento ambiental no Distrito Federal, 15 em licenciamento ambiental no Rio de Janeiro, 27 em monitoramento, regulação, controle, fiscalização e auditoria ambiental no Distrito Federal e 21 em gestão, proteção e controle da qualidade ambiental no Distrito Federal. Ao todo, 16.290 pessoas se inscreveram
para o processo seletivo.

Já para analista administrativo, o último certame foi realizado em 2013, para preenchimento de 61 postos, distribuídos da seguinte forma: Acre (2 vagas), Amapá (2), Amazonas (3), Bahia (1), Distrito Federal (27), Espírito Santo (1), Maranhão (1), Mato Grosso (3), Mato Grosso do Sul (2), Minas Gerais (2), Pará (2), Paraná (2), Piauí (1), Rio Grande do Sul (1), Rondônia (2), Roraima (2), Santa Catarina (2), São Paulo (1), Sergipe (2) e Tocantins (2).

O processo seletivo registrou 43.533 candidatos. Os dois concursos foram organizados pelo Cespe/UnB.

 

(DOL-Com informações do Jornal dos Concursos)

Nas próximas semanas e meses, a Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado do Pará (Susipe) deve publicar portarias para regulamentar a rotina dentro das unidades prisionais.

O foco dessa medida é aumentar a segurança, tanto dos servidores quanto dos visitantes e dos próprios internos, ao criar protocolos que deverão ser adotados integralmente em todas as penitenciárias.

A primeira foi publicada em 9 de maio e tratou sobre visitas, com redução de três para uma por semana. A próxima tem publicação prevista para a semana que vem e determina regras do que poderá ou não entrar no ambiente prisional.

No sistema penitenciário, de onde já foi identificado o envio de ordens para que crimes fossem cometidos fora do cárcere contra policiais e civis, será publicada uma portaria com várias restrições, dentro do que a Lei Penal permite.

As ações são reforçadas nas cadeias para diminuir a violência e combater o crime organizado. O conjunto de novas normas que devem entrar em vigor visa justamente diminuir e acabar com esse quadro.

De acordo com a diretora de execução criminal da Susipe, Fernanda Souza, a portaria geral que determinava essas regras está defasada e, na prática, cada unidade estava agindo à sua própria forma.

“As portarias vão regulamentar, criar um protocolo comum, uma necessidade que já havia sido detectada. Nos baseamos inclusive em regulamentações já adotadas por outros estados”, explica.

CLAREZA

A portaria que está sendo construída pretende restringir a entrada de alguns alimentos, e todos os permitidos devem estar dentro de sacolas transparentes, para que possam ser verificados da melhor forma, dentre outras restrições.

Em seguida, deve ser elaborada uma portaria tratando sobre as regras para captação de imagens (fotos e vídeos) dentro das penitenciárias. “Tudo isso, além de tentar acompanhar as novas políticas criminais, vem respaldar também o acesso dos visitantes e tentar impedir possíveis facilitações”, diz.

A atuação da Susipe faz parte de um pacote de medidas anunciado pelo Governo do Estado destinado a prevenir crimes contra agentes de segurança pública.

“O Estado não recuará. Nós estabelecemos, vamos fortalecer e cumprir ações para manter a ordem. Agiremos estrategicamente para identificar e punir os envolvidos”, garantiu o governador Helder Barbalho, ontem de manhã, em reunião realizada para discutir o tema.

OUTRAS MEDIDAS

Há pouco mais de três semanas, 25 líderes de facções criminosas paraenses foram transferidos para a custódia do Sistema Penitenciário Federal, por meio da operação Êxodo, realizada pela própria Susipe, com o objetivo de enfraquecer o crime organizado.

Simultaneamente, ações de revista e demais medidas continuam sendo intensificadas nos presídios paraenses.

 

(Diário do Pará)

No Estado do Pará, haviam 3,4 milhões de pessoas ocupadas no primeiro trimestre de 2019, resultado sem grande variação na comparação com o trimestre anterior (74 mil pessoas ocupadas a menos).

O nível de ocupação (proporção de pessoas ocupadas na população de 14 anos ou mais de idade) registrado foi de 51,8%, apresentando leve queda frente ao trimestre anterior (53%) e estabilidade na comparação com o mesmo período no ano passado (51,4%).

O Pará ocupa a 10ª posição no ranking dos estados brasileiros considerando o tamanho da população ocupada. São Paulo aparece em primeiro lugar, com 22,1 milhões de pessoas, e Roraima em último, com 218 mil pessoas.

A pesquisa mostra que a maioria das pessoas ocupadas estava inserida nos setores ligados ao comércio (731 mil pessoas),
administração pública (584 mil pessoas) e agricultura (563 mil pessoas).

CARTEIRA ASSINADA

Os setores que absorveram menor número de pessoas foram alojamento e alimentação (188 mil pessoas), informação e atividades financeiras (178 mil pessoas) e transportes e correio (172 mil pessoas).

No primeiro trimestre de 2019, o número de empregados no setor privado sem carteira assinada foi de 558 mil pessoas, o que representava 46,4% dos empregados desse setor, uma das maiores proporções registradas no país, perdendo apenas para o Maranhão (49,5%) e Piauí (47,8%).

Os 3,4 milhões de pessoas ocupadas no primeiro trimestre de 2019 no Pará estavam distribuídos em 55,4% de empregados, 4,1% de empregador, 35,1% de trabalhadores por conta própria e 5,4% de trabalhadores auxiliares.

Por unidades da federação, os maiores percentuais de trabalhadores por conta própria foram do Amazonas (35,5%), Pará (35,1%) e Amapá (33,8%), enquanto os menores ficaram com o Distrito Federal (19,6%), São Paulo (21,4%)
e Santa Catarina (21,6%).

 

(Diário do Pará)

 

 

 

A Agência Nacional de Mineração (ANM) interditou ontem (17) as atividades do complexo minerário Gongo Soco, no município de Barão de Cocais (MG). A medida foi tomada devido a possibilidade de rompimento do talude da barragem Sul Superior da Vale. A barragem é do mesmo tipo da que se rompeu em Brumadinho em 25 de janeiro.

De acordo com a ANM, a partir de agora, até o talude da cava da mina romper, só poderão ser realizadas as operações seguras para recuperar a estabilidade das estruturas. “O talude da cava vai se romper com a gravidade, isso é um fato. O que estamos fazendo agora é minimizando os riscos, evitando que pessoas transitem dentro da cava ou que sejam atingidas”, diz o diretor da ANM, Eduardo Leão.

A ANM também notificou a Vale e determinou que a empresa tome uma série de providências emergenciais, entre elas estão a suspensão imediata do tráfego do trem de passageiros no trecho do viaduto localizado à jusante da cava, monitoramento por vídeo em tempo real das barragens e também a apresentação de estudo de comportamento da possível onda gerada pelo rompimento do talude norte.

Desde 2016, a cava e todas as obras já estavam paralisadas. Segundo a ANM, o risco de rompimento é do talude da cava e não a barragem, que fica a 1,5 km de distância da cava. A Agência disse que a preocupação é que a vibração gerada pelo rompimento do talude influencie na segurança da barragem Sul Superior.

"Caso a vibração do impacto não chegue à barragem, a estrutura se manterá na condição atual, mas existe a possibilidade da ruptura ficar restrita ao interior da cava e não extravasar o material dentro dela (água e sedimentos)", informou a Agência Nacional de Mineração.

Caso haja rompimento da barragem, a ANM avalia que a onda de inundação chegaria em Barão de Cocais em cerca uma hora. A zona de auto salvamento – área onde não é possível realizar resgate imediato pela Defesa Civil –  já foi evacuada desde fevereiro.

Recomendações

Com a iminente ruptura do talude da cava, o Ministério Público de Minas Gerais recomendou ontem (16) que a Vale comunique, por meio de carros de som, jornais e rádios, informações claras, completas e verídicas sobre a atual condição estrutural da Barragem Sul Superior. Também orientou o fornecimento de apoio logístico, psicológico, médico para moradores de Barão de Cocais e das vizinhas Santa Bárbara e São Gonçalo do Rio Abaixo.

A mineradora também recebeu notificação da ANM para adoção de providências emergenciais. Entre elas, foi interditado parcialmente o tráfego do trem de passageiros da linha férrea Vitória/Minas. O trecho entre Belo Horizonte e Barão de Cocais foi desativado e a mineradora está disponibilizando sem custos adicionais um ônibus alternativo para esta parte da viagem.

A Vale informa que a Mina de Gongo Soco está sendo monitorada 24 horas por dia de forma remota, com o uso de radar e estação robótica capazes de detectar movimentações milimétricas da estrutura, além de sobrevoos com drone. "O vídeo-monitoramento é feito em tempo real pela sala de controle", acrescenta a mineradora.

Evacuação

A barragem Sul Superior é uma das mais de 30 estruturas da Vale que foram interditadas após a tragédia de Brumadinho (MG), ocorrida em 25 de janeiro. Em diversos casos, a interdição foi acompanhada da evacuação das zonas de autossalvamento, isto é, aquelas áreas que seriam alagadas em menos de 30 minutos ou que estão situadas a uma distância de menos de 10 quilômetros. Atualmente, mais de mil pessoas estão fora de suas casas em todo o estado.

Barão de Cocais é o município com o maior número de casas evacuadas. A evacuação teve início no dia 8 de fevereiro quando a barragem Sul Superior atingiu o nível 2 e as famílias foram levadas para quartos de pousadas e hotéis custeados pela Vale. Em 22 de março, a barragem Sul Superior se tornou a primeira a atingir o nível 3, que é considerado o alerta máximo e significa risco iminente de rompimento. Desde a tragédia de Brumadinho, quatro barragens da Vale em Minas Gerais alcançaram esse alerta máximo.

De acordo com a Defesa Civil de Minas Gerais, 443 moradores da zona de autossalvamento deixaram suas residências. No dia 25 de março, um treinamento envolveu mais de 3,6 mil pessoas que vivem em áreas secundárias que seriam atingidas. Um novo simulado será realizado neste sábado (18).

 

Fonte: Agência Brasil

Sul e Sudeste do Pará

Loading
https://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink
https://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.galpogk-is-100.jpglink

Vídeos

FAMAP, a escolha inteligente
08 Julho 2019
Em parauaebas, aluno chamou a atenção dos vereadores, no momento em que fazia uso da tribuna. de Carajás O Jornal
18 Abril 2017
Alunos da Rede Estadual de Ensino, assistem aula no meio da rua em Parauapebas
13 Abril 2017
Novo Ministro do STF3
11 Fevereiro 2017
Tiroteio em Redenção deixa população assustada
01 Dezembro 2016
Nesse domingo os paraenses vivenciam o #CIRIO2016, a maior festividade Religiosa do Brasil
09 Outubro 2016
Dr. Hélio Rubens fala sobre o caso de corrupção na Câmara Municipal de Parauapebas
08 Outubro 2016
MARCHA PARA JESUS: Milhares de jovens nas ruas de Parauapebas
08 Outubro 2016
Corrupção é um problema de todos, você também pode combater!
06 Outubro 2016
Joelma agradece pela presença e participação em seu show na FAP 2016
12 Setembro 2016
Jake Trevisan agradecendo toda população de Parauapebas no Carajás O Jornal
06 Setembro 2016
Cantor Açaí no evento da Imprensa na FAP a pedido de Marola Show, canta para a Rainha, primeira e segunda princesa da FAP 2016.
01 Setembro 2016