A Educação de Parauapebas teve mais uma grande conquista. Na tarde de ontem, quinta-feira (10), a Prefeitura, a Vale e a Universidade do Estado do Pará (Uepa) assinaram convênio de cooperação visando a implantação de mais um Campus universitário no município. Depois da construção da Universidade Rural da Amazônia (Ufra) em 2014, agora é a vez da Uepa.

 O evento, que ocorreu no auditório da Prefeitura, contou com a participação de representantes estudantis, de instituições de ensino públicas municipais e estaduais e particulares, cursinhos e universidades. Além do vice-governador do Estado do Pará, Zequinha Marinho, participaram da cerimônia, o reitor da Uepa, Juarez Antônio Simões Quaresma; o diretor de Operações Ferrosos Norte da Vale, Paulo César Horta Moreira; o prefeito, Valmir Queiroz Mariano; a secretária de Educação, Leila Lobato, entre outras autoridades.

 Para o prefeito Valmir Mariano, a assinatura do convênio representa a realização de um sonho. “Estamos realizando um grande sonho, talvez o mais significativo desses três anos de trabalho. O que estamos fazendo no município é dando mais um salto qualitativo e quantitativo”. Ele também ressaltou o quanto tem buscado melhorias para a educação municipal: “Não vejo outra forma de desenvolver o município que não seja através da educação, por isso, tenho investido significativamente nessa área”.

 O reitor da Uepa, Juarez Antônio Simões Quaresma, parabenizou o governo municipal pelo bom trabalho desenvolvido na área educacional. “É muito bom ver uma administração municipal cuidando muito bem da educação de seu povo, tanto na educação básica quanto superior”. O reitor também falou o quanto a Universidade está preparada para atender bem as suas demandas. “40% do nosso quadro de professores são doutores e até o final da gestão serão 60%”.

 Já o vice-governador, Zequinha Marinho, falou da importância dos jovens terem acesso à educação próximo de suas casas e agradeceu a gestão municipal pela conquista.  “Agradeço ao prefeito e a secretária, por lutarem incansavelmente por essa causa. Tenho orgulho em dizer que chegou o dia mais esperado por todos os jovens e estudantes deste município, a partir de agora, com a assinatura deste convênio, a Uepa será instalada em Parauapebas”.

 INVESTIMENTOS

 Serão destinados 20 milhões para a execução do projeto. O investimento será feito pela Vale, por meio do projeto Ramal Ferroviário. Caberá também à mineradora acompanhar a execução das obras. Já a Prefeitura ficará responsável pela elaboração do projeto executivo, juntamente com a Uepa, como também, pela aquisição da área, de 30 mil metros quadrados, além da coordenação e execução das obras.

 O Diretor de Operações Ferrosos  Norte da Vale, Paulo César Horta Moreira, mencionou o quanto a Vale tem contribuído com o desenvolvimento do município. “Este convênio é mais uma demonstração do compromisso da Vale com Parauapebas, que vem atender não somente um anseio antigo da juventude, como também, preencher uma lacuna importante na área educacional e somar ao importante trabalho desenvolvimento pelo município”.

 CURSOS PREVISTOS

 A secretária de Educação, Leila Lobato, falou sobre a importância de oferecer mais oportunidades de ensino superior no município, para que a cidade se torne um polo educacional e citou os primeiros cursos que estão previstos com a implantação do campus.

 Segundo ela, devem ser implantados inicialmente os cursos de licenciatura em Letras com Habilitação em Libras, Matemática, Ciências da Religião e Música; Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Design com Habilitação em Projetos do Produto, Fisioterapia e Enfermagem.

 “É importante ressaltar que Música é um novo componente da estrutura Curricular do ensino fundamental, de acordo com a legislação nacional, e queremos capacitar profissionais para atuarem na área”. Para a gestora, o campus trará muitas outras possibilidades. “Com o funcionamento da Uepa vai ser mais fácil conquistarmos outros cursos superiores, pós-graduações, mestrados e, quem sabe, doutorados”.

Texto: Messania Cardoso/Ascom

 

“Tenho 30 anos que moro em Parauapebas e em todos esses anos vi muitos governos passarem, mas nenhum deles com o compromisso que o Sr. Valmir Mariano tem com essa cidade. Só não vê quem não quer, porque estão aí obras pra todo mundo ver”, essas foram as palavras do pastor Edvaldo Alves, durante a cerimônia de inauguração da duplicação da PA-160, que aconteceu na tarde desta quinta-feira (10).

Ao lado de vereadores, secretários municipais, do vice-governador, Zequinha Marinho, e de outras autoridades, o prefeito Valmir Mariano entregou à comunidade a nova via. Rogério Bogéa, que mora há sete anos no bairro Casas Populares II, uma das localidades beneficiadas com a duplicação, lembra do antes e depois da obra. “Antes, aqui era perigoso e escuro. Já cheguei a perder um amigo, vítima de acidente de carro. Agora, a PA é larga, bem sinalizada e iluminada. Está muito mais segura”, garantiu Rogério.

O presidente da Câmara Municipal de Parauapebas, o vereador Ivanaldo Braz, falou de outra obra que considera a mais bonita do país, o Residencial Alto Bonito. Ele recordou como o lugar era antes da gestão do prefeito Valmir Mariano. “Quem não lembra como era? Não era lugar para pessoas, mas infelizmente tinha gente morando, porque não tinha condição de sair dali. Só em três anos, tiramos mais de 5 mil famílias que moravam em favelas e palafitas. O Valmir parou as invasões, mas entregou casas a quem precisava”, relatou Braz.

O secretário de Obras, Plácido Faria, parabenizou todos os envolvidos nos trabalhos da duplicação da PA, que agora conta também com ciclovia, iluminação, calçadas, radares eletrônicos, canteiro central, rotatórias e acostamento. “Ressalvo que o comprometimento, o profissionalismo e a dedicação de toda equipe desta gestão só vem fortalecer a certeza de que quando se trabalha sério, o resultado sempre vem”, afirmou o gestor.

Já o prefeito Valmir Mariano adiantou as obras que serão inauguradas e lançou um desafio ao público presente. “Construímos 17 escolas e reformamos muitas outras. Entregamos uma das melhores UPAs do Brasil e também estamos com um Centro de Especialidades e ainda temos o prolongamento da Rua E, a duplicação da Faruk Salmen e o Residencial Alto Bonito. Foram mais de 260 em três anos. Some as obras dos últimos 16 anos, de governos anteriores, e compare. Se eu perder, entrego o mandato”, concluiu.

Texto: Anderson George

 

Na terça-feira, 08, acontece a abertura do 26º Encontro da Mulher de Parauapebas, às 8h, na Câmara Municipal. A programação marca o Dia Internacional da Mulher com homenagens e curso Coaching para Mulheres, uma palestra motivacional, que será ministrada pela especialista em gestão de pessoas, Roberta Monzini. As vagas são limitas e as inscrições gratuitas podem ser feitas até dia 07, na Secretaria Municipal da Mulher (Semmu), localizada no prédio administrativo da Prefeitura, de 8h às 14h.

 A programação do 26º encontro, que este ano traz como tema “Mulher Contemporânea: Conquistas e Desafios”, segue até dia 03 de abril. Dentre as atividades estão a eleição do Conselho da Mulher, passeio ciclístico, VI Olimpíada da Mulher, Oficinas, ação solidária, a tradicional gincana entre equipes, Marcha das Mulheres e shows.

O Encontro da Mulher é um evento tradicional e já faz parte do calendário cultural da cidade. A realização é da Prefeitura de Parauapebas, por meio da Semmu e Conselho Municipal dos Direitos da Mulher de Parauapebas.

 Programação detalhada:

 

Dia

Atividade

Horário

Local

08/03

  • Comemoração alusiva ao dia Internacional da Mulher em parceria com o CTRH

 

8h às 10h

Câmara Municipal

  • Curso Coaching para Mulheres (palestra motivacional)

Palestrante: Roberta Monzini

Formada em Gestão de Pessoas

10h às 12h30

  • Eleição do Conselho da Mulher

14h

19/03

  • Passeio Ciclístico

7h às 10h

Praça de Eventos

  • Abertura oficial da VI Olimpíada da Mulher

10h

Ginásio

Poliesportivo

  • Realização dos Jogos

11h às 22h

20/03

  • Continuidade dos Jogos

8h à 16h

22/03

  • Oficina da Campanha SEMMU/SEMSA

08h às 12h

Centro de Referência para Mulheres

23/03

  • Campanha de mobilização no combate ao Aedes Aegypti (SEMMU / SEMSA e líderes de equipe)

8h às 12h

Complexo

De cada equipe

29/03

  • Campanha Ação Solidária em prol das mães soropositivas/CTA /Amigos para sempre

8h às 18h

 

Centro de Referência para Mulheres

02/04

  • Marcha

16h às18h

 

Praça de Eventos

(Cidade Nova)

  • Stand  de exposição de artes alegóricas  das equipes

18h às 19h

  • Apresentações culturais no palco

       19h às 21h

  • Apresentação gospel das equipes
  • Show gospel
  • Encerramento

21h-22h

22h

00h

03/04

  • Apresentações culturais das Equipes
  • Resultado final e premiações
  • Show nacional

19h

21h

22h30

 

 A Prefeitura de Parauapebas fará a convocação dos 219 candidatos classificados no concurso de 2014, completando, assim, 100% da lista de convocação dos classificados por meio do certame, que ofertou 1.109 vagas para cargos de nível fundamental e médio para formação do quadro de pessoal da administração municipal.

 O prefeito Valmir Mariano compareceu prontamente ao Ministério Público Estadual na tarde dessa quarta-feira (2) para reforçar ao promotor, Hélio Rubens, que o Termo de Ajuste de Conduta (TAC) será cumprido. “Tivemos algumas dificuldades administrativas e burocráticas e, por isso, não conseguimos realizar a convocação até a data prevista [29 de fevereiro]. Mas já estamos resolvendo tudo para concluir o processo de convocação desses novos servidores”, destacou o chefe do executivo.

 “O prefeito justificou a questão do prazo e garantiu que a convocação sairá dentro de duas semanas. Isso é um ganho para a população e, em especial, para os servidores”, destacou o promotor Hélio Rubens.

Fonte: ASCOMPMP

Desde que a música “Pelados em Santos”, dos Mamonas Assassinas, foi lançada, em 1995, a Brasília amarela tornou-se um símbolo da banda morta há 20 anos em um acidente aéreo na Serra da Cantareira, em Guarulhos, na Grande São Paulo. O veículo original, comprado na época pelo vocalista Dinho, foi leiloado, depois abandonado, e finalmente virou sucata. Há quatro meses, porém, a família do cantor resgatou o veículo e aproveitou as peças para recriar o carro amarelo em um chassis de outra Brasília.

Na canção, um dos principais sucessos da banda, Dinho cantava: "Minha Brasília amarela tá de portas abertas pra mode a gente se amar pelados em Santos".

Meses depois do acidente fatal, ocorrido em 2 de março de 1996, o veículo foi leiloado em um programa de televisão. “Arrecadamos R$ 96 mil”, afirmou Hildebrando Alves, de 68 anos, o pai de Dinho. O veículo foi levado ao Rio de Janeiro. Anos depois, a Brasília foi apreendida em uma blitz por causa de problemas em sua documentação e foi parar em um ferro-velho. “Ficou dez anos parada lá.”

Um sobrinho de Hidelbrando decidiu, por curiosidade, procurar o carro do primo. Após pesquisas nos bancos de dados de Departamentos de Trânsito, ele localizou a Brasília e conseguiu reavê-la. Ou melhor, parte dela. O tempo fez com que a lataria enferrujasse e o estofado apodrecesse.

 Há cerca de quatro meses, a família de Dinho conseguiu comprar o veículo e iniciou o caro processo de reforma. “Compramos outra Brasília e reaproveitamos o que dava. Do carro original deu para usar as rodas, o capô, o para-lama, e outras peças", relata o pai de Dinho.

Hidelbrando estima que foram gastos R$ 16 mil na “ressureição” da Brasília amarela. “Com o dinheiro dava para comprar outras cinco Brasílias”, comentou. O resultado, porém, valeu a pena: o veículo chama a atenção em todos os lugares em que passa.

Além de constar na letra da música, a Brasília amarela foi um dos personagens principais do videoclipe da banda. Segundo o pai de Dinho, Hidelbrando Alves, de 68 anos, a Brasília amarela era da família de uma ex-namorada do jovem, Mirella Zacanini. “O avô da Mirella tinha uma Brasília. O Dinho então disse: ‘Vou comprar aquela Brasília e gravar um clipe’, afirmou Hidelbrando.

A Brasília amarela, ano 1977, foi “tunada” com imagens de santos, cortinas, um extintor de incêndio na lateral e forro de oncinha. Adesivos com uma mamona foram espalhados nos vidros. Tudo para a gravação do clipe. “Quando acabou a gravação, eu guardei na garagem”, disse o pai.

Fonte: G1

 

A procura pelos serviços oftalmológicos na rede pública aumenta cada vez mais e neste mês de março a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) disponibiliza 1360 vagas para consultas nessa área. O paciente que necessitar do atendimento deve procurar a unidade básica de saúde, fazer uma consulta com o clínico geral que fará o encaminhamento para o oftalmologista.

As consultas são realizadas no Centro de Especialidades Integradas (CEI), porém, o agendamento é realizado na própria unidade de saúde. “Sou muito grata ao prefeito por essa oportunidade de resolver o problema da minha mãe, ela já até se queimou com café quente por não enxergar quase nada”, disse Marismar Ferreira de Almeida, que acompanhou sua mãe Ivanilde Ferreira Almeida, de 76 anos, em uma consulta realizada na manhã desta terça-feira (01).

“Minha mãe vai precisar fazer duas cirurgias, uma de catarata e outra para levantar as pálpebras, ela ficou com medo, mas foi acalmada pela médica que nos atendeu muito bem”, acrescentou Marismar Almeida, informando que já tem em mãos os encaminhamentos para todos os exames pré-operatórios da sua mãe.

Temos buscado melhorias para a saúde como um todo e sabemos que muitas pessoas não têm condição de pagar uma cirurgia oftalmológica. Assim, estamos viabilizando essa oportunidade, de forma gratuita, para a nossa comunidade”, destacou o prefeito Valmir Mariano. 

 

Cirurgias oftalmológicas

 

Outros 120 pacientes que já passaram por consultas e estão em condições de serem operados, conforme resultados dos seus exames, passarão pelo procedimento cirúrgico nos próximos dias 5 e 6, no Hospital Municipal. Todos os pacientes submetidos a cirurgias receberão kits contendo medicação (colírio), para uso no pós-operatório e óculos de proteção.

 

 

Texto: Karine Gomes

Fotos: Anderson Souza

 

A feira de adoção de animais promovida pela Associação dos Amigos e Protetores dos Animais e do Meio Ambiente – APAMA com a participação Grupo de Expressão Cultural Retumbá, em parceria com a central do Disque Denúncia de Parauapebas -PA, aconteceu neste domingo (28) na Tenda Branca, Rua 10, esquina com a Rua E, Bairro Cidade Nova, município de Parauapebas – PA.

O objetivo proposto da ONG APAMA que atua na proteção animal, propondo e defendendo políticas públicas voltadas ao direito, à defesa, à proteção, ao bem-estar e saúde integral de animais, independentemente do porte é resgatar os animais das ruas, vítimas de abandono, doenças, ferimentos, crueldade, abuso ou maus-tratos; e depois os encaminhar para assistência veterinária, após terem recebido o devido tratamento, são levados com saúde à adoção.

Dos 20 animais disponíveis para adoção, dentre cachorros e gatos e 17 deles foram adotados.

Júnia Rocha, Coordenadora da ONG, ressaltou sobre a importância de cuidar dos animais, os riscos que esses animais sofrem ao serem abandonados e maus tratados nas ruas, além da importância da população denunciar os maus tratos anonimamente, através do Disque Denúncia Sudeste do Pará (94) 3312-3350, (94) 3346-2250 (Parauapebas - PA), ou pelo aplicativo WhatsApp (94) 98198-3350. 

ANIMAL NÃO É BRINQUEDO, SENTE FOME, SEDE, FRIO, TRATAR ANIMAL COM CRUELDADE É CRIME, DENUNCIE, ANONIMATO GARANTIDO!

Disque Denúncia Sudeste do Pará 
(94) 3312-3350/ (94) 3346-2250
Whatsapp: (94) 98198-3350

ASCOM/Disque Denúncia Sudeste do Pará
Por: Andréia Melo

 

Nesta segunda-feira a, 29, aconteceu A entrega simbólica dos mais de 300 quilos de alimentos arrecadados no Trote Solidário idealizado pelo Centro Acadêmico noturno da Universidade Federal Rural da Amazônia – UFRA, campus de Parauapebas. O cerimonial de entrega foi realizado no Auditório da Universidade, sendo conduzido pelo calouro do curso de Administração Wenderson Costa.

A mesa foi composta por alunos, professores e coordenadores dos cursos de administração e engenharia de produção, sendo eles: Thiago Silva, calouro do 1° ano, o veterano do 3º período, Carlos Henrique, ambos do curso de Administração, a veterana de Engenharia de Produção Gislei Moura, o presidente do Centro Acadêmico Mateus Souto, o docente Lucas Rodrigues, além da coordenadora dos dois cursos Daniela Castro Reis, a vice-diretora da instituição Ernestina Ribeiro e a gestora do Abrigo Esperança, Tania Pacheco.

Apesar de ter ganho uma competição simbólica com um total de 249 quilos de alimentos arrecadados, para os calouros de administração, o principal PREMIAÇÃO foi poder fazer algo por quem precisa: “Importante é ajudar o próximo, e ações como essa precisam ser repetidas”, comentou Tiago Silva, calouro que representou a turma.

Do mesmo pensamento comungou o veterano Carlos Henrique, para o aluno a inciativa foi de grande valor: “Precisamos agora olhar para outras instituições que também precisam de apoio e incentivo”, comentou. Já a veterana da Engenharia de Produção se emocionou ao lembrar a situação das crianças e de como essas ações são importantes: “Quem pode ver a necessidade dessas crianças sabe a importância de ações como essa”, ressaltou a discente Geislei Moura.

Assim como os colegas, Mateus Souto falou que a ideia do Centro Acadêmico é integrar os alunos do noturno, dá notoriedade para os cursos desse período e sobre tudo ajudar o próximo com ações efetivas.

A coordenadora Daniela Castro Reis disse que esse tipo de assistencialismo não deveria ser necessário, mas já que existe a necessidade é importante participar, e a universidade se orgulha da inciativa dos discentes: “Parabenizo aos alunos pela ação, contudo reforço que é necessário que cobremos dos poderes, autoridades e da sociedade ações efetivas para que essas demandas sejam amenizadas e não sejam necessárias constantes ações de assistencialismo, mas que as demandas sejam atendidas por políticas públicas mais efetivas”, disse a coordenadora.

A vice-diretora da instituição, Ernestina Ribeiro, no ato representando a diretora Kaliandra Souza Alves, leu o texto ‘‘O furo no barco’’, de um autor desconhecido que conta a história de um pintor que fez mais que o necessário, recebendo mais do que esperava. A ilustração serviu de base para parabenizar os alunos e dizer que a instituição está pronta a colaborar em ações dessa natureza. “Sempre que precisarem realizar atos que contribuam com a sociedade e traga crescimento cultural, de conhecimento e/ou pessoal podem contar com a UFRA”, afirmou vice-diretora.

Quem também usou a palavra e externou sua gratidão foi à gestora do abrigo, Tania Pacheco comentou que os donativos serão muito bem vindos e informou: “O abrigo está apto a atender crianças, adolescentes e jovens de 0 a 18 anos, atualmente atendemos 34 menores que tiveram o vínculo familiar rompido, sendo que hoje a mais jovem tem cinco meses e a mais velha 16 anos”, contou.

Por fim o calouro José Luís do curso de administração fez à entrega simbólica dos donativos que serão encaminhados posteriormente a intuição.

  Por: Wenderson Costa – Repórter30

Com a finalidade de preparar servidores para atuarem em situações de emergência em casos de enchentes, a Coordenadoria Municipal da Defesa Civil (Comdec) recebeu, na manhã desta sexta-feira (26), orientações do Corpo de Bombeiros Militar. O treinamento foi realizado no lago do bairro Nova Carajás e foi feito de forma teórica e prática.

O sargento Pereira, um dos responsáveis pelo treinamento, explicou que o objetivo do curso foi nortear sobre a forma de trabalhar e conduzir barcos em casos de emergência, considerando o período chuvoso. “Se os servidores tiverem conhecimento, a probabilidade de acidentes é bem menor”, disse o sargento, observando ainda a importância da parceria entre Bombeiros e governo municipal, através das secretarias, pois, segundo ele, um precisa do outro e a comunidade precisa dos dois trabalhando em conjunto.

Miguel Galdino, servidor da Comdec, afirma que o treinamento prático é novidade e de grande importância. “É preciso saber como atuar. A gente não sabe que horas emergências vão acontecer”, declarou ele. 

De acordo com o coordenador adjunto da Comdec, Rafael Cardoso, “salvar vidas é a preocupação do Governo Municipal e da Secretaria de Segurança Institucional e Defesa do Cidadão (Semsi) e após o treinamento a equipe estará melhor preparada para qualquer situação”.

Os servidores aprenderam sobre regulagem e segurança do motor, o tipo de combustível, aceleração, além de outras informações técnicas. Já no segundo estágio, os alunos adentraram o lago, puderam colocar o motor da embarcação para funcionar, verificar a segurança, e ter noção de como é a atuação da equipe em caso de resgate.

 

Texto: Joice Lima/Semsi

Fotos: Pedro Wellington/Semsi

Uma história que inspira e enche de orgulho Parauapebas. Francisco Rodrigues do Nascimento, de 50 anos, vigilante patrimonial da Escola Benedito Monteiro, que fica localizada no bairro Guanabara, é o autor da obra: “A Coruja Vaidosa e Outras Histórias”, publicada em 2015, pela Editora Protexto, de Curitiba (PR). A obra tem 94 páginas e faz uma abordagem moderna, espirituosa e bem oportuna, em que os seus personagens, bichos e seres humanos, interagem apoiados nas novas tecnologias de comunicação.

Na obra, o autor conta que os bichos também estão inseridos no mundo da tecnologia. “O livro contém 10 historinhas distintas; começa com a coruja e termina com o menino que contava as estrelas, um garoto que cresceu na cidade grande, que vai passar um período na roça, no interior, e acaba vendo que a vida no interior não era nada daquilo que ele pensava. Quando volta para a cidade, o garoto retorna com outra mentalidade”, explica, completando que “assim como a cidade grande tem suas belezas, o interior também tem o seu valor, a sua riqueza”.

Temas importantes no âmbito social, relacionados ao preconceito e bullying na escola também são abordados.

 

História de vida

 

Francisco do Nascimento veio para Parauapebas, em 2008, e trabalha como vigilante desde 2013, no anexo da Escola Benedito Monteiro, onde funciona o Programa Mais Educação. Nascido na cidade de Esperantinópolis, no estado do Maranhão, Francisco foi criado sem pai, que saiu de casa quando ele tinha apenas cinco anos de idade. Ele conta que sempre teve gosto pela leitura e que escrever é, na verdade, um dom. É apaixonado por obras clássicas de escritores como Machado de Assis, Graciliano Ramos e José de Alencar.

O interesse de escrever para crianças surgiu da ideia de uma professora da escola onde ele trabalha. “A professora perguntou por que eu não tentava escrever algo para o público infantil. Já tinha publicado um livro de poemas e outros de romances para adultos. Foi aí que eu pensei nessa possibilidade”, conta Francisco.

O autor de “A Coruja Vaidosa e Outras Histórias” começou a frequentar a escola aos 12 anos de idade, no Maranhão, quando pode ser alfabetizado. “Não tinha aula; professor, para dar aula no interior, naquela época, era difícil. Andávamos quilômetros e quilômetros para chegar na escola. Apesar de toda dificuldade, fui alfabetizado, terminei o ensino fundamental, concluí o ensino médio e, hoje, tento concluir a faculdade de Letras que, por problemas financeiros, não tenho conseguido manter. Mas, estou tentando. Faço o curso a distância; comecei presencial, mas tinha problemas por causa do meu serviço; faltava muito às aulas por causa do trabalho”, diz.

Francisco Rodrigues do Nascimento também é autor do livro “Relicário”, de 2014. Planos para 2016 são muitos; um deles é outro projeto de uma nova obra literária. “Estou tentando ver com uma editora de São Paulo, caso tudo dê certo, a editora poderá distribuir para todo o Brasil. Meu grande sonho é me tornar bastante conhecido com o que escrevo, embora, eu não me considere como um escritor comercial, mas, como alguém que escreve para externar o que sente. Quero conseguir um grande público através disso”, almeja.

 

 

Texto: Jéssica Borges/Ascom

Fotos: Irisvelton Silva/Ascom

Sul e Sudeste do Pará

Loading
https://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink

Vídeos

FAMAP, a escolha inteligente
08 Julho 2019
Em parauaebas, aluno chamou a atenção dos vereadores, no momento em que fazia uso da tribuna. de Carajás O Jornal
18 Abril 2017
Alunos da Rede Estadual de Ensino, assistem aula no meio da rua em Parauapebas
13 Abril 2017
Novo Ministro do STF3
11 Fevereiro 2017
Tiroteio em Redenção deixa população assustada
01 Dezembro 2016
Nesse domingo os paraenses vivenciam o #CIRIO2016, a maior festividade Religiosa do Brasil
09 Outubro 2016
Dr. Hélio Rubens fala sobre o caso de corrupção na Câmara Municipal de Parauapebas
08 Outubro 2016
MARCHA PARA JESUS: Milhares de jovens nas ruas de Parauapebas
08 Outubro 2016
Corrupção é um problema de todos, você também pode combater!
06 Outubro 2016
Joelma agradece pela presença e participação em seu show na FAP 2016
12 Setembro 2016
Jake Trevisan agradecendo toda população de Parauapebas no Carajás O Jornal
06 Setembro 2016
Cantor Açaí no evento da Imprensa na FAP a pedido de Marola Show, canta para a Rainha, primeira e segunda princesa da FAP 2016.
01 Setembro 2016