Nesta sexta-feira, 27, será realizada Audiência Pública para instituir o novo Código Tributário de Parauapebas. O evento iniciará às 9h, no plenário da Câmara Municipal de Vereadores e será aberto ao público, porém, em função da pandemia do novo coronavírus, será limitada a entrada de pessoas no local do evento.

Os interessados deverão se inscrever previamente no endereço  eletrônico https://www.even3.com.br/cmpcodigotributario/.

Serão permitidas somente 150 inscrições para acompanhamento presencial do evento e os participantes só poderão entrar no espaço usando máscara. O evento também será transmitido ao vivo pelo canal no Youtube da Câmara Municipal de Vereadores. 

     

Assessoria de Comunicação/PMP

Os limites presentes da ignorância e do obscurantismo humano nos fazem compreender o quanto ainda temos que avançar em políticas públicas voltadas a educação cultural do nosso município, e do nosso povo, o quanto temos errado ao longo do tempo em construir um modelo cultural de eventos que não dialoga com a população, enquanto a classe trabalhadora vive rotinas absurdas de mudanças de turnos, violência entre os jovens nos bairros periféricos do município em uma cidade onde o lazer, o entretenimento e fruição das artes, ainda não se impôs na rotina e no dia a dia dos nossos munícipes. O incêndio da obra artística do mestre Afonso Camargo, cujo o trabalho foi vilipendiado enquanto obra pública, e o artista foi agredido no seu mais nobre ofício, em um momento de profunda convulsão política eleitoral, circunscrevendo dessa feita uma página de profunda reflexão sobre a cultura municipal, na qual estão relacionadas também, a educação e o turismo do nosso povo.

Impondo ao governo atual e ao seu parlamento medidas e ações concretas, que priorizem a dimensão das práticas artísticas e sociais voltadas a educação de nossas crianças, jovens e adultos. O que perpassa também pela formação acadêmica municipal os cursos do IFPA - Instituto Federal de Educação e também a construção do campo da UEPA em Parauapebas, deverá ter necessariamente o referido víeis, voltados aos cursos de Turismo, História, Literatura e Artes na região, como Artes visuais, Arte Cênica, Letras, Cinema e Música, História e Turismo, transformando Parauapebas, naquilo que ela já é decididamente, desde seu inicio, em uma cidade multicultural. Potencializando dessa feita um turismo ecológico, não apenas centrado em uma política de eventos, mas potencializando sua economia criativa de seus fazedores e mestres. Cuja a historiografia social do município vai se perdendo todos os dias por falta de políticas públicas voltadas ao setor.

O fato acontecido acima nos ilustra não apenas a ponta de um gigantesco iceberg das problemáticas que envolvem "o setor cultural do município", mas também urgentemente que, Parauapebas precisa passar por uma "Revolução Cultural" que envolve, a construção dos grandes prédios públicos, como o Teatro Municipal de Parauapebas, a nova Biblioteca Pública, o Centro de Convenções, a Casa da Cultura, a Cidade do Samba, os prédios definitivos da Escola de Música e da SECULT, cuja a paisagem a cidade ainda não se acostumou a ver, e deve surgir a sombra de nossos ipês. Sobre a Câmara Municipal está a responsabilidade, antes que o ano termine de aprovar, o tão esperado "Sistema Municipal de Cultura", que se apresentará também como: A Lei de Incentivo á Cultura, o Calendário Municipal de Cultura e etc. O que irá se impor como um desafio a sua implementação nos anos que se seguirão. O segmento cultural municipal, deve ser olhado com mais carinho, um programa de habitação deve ser efetuado, afim de atender essa parcela da sociedade que ainda não tem sua casa própria. Enquanto não se mudar o viés construído até aqui veremos cenas grotescas e o desrespeito aos operários das artes em Parauapebas. O ato de fazer cultura é um ato de suprema coragem e persistência. Viva o mestre Afonso Camargo !!!!

Fonte: Doddy Amancio 

 

Começa nesta quarta-feira, 25, o curso “Cuidar Mulheres: empoderamento das profissionais de saúde para a promoção da igualdade de gênero”, voltado às mulheres que trabalham na rede pública de saúde de Parauapebas. O objetivo é empoderá-las para o acolhimento das mulheres em situação de violência e fortalecer a promoção da igualdade de gênero.

Em uma iniciativa inédita da Secretaria Municipal da Mulher (Semmu), o curso integra um projeto piloto inicialmente voltado às servidoras do SUS, mas com objetivo de ampliar posteriormente a toda a rede de enfrentamento às violências contra meninas e mulheres, no âmbito da Prefeitura de Parauapebas e, posteriormente, a toda a comunidade.

O projeto se propõe a: incentivar o autoconhecimento e o autocuidado como ferramenta de empoderamento pessoal e profissional da mulher; promover ações de atenção em saúde mental e saúde da mulher envolvendo as profissionais de saúde que atuam na linha de frente dos atendimentos às outras mulheres; ampliar o conhecimento a respeito das técnicas de abordagem e atendimento às mulheres em situação de violência no âmbito dos serviços de saúde.

O curso é voltado exclusivamente às servidoras públicas, está estruturado em três módulos e terá duração de três dias, encerrando na sexta-feira, 27.

Programação

1° Dia - 25/11

13h30 – Credenciamento

14h00 – Abertura em alusão ao Dia Internacional da Não Violência contra as Mulheres

14h30 - Palestra de Abertura – Cuidar de Mulheres: promover a Igualdade de gênero é sobre evoluirmos juntas!

15h30 – A Trilogia do Cuidado: conhecer-se, cuidar de si, para cuidar do outro. 16h30 – Coquetel de encerramento

2° Dia - 26/11

07h30 – Acolhimento e ambientalização

08h00 – Entrando em contato consigo: técnicas de atenção plena

10h00 – Coffee Break

10h30 – Práticas Integrativas

12h30 – Almoço - Repouso

13h30 – Ambientalização

14h00 – O feminino consciente e o autocuidado

15h30 – Coffee Break

16h00 - Gerenciando emoções e conflitos

17h00 – Atividade de Avaliação

 3° Dia - 27/11

07h30 – Acolhimento e ambientalização

08h00 – De mulher para mulher: o acolhimento das vítimas de violência

10h00 – Coffee Break

10h30 – A Rede de acolhimento: um lugar para deitar e sonhar o possível.

12h00 – Encerramento

 

Texto: Karine Gomes

Assessoria de Comunicação/PMP

Com o tema “Atenção, cuidado e prevenção!” a campanha do Dezembro Vermelho começa na terça- feira, 1º de dezembro - Dia Mundial de Luta contra a AIDS, com programação voltada aos jovens, adultos, idosos, profissionais da saúde, comerciários e trabalhadores que exercem suas atividades em horário de revezamento de turno, além do público LGBTQI+.

A campanha tem como objetivo orientar e estimular o debate sobre a prevenção, tratamento e necessidade de acabar com a discriminação e desinformação. Com a identificação precoce da doença, o tratamento se torna mais eficaz e é possível ter uma vida saudável.

No lançamento da campanha serão realizadas blitz de prevenção, roda de conversa, palestras educativas e a aplicação de testes rápidos de HIV, Sífilis e Hepatites B e C, entre outros serviços. As equipes do CTA/SAE realizarão também o “Corujão do CTA, é hora de se cuidar!”, com atendimento noturno.

Durante o mês de dezembro, as Unidades Básicas de Saúde (UBS) das zonas urbana e rural realizarão atividades educativas e testagem rápida de HIV, Sífilis e Hepatites B e C. A campanha Dezembro Vermelho é organizada pela Coordenação Municipal de IST/AIDS e Hepatites Virais, que integra o Departamento de Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa).

De acordo com a Diretora de Vigilância e Saúde (Visa), Michele Ferreira, “o governo municipal vem sempre oferecendo a detecção precoce da doença, ofertando testagem para HIV e ISTs em grande parte das ações de saúde e em parcerias com outras secretarias. Importante ressaltar que tão importante quanto prevenir e tratar a doença, é o compartilhamento de informação sobre as interfaces do HIV/Aids necessárias para a redução de casos, o acolhimento humanizado de pessoas infectadas e a vivência na sociedade sem discriminação”.

“Temos requalificando a saúde de Parauapebas. Os avanços nas políticas de combate ao HIV já resultaram na redução dos casos positivos no último ano. Fizemos a reforma do CTA, que hoje tem equipe multidisciplinar no atendimento de nossos usuários e um ambiente novo, aconchegante para o maior conforto durante o tratamento. É recompensador saber que essas pessoas hoje têm qualidade de vida e vão viver por muitos anos. Isso é fruto do acolhimento, orientação e tratamento que elas têm recebido”, ressalta o secretário municipal de saúde, Gilberto Laranjeiras.

 

Programação Completa

Corujão do CTA

03, 10 e 17/12 - 18h às 00h

Blitz da prevenção

05/12 – Praça do Cidadão – Rio Verde

12/12 – Av. dos Ipês – Próximo à Feira/Supermercado Verdurão – Cidade jardim

19/12 – Rotatória da Rua 14 – Cidade Nova/B. União.

 

Texto: Nívea Lima/Karine Gomes

Assessoria de Comunicação/PMP

Com o objetivo de conhecer e dar visibilidade às boas práticas, assim como documentar e disseminar experiências vividas ao longo do ano de 2020, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), por meio da diretoria e coordenação de Educação na Saúde e Humanização, prorroga as inscrições até o dia 26 de novembro para participação na Mostra de Experiências Exitosas do SUS.

A mostra está em sua 3ª edição e este ano aborda o tema “As ações da gestão municipal e os serviços de saúde em tempos de pandemia”. Serão aceitas inscrições de trabalhos que falem de outros temas além da pandemia e que tiveram êxito, relevância e resultados positivos para a sociedade em 2020.

Os profissionais de saúde interessados em participar da programação devem fazer a inscrição no link https://forms.gle/TCQXjvQSbayQ7yJQA, a inscrição deverá ser feita diretamente pelos autores dos trabalhos.

 

Assessoria de Comunicação/PMP

A floresta faz uma conexão profunda entre flora e fauna integradas em perfeito equilíbrio. Durante décadas, a ação humana desequilibrou esse sistema. Agora, centenas de protetores da natureza atuam para conservar a vegetação brasileira.

A partir do dia 20 de novembro, a Vale, em parceria com o Discovery Channel, lança a série documental Protetores da Floresta, que retrata o universo do Bioma Amazônico a partir do olhar de pessoas que se envolvem diretamente com alguma atividade relacionada à conservação ambiental.

Dividida em quatro episódios temáticos, a série retrata o cenário do sudeste do Pará e as grandes extensões de áreas verdes conservadas, que contam com a participação direta da Vale, do Fundo Vale e do Instituto Tecnológico Vale. A produção conta com a apresentação da médica e multiatleta Karina Oliani, que conduzirá todas as narrativas dos capítulos, entrevistando os participantes.

São projetos, pesquisas e, principalmente, personagens que dedicam tempo para manter a floresta de pé e para cuidar de espécies de algumas espécies ameaçadas de extinção, como a anta, a ararajuba e o gavião-real.

Para preservar, é preciso conhecer

A Amazônia abriga 50% da floresta tropical do mundo, a maior bacia hidrográfica, um quinto da água doce, 400 bilhões de árvores e 20% da diversidade de espécies da Terra, além de armazenar entre 150 bilhões e 200 bilhões de toneladas de carbono. De lá sai mais da metade de nossa produção de minério de ferro. Todos os anos, porém, vemos nossa floresta desaparecer em taxas alarmantes, como consequência das queimadas, da grilagem e da extração ilegal de madeira.

É por isso que nós, como empresa, precisamos agir. Reconhecemos nosso papel e atuamos como um dos principais agentes de desenvolvimento sustentável na região, geramos renda, empregos e, com nossos parceiros, ajudamos a proteger e a manter a floresta de pé.

 

Assista aos episódios a partir do dia 20 de novembro em www.vale.com/protetores.

Na madrugada deste domingo, 22, dois travestis foram presos e apresentados na delegacia acusados de tentativa de homicídio contra um homem que teria se negado a pagar os trabalhos sexuais prestados por eles.

De acordo com informações a guarnição da área da Polícia Militar realizava rondas ostensivas pelo bairro da Paz, quando foi acionada por um mototaxista, onde tal informava que próximo ao Terminal Rodoviário no bairro Beira Rio, havia três travestis agredindo fisicamente um homem usando como arma um capacete.

Mediante as informações a GU foi ao local mencionado deparando-se com dois dos suspeitos a caminho da ocorrência. De acordo com a testemunha os mesmos estariam envolvidos na tentativa de homicídio.

Jhon Willis Penha Teles sofreu várias lesões na face

No local a guarnição já encontrou a vítima sendo socorrida por uma equipe do Corpo de Bombeiros. O homem identificado por Jhon Willis Penha Teles sofreu varias lesões na face. Indagados pelos PMs do porque da agressão contra o homem, os acusados identificados por João Vitor Magalhães dos Santos e Diemerson Douglas da Silva, contou que a vítima teria contratado um programa e na hora não quis pagar pelo serviço.

Mediante o flagrante ambos foram conduzidos para 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil de Parauapebas onde foram apresentados por tentativa de homicídio.

 

(Neide Folha)

Usar máscaras, lavar as mãos com sabão e usar álcool 70% continua sendo as principais medidas de prevenção. Lembre-se, o combate eficaz do coronavírus depende de todos. Neste domingo, 22 , Parauapebas registra 55 novos casos de contaminação da Covid-19.

Detalhes dos casos:

1          .           Mulher           de       40       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

2          .           Homem          de       17       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

3          .           Homem          de       25       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

4          .           Homem          de       47       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

5          .           Homem          de       30       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

6          .           Homem          de       43       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

7          .           Homem          de       27       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

8          .           Homem          de       3          anos.  Isolamento domiciliar.        TR

9          .           Mulher           de       35       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

10       .           Mulher           de       35       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

11       .           Homem          de       36       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

12       .           Mulher           de       31       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

13       .           Mulher           de       76       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

14       .           Homem          de       38       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

15       .           Homem          de       52       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

16       .           Homem          de       37       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

17       .           Mulher           de       45       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

18       .           Homem          de       36       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

19       .           Homem          de       36       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

20       .           Homem          de       36       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

21       .           Homem          de       23       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

22       .           Homem          de       18       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

23       .           Homem          de       36       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

24       .           Homem          de       22       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

25       .           Homem          de       43       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

26       .           Mulher           de       35       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

27       .           Homem          de       32       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

28       .           Homem          de       55       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

29       .           Homem          de       34       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

30       .           Homem          de       54       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

31       .           Homem          de       42       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

32       .           Homem          de       26       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

33       .           Homem          de       65       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

34       .           Mulher           de       28       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

35       .           Homem          de       23       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

36       .           Homem          de       30       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

37       .           Mulher           de       17       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

38       .           Homem          de       48       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

39       .           Homem          de       52       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

40       .           Homem          de       38       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

41       .           Homem          de       32       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

42       .           Mulher           de       29       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

43       .           Mulher           de       26       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

44       .           Homem          de       44       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

45       .           Homem          de       52       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

46       .           Mulher           de       33       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

47       .           Homem          de       26       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

48       .           Homem          de       56       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

49       .           Mulher           de       0          anos.  Isolamento domiciliar.        TR

50       .           Homem          de       27       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

51       .           Homem          de       43       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

52       .           Homem          de       19       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

53       .           Mulher           de       8          anos.  Isolamento domiciliar.        TR

54       .           Homem          de       42       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

55       .           Homem          de       26       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

 

Fonte: https://www.parauapebas.pa.gov.br

O ex-candidato a vereador de Parauapebas Francisco da Gampp de 38 anos, nascido em Itupiranga (PA), foi executado a tiros na manhã desta sexta-feira, 20, por volta das 9 horas da manhã, em um galpão da Rua 31, Bairro Boa Vista, em Parauapebas, precisamente ao lado do pátio do Departamento Municipal de Trânsito e Transportes de Parauapebas (DMTT).

Muitas pessoas estavam em volta do corpo de Francisco da Gampp quando já estava morto 

Segundo informações apuradas, Francisco estava em uma casa ao lado de um galpão onde são confeccionados bloquetes de cimento, que eram produzidos pela associação para a pavimentação de ruas. Ele foi chamado por dois homens sobre uma motocicleta, o que estava na garupa sacou uma arma e disparou cinco vezes contra a vítima, o acertando três vezes, um tiro no braço e dois do peito.

Francisco não resistiu e morreu logo após os disparos serem feitos 

Francisco caiu morto enquanto os bandidos escapavam. A vítima foi candidato a vereador em Parauapebas nessas eleições de 2020 pelo Partido Progressistas (PP). Na ocasião, ele obteve 471 votos nas urnas.

A associação que Francisco presidia, trabalhava também com o sonho de moradia própria em Parauapebas. Muitas famílias estavam envolvidas diretamente com a Gampp. Agora a polícia procura saber se a execução do ex-candidato tenha ligação com alguma desavença política ou até mesmo relacionada a questão de distribuição de lotes.

 

 Neide Folha 

A empresa Buriti Empreendimentos com CNPJ nº. 16.576.707/0001-80 localizada na rua R A 10, quadra 21 lote 01, no Bairro Cidade Jardim, convoca a todos os clientes descritos no edital em anexo a comparecerem no prazo improrrogável de 15 dias no escritório da Buriti com a documentação do LOTE/TERRENO para tratar do contrato de compra e venda. 

 

Confira o edital em anexo no topo da página:

Página 1 de 95
Loading
https://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink
https://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.galpogk-is-100.jpglink