MST reocupa a Fazenda Cedro durante a madrugada

O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) divulgou nesta manhã, segunda-feira (19), ter reocupado durante a madrugada a área da Fazenda Cedro, do Grupo Agropecuária Santa Bárbara, localizada entre Marabá e Eldorado do Carajás. As famílias do Acampamento Helenira Resende deixaram o local em novembro de 2017, por reintegração de posse determinada judicialmente.

De acordo com o MST, “a ocupação é um ato de Resistência das famílias, após a AgroSB fazer pulverização de agrotóxico sobre o acampamento”. O Correio de Carajás enviou e-mail à assessoria de imprensa da agropecuária, mas até o momento não foi encaminhado posicionamento acerca do assunto.

No último mês, o juiz José Mazutti, titular da 3ª Região Agrária de Marabá e Juizado Especial Ambiental, determinou a remessa à Justiça Federal do processo que envolve a Fazenda Fortaleza, que faz divisa com a Fazenda Cedro. O acampamento Helenira Resente está sobre as duas. A remessa se deu para apreciação e decisão quanto a existência de interesse da União na causa.

O MST alega que, em relação à Fazenda Fortaleza, a área de 2.900 hectares é pública e resultado de “fraude grosseira”, sendo pertencente à União. 

(Correio de Carajás)

Avalie este item
(0 votos)
Loading
https://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink
https://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.galpogk-is-100.jpglink