SORRI- PARAUAPEBAS em defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente de Parauapebas Destaque

. Reunião com a rede de proteção da criança  e do adolescente de Parauapebas . Reunião com a rede de proteção da criança e do adolescente de Parauapebas

A SORRI-PARAUAPEBAS vem desenvolvendo desde julho de 2015, o projeto: “Crianças e adolescentes, após às 23h30, em bares, shows ou similares, mesmo acompanhados dos pais ou responsáveis legais é violação de direitos”. Este projeto de demanda induzida trata-se de uma parceria entre o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente de Parauapebas (COMDCAP), e financiamento do Fundo Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente de Parauapebas (FUMDCAP).

 

O projeto tem como objetivo orientar proprietários de bares, casas de espetáculos e shows, pais e comunidade em geral, através de ações educativas de sensibilização, sobre a ameaça ou violação dos direitos da criança e do adolescente, por estarem em lugares e horários indevidos, mesmo estando em companhia dos pais ou responsável legal segundo a Portaria nº 001/2010, da Vara da Infância e Juventude da Comarca de Parauapebas, do Tribunal de Justiça do Estado do Pará, com base nos artigos 70 e 71 do Estatuto da Criança e do Adolescente – ECA (Lei 8.069/90) e outras regulamentações em vigência, que disciplinam a participação de crianças e adolescentes em espetáculos públicos e seus ensaios, bem como a permanência dos mesmos em bares e casas de shows após as 23h30.

 
Assim a SORRI-APARAUAPEBAS propõe a execução deste projeto, cumprindo uma de suas funções estatutárias (Art. 3º), no que se refere à violação de direitos, especialmente nos casos sociais, compreendidos como situações de vulnerabilidade social.

 

A equipe vem realizando campanhas, palestras, divulgação na mídia em jornais impresso e panfletos informativos em prol da garantia de direitos da criança e do adolescente, identificando crianças e adolescente que estejam frequentando esses lugares e informar ao COMDCAP, ao Conselho Tutelar e demais órgãos competentes, para averiguar o caso e comunicá-lo a família, tendo ainda a responsabilidade de fazer um levantamento sobre o número de crianças e adolescentes que se encontram em ameaça e violação de direito.

 Fonte: Sorri 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Avalie este item
(0 votos)

Sul e Sudeste do Pará

Loading
https://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink

Vídeos

FAMAP, a escolha inteligente
08 Julho 2019
Em parauaebas, aluno chamou a atenção dos vereadores, no momento em que fazia uso da tribuna. de Carajás O Jornal
18 Abril 2017
Alunos da Rede Estadual de Ensino, assistem aula no meio da rua em Parauapebas
13 Abril 2017
Novo Ministro do STF3
11 Fevereiro 2017
Tiroteio em Redenção deixa população assustada
01 Dezembro 2016
Nesse domingo os paraenses vivenciam o #CIRIO2016, a maior festividade Religiosa do Brasil
09 Outubro 2016
Dr. Hélio Rubens fala sobre o caso de corrupção na Câmara Municipal de Parauapebas
08 Outubro 2016
MARCHA PARA JESUS: Milhares de jovens nas ruas de Parauapebas
08 Outubro 2016
Corrupção é um problema de todos, você também pode combater!
06 Outubro 2016
Joelma agradece pela presença e participação em seu show na FAP 2016
12 Setembro 2016
Jake Trevisan agradecendo toda população de Parauapebas no Carajás O Jornal
06 Setembro 2016
Cantor Açaí no evento da Imprensa na FAP a pedido de Marola Show, canta para a Rainha, primeira e segunda princesa da FAP 2016.
01 Setembro 2016