As inscrições para o “Prêmio Foto Memória” foram prorrogadas para o dia 30 de julho 2021. A iniciativa pretende contar a história de Parauapebas pelo olhar dos moradores, além de oferecer mais de 10 mil reais em premiação. 

O concurso realizado pela prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Cultura (Secult) e Museu de Parauapebas Hilmar Harry Kluck, vai premiar 40 fotos em oito categorias: Paisagem Rural, Urbana, Construções ou obras da Cidade, Famílias, Festividades, Eventos Históricos, Manifestações Artísticas e Eventos Religiosos. Os interessados podem concorrer em até duas categorias.

As inscrições devem ser feitas de duas formas:

Virtual – Enviar para o email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. e uma foto digital (tendo a posse do registro original), identificando a categoria que pretende concorrer. É preciso informar o nome completo do autor, data aproximada do registro e uma legenda com no máximo 100 caracteres, se houver.

Presencial – Em um envelope branco, o candidato deverá levar o formulário de inscrição devidamente preenchido e cópia da Identidade. Na parte externa, colocar o nome completo, endereço, CPF, telefone e email. O envelope deverá ser entregue no Museu de Parauapebas Hilmar Kluck, localizado na rua “E”, nº 513, no bairro Cidade Nova (em frente à Praça de Eventos).

 

Regulamento - Retificado

Ficha de Inscrição

Foi realizado encontro no prédio da Prefeitura na manhã desta sexta-feira (02) para a entrega de 20 certificados do Projeto Gemas e Joias, dessa vez, com alunos da área urbana. A composição da mesa de autoridades que participaram da certificação é formada pelo; Prefeito Darci Lermen, Vice-prefeito João do Verdurão, Mauro Barbalho – Diretor de Indústria e Comércio do Pará; juntamente com Mariano Júnior – Secretário Municipal de Desenvolvimento (Seden); Lídia Abreu – Coordenadora Municipal de Gemas e Joias de Parauapebas; Beatriz Oliveira – Coordenadora Estadual de Gemas e Joias (Sedeme), finalizando com a presença do Vereador Josivaldo da Farmácia e do Vereador Zé do Bode na estrutura da mesa.

O programa é administrado pela Secretaria de Desenvolvimento (Seden) e consiste na formação de lapidadores da zona rural e urbana. No dia 19 de maio foram certificados 08 lapidadores do “Garimpo das Pedras”. O curso objetiva o fomento do desenvolvimento econômico e sustentável.

Já estamos desenvolvendo um grande projeto para esse novo mercado que estar surgindo em nosso município

O Prefeito Darci Lermen marcou presença no evento e agradeceu. “Estou muito feliz por estar aqui hoje encerrando esse projeto de certificação aos alunos que se propuseram a aprender, pois não há desenvolvimento sem conhecimento, temos tudo para sermos uma potência nessa área de lapidação de Gemas e Joias, e já demos o passo mais importante que é a qualificação de mão de obra, daqui pra frente e caminharmos em rumo ao sucesso e que posso garantir que ele vem pois já estamos desenvolvendo um grande projeto para esse novo mercado que está surgindo em nosso município”.

 

Diretor de Industria e Comércio do Pará Mauro Barbalho marcou presença no evento 

“Para o Diretor de Industria e Comércio do Pará, Mauro Barbalho, é importante essa oportunidade para os jovens da comunidade e do médio minerador”, de acordo com ele, o potencial da região do “Garimpo das Pedras” tem condições de chegar até a Capital Federal.

Trabalhamos num processo de inclusão com fomento de maquinas de lapidação em Parauapebas 

De acordo com Mariano Junior Secretários Municipal de Desenvolvimento (Seden), a proposta é melhorar a economia da comunidade aonde vivem os moradores da área rural, no Garimpo das Pedras. “Na comunidade do “Garimpo” a gente trabalha num processo de inclusão com fomento de maquinas de lapidação para que eles comecem a produzir as próprias pedras. Temos o prédio do museu do Gemas e Joias aonde estará inclusa a parte de formação dos alunos certificados, que poderão fazer eventos e também continuar com o trabalho no Museu de Parauapebas”.  Respondeu o Secretário Mariano Junior.

Vamos captar talentos e buscar pessoas apaixonadas por essa área econômica disse o vereador Josivaldo da Farmácia

“O Projeto Gemas e Joias vêm com o objetivo de captar talentos e buscar pessoas apaixonadas por essa área econômica, prova disso são esses 20 alunos que estão sendo reconhecidos através de suas certificações no curso em que se dedicarão a aprender, tanto para seus conhecimentos intelectuais, quanto para ajudar no crescimento do Município”. Falou o Vereador Josivaldo da Farmácia.

Faremos de nossa Parauapebas uma cidade referência para as demais no ramo de Gemas e Joias, falou o Vice-prefeito João do Verdurão

Ao marcar presença no evento o Vice-prefeito João do Verdurão enfatizou a importância do trabalho que estar sendo realizado pelas próprias mãos dos novos alunos “Esse trabalho que vocês aprenderam é que vai levar essas peças daqui para as vitrines de Nova Iorque, Miami e Paris, isso nos mostra a grandiosidade que temos em nosso município de torná-lo com ajuda desses profissionais que estão sendo certificados em uma cidade referência para as demais no ramo de Gemas e Joias”. Disse.

Lídia Abreu Coordenadora Municipal de Gemas e Joias em Parauapebas

“O Gemas e Joias tem como objetivo fomentar nosso município na área da lapidação de pedras, e juntamente poder proporcionar mais renda para todos esses alunos que hoje estão recebendo sua certificação, quanto para aqueles que se colocarem a disposição para se qualificar e começar a ajudar com o seu trabalho no crescimento da cidade”. Disse Lídia Abreu Coordenadora Municipal de Gemas e Joias em Parauapebas.

Wendeson de Sousa Amorim aluno do Projeto Gemas e Joias 

O jovem Wendeson de Sousa Amorim um dos alunos a ser certificado com o curso de lapidação de pedras falou sobre suas expectativas para o futuro. “Primeiramente quero agradecer a Deus por essa oportunidade de poder ter essa experiência maravilhosa de lapidar uma pedra e transformá-la em uma Joia, o objetivo partir de agora é por tudo que aprendi em prática para que eu possa está exercendo essa nova função da melhor forma possível”.   

 

Por: Sarah Monteiro  

 

Acompanhe logo abaixo a galeria de imagens

 

 

Na madrugada dessa quinta-feira, 01, por volta das 2h40, a Polícia Civil foi acionada pelo Centro de Controle Operacional (CCO) com informações de um acidente de trânsito ocorrido na Rua Santa Marta, entre as ruas Sol Poente e 24 de Março, Bairro da Paz, a vítima foi identificada como Gilmar da Silva, de 39 anos de idade, natural de Caxias (MA).

Ao chegar no local os policiais civis e militares descobriram que não se tratava de um acidente, e sim, de um crime de homicídio com requintes de crueldade; a vítima foi esfaqueada e estrangulada por um veículo. De acordo com informações policiais, antes de ser morto, Gilmar da Silva já estava no chão e sangrando, o mesmo tentou correr um quarteirão, mas caiu, em seguida e foi agredido por três indivíduos que continuaram a seção de espancamento. Um dos agressores retornou até um Chevrolet Montana cor preta, de placa não anotada,  a vítima que estava presa ao carro foi arrastado por cerca de 10 metros, as marcas das rodas do veículo ficaram expostas no corpo da vítima, que teve os ossos dos braços e das pernas espedaçados.

Nos levantamentos preliminares foram encontradas três perfurações, um na testa e dois na barriga do lado direito, a suspeita é que a vítima também foi esfaqueada. A polícia busca informações para chegar aos assassinos, ainda não se sabe os motivos de tamanha crueldade, entretanto, as câmeras de vigilância nas imediações de uma escola próxima ao local poderão ajudar a polícia a desvendar o crime e identificar os assassinos.

Após os trabalhos de levantamento da polícia, juntamente com o Centro de Perícia Científica Renato Chaves de Parauapebas e os técnicos de remoção do Instituto Médico Legal (IML), que realizaram a remoção do corpo para a necropsia, onde somente o legista poderá confirmar ou não, se Gilmar Silva foi esfaqueado antes de ser atropelado. As investigações vão continuar e um Inquérito será instaurado para apurar a motivação do crime.



Fonte: Redação com informações de Neide Folha

Acontece no próximo dia 15 de julho, às 18h, a segunda audiência pública virtual sobre o Projeto Mina N3, que consiste na implantação de uma nova frente de lavra no Complexo Minerário de Carajás operado pela Vale, em Parauapebas. A implantação e operação do projeto deverão contribuir para manter parte da capacidade produtiva, assim como a arrecadação e os empregos gerados pela unidade.

A ação é uma realização do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) e da Vale como parte do processo de licenciamento do projeto conduzido pelo órgão ambiental. Por meio da audiência, população e partes interessadas têm a oportunidade de conhecer o conteúdo dos estudos ambientais realizados e de participar da discussão sobre o empreendimento.

Tendo em vista a situação de enfrentamento da pandemia do novo coronavírus e de acordo com a legislação vigente, a segunda audiência pública será novamente virtual. No primeiro evento on-line realizado em outubro de 2020, mais de 500 pessoas participaram.

Também como na primeira edição, o evento será transmitido simultaneamente em sete pontos fixos na cidade de Parauapebas. Todos seguindo as regras de distanciamento social e os protocolos de segurança requeridos pelo Ministério da Saúde. Mais informações sobre o projeto, como e onde participar da audiência pública virtual podem ser acessadas pelo site https://bit.ly/AudienciaPublica2MinaN3. 

Atualmente, as atividades minerárias em Carajás empregam cerca de 8600 trabalhadores próprios e geraram em 2020, mais de R$ 2,1 bilhões em arrecadação aos Governos. No mesmo período, também cerca R$ 2 bilhões foram adquiridos em bens e serviços de fornecedores locais (matriz e filial) em Parauapebas para atendimento às operações.

O funcionamento do Complexo também envolve a manutenção de 360 contratos com cadeia de fornecedores para prestação de diversos serviços. Entre eles, execução de obras civis, atendimento à emergência, limpeza industrial, locação de andaimes e transporte.

Serviço
O quê: Audiência Pública Virtual do Projeto Mina N3
Data: 15 de julho de 2021
Horário: 18h
Mais informações: https://bit.ly/AudienciaPublica2MinaN3 

 

Fonte: Nadia Farias 

A partir de agora, as infrações de trânsito captadas pelas câmeras do sistema de videomonitoramento do Centro de Controle e Operações (CCO) serão autuadas pelo Departamento Municipal de Trânsito e Transporte (DMTT).

O serviço está pautado na Resolução 532/15 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) que regulamenta as autuações de condutores por meio de câmeras de videomonitoramento em vias urbanas.  Assim, um agente de trânsito poderá autuar um veículo também de uma central de videomonitoramento, sem necessariamente estar presente no local da infração.

Diante disso, a Secretaria Municipal de Segurança Institucional e Defesa do Cidadão (Semsi) realizará, durante o mês de julho, uma campanha educativa para a população sobre a nova medida de autuações adotadas no município. A Semsi realizará também a sinalização das vias indicando a fiscalização por meio de câmeras.

Para a implantação do serviço, agentes do DMTT passaram por treinamento para atuarem com o sistema de videomonitoramento.

De acordo com o artigo 280 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), a “infração identificada por câmeras deverá ser comprovada por declaração da autoridade ou do agente da autoridade de trânsito, por aparelho eletrônico ou por equipamento audiovisual, reações químicas ou qualquer outro meio tecnologicamente disponível, previamente regulamentado pelo Contran”.

Segundo o secretário de Segurança Institucional e Defesa do Cidadão, Denis Assunção, as medidas de fiscalização ajudam a diminuir os índices de acidentes. “Ao coibir infrações, podemos conter imprudências e consequentemente reduzir os acidentes. Queremos que nossos munícipes tenham mais consciência de que um trânsito mais seguro depende de todos nós”, explica.

O sistema de videomonitoramento do CCO conta com câmeras instaladas em locais estratégicos, sendo 120 fixas e de tecnologia speed dome, que permite monitoramento panorâmico; e 10 de License Plate Recognition (LRP), com leitura avançada de placas de veículos que circulam pelo município.

 

Texto: Édila Nunes

Assessoria de Comunicação/PMP

O prefeito interino de Parauapebas João Trindade e o governador do estado, Helder Barbalho, assinaram esta semana o convênio que viabiliza o curso de Licenciatura Intercultural Indígena para a comunidade Xikrin do Kateté, em Parauapebas.

Esta ação faz parte do Programa Forma Pará e tem por objetivo reduzir o déficit de acesso à formação superior, especialmente entre os jovens, e também é uma forma de aumentar o número de cursos ofertados por Instituições de Ensino Superior (IES) públicas no estado. Serão ofertadas duas mil vagas em 10 regiões do Estado e Parauapebas está entre os 50 municípios beneficiados.

“Estamos muito  felizes com mais esta conquista para a educação municipal. Nossa cidade tem avançando no fortalecimento do ensino superior, e agora foi contemplado neste programa, com o curso de Licenciatura Intercultural Indígena", destacou o secretário de Educação, José Leal.

 

 

Assessoria de Comunicação - Ascom/PMP

A Prefeitura de Parauapebas, por meio da Secretaria Municipal de Segurança Institucional e Defesa do Cidadão (Semsi), vem a público notificar os proprietários dos veículos apreendidos em decorrência de acidentes de trânsito e procedimentos investigatórios da Polícia Civil, que estão no pátio do Departamento Municipal de Trânsito e Transporte (DMTT).

Os interessados pela retirada dos referidos automóveis devem comparecer ao prédio do DMTT em um prazo de 60 dias, a partir da data desta notificação. Os automóveis que não forem restituídos nesse prazo serão vendidos em leilão (hasta pública), conforme legislação vigente.

O prédio do DMTT está localizado na rua Rio Dourado S/Nº, Quadra e Lote Especial, bairro Beira Rio I, Parauapebas/PA. Telefone: (94) 3346-4644.

 

A lista completa com os nomes e dados dos veículos podem ser consultados AQUI.

Os irmãos Waity Nascimento Fontinele de 23 anos de idade e Witalo Atos Nascimento de 21, foram presos na manhã de segunda-feira (28), acusados de tráfico de drogas. A prisão da dupla se deu em um kit-net na Rua Q, Bairro União, Parauapebas.


De acordo com o Boletim de Ocorrência registrado na 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil, a Polícia Militar foi informada pelo serviço de inteligência da PM sobre uma comercialização de drogas que estaria ocorrendo no referido endereço, onde a mesma estava sendo feita por dois homens. Mediante a denúncia, os militares se deslocaram até o local com mais uma guarnição e com a cadela Raika e lá foi realizado às diligências.


Segundo o tenente PM Bruno, sua guarnição deu apoio na ocorrência e ao chegar no local encontraram os traficantes no corredor do imóvel, ao serem questionados sobre a suposta comercialização de entorpecentes, o proprietário do apartamento, Waity Nascimento, autorizou a entrada dos PMs e com a ajuda da cadela farejadora Raika foi localizado debaixo do guarda roupa cerca de 164 gramas de drogas análoga a cocaína e uma balança de precisão.


Todos os produtos ilícitos, além de celulares e dinheiro foram apresentados na Delegacia para os procedimentos cabíveis. De acordo com o policial, na hora da chegada das guarnições no local Witalo Nascimento se identificou como sedo suposto candidato a formação de praças da Polícia Militar de Parauapebas, uma vez que havia tirado 48 pontos, nota alta no último concurso da PM.

 

Fonte: Neide Folha com informações de Márcio Alves

Com uma extensa ficha criminal o criminoso identificado por Kainã Sousa da Silva de 20 anos de idade, natural de São Luís (MA), morreu na última segunda feira, 28, por volta das 23h30, em uma intervenção policial no Bairro Liberdade II, em Parauapebas.

Tudo ocorreu quando a guarnição do Cabo PM Batalha, recebeu um pedido de apoio da Polícia Civil para tentar prender Kainã; procurado por assalto e homicídio, o mesmo estaria escondido na rua Rogério Cardoso, próximo à beira do Rio Parauapebas.

De cordo com o cabo PM Batalha, outras duas Rocam e GTO e a Policia Civil se deslocaram para o local indicado, ao perceber a aproximação policial, Kainã entrou para um quarto, mas o mesmo foi acompanhado por um dos PMs que abriu fogo contra o criminoso que revidou usando uma arma calibre 38, mas o criminoso foi atingido com um único disparo na região do peito.

Contra Kainã Sousa havia um mandado de prisão preventiva expedido pela justiça de Parauapebas, sobre acusação de crime de homicídio. Ele esteve preso pela pratica de assalto e tráfico de entorpecente e a cerca de 15 dias havia recebido liberdade condicional, no entanto, vinha trilhando o mesmo caminho do crime durante os dias que estava fora da cadeia, segundo a polícia o mesmo teria praticado vários assaltos a estabelecimentos comerciais da cidade, dois deles a uma joalheria e uma clínica médica em Parauapebas.

Após Kainã ser baleado foi solicitando apoio do Corpo de Bombeiros ou do SAMU, mas devido o difícil acesso ao local e a demora da chegada dos referidos apoios, o ferido foi colocado na VTR da Polícia Civil e encaminhado ao Hospital Municipal local, mas não resistiu ao ferimento e veio a óbito logo em seguida.

Além das drogas os PMs apresentaram o revólver calibre 38 e 4 munições, três intactas e uma deflagrada.

Foi encontrado com Kainã 60 gramas de maconha, já dentro da residência com a ajuda da cadela Raiaka e segundo a polícia também foram encontrados 46 gramas de crack. Além das drogas apresentadas na 20ª Seccional de Polícia os PMs apresentaram o revólver calibre 38 e 4 munições, três intactas e uma deflagrada.

 

Fonte: Neide Folha

Na manhã desta terça-feira, 29, na sessão remota da Câmara Municipal de Parauapebas foi solicitado com representação do popular Odair Rodrigues Ribeiro a cassação do mandato do vereador Aurélio Ramos de Oliveira Neto (Aurélio Goiano), do PSD, por quebra do decoro parlamentar, infringência do art. 17, II da Lei Orgânica do Município, e artigo 7º do Código de Ética do Município.

Segundo a denúncia, Aurélio Goiano teve “postura incompatível, antiética e escandalosa” com o decoro parlamentar. A representação contra Aurélio Goiano foi encaminhada à Procuradoria Especializada de Assessoramento Legislativo, em 17 de junho de 2021, que emitiu o parecer jurídico interno nº 065/2021em 25 de junho de 2021, que opinou pela legalidade da denúncia, informando que esta deveria ser deliberada pelo Plenário da CMP para seu recebimento.

Os vereadores que votaram pelo recebimento da denúncia; Eloécio, Chiquito, Josivaldo, Eliene, Joel do Sindicato, Leo Marcio, Castilho, Elias, Zé do Bode, Zacarias, Rafael e Josemir. Aurélio Goiano não votou por ser o denunciado. O vereador Miquinha não esteve presenta à sessão. O vereador Braz não votou por ser presidente.

A Comissão de Ética e Decoro Parlamentar da CMP é formada pelos vereadores; Zé do Bode (presidente), Elias da Construforte (vice-presidente) e Leo Marcio (membro), Eliene Soares (membro) e Joel do Sindicato (membro); além dos vereadores Francisco Eloécio, Miquinha, Josivaldo, Leandro do Chiquito e Luiz Castilho como suplentes.

A Comissão de Ética e Decoro Parlamentar da CMP terá 90 dias para concluir o processo de análise do processo contra o vereador e encaminhar parecer ao plenário da Câmara. É bom salientar que este prazo não sofre suspensão por conta do recesso parlamentar.

 

Confira a denuncia em anexo no topo da página 

Loading
https://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink