Denúncia pede afastamento de vereadores do G8 Destaque

A denúncia foi apresentada por Robson Cunha do Nascimento. A denúncia foi apresentada por Robson Cunha do Nascimento.

Alegando Quebra de Decoro, foi pedido, na Câmara Municipal de Parauapebas, a cassação dos mandatos de oito vereadores. Trata-se dos parlamentares que compõem o bloco de oposição conhecido como G8: Bruno Leonardo Soares (PP); José Arenes Souza (PT); Eliene Soares Souza da Silva (PT); João Assi (SD); José Francisco do Amaral Pavão (SD); Luzinete Rosa Batista (SD); Josineto Feitosa de Oliveira (SD); Moacir Agnelo Borges Segundo (SD).

A denúncia foi apresentada por robson Cunha do Nascimento; ele é um cidadão com domicílio eleitoral em Parauapebas onde exerce a função de advogado e diz não admitir a postura tomada pelos citados na denúncia na Sessão Parlamentar ocorrida no dia 3 de março deste ano quando reabriram uma sessão já encerrada pelo presidente daquela Casa de Leis, vereador Ivanaldo Brás, e votaram o pedido de afastamento do prefeito Valmir Queiroz Mariano, gerando um Decreto seguido da posse da vice prefeita, Maria Ângela da Silva.

“Naquela Sessão foi tratada toda a pauta que estava legalmente na Ordem do Dia. E em seguida os vereadores, ora denunciados, em total afronta à normas que regem o decoro parlamentar, em procedimentos totalmente incompatíveis com o exercício do mandato parlamentar, iniciaram a leitura da denúncia ao norte mencionada, o que foi indeferido, haja vista que a manifestação do então Representante estava sob a análise da assessoria jurídica, procedimento este em total sintonia da Lei Orgânica Municipal fixa o prazo de cinco dias para que se proceda a leitura naquele momento exigida”, narra o denunciante no processo.

Consta ainda na denúncia que além da tentativa de subverter a ordem praticada pelos vereadores ora denunciados, os mesmos passaram a agredir verbalmente a mesa a mesa diretora da Câmara de vereadores, chegando ao absurdo de incitar a população presente no plenário, promovendo com isso tumulto e desrespeito às normais que regem os trabalhos em plenário, ferindo frontalmente o que dispõe o inciso III do artigo 264 do Regimento Interno da Câmara de Vereadores de Parauapebas, atraindo em desfavor dos mesmos a aplicação das normativas que punem os atos que atentem contra o decoro e o bom funcionamento da Câmara de Vereadores.

A denúncia será apresentada e votada na Câmara Municipal, mas como os denunciados é maioria não deverá passar, mas o denunciante diz que recorrerá à justiça para atingir seu intente.

“Rasgaram, com suas ações, o a lei Orgânica do Município e o Regimento Interno da Câmara”, denuncia Robson Cunha.

 

Por: Francesco costa 

Avalie este item
(0 votos)

Sul e Sudeste do Pará

Loading
https://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink
https://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.galpogk-is-100.jpglink

Vídeos

FAMAP, a escolha inteligente
08 Julho 2019
Em parauaebas, aluno chamou a atenção dos vereadores, no momento em que fazia uso da tribuna. de Carajás O Jornal
18 Abril 2017
Alunos da Rede Estadual de Ensino, assistem aula no meio da rua em Parauapebas
13 Abril 2017
Novo Ministro do STF3
11 Fevereiro 2017
Tiroteio em Redenção deixa população assustada
01 Dezembro 2016
Nesse domingo os paraenses vivenciam o #CIRIO2016, a maior festividade Religiosa do Brasil
09 Outubro 2016
Dr. Hélio Rubens fala sobre o caso de corrupção na Câmara Municipal de Parauapebas
08 Outubro 2016
MARCHA PARA JESUS: Milhares de jovens nas ruas de Parauapebas
08 Outubro 2016
Corrupção é um problema de todos, você também pode combater!
06 Outubro 2016
Joelma agradece pela presença e participação em seu show na FAP 2016
12 Setembro 2016
Jake Trevisan agradecendo toda população de Parauapebas no Carajás O Jornal
06 Setembro 2016
Cantor Açaí no evento da Imprensa na FAP a pedido de Marola Show, canta para a Rainha, primeira e segunda princesa da FAP 2016.
01 Setembro 2016