Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) informou nesta terça-feira (17) que, após nova avaliação do Comitê de Acompanhamento do novo coronavírus (Covid-19), decidiu suspender todas as atividades e eventos acadêmicos, em todos seus campi, inicialmente no período de 19 a 31 de março. O Comitê está em constante atividade e até o dia 31 de março emitirá novas orientações sobre o referido prazo.

Com isso, também estão suspensas as aulas da instituição em Canaã dos Carajás, e a aula inaugural dos novos cursos, que estava prevista para 26 de março. As atividades administrativas, para docentes e técnicos, serão preferencialmente desempenhadas remotamente durante esse período, conforme orientações que serão divulgadas até amanhã (18).

O Comitê irá consultar os gestores de todas as unidades acadêmicas e administrativas para avaliar como será o funcionamento das atividades essenciais, que não puderem ser realizadas remotamente, em consonância com as Instruções Normativas vigentes e as medidas preconizadas pelo Ministério da Saúde.

Alunos e servidores devem atender a recomendação de permanecer em suas residências, evitar aglomerações e acompanhar novas orientações. Colaboradores que prestam serviço terceirizado irão receber devidas orientações da Administração.

Viagens de servidores e discentes, à serviço ou estudo, estão suspensas, a não ser em casos considerados excepcionais, os quais deverão ser discutidos diretamente com o Comitê. Viagens por motivo particular não são recomendadas. Caso ocorram, devem ser informadas ao Comitê de Acompanhamento pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Leia mais:

Com informações da Unifesspa.

A Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) inaugura oficialmente, nesta sexta-feira (6), o Bloco de Infraestrutura e Logística da Unifesspa e o Sistema de Segurança Institucional, por videomonitoramento, do Campus Marabá.

Com a presença de representantes da Administração Superior da Universidade, autoridades locais e comunidade universitária, a solenidade de entrega será realizada na Unidade III do Campus Marabá, a partir das 16h.

No total, foram investidos mais de R$ 2,1 milhões para efetivação dessas melhorias, que ampliam as estruturas físicas da Instituição e proporcionam melhores condições de conforto e segurança para estudantes, professores e técnico-administrativos.

A entrega do novo prédio faz parte de uma agenda de inaugurações de importantes obras e serviços que vão trazer melhorias e avanços para a comunidade universitária nas áreas de infraestrutura e segurança.

Nos próximos dias, serão entregues à comunidade universitária o 1º prédio do Campus Universitário de Santana do Araguaia, onde funcionará o Bloco de Laboratórios, e o bloco Multiuso do Campus de São Félix do Xingu.  

Bloco de Infraestrutura e Logística

Estruturado em 3 pavimentos, numa área total de 3.695 m², o Bloco de Infraestrutura e Logística foi projetado para que servidores e colaboradores que prestam serviços terceirizados possam desempenhar suas atividades em espaços modernos e adequados. O investimento total foi de R$ 1,6 milhões, com recursos próprios da universidade.

No térreo, o prédio abriga as instalações do Almoxarifado Central da Universidade. Os espaços estão divididos entre almoxarifado, área de conferência de materiais especiais, sala administrativa e um depósito de ferramentas. Já no pavimento superior, onde funciona a Secretaria de Infraestrutura, há cinco salas administrativas, sala de reunião, vestiário masculino e feminino, copa e sala de descanso.

Além disso, no piso inferior do prédio funcionam, atualmente, salas dedicadas ao ensino prático do curso de Artes do ILLA e Ciências Biológicas, além do Museu Tauari. O prédio possui, ainda, garagem para os veículos oficiais da Unifesspa (carros, micro-ônibus e ônibus).

Sistema de Segurança Institucional

O sistema de videomonitoramento da áreas externas e portões de entrada da Unifesspa conta com 90 câmeras, sendo 74 distribuídas nas três Unidades do campus Marabá e as demais nos campi de Rondon do Pará e Xinguara. 

O serviço proporciona, de forma automática, a integração dos diversos dispositivos instalados, gravando, transmitindo imagens e gerando alarmes, por detecção de movimento, de forma a tornar verdadeiramente eficiente a detecção e solução de eventos.

 

ASCOM UNIFESSPA

A nova ferramenta fornecerá vantagem operacional à Unifesspa, automatizando as rotinas de segurança, proporcionando pronta resposta em caso de incidentes e facilitando o trabalho dos operadores e agentes de segurança, gerando assim redução de custos operacionais.

Para aquisição dos equipamentos, foram investidos quase R$ 700 mil, com recursos de emenda parlamentar do então Deputado Federal Lúcio Vale. A iniciativa faz parte de uma ação conjunta do Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação (CTIC), em parceria com a Secretaria de Infraestrutura (Sinfra) da Unifesspa.

A Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) passa por limitações financeiras desde que o Ministério da Educação (MEC), em maio, bloqueou R$ 6,7 milhões do orçamento de custeio e outros R$ 6,4 milhões da verba para investimentos da instituição, o que representou 40% dos recursos disponíveis ao reitor Maurílio de Abreu Monteiro.

O gestor afirma que se o desbloqueio do orçamento de custeio não for feito até o dia 15 deste mês, serviços essenciais como limpeza e vigilância serão comprometidos, e levarão a reitoria a discutir a execução de um plano de emergência para que a universidade continue funcionando.

Em junho deste ano, em razão do contingenciamento definido pelo ministro Abraham Weintraub, o Conselho Superior de Administração (Consad) da Unifesspa teve de cortar cerca de 200 ações previstas no Plano de Gestão Orçamentária (PGO) de 2019. Entre elas, segundo o reitor Maurílio, estão “a compra de livros para o acervo bibliográfico, aquisição de materiais, mobiliário e equipamentos para laboratórios de ensino e pesquisa, apoio a eventos acadêmicos e programas de pós-graduação, além de outras ações que envolviam a melhoria das estruturas prediais”.

O primeiro encaminhamento da Coordenação da Administração Superior (CAS), liderada pelo reitor, no momento em que foram instituídas as limitações, foi definir a liberação do pagamento das despesas de agosto, relativas às 68 ações essenciais que foram mantidas pelo Conselho de Administração (Consad) da instituição. Na ocasião, foram preservadas as ações como o pagamento de bolsas de estágio, vigilância, energia elétrica, limpeza, viagens de campo e manutenções. No entanto, como até o momento não houve o desbloqueio das verbas, a administração superior da Unifesspa voltou a debater o contingenciamento e suas consequências.

“Se não houver o desbloqueio, não há orçamento para cobrir, em setembro, as despesas referentes a 15 das 68 ações mantidas. Nesse caso, seriam suspensos, por exemplo, o pagamento de bolsas estágio, vigilância, limpeza e energia, o que comprometeria as atividades cotidianas da universidade. A Unifesspa atende atualmente 5.200 estudantes de 42 cursos de graduação e 12 de mestrado, distribuídos em cinco campi: Marabá, São Félix do Xingu, Santana do Araguaia, Rondon do Pará e Xinguara. A Universidade tem apenas seis anos de existência, mas já formou cerca de 2.200 pessoas. Dos estudantes matriculados, 77% são oriundos de escolas públicas. Essas coisas precisam ser destacadas”, enfatiza o reitor.

Ainda segundo Maurílio, não havendo o desbloqueio, será preciso notificar as empresas contratadas, ainda no mês corrente, para que os serviços prestados por elas sejam descontinuados. Tal medida deve ser tomada porque, na administração pública, é imprescindível ter orçamento liberado antes que qualquer gasto seja autorizado pela União. Apenas com previsão orçamentária é possível contratar ou garantir o pagamento de despesas.

 

O reitor designou uma comissão responsável por organizar um plano emergencial de contingenciamento caso o dinheiro não seja liberado. Além disso, a CAS enviou relatório técnico ao MEC, apresentando a situação e solicitando a reversão dos bloqueios; a recomposição do orçamento para 2020, com valores compatíveis com número de alunos da Unifesspa; e os investimentos necessários. De acordo com Maurílio, até o momento, não houve resposta do MEC.

Fonte: FalaSerioCanaã

Na última segunda-feira (22), a Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) realizou a aula inaugural do curso de Licenciatura em Letras (Inglês), em Canaã dos Carajás. O evento marca o início das atividades da Unifesspa em Canaã, a primeira a oferecer um curso superior presencial no município.

Em maio deste ano, a Unifesspa foi convidada a integrar o Polo Educacional de Ensino Superior da cidade. Após os tramites internos, a prefeitura e Instituição firmaram convênio em maio. A primeira turma é composta por 40 alunos, que foram aprovados em vestibular realizado no último dia 7 de julho.

Entre as autoridades presentes no evento, o reitor da Unifesspa, prof. Dr. Maurílio de Abreu Monteiro; o prefeito de Canãa do Carajás, Jeová Andrade; o Pró-Reitor de Extensão da Unifesspa, prof. Diego Macedo; a secretária de educação do município, Roselma Milani.

Os secretários Geam Meirey, Jurandir José e Alex Silveira fizeram o uso da palavra e destacaram a importância do momento acadêmico. Também participaram da solenidade, o secretário de governo, Roberto Andrade; o coordenador do Polo de Canaã, Elias Albuquerque; a coordenadora de ensino superior em Canaã, Leuzilda Rodrigues; e o coordenador do curso de Letras-Inglês, Francisco da Silva.

Para a secretária de educação do munícipio, o ensino superior é uma das maiores e mais importantes lutas do governo. “Quando se tem uma gestão que pensa no desenvolvimento, o conhecimento deixa de ser algo abstrato e torna-se uma realidade. O governo está de parabéns por levar a educação a sério. Quem ganha com cada um desses avanços é a sociedade”, disse Roselma Feitosa.

O prefeito Jeová Andrade ressaltou o importante passo que Canaã dá com a chegada da Unifesspa. “Hoje se materializa um sonho iniciado em 2013. Nossa primeira preocupação foi estruturar a educação básica e conseguimos. A partir disso, lutamos pelo ensino superior, o que hoje se torna real. Temos muitos projetos pela frente e acreditamos que Canaã terá, em breve, muitos outros cursos e mais formandos. Nossos estudantes se formarão aqui e teremos mão de obra local qualificada”.

Em seu pronunciamento, o reitor da Unifesspa falou sobre a parceria entre a Prefeitura de Canaã e a Instituição. “A vida universitária necessita de atividades de ensino, pesquisa e extensão. Empreenderemos o máximo de esforço institucional para que essa tríade possa se desenvolver e ser efetivamente implantada nos munícipios em que a Unifesspa está presente”, declarou Monteiro.

O reitor destacou ainda que irá discutir com os Institutos da Unifesspa ações que visem ao fortalecimento e tornem mais efetiva a presença da Instituição em Canaã. “Para a Unifesspa, é imprescindível ter forte inserção social e uma das formas de se materializar essa premissa é impactando positivamente na vida de que quem produz”, disse. 

Após o encerramento das falas das autoridades, o magnífico reitor proferiu a aula inaugural, que trouxe como tema: “Políticas Públicas, Planejamento e Tentativas Estratégicas de Desenvolvimento Local”.

Caloura, a aluna Eva Regina falou sobre o início das aulas. “Fico emocionada com essa oportunidade e estou muito feliz, pois ter um curso superior é um sonho que tenho há muitos anos. A graduação abre portas para o mercado de trabalho, pois o peso de um curso em uma federal é muito maior”, declarou a estudante.

Já a estudante Adriana Neves afirmou que se sente honrada e orgulhosa pela conquista. “Fazer parte da primeira turma de uma universidade federal na minha cidade é algo realmente importante. Sem sombra de dúvidas, esse curso agrega muito ao currículo”.

As aulas da Unifesspa já estão acontecendo no Centro de Formação de Profissionais da Educação (Cemfopred), em período integral, de segunda a sexta, das 8h às 18h. Por sua vez, o curso de Agronomia terá a sua aula inaugural no dia 12 de agosto.

(Canaã dos Carajás)

Gerar 20% de toda a energia consumida pela Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) de forma eficiente e sustentável. Essa é a meta inicial do Parque de Geração de Energia Solar da Unifesspa, que teve mais três usinas fotovoltaicas inauguradas na manhã desta segunda-feira (1º). 

Parlamentares, representantes da sociedade civil, autoridades locais e membros da comunidade universitária lotaram o auditório da Unidade II do Campus de Marabá para prestigiar o momento histórico e de grande relevância para a região. A Unifesspa é a primeira universidade do norte do país a investir neste tipo de energia, considerada ecologicamente limpa.

No Campus Marabá, foram instalados 525 painéis fotovoltaicos distribuídos em três usinas com uma expectativa de geração de 20 mil kwh/mês. São duas usinas na Unidade II (Folha 17), sendo distribuídas no prédio de 4 pavimentos e no Galpão de Laboratórios; e outra no prédio de 4 pavimentos da Unidade III (Cidade Universitária). 

De acordo com o reitor Maurílio de Abreu Monteiro, a Unifesspa não só impulsiona a implantação de geração de energia limpa na região como amplia as possibilidades de construção de tecnologia local por meio do ensino e da pesquisa.

Assessoria de Comunicação (Ascom)

A inscrição para os dois primeiros cursos da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (UNIFESSPA) em Canaã superou as expectativas e demonstrou a capacidade do município de absorver a demanda de instituições de nível superior. Ao todo, foram 740 inscritos para o certame, segundo dados do Polo Educacional, que em ação do Pacto por Canaã, foi responsável pela coleta das inscrições.

A prova objetiva e a redação em Língua Portuguesa serão realizadas no dia 07 de julho de 2019 das 8h às 12h, no Município de Canaã dos Carajás, em local a ser informado no cartão de inscrição do candidato e em edital próprio. No dia da prova será obrigatória a apresentação do documento original de identificação com foto do candidato.

O cartão de inscrição poderá ser impresso pelo candidato e estará disponível no endereço eletrônico www.pse.unifesspa.edu.br, a partir do dia 02 de julho de 2019.

Aos candidatos que cursaram pelo menos um ano do ensino médio nas escolas que integram o município de Canaã dos Carajás e aqueles que comprovem residência no município será atribuída 20% (vinte por cento) de bônus sobre a nota final do processo seletivo.

É importante destacar que os candidatos deverão assinalar as respostas da prova no Cartão-Resposta com caneta esferográfica de tinta preta ou azul.

A divulgação do resultado final sairá no dia 15 de julho. O início das aulas do curso de Letras- Língua Inglesa será no dia 22 de julho e o do curso de Agronomia será no dia 12 de agosto.

Por: Wellington Borges

(Canaã)

 

A inflação em Marabá no mês de maio sofreu uma retração, saindo do patamar de 0,58% para 0,12%. Esse índice é inferior ao mesmo período do ano passado, quando a inflação estava em 0,59%. Os dados são do boletim de Índice de Preços ao Consumidor de Marabá (IPC-MBA), divulgados ontem (26) pelo Laboratório de Inflação e Custo de Vida de Marabá (Lainc) da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa).

A inflação entre janeiro e abril vinha sofrendo significativos impactos em função dos diversos aumentos de preços do combustível – preço médio bem superior aos preços praticados no mercado de Belém – assim como dos aumentos autorizados sobre energia elétrica.

Em maio, os itens de despesas dos grupos “Vestuário” (-0,17%) e “Despesas Pessoais” (-0,28%) influenciaram significativamente de forma positiva na retração da pressão inflacionária em Marabá. Já “Saúde e cuidados pessoais” foi o grupo que mais pesou no mês, contribuindo com (0,18%) da inflação.

Fonte: Assessoria de Comunicação (Ascom)

Dezenas de produtores rurais e estudantes de Canaã dos Carajás e região participam do IV Encontro de Desenvolvimento Rural do município, evento que teve início na manhã desta sexta-feira (14) e se estenderá até o domingo (16). Nos próximos três dias, os produtores e estudantes da Unifesspa de Xinguara e UFRA de Parauapebas passarão por treinamentos e capacitações que visam incentivar a prática agrícola e aprimorar as técnicas de manejo no campo.

O encontro é uma iniciativa da Prefeitura de Canaã, por meio da Secretaria de Desenvolvimento e Produção Rural (Sempru), em parceria com o Sindicato dos Produtores Rurais do município (Sicampo). Especialistas de toda a região falarão sobre diversos temas e orientarão os participantes do seminário sobre formas para se obter melhores resultados no cotidiano.

À frente da Sempru, Léo Ferreira destacou a importância de levar mais conhecimento aos agricultores e pecuaristas do município. “A qualificação é fundamental para melhores resultados em qualquer negócio e no setor agropecuário não é diferente.”

O secretário também falou sobre o trabalho de apoio à atividade no campo que já vem sendo feito em Canaã. “Só este ano, plantamos 70 mil mudas frutíferas e nossa meta é chegar às 150 mil. Queremos fazer com que Canaã seja referência também neste setor.”

Alexandre Pereira, prefeito em exercício, afirmou que a agricultura e a pecuária são fundamentais para a diversificação econômica do município. “Cumprimento a todos que apostam nessa alternativa. Canaã será uma cidade referência e para isso é necessário o investimento na sustentabilidade; o setor rural é peça importante nesse processo. A nossa missão é resgatar a vocação agrícola que Canaã tem, a partir disso, e com a união de todos, teremos um cidade modelo no futuro.”

Ainda nesta sexta, palestras sobre o manejo de pastagem e controle de plantas indesejáveis, produção suína, produção de tomates e sobre a utilização do bambu na construção de estufa serão apresentadas aos participantes do seminário.

Por Kleysykennyson Carneiro

(Canaã)

O sonho de quem vive em Canaã dos Carajás, de contar com cursos superiores de universidades públicas no município, começa a se tornar realidade. A Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (UNIFESSPA) lançou, nessa sexta-feira (31), o edital dos dois primeiros cursos que serão oferecidos pela instituição em Canaã: Agronomia e Letras. A chegada dos cursos é resultado direto do esforço da prefeitura do município, por meio do Polo Educacional e do Pacto por Canaã.

As vagas serão destinadas aos alunos que concluíram o ensino médio ou equivalente ou aqueles que comprovarem conclusão do ensino médio no ato da habilitação/matrícula na Unifesspa.

Serão ofertadas 40 vagas aos cursos de Letras Inglês – Licenciatura (Intensivo Intervalar) e Agronomia – Bacharelado (Extensivo Regular).

Aos candidatos que cursaram pelo menos um ano do ensino médio nas escolas que integram o município de Canaã dos Carajás e aqueles que comprovem residência no município será atribuída 20% (vinte por cento) de bônus sobre a nota final do processo seletivo.

As inscrições ao processo seletivo serão admitidas a partir das 8 horas do dia 03 até às 12 horas do dia 29 de junho de 2019, observado o horário de Brasília.

As inscrições serão realizadas via posto de inscrição física em formulários nos horários de 8h às 12h e das 14h às 18h, no seguinte endereço: Centro Municipal de Formação dos Profissionais de Educação de Canaã dos Carajás – CEMFOPRED – na Avenida dos Pioneiros, 154, Centro, Canaã dos Carajás/PA, CEP 68.537-000.

No ato da inscrição o candidato deve escolher se será beneficiário ou não de bonificação regional e indicar se irá concorrer as vagas de ampla concorrência, reservadas a Pessoa com Deficiência ou alguma cota.

O cartão de inscrição poderá ser impresso pelo candidato e estará disponível no endereço eletrônico www.pse.unifesspa.edu.br, a partir do dia 02 de julho de 2019.

A prova objetiva e a redação em Língua Portuguesa serão realizadas no dia 07 de julho de 2019 das 8h às 12h, no Município de Canaã dos Carajás, em local a ser informado no cartão de inscrição do candidato e em edital próprio. No dia da prova será obrigatória a apresentação do documento original de identificação com foto do candidato.

Os candidatos deverão assinalar as respostas da prova no Cartão-Resposta com caneta esferográfica de tinta preta ou azul.

A divulgação do resultado final sairá no dia 15 de julho. O início das aulas do curso de Letras- Língua Inglesa será no dia 22 de julho e o do curso de Agronomia será no dia 12 de agosto.
 
Fonte: Ascom - Canaã dos Carajás
 
 
 

O projeto “Brinquedoteca Itinerante: o brincar como ferramenta de inclusão social” é uma iniciativa da Faculdade de Ciências da Educação (Faced) que é coordenado pela professora Dra. Letícia Souto Pantoja, visa prestar serviços à comunidade que vive próximo à Unidade I da Unifesspa, como também aos técnicos, alunos e professores oferecendo um espaço para que seus filhos de 4 a 12 anos de idade possam brincar de forma plena e satisfatória.

A brinquedoteca da Unifesspa funciona de forma itinerante, utilizando-se de múltiplos espaços disponíveis na Unidade I para realização de suas atividades, destacando-se a “Tenda do NEAm”, Auditório, “NaMorada das Artes”, dentre outros locais.

Nesses ambientes onde se estabelece a brinquedoteca são realizadas diversas atividades como criação de slime, produção de origamis, atividades de pintura, brincadeiras tradicionais da região, entre outras.

O ambiente é composto por brinquedos como bonecas, carrinhos, casinhas e panelinhas; jogos de cartas, dominó, jogos de tabuleiro, além de jogos lúdicos, pedagógicos e adaptados como dominó em braile e alfabetos móveis.

Os materiais são remanescentes de outro projeto realizado na brinquedoteca da Unifesspa que teve seu desenvolvimento entre os anos de 2014 a 2016, que se deterioraram ao longo do tempo. Inclusive, por esta razão, o projeto da Brinquedoteca Itinerante necessita de doações de jogos, brinquedos e outros materiais como mesas e cadeiras para crianças.

Assessoria de Comunicação (Ascom)
Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa)
 
 
 
 
Página 1 de 2
Loading
https://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink
https://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.galpogk-is-100.jpglink