Jovem de 22 anos ganha 1º prêmio de US$ 1 milhão por se vacinar contra Covid em Ohio, nos EUA

Jovem de 22 anos ganha 1º prêmio de US$ 1 milhão por se vacinar contra Covid em Ohio, nos EUA Foto: Gabinete do Governador de Ohio via AP

Abbigail Bugenske, uma jovem de 22 anos, foi a ganhadora do primeiro sorteio de US$ 1 milhão feito pelo governo do estado de Ohio, nos Estados Unidos, para incentivar a vacinação contra a Covid-19.

Joseph Costello, aluno da oitava série, foi o vencedor de uma bolsa integral para a faculdade. Os dois se inscreveram no prêmio, anunciado pelo governador no dia 12 para aumentar a taxa de vacinação no estado.

Bugenske contra que estava dirigindo para a casa de sua família, no subúrbio de Cleveland, quando recebeu um telefonema do governador do estado, Mike DeWine, que é do Partido Republicano.

“Um redemoinho”, resumiu a jovem durante entrevista coletiva virtual sobre o prêmio. "Ainda estou 'digerindo' [a notícia], e gosto de dizer que parece que isso está acontecendo com outra pessoa".

Bugenske é engenheira mecânica, trabalha para a GE Aviation, no subúrbio de Cincinnati, e diz que recebeu a vacina Moderna assim que se tornou elegível, muito antes do anúncio da loteria.

Ela afirma que pretende investir a maior parte do prêmio, doar uma parte para instituições de caridade e comprar um carro (e também que não planeja deixar seu emprego).

5 prêmios de US$ 1 milhão

Mais de 2,7 milhões de adultos se inscreveram para concorrer aos cinco sorteios de US$ 1 milhão (cerca de R$ 5,2 milhões na cotação atual) e mais de 104 mil adolescentes de 12 a 17 anos estão participando dos sorteios da bolsas de estudos para a faculdade.

Os sorteios do "Vax-a-Million" são feitos às quartas-feiras e anunciados na televisão. O primeiro foi realizado ontem (26).

Para participar, o interessado deve morar em Ohio, ter mais de 18 anos (no caso dos prêmios de US$ 1 milhão) e ter se vacinado com ao menos uma dose de qualquer vacina antes da data do sorteio.

Medidas para incentivar a vacinação contra a Covid-19 têm sido tomadas por vários estados americanos: em Nova Jersey, o governador anunciou a distribuição de cervejas a quem se vacinar.

A ideia do governador de Ohio inspirou loterias de incentivo semelhantes no Colorado, em Maryland, em Nova York e no Oregon.

Vacinação em Ohio

O plano parece estar funcionando, pelo menos inicialmente. O número de pessoas com 16 anos ou mais que receberam sua vacina contra Covid-19 em Ohio aumentou 33% na semana após o anúncio.

Mas, apesar da alta na procura pela vacinação, as taxas ainda estão bem abaixo do patamar de março e início de abril, segundo análise da agência de notícias Associated Press.

Mais de 5,2 milhões de pessoas tomaram ao menos uma dose em Ohio (cerca de 45% da população do estado) e cerca de 4,6 milhões já tomaram as duas doses (39%).

Em todo o país, mais de 165 milhões de americanos já iniciaram a vacinação (cerca de 50% da população) e mais de 131 milhões estão totalmente vacinados (quase 40%).

A meta do presidente dos EUA, Joe Biden, é vacinar 70% da população adulta do país até 4 de julho, o Dia da Independência americana, com ao menos uma dose.

A ideia do democrata é que as comemorações possam ocorrer com menos restrições.

'Precisava me sentar'

Joseph Costello, que participou da entrevista coletiva virtual ao lado de seus pais, Colleen e Rich, disse que ficou "muito animado" com o sorteio. O adolescente é de Englewood, uma cidade perto de Dayton.

A mãe de Costello, Colleen, contou ter recebido o telefonema do governador quando saía do trabalho e que, a princípio, pensou que fosse uma gravação.

“Fiquei muito grata naquele momento por haver um banco por perto, porque precisava me sentar”, disse Colleen ao perceber que era o próprio DeWine.

O governador de Ohio visitou pessoalmente a família Costello junto com sua esposa, Fran DeWine, após o anúncio.

 

“Ligar para alguém e dizer que ganhou um milhão de dólares é ótimo”, disse o governador. "Ligar para uma família e dizer que eles têm uma bolsa de estudos paga por quatro anos também é divertido".

 

Os Costellos disseram que já tinham tomado a vacina quando o governador fez o anúncio da loteria e que planejavam imunizar seus filhos até o fim de maio, mas a novidade os inspirou a antecipá-la.

 

Fonte: Por G1

Avalie este item
(0 votos)
Loading
https://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink