Carajas o Jornal

Carajas o Jornal

Belém, 28 de novembro de 2020 - A Orquestra Jovem Vale Música (OJVM) faz concerto especial neste sábado (28), em comemoração aos 250 anos de nascimento de um dos maiores compositores de música de concerto, o alemão Ludwig van Beethoven (1770-1827), direto do palco do Theatro da Paz, em Belém, às 18h, com transmissão ao vivo pela TV Cultura e Portal Cultura.  A Orquestra Jovem integra o Projeto Vale Música Belém, patrocinado pela Vale e Secretaria da Cultura, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura.

A homenagem contará com a regência do maestro convidado Roberto Tibiriçá e traz duas importante peças de Beethoven: a Sétima Sinfonia e a Abertura das Criaturas de Prometeu. O maestro Tibiriçá já esteve à frente da direção artística e também ocupou o cargo de regente titular da Orquestra Sinfônica Brasileira, Orquestra Petrobrás Sinfônica, Orquestra Sinfônica de Minas Gerais, Orquestra Sinfônica de Campinas, Orquestra Sinfônica do SODRE (Montevidéu/Uruguai), dentre outras.

Todas as medidas de prevenção contra o novo coronavírus indicadas pela Organização Mundial da Saúde estão sendo tomadas, como uso de máscaras, álcool em gel e distanciamento, além da a redução do número de integrantes da orquestra. A programação conta com apoio do Theatro da Paz,  Fundação Carlos Gomes, Fundação Paraense de Radiodifusão (Funtelpa) e Governo do Estado do Pará.

Projeto Vale Música Belém
Desenvolvido pela Fundação Amazônica de Música (FAM), a iniciativa vem transformando a vida de alunos do ensino público da capital do Pará e conta com patrocínio da Vale desde 2004, via Lei Federal de Incentivo à Cultura. Com 16 anos de existência, mais de 1.200 músicos profissionais foram formados pela instituição, que atende atualmente 280 crianças e jovens com o ensino e aprendizagem da música. O projeto tem além da Orquestra Jovem, Coral, Grupo de Flautas Doce, Banda Sinfônica Jovem, Grupo de Percussão de Câmara,  Orquestra de Violinos e Coral infanto-juvenil.

Orquestra Jovem Vale Música
Criada em janeiro de 2010, a Orquestra Jovem Vale Música é resultado do Projeto "Vale Música" Belém e já se apresentou em importantes salas de concerto em Brasília, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo, Manaus, Recife, São Luis e Fortaleza, além de parcerias com grandes solistas internacionais.
A orquestra reúne jovens de 14 a 22 anos de idade e conta atualmente com a regência titular do jovem maestro paraense Renan Cardoso.

 

Fonte: Nadia Farias 

O Santos volta a ter Cuca no banco de reservas e a dúvida é se escalará todos os titulares, às vésperas do confronto da Libertadores contra a LDU. De qualquer maneira, com os desfalques do Sport, é o favorito para vencer na Vila.

SANTOS – Problemas – Luan Peres (covid) – Time provável (4-1-4-1) – John, Pará, Lucas Veríssimo, Luiz Felipe e Felipe Jonathan; Alisson; Marinho, Diego Pituca, Jean Mota e Soteldo; Kaio Jorge. Técnico: Cuca

Últimos cinco jogos – devdv

SPORT – Problemas – Raul Prata (machucado), Thiago Neves (poupado), Hernane (poupado) – Time provável (4-4-2) - Luan Polli, Patric, Maidana, Adryelson e Sander; Barcia, Márcio Araújo, Jonatan Gómez e Júnior Tavares; Mikael e Mugni. Técnico: Ricardo Henriques (Jair Ventura com covid)

Últimos cinco jogos – evedd

CURIOSIDADE – Jair Ventura foi técnico do Santos em 2018, demitido na 14ª rodada, em 15º lugar.

RETROSPECTO – O Sport venceu pela última vez na Vila em 2017, por 1 x 0, gol de Sport. Depois, só uma partida, com vitória santista em 2018.

PALPITE – Santos

ARBITRAGEM – Wílton Pereira Sampaio (GO); Bruno Raphael Pires (GO), Cristhian Passos Sorence (GO)

ÁRBITRO DE VÍDEO – Bráulio da Silva Machado (SC)

PALMEIRAS x ATHLETICO PARANAENSE

Sábado, Allianz Parque, 17h

ANÁLISE – O Palmeiras recupera jogadores da covid e enfrenta o Athletico em surto. Mais do que isto, Abel Ferreira conseguiu dar estabilidade ao time, com sistema tático firme e discurso sóbrio. O problema é conseguir engrenar em casa.

PALMEIRAS – Problemas – Mayke (expulso), Luiz Adriano (machucado) – Time provável (4-2-3-1) – Wéverton, Marcos Rocha, Émerson Santos, Gustavo Gómez e Scarpa; Patrick de Paula e Danilo; Lucas Lima, Zé Rafael e Rony; Fabrício. Técnico: Abel Ferreira

Últimos cinco jogos – vvedv

ATHLETICO PARANAENSE – Problemas – Santos (covid), Jandrei (covid), Zé Ivaldo (covid), Abner (covid), Alvarado (covid), Fernando Canesin (covid), Nikão (covid), Geuvânio (covid), Jonathan (machucado), Márcio Azevedo (machucado), Geuvânio (machucado) – Time provável (4-4-2) – Bento, Erick, Pedro Henrique, Thiago Heleno e João Victor; Carlos Eduardo, Wellington, Christian e Reinaldo; Léo Citadini e Renato Kayzer. Técnico: Paulo Autuori

Últimos cinco jogos – vvvve

CURIOSIDADE – Paulo Autuori foi técnico de Abel Ferreira no Vitória de Guimarães.

RETROSPECTO – No Allianz Parque, houve seis jogos de Brasileirão, com três vitórias do Palmeiras, um empate e duas vitórias do Athletico.

PALPITE – Palmeiras

ARBITRAGEM – Anderson Daronco (RS); Rafael da Silva Alves (RS), Michael Stanislau (RS)

ÁRBITRO DE VÍDEO – Daniel Nobre Bins (RS)

AHIA x SÃO PAULO

Sábado, Fonte Nova, 19h

ANÁLISE – O Bahia não terá Mano Menezes, nem Sídnei Lobo, nem James de Freitas, os três técnicos possíveis estão fora do banco de reservas. O São Paulo tem problemas na defesa, com as ausências de Diego e Bruno Alves.

BAHIA – Problemas – Matheus Claus (covid), Lucas Fonseca (machucado), Anderson Martins (terceiro cartão), Gilberto (terceiro cartão), Gabriel Novaes (contrato com o São Paulo) – Time provável (4-2-3-1) - Douglas, Nino Paraíba, Ernando, Juninho e Juninho Capixaba; Fessin, Elias, Gregore e Élber; Rodriguinho e Marco Antônio. Técnico: Mano Menezes

Últimos cinco jogos – vvvdv

SÃO PAULO – Problemas – Bruno Alves (precaução, porque família está com covid), Diego Costa (terceiro cartão) – Time provável (4-4-2) – Tiago Volpi, Juanfran, Arboleda, Léo e Reinaldo; Gabriel Sara, Daniel Alves, Luan e Igor Gomes; Luciano e Brenner. Técnico: Fernando Diniz

Últimos cinco jogos – vvvee

CURIOSIDADE – A última vitória do São Paulo na Fonte Nova aconteceu em 2014, por 2 x 0, gols de Rogério Ceni e Alan Kardec.

RETROSPECTO – Contando Copa do Brasil, o São Paulo não vence o Bahia há cinco jogos, com três empates e duas vitórias baianas.

PALPITE – Empate

ARBITRAGEM – Leandro Pedro Vuaden (RS); Ivan Carlos Bohn (PR), Victor Hugo Imazu dos Santos (PR)

ÁRBITRO DE VÍDEO – Héber Roberto Lopes (SC)

ATLÉTICO GOIANIENSE x INTERNACIONAL

Sábado, Castelo do Dragão, 21h

ANÁLISE – Marcelo Cabo empatou com o Flamengo e venceu o Sport. A terceira surpresa pode ser vencer o Internacional. O problema é que tem três desfalques por contratos com o Internacional. O Colorado precisa voltar a vencer depois de cinco partidas sem triunfo.

ATLÉTICO GOIANIENSE – Problemas – João Victor (terceiro cartão), Marlon (machucado), Ferrareis (contrato com o Internacional), Dudu (contrato com o Internacional), Natanael (contrato com o Internacional) – Jean, Arnaldo, Éder, Gilvan e Nicolas; William Maranhão e Matheus Vargas; Janderson, Chico e Éverton Felipe; Zé Roberto. Técnico: Marcelo Cabo

Time provável (4-2-3-1) -

Últimos cinco jogos – ddeev

INTERNACIONAL – Problemas – Moisés (covid), Nonato (terceiro cartão) – Time provável (4-2-3-1) – Marcelo Lomba, Rodinei, Zé Gabriel, Cuesta e Uendel; Rodrigo Dourado e Edenílson; Maurício, Marcos Guilherme e Caio; Thiago Galhardo. Técnico: Leomir de Souza (Abel Braga com covid)

Últimos cinco jogos – eddvd

CURIOSIDADE – Este será o primeiro jogo da história do Brasileirão no estádio Antônio Acioly, o Castelo do Dragão.

FLUMINENSE – Problemas – Muriel (covid), Danilo Barcelos (covid), Yuri (covid), Fred (machucado), Egídio (covid), Pacheco (covid), Michel Araújo (covid), Nino (covid), Hudson (covid), Igor Julião (machucado), Yago Felipe (machucado) – Time provável (4-4-2) – Marcos Felipe, Calegari, Digão, Luccas Claro e Raí; André e Martinelli; Lucca, Nenê e Wellington Silva; Marcos Paulo. Técnico: Odair Hellmann

Últimos cinco jogos – vvddv

BRAGANTINO – Problemas – Wéverson (machucado), Léo Realpe (machucado) – Time provável (4-4-2) - Cleiton, Aderlan, Fabrício Bruno, Ligger e Luan Cândido; Helinho, Raul, Lucas Evangelista e Artur; Claudinho e Ytalo. Técnico: Maurício Barbieri

Últimos cinco jogos – ddevv

CURIOSIDADE – Um gol de Franklin, formado no Fluminense, mas jogando pelo Bragantino, ajudou a classificar o Bragantino para a final do Brasileiro de 1991. Naquele ano, o Braga venceu o Flu por 1 x 0, no Maracanã.

RETROSPECTO – Na história do Brasileirão, houve cinco confrontos no Rio de Janeiro, com duas vitórias do Fluminense, dois empates e uma vitória do Bragantino.

PALPITE – Fluminense

ARBITRAGEM – Dyorgines José Padovani de Andrade (ES)

ÁRBITRO DE VÍDEO – Caio Max Augusto Vieira (RN)

JOGO ADIADO DA SEXTA RODADA

GRÊMIO x GOIÁS

Segunda-feira, Arena do Grêmio, 18h

ANÁLISE – O Goiás em crescimento, com empate contra o Fortaleza e vitória sobre o Palmeiras. Mas esbarra na maior invencibilidade dos times da Série A, neste momento. O Grêmio não perde há 13 partidas, com dez vitórias e três empates.

GRÊMIO – Problemas – Maicon (machucado), Alisson (machucado) – Time provável (4-2-3-1) - Vanderlei, Orejuela, Geromel, Rodrigues e Diogo Barbosa; Darlan e Matheus Henrique; Luiz Fernando, Jean Pyerre e Pepê; Diego Souza. Técnico: Renato Gaúcho

Últimos cinco jogos – vvve

GOIÁS – Problemas – Sandro (negociação de rescisão de contrato) – Time provável (4-2-3-1) - Tadeu, Taylon, David Duarte, Fábio Sanches e Jéfferson; Breno e Ariel Cabral; Miguel Figueira, Shaylon e Keko; Fernandão. Técnico: Gláuber Ramos

Últimos cinco jogos – deddv

CURIOSIDADE – Grêmio e Goiás fizeram a semifinal do Campeonato Brasileiro de 1996.

RETROSPECTO – Pelo Brasileiro, na Arena do Grêmio, houve três vitórias gremistas e um empate.

PALPITE – Grêmio

ARBITRAGEM – Rodrigo Dalonso Ferreira (SC); Kléber Lúcio Gil (SC), Johnny Barros de Oliveira (SC)

ÁRBITRO DE VÍDEO – Rodrigo Nunes de Sá (RJ)


Fonte: Rio de Janeiro                                                                                                                                                                                                                                                                                                             

 

A Caixa Econômica Federal (CEF) segue efetuando os pagamentos do auxílio emergencial no mês de novembro. Neste sábado, 28 de novembro, o banco vai efetuar liberações de saques do benefícios. Serão dois ciclos no total.

28 de novembro (Sábado)

Liberado saque em dinheiro e transferência bancária para inscritos via aplicativo, site e CadÚnico

Ciclo 3

  • Nascidos nos meses de agosto e setembro podem sacar e transferir o auxílio emergencial. Este pagamento é relacionado ao ciclo 3.

Ciclo 4

  • Nascidos nos meses de agosto e setembro podem sacar e transferir o auxílio emergencial. Este pagamento é relacionado ao ciclo 4.

O calendário para saque e transferência do ciclo 3 e 4 é o mesmo!

As parcelas extras do auxílio emergencial no valor de R$ 300 são válidas apenas para os beneficiários que já estão recebendo o benefício de R$ 600. No entanto, o número de parcelas depende de quando o trabalhador, que não faz parte do Bolsa Família, começou a receber o benefício no valor inicial.

As novas parcelas no valor R$ 300 começam a ser pagas somente após a conclusão das cinco parcelas iniciais de R$ 600. Novas inscrições não serão feitas, portanto, apenas quem foi aprovado para as parcelas de R$ 600 poderá receber as parcelas extras.

A quantidade total de parcelas que o cidadão terá direito vai depender de quando ela começou a receber o auxílio. O máximo são nove parcelas, sendo as cinco primeiras de R$ 600 e as quatro últimas de R$ 300.

  • Quem recebeu a 1ª parcela em abril: 9 parcelas
  • Quem recebeu a 1ª parcela em maio: 8 parcelas
  • Quem recebeu a 1ª parcela em junho: 7 parcelas
  • Quem recebeu a 1ª parcela em julho: 6 parcelas
  • Quem recebeu a última parcela de R$ 600 em agosto: vai receber 4 parcelas de R$ 300 nos meses de setembro, outubro, novembro e dezembro;
  • Quem recebeu a última parcela de R$ 600 em setembro: vai receber 3 parcelas de R$ 300 nos meses de outubro, novembro e dezembro;
  • Quem recebeu a última parcela de R$ 600 em outubro: vai receber 2 parcelas de R$ 300 nos meses de novembro e dezembro;
  • Quem recebeu a última parcela de R$600 em novembro: vai receber apenas 1 parcela de R$ 300, em dezembro.

 

Fonte:  por Saulo Moreira

Após quatro anos de espera, está autorizada a expansão do Projeto Serra Leste, em Curionópolis, município do sudeste paraense, que prevê a extração e o beneficiamento de 107 milhões de toneladas de minério de ferro em onze anos de vida útil, com a geração inicial de mais de mil empregos. Nesta sexta-feira (27), o governador Helder Barbalho esteve no município para assinar a licença de instalação do empreendimento de extração e beneficiamento. A capacidade de produção deve saltar de seis milhões para dez milhões de toneladas ao ano.

No modelo proposto, a extração e o beneficiamento de minério de ferro são feitos com a umidade natural, o que descarta a necessidade de uso expressivo de água e a implantação de barragens. O escoamento da produção será pela Estrada de Ferro Carajás (EFC). Em junho deste ano, Helder Barbalho já havia confirmado a emissão de uma licença prévia pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas). A partir da licença de instalação, serão feitas obras de ampliação do projeto de extração de ferro. A unidade gera hoje 800 empregos na operação, e na fase de obras de expansão serão gerados mais 600, previstos para o ano que vem.

Acompanhado de diversas autoridades e representantes da multinacional, o governador avaliou “Serra Leste” como um projeto estratégico para gerar emprego e garantir o desenvolvimento e a vocação minerária de Curionópolis, particularmente do distrito de Serra Pelada. "Os 1,4 mil empregos diretos permitirão o aquecimento econômico para essa região e oportunidade para nossa população. Queremos que os empregos sejam locais, para ajudar as pessoas que moram nessa região. Que nós possamos fortalecer uma ampla parceria pública e privada, entre governo do Estado, Prefeitura Municipal e empresa Vale para melhorar a vida das pessoas. Não é correto que, ao mesmo tempo que se tem tanta riqueza, ainda se conviva com tanta pobreza", reforçou o chefe do Executivo.

Falando diretamente aos representantes da mineradora - o diretor de Relações Institucionais da Vale, Luiz Santiago, e o diretor do Corredor Norte, Antônio Padovezi -, o governador do Pará cobrou que as vagas de emprego sejam direcionadas à população do município, bem como qualificação para esses trabalhadores. "Por isso nós estamos exigindo a participação de todos, no sentido de termos soluções sociais. E, claro, além de ser uma obra importante, tornou condicionante à licença que a Vale assuma a execução da interligação da PA-275 até Serra Pelada, pavimentando a estrada para garantir a trafegabilidade e o acesso seguro a uma área tão importante", reiterou Helder Barbalho.

Geração de renda - Estão previstas uma série de ampliações das estruturas existentes e a abertura de novas cavas para extração de minério, novas pilhas de disposição de estéril e mais uma usina de beneficiamento, além da adequação e ampliação das estruturas de apoio existentes. "Iremos continuar trilhando o caminho do desenvolvimento junto com o Governo e o Município, na geração de renda, trabalho e arrecadação”, disse Antônio Padovezi.

A produção mudará o volume de arrecadação municipal e de empregos, ampliando, ainda, as ações ambientais para diminuir os possíveis impactos sociais e ambientais na região. De acordo com o Relatório de Impacto Ambiental (Rima) apresentado pela empresa responsável pelo projeto, a ampliação demandará a contratação de aproximadamente 1.363 trabalhadores, entre mão de obra própria (1.089) e terceirizada (274). Desta mão de obra, estima-se que 85% farão parte do quadro de operários da construção civil e da montagem eletromecânica.

Meio ambiente - Titular da Semas, Mauro O'de Almeida destacou a importância de manter a parceria com a Vale dentro das regras ambientais vigentes. "Em momento de pandemia e escassez de emprego, é muito importante. E quando terminar a operação de expansão da mina haverá uma circulação de receita importante para o Estado, a partir de uma licença expedida com acuidade e rigor", detalhou o secretário.

Sobre Serra Leste, o secretário regional de Governo do Sul e Sudeste, João Chamon, lembrou as dificuldades de concretização da expansão do projeto. "Vejo nesta autorização um alerta de que o governador está atento às demandas de geração de emprego e renda. E é um projeto de futuro brilhante, somado a outros voltados à região e que já trouxeram Helder aqui umas 20 vezes - algo que não se via em outras gestões", ressaltou.

Mobilidade - Helder Barbalho também conferiu o andamento das obras de reconstrução, com implantação de acostamento, da PA-275, a cargo da Secretaria de Estado de Transportes (Setran). Iniciadas em agosto, as obras devem ser concluídas até março de 2022, e estão concentradas entre as cidades de Curionópolis e Parauapebas. Serão executados 60 km de acostamento e reconstrução em toda a via, que não recebia obras de substituição total do pavimento há 20 anos. A intervenção beneficiará a rota de escoamento da produção mineral do Estado, principalmente, para o município de Parauapebas, polo de exportação de minerais, como ferro, cobre e manganês.

Já em relação às obras da PA-275, João Chamon destacou a importância de condições de tráfego mais seguro. "Esse recapeamento que o governador está fazendo por meio da Setran é, sem dúvida nenhuma, um ganho na mobilidade e segurança. Nós sempre temos acidentes nesse trecho", informou.

 

Fonte: Por Carol Menezes (SECOM)

A equipe econômica de Paulo Guedes não considera necessária uma nova prorrogação do Auxilio Emergencial, e dois fatores contaram para esta constatação. A primeira é que o crescimento nos casos de Covid-19, não demostra uma segunda onda da pandemia e também que medidas severas de isolamento são remotas.

Nas últimas semanas, Paulo Guedes e sua equipe vêm afirmando que as chances de novas medidas emergenciais serem tomadas são baixas.

A avaliação tem base em uma análise de dados fornecidos pela Secretaria de Política econômica que mostraram que parte dos estados alcançaram a chamada imunidade de rebanho.

Porém, este monitoramento não é realizado em parceria com o Ministério da Saúde e sim com dados estatísticos.

A percepção política também influencia na análise, já que os interlocutores de Guedes dizem que são baixas as possibilidades de que se estabeleçam novas medidas de isolamento social. Por mais que os governos locais tentem implantar essas medidas, a população dificilmente obedecerá.

A ampliação do microcrédito que também foi uma medida tomada em meio a pandemia está sendo avaliada e a equipe econômica afirma que atualmente a oferta por esta modalidade é bem maior que a demanda.

Em resumo, a equipe econômica pensa que uma prorrogação do auxilio e do microcrédito só seria necessária caso a situação se aproximasse dos acontecimentos do mês de abril, quando a economia praticamente parou.

O Brasil registrou até a última quinta-feira, 26, segundo dados divulgados, 37.672 novos casos de Covid-19 e 698 mortes causadas pela doença.

O avanço ou queda do coronavírus é determinante para que uma nova prorrogação do auxílio emergencial seja feita. Até o momento, os últimos pagamentos da ajuda acontecem em dezembro.

O governo vem tentando implantar seu novo programa social para substituir o Bolsa Família e que vai pagar um valor maior que o atual, em que a transferência é de R$190 em média.

Por conta disso, o que paira é a dúvida sobre a capacidade de arcar com a assistência social caso a segunda onda paralise o comércio mais uma vez ou a atividade econômica não cresça no ano que vem.

 

Fonte: https://fdr.com.br

 

Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revelam que, em Roraima, a taxa de desocupação, no 3° trimestre de 2020, foi de 18,5%, a mais alta da série histórica iniciada em 2012.

Um crescimento de 2,2 pontos percentuais (p.p.) em relação ao trimestre de abril a junho deste ano (13,3%) e 3,5 p.p. frente ao terceiro trimestre de 2019 (15%).

É a sexta maior taxa de desocupação entre todas as unidades da Federação. Esta taxa cresceu em 10 estados. As demais 17 mantiveram estabilidade.

Em Roraima, a taxa de desocupação foi de 45,7% no grupo etário de 14 a 17 anos e de 35,4%, no grupo de 18 a 24 anos de idade. A menor taxa foi registrada no grupo de mais de 60 anos (5,9%).

No 3° trimestre de 2020, a taxa composta de subutilização da força de trabalho aqui (percentual de pessoas desocupadas, subocupadas por insuficiência de horas trabalhadas e na força de trabalho potencial em relação à força de trabalho ampliada) foi de 38,3%.

O percentual de empregados com carteira de trabalho assinada no Estado foi de 66,3% dos empregados do setor privado. E o percentual da população ocupada em Roraima de trabalhadores por conta própria foi de 29,1%.

O rendimento médio real de todos os trabalhos, habitualmente recebido por mês, pelas pessoas ocupadas com rendimento de trabalho foi estimado em R$ 2.489. Esse resultado ficou estável em relação ao trimestre imediatamente anterior (R$ 2.529) e aumentou em relação ao mesmo trimestre do ano anterior (R$ 2.441).

Em Roraima, a taxa de informalidade no 3° trimestre de 2020 ficou em 46,1% da população ocupada. Entre as unidades da Federação, as maiores taxas foram observadas no Pará (60,9%), Maranhão (58,8%) e Amazonas (56,4%), e as menores em Santa Catarina (26,9%), Distrito Federal (28,6%) e São Paulo (29,1%).

 



Fonte: Unidade Estadual do IBGE em Roraima

Incomodada, Jakelyne pediu para a amiga não citar mais seu nome em conversas com Biel. “Posso pedir uma coisa?”, começou ela. “Pode”, disse Tays.

“Não toque mais no meu nome pro Gabriel? Quando você vier desabafar comigo, você pode desabafar, mas eu vou te falar que não vou falar nada. Só vou te ouvir. Não vou falar um ‘a’. Por favor, se você puder fazer isso, vou ficar muito grata”, disparou Jakelyne.

Pouco tempo depois, Lidi Lisboa percebeu o climão e Jake falou mais sobre o assunto com a atriz. “É que eu falei pra ela que pode continuar desabafando comigo, mas eu não vou falar mais um a. Tipo, vou ser uma psicóloga. Ela vai falar sobre o Gabriel e eu vou ouvir sem falar nada. Também não quero mais que ela fale nada referente a mim pra ele. Não vou falar nem um concordo”, declarou.

 

Fonte: Por: Redação Metropolitana

A Vale informa que recebeu, da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Sustentabilidade (SEMAS) a Licença de Instalação (LI) para retorno e ampliação das operações em Serra Leste, em Curionópolis (PA), paralisada desde janeiro de 2019, depois de ter atingido o limite da área até então licenciada para a extração do minério de ferro.

Nas próximas semanas serão realizadas manutenções para a retomada segura das operações em dezembro. Serra Leste, com capacidade de produção de 6 Mpta, tem expectativa de produção de cerca de 4-5 Mtpa em 2021, atingindo sua plena capacidade em 2022, seguindo o ramp-up programado das atividades de retomada. O projeto de expansão, que consiste na adaptação e repotencialização da usina existente, permitirá a ampliação da capacidade para 10 Mpta, com start-up previsto para o 1º semestre de 2023.

O retorno de Serra Leste é mais um passo na estabilização de produção de minério de ferro e no caminho para o retorno da capacidade produtiva de 400 Mtpa.

 

Fonte: Nadia Farias 

Se o momento é de crescimento do futebol feminino no Brasil nada melhor do que isso se refletir na Seleção também. Pois a partir da noite desta sexta-feira, nossas atletas terão uma camisa exclusiva para elas sem as cinco estrelas da equipe masculina, asseguradas com o pentacampeonato em Copas do Mundo. O novo uniforme fará sua estreia no amistoso diante do Equador, na Neo Química Arena, a partir de 21h30 (de Brasília) - o jogo terá transmissão ao vivo do SporTV e acompanhamento em tempo real do ge. As jogadoras celebraram a novidade.

- Eu via muitos comentários, muitas pessoas que falavam dessa questão, por que era como se a gente carregasse uma coisa que a gente não conquistou, lógico que a gente fica muito feliz por todas as conquistas do masculino. Eu acho que o Brasil é reconhecido como país do futebol, muito por todas as coisas que eles conquistaram, pelos grandes jogadores, mas agora acho que é um momento diferente, né? A gente vai conquistar nossa estrela a gente vai carregar a estrela que a gente for conquistar, acho que é muito legal isso e a gente vai se sentir mais confortável com essa situação - afirmou Andressinha durante o ensaio fotográfico da nova camisa.

Estrela na liga americana de futebol, a NWSL, Debinha vibrou com o novo momento até por acompanhar de perto a seleção dos EUA, que já conta com suas próprias estrelas na camisa. Para ela, será uma motivação a mais na busca pelos objetivos.

- É uma oportunidade única, né? Estou muito feliz de estar fazendo parte disso, de estar com a seleção e tentar mudar a história do futebol feminino. E com certeza vai motivar ainda mais a gente. Agora a gente vê o futebol feminino crescendo no Brasil e tem a possibilidade de colocar uma estrelinha aqui. Estou muito ansiosa para isso pra chegar nas Olimpíadas, Mundial, é bem bacana e eu estou muito feliz por fazer parte disso - disse Debinha.

O momento é de trilhar a própria história já tão cheia de conquistas e desafios na seleção feminina. E o foco fica por conta dos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2021. Na bagagem, duas pratas olímpicas e uma técnica, Pia Sundhage, que entende como chegar ao topo.

- Bastante história, e a gente quer fazer muito mais, a intenção é essa e agora as coisas só têm a melhorar e a gente vai em busca de colocar estrelas aqui sim - disse Adriana.

A coleção, lançada em 2019 para o Mundial da França, foi criada a partir de estudos e troca de informações com jogadoras profissionais e amadoras. Já disponíveis ao público para venda sem as estrelas, as camisas trazem uma inscrição secreta em homenagem à Seleção Feminina: “Mulheres Guerreiras do Brasil” – inspiração para vencer dentro e fora de campo. Além disso, atendendo a um dos principais pedidos das atletas, uma das novidades é o caimento do shorts, que traz um corte inovador e ideal para a prática do futebol pelas mulheres.

 

Fonte: Por Cíntia Barlem e Denise Thomaz Bastos — São Paulo

Após a análise dos áudios e imagens da cabine do VAR e dos fatos ocorridos na partida entre Ceará Sporting Club e São Paulo Futebol Clube, realizada nesta quarta-feira (25), pelo Campeonato Brasileiro da Série A, a Comissão Nacional de Arbitragem esclarece a cronologia dos acontecimentos que levaram à anulação de gol do São Paulo Futebol Clube:

1 – Importante registrar que, inicialmente, a arbitragem de campo, diante do lance concluído, marcou impedimento do atacante do São Paulo, invalidando o gol.

2 – Após a primeira checagem da jogada de ataque do São Paulo, o árbitro de vídeo informou tratar-se de lance legal, o que fez com que o árbitro central validasse o gol para a equipe visitante de forma factual, ou seja, sem necessidade de ir até a área de revisão.

3 – Constatado que haveria mais um lance a ser revisado, o árbitro de vídeo imediatamente iniciou este segundo procedimento de checagem, momento em que solicitou ao árbitro central que aguardasse o processo ser concluído para, aí sim, determinar o reinício da partida.

4 – Acontece que uma comunicação paralela, mantida entre o árbitro central e o quarto árbitro, a respeito da aplicação de um cartão amarelo para um jogador do Ceará, prejudicou a comunicação que vinha sendo mantida entre o árbitro de campo e o VAR. E fez com que o árbitro central não ouvisse a solicitação da cabine do VAR e autorizasse o reinício da partida.

5 – Imediatamente o VAR alertou ao árbitro, que interrompeu a partida para que o procedimento de checagem, que já estava em curso antes do reinício, fosse concluído.

6 – Por fim, o VAR comunicou ao árbitro central que o lance que deu origem ao gol foi ilegal e que, portanto, deveria ser mantida a decisão inicial da arbitragem de campo, que invalidou o gol de forma correta.

Diante do ocorrido, a Comissão Nacional de Arbitragem facultou aos clubes envolvidos na partida a possibilidade de comparecerem à sede da Confederação Brasileira de Futebol para os esclarecimentos que se façam necessários.

 

Fonte: Assessoria CBF

Loading
https://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink
https://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.galpogk-is-100.jpglink