Carajas o Jornal

Carajas o Jornal

Acontece nesta sexta-feira (27) a eleição para a escolha do membro do Ministério Público do Estado do Pará que será indicado ao procurador-geral da República para compor o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) no biênio 2021/2023. Cada estado tem o direito de apresentar um membro para concorrer à vaga no CNJ. 

Em razão da pandemia e das medidas necessárias para evitar a proliferação do novo coronavírus, a votação no MPPA ocorrerá por meio do sistema VOTUS, já utilizado em outros pleitos institucionais.

A Comissão Eleitoral - composta pelo procurador de justiça Geraldo de Mendonça Rocha (presidente) e promotores de justiça Nicolau Antônio Donadio Crispino e Isaías Medeiros de Oliveira (membros) – fará a abertura da votação às 10h, no Plenário Octávio Proença de Moraes, 4º pavimento do edifício-sede do MPPA. A votação seguirá até às 16h e o resultado será anunciado a seguir. Tanto a abertura quanto o encerramento da votação serão transmitidos ao vivo pelo site do Ministério Público do Pará.

Dois membros se candidataram para participar da eleição: os promotores de justiça Cézar Augusto dos Santos Motta e Arlindo Jorge Cabral Júnior. Entre os representantes dos 27 estados do país, o Procurador-Geral da República aponta o indicado para a vaga. O escolhido passa ainda por sabatina no Senado.

 

Fonte: http://www.mppa.mp.br

O Ministério Público do Pará continua recebendo denúncias eleitorais no 2º turno das eleições municipais. Do dia 15 até esta sexta-feira (27) já foram 379 denúncias recebidas por meio do site do Ministério Público do Estado. Apesar de haver segundo turno apenas em Belém e Santarém as denúncias chegaram de mais de 40 municípios diferentes. São pedidos de ilegibilidade, além de denúncias de injúria, calúnia em propaganda eleitoral, coação, crimes eleitorais, falsidade ideológica, perturbação e corrupção. 

O canal virtual de denúncia do MP Eleitoral pode ser acessado no site do Ministério Público do Pará (www.mppa.mp.br). No canto inferior direito da tela o eleitor encontrará o link “Atendimento ao Cidadão”, onde terá acesso a uma Ficha de Atendimento Eleitoral que irá preencher para registrar a denúncia. Ao preencher a ficha de atendimento, o denunciante tem a opção de fazer a denúncia de forma pública ou anônima.

O Centro de Apoio Operacional Constitucional alerta que diversos tipos de infrações eleitorais podem ser denunciados pelo canal. O sistema também permite ao cidadão receber notificações em seu e-mail de toda a movimentação da denúncia feita por ele. Assim que a reclamação é registrada, a mesma é encaminhada automaticamente ao promotor eleitoral vinculado à Zona Eleitoral. 

1º TURNO -  No 1º turno das eleições, entre os dias 1º de outubro e 15 de novembro, o Ministério Público Eleitoral recebeu um total de 1.021 denúncias pelo seu canal virtual. Entre as principais estavam  propaganda eleitoral, tentativa de fraude, improbidade administrativa, abuso de poder político e econômico, descumprimento de prazos eleitorais e crimes contra o sigilo ou exercício do voto.

Nos Municípios de Breves e Bagre, por exemplo, a Justiça Eleitoral atendeu o pedido da promotora eleitoral da 15ª Zona, Vanessa Herculano, e determinou a proibição de uma série de condutas vedadas, entre elas o derrame de santinhos nas proximidades dos locais de votação estando as coligações e candidatos sujeitos a multa de até 1 milhão de reais.

O derrame irregular de santinhos também levou o promotor eleitoral Sávio Ramon Batista da Silva, 69ª Zona Eleitoral, a entrar com representação na justiça contra dois candidatos de Jacundá, após constatar uma grande quantidade de material despejado nas proximidades dos locais de votação. O MP Eleitoral aguarda o julgamento de procedência da representação. 

No Município de Conceição do Araguaia, a promotora eleitoral Cremilda da Costa, cumpriu mandado de busca e apreendeu títulos eleitorais de terceiros, anotações acerca de eleitores, veículos, aparelhos celulares e dinheiro que beneficiavam quatro candidatos a vereadores.  

Já em Muaná, 10ª Zona Eleitoral, a Promotoria também recorreu à justiça para impedir a distribuição de kit’s de merenda escolar na zona ribeirinha do município por parte de candidatos que estariam tentando se promover politicamente. 
 
Em alguns municípios ocorreram operações na véspera do pleito. Em Cametá, por exemplo, 12ª Zona Eleitoral, uma operação coordenada pela promotora Louise Rejane de Araújo Silva comprovou, por exemplo, a denúncia de compra de votos por parte de um candidato, que trocava votos por combustível. 

 

Assessoria de Comunicação

 

 

Até 5 milhões de mortes por ano poderiam ser evitadas no mundo com um aumento da atividade física, estimou a Organização Mundial da Saúde (OMS), ao lançar linhas orientadoras para a área.

O combate ao sedentarismo deve ser praticado em todas as idades e mesmo por pessoas com condicionantes físicas por motivo de doença, defendeu a OMS, ao anunciar as novas diretrizes.

A organização sugeriu, nesse contexto, que devem ser destinadas pelo menos duas horas e meia a cinco horas, por semana, para atividade aeróbica moderada a vigorosa, no caso dos adultos.

Para crianças e adolescentes, a média recomendada é de uma hora por dia.

De acordo os dados da OMS, um em cada quatro adultos não pratica exercício físico suficiente, o mesmo se passando com quatro em cada cinco adolescentes.

"Globalmente, estima-se que isso custe US$ 54 bilhões em cuidados diretos de saúde e mais US$ 14 bilhões em perda de produtividade", diz o documento.

A OMS alertou que a atividade física regular é fundamental para a prevenção e o controle de doenças cardíacas, diabetes tipo 2 e câncer.

Ajuda também a diminuir os sintomas de depressão e ansiedade, "reduzindo o declínio cognitivo" e melhorando a memória e saúde do cérebro.

Com as novas linhas orientadoras, pretende-se ainda incentivar a prática regular de atividade física durante a gravidez e o pós-parto, destacando igualmente os "valiosos benefícios para a saúde" em pessoas que vivem com deficiências.

As recomendações abrangem todas as idades. Os idosos são aconselhados a incluir na rotina atividades que estimulem o equilíbrio e a coordenação, bem como o fortalecimento muscular, para ajudar a prevenir quedas e melhorar a condição física, que influencia diretamente a saúde.

Citado em comunicado, o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, afirmou que ser fisicamente ativo é fundamental para a saúde e o bem-estar: "Pode ajudar a adicionar anos à vida e vida a anos."

Tedros Adhanom lembrou que cada movimento conta, especialmente em meio às restrições associadas à pandemia de covid-19.

"Devemos todos nos mover todos os dias, com segurança e criatividade", afirmou.

No guia, a OMS defende que toda a atividade física é benéfica e pode ser feita de várias formas, desde o desporto até exercícios no dia a dia, a jardinagem, a caminhada ou a dança.

 

Fonte: https://agenciabrasil.ebc.com.br

Homens armados invadiram uma casa e mataram sete pessoas — entre elas, uma mulher e uma criança de 7 anos —, em Ibaretama (CE), na madrugada desta quinta-feira (26).

Segundo a polícia, os homens estavam encapuzados e, por volta das 3 horas, entraram pelos fundos da casa, que fica no distrito de Pedra e Cal. Eles abordaram as vítimas e efetuaram os disparos. Não se sabe quantos participaram do crime; até as 13h02, ninguém havia sido preso.

O número de mortos foi confirmado pela equipe da Perícia Forense do Ceará, mas as identidades das vítimas ainda não foram divulgadas oficialmente. Moradores da localidade afirmaram que entre os mortos está uma criança e seu tio. A mãe do garoto também foi baleada, mas sobreviveu.

A mãe de um dos homens mortos, que preferiu não se identificar, disse ficou abalada com o fato e que não sabe o que poderia ter motivado o crime.

"Eu recebi a informação por telefone. Meu filho era quieto, ele me ajudava em casa. Acredito que ele estava aqui [na casa] e vieram matar os outros. É muito triste, não sei como a família vai resistir não", afirmou.

Policiais que participam das investigações e estiveram no local nesta quinta relataram que o crime pode estar ligado à disputa entre facções criminosas na região. No entanto, o caso continua sendo apurado pela Delegacia Regional de Quixadá e Divisão de Homicídio.

Equipes das polícias Civil e Militar realizam buscas na região para tentar localizar os suspeitos. Uma aeronave auxilia nas buscas.

Ibaretama é uma cidade com cerca de 13 mil habitantes e fica a 138 km de Fortaleza.

Segunda chacina em um mês

Essa é a 2ª chacina registrada no estado em pouco mais de um mês.

No dia 18 de outubro, cinco homens foram assassinados a tiros em uma residência na Rua Manuel Vieira de Carvalho, no município de Quiterianópolis, a 410 quilômetros de Fortaleza. Um sexto homem ficou ferido e foi socorrido em um hospital na região.

Na ocasião, as vítimas estavam consumindo bebidas alcoólicas quando quatro homens armados entraram no local, pediram para as pessoas ficarem deitadas e efetuaram vários disparos, conforme as testemunhas.

As vítimas foram identificadas como: Irineu Simão do Nascimento, 25 anos, José Reinaque Rodrigues de Andrade, 31 anos, Etivaldo Silva Gomes, 23 anos, Antônio Leonardo Oliveira Silva, 19 anos, e Gionnar Coelho Loiola, 31 anos.

Aumento da violência no Ceará

O estado sofreu um forte aumento da violência no primeiro semestre de 2020, em comparação com o mesmo período do ano passado. O número de assassinatos cresceu em 102,3%, passando de 1.106 assassinatos de janeiro a junho de 2019 para 2.245 em 2020, conforme a Secretaria da Segurança Pública. O aumento é o maior do país, segundo o Monitor da Violência.

Entre os motivos para a escalada da violência, pesquisadores citam o conflito entre facções criminosas que disputam território de tráfico de drogas; o deslocamento de policiais para funções sanitárias durante a pandemia de Covid-19 e a greve de parte dos policiais militares do estado em fevereiro.

 

Fonte: Por G1 CE

A Promotoria de Justiça Eleitoral de Rurópolis ajuizou na quarta-feira, 25 de novembro, Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) por abuso de poder econômico, cumulada com Representação por captação ilícita de votos, em face de Joselino Padilha e Erzeni Orben, candidatos a prefeito e vice, declarados eleitos no município no último dia 15 de novembro. O promotor de Justiça Rafael Trevisan Dal Bem requer ao Juízo da 68ª Zona Eleitoral a decretação de inelegibilidade, cassação dos registros de candidatura ou dos diplomas e aplicação de multa aos candidatos.

Os fatos que motivaram a Ação foram apurados no âmbito de Procedimento Preparatório Eleitoral instaurado pela promotoria, após ter conhecimento da existência de um vídeo em que o candidato a reeleição ao cargo de prefeito de Rurópolis, Joselino Padilha, conhecido como Taká, doou a quantia de R$ 100 reais para o eleitor identificado na Ação e no vídeo, em troca do seu voto. A promotoria comunicou a Polícia Federal para que realizasse diligências para verificar a possibilidade de flagrante, pois quando recebeu o vídeo, não havia informações da data de sua ocorrência.

Os elementos colhidos no curso do Procedimento demonstraram que os fatos ocorreram no dia 8 de novembro de 2020, na comunidade Divinópolis, zona rural de Rurópolis. Na apuração os envolvidos tentaram negar a caracterização de captação ilícita de votos, afirmando que seria o pagamento por serviços prestados, porém foi constatado que o valor recebido objetivava captar ilicitamente o voto dos eleitores.

A promotoria destaca que o candidato estava acompanhado de um empresário da cidade, também identificado no vídeo, que faz a entrega do dinheiro, e que celebrou diversos contratos administrativos com o município na gestão do prefeito reeleito, sendo alguns questionados pelo MPPA em Juízo por terem sido celebrados em processos de licitação irregulares ou em dispensas de licitações indevidas, o que demonstra o benefício que a eleição de Joselino traria ao empresário. 

Diante dos fatos apurados e expostos, a promotoria requereu ao Juízo da 68ª Zona Eleitoral que julgue procedente a Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) cumulada com Representação Específica, e que determine cumulativamente: a decretação da inelegibilidade de Joselino Padilha e Erzeni Orben, pela prática de abuso de poder econômico, a cassação dos seus registros de candidatura ou dos diplomas, por terem sido beneficiados pela prática de abuso de poder econômico. Requer ainda aplicação de multa conforme previsto na legislação, que pode variar de R$ 1.064,10 a R$ 53.205,00. 

A promotoria conclui que não existe dúvida de que as atitudes dos candidatos comprometem a legitimidade e a normalidade do pleito. “Em um município com grande quantidade de pessoas carentes, o eleitor sente-se grato por aquele que lhe “socorreu” em um momento de necessidade. A partir daí, a alienação de seu voto, bem como de seus familiares, é um corolário natural desse círculo vicioso que somente pode ser quebrado com políticas públicas sérias e uma severa repressão a esse tipo de conduta corruptora”.

 

Texto: Lila Bemerguy
Imagem: site Policia Civil do Pará

Um funcionário da funerária que preparou o corpo de Diego Maradona, velado nesta quinta-feira (26) em Buenos Aires, foi demitido após a divulgação de uma foto em que ele aparece ao lado do caixão aberto, tocando o rosto do astro do futebol argentino.

Maradona morreu aos 60 anos na quarta-feira (25) após sofrer uma parada cardiorrespiratória em casa, na cidade de Tigre.

O dono da funerária argentina pediu desculpas à família de Maradona e disse, em entrevista ao site da emissora Todo Noticias, do grupo Clarín, que o funcionário foi "despedido imediatamente".

A imagem de Molina fazendo sinal de positivo, com o caixão aberto, enquanto tocava o rosto de Maradona começou a viralizar no final da manhã de quinta em diversos perfis no Twitter e em grupos do WhatsApp.

O advogado e amigo de Maradona, Matias Morla, mostrou sua perplexidade com o caso e disse, em uma rede social, que o funcionário é "um canalha", e que não descansará "enquanto ele não responder por essa aberração".

"Por conta da viralização da imagem de Diego em seu leito de morte, eu vou pessoalmente encontrar quem foi o canalha que tirou essa foto", disse o advogado. "Todos os responsáveis por essa covardia vão ter que pagar."

 

Fonte: Por G1

A Roça de A Fazenda 12 desta semana está oficialmente formada por Lidi, Mariano e Raissa.

Após uma Prova do Fazendeiro que exigiu concentração, agilidade e mira, Mateus saiu vitorioso e garantiu o chapéu mais cobiçado da sede nesta quarta (25).

Lidi e Raissa não tiveram a mesma sorte e se juntaram ao peão Mariano, que foi vetado de participar da prova.

Agora, o trio depende do público para continuar na disputa pelo prêmio milionário. Vote agora no peão que você quer que continue no jogo!

O resultado da votação será divulgado na noite desta quinta-feira (26) logo após a novela Jesus!

 

Fonte: Do R7

 

A Polícia Federal em conjunto com a Agência Nacional de Mineração (ANM), deflagrou na manhã desta  quinta-feira (26/11) a Operação Offside, com o objetivo de fiscalizar e desarticular o esquema criminoso de extração ilegal de minério de manganês na região de Curionópolis no Sudeste do Pará .

Participaram da ação 32 policiais federais e 3 servidores da ANM. As investigações identificaram o fato de que a empresa alvo da operação utiliza títulos minerários vencidos e extrai minério em grande quantidade em local diverso do autorizado pela ANM.

De acordo com a PF, a matéria prima é pertencente da União Federal, por tanto tal conduta é crime contra o patrimônio na modalidade de usurpação; no artigo 2 da lei 8.176/91, além de crime de falsidade ideológica, artigo 299 do Código Penal, e organização criminosa, artigo 2 da lei 12850 de 2013.

A região sudeste do Pará tem um histórico de extração ilegal de minério, sendo o combate a essa prática criminosa recorrente pela Polícia Federal, onde contou com inúmeras operações durante todo o ano de 2020 pela PF para dissuadir tal prática com bloqueio de bens nas áreas de extração, prisões em flagrante e apreensão de veículos como em atuação junto ao destino final no porto de Barcarena, impedindo a exportação do produto. 

 

Fonte: Comunicação Social da Polícia Federal no Pará

 

 

A confiança do consumidor no Brasil apresentou sua segunda queda mensal consecutiva em novembro, com as incertezas relacionadas à pandemia de covid-19 abalando a percepção do setor sobre o momento atual e os próximos meses, disse nesta quarta-feira a Fundação Getulio Vargas (FGV).

O Índice de Confiança do Consumidor (ICC) teve queda de 0,7 ponto em novembro, a 81,7 pontos.

Segundo a FGV, houve piora tanto na percepção sobre a situação atual quanto nas expectativas para os próximos meses. O Índice de Situação Atual (ISA) caiu 0,6 ponto, a 71,8 pontos, enquanto o Índice de Expectativas (IE) recuou 0,9 ponto, para 89,3.

"O resultado reflete o aumento da incerteza relacionada à pandemia e seu potencial impacto sobre a economia", disse em nota Viviane Seda Bittencourt, coordenadora das sondagens.

"Com o provável fim do período de benefícios emergenciais, muitos consumidores que perderam o emprego este ano devem retornar ao mercado de trabalho num momento em que as empresas ainda estarão adiando contratações ou demitindo, principalmente no caso de ocorrência de uma segunda onda de Covid-19", acrescentou.

Nos primeiros meses da pandemia, o governo brasileiro custeou um auxílio no valor de 600 reais mensais para os chamados vulneráveis. A partir de setembro, o valor foi reduzido para 300 reais.

Publicamente, o presidente Jair Bolsonaro sempre tem alertado para o impacto da ajuda nas contas públicas brasileiras, dizendo que um dia esse suporte vai ter que acabar, mas na véspera não descartou nova prorrogação do auxílio emergencial.

 

Fonte: https://www.terra.com.br

 

Nesta quarta-feira, 25, registramos mais 64 casos de infecção por Covid-19. Continue se prevenindo usando máscara sempre que sair e mantendo a higienização das mãos.

Resumo dos casos:

1 . Homem de 40 anos. Isolamento domiciliar. TR

2 . Homem de 27 anos. Isolamento domiciliar. TR

3 . Homem de 32 anos. Isolamento domiciliar. TR

4 . Mulher de 53 anos. Isolamento domiciliar. TR

5 . Homem de 78 anos. Isolamento domiciliar. PCR

6 . Homem de 34 anos. Isolamento domiciliar. TR

7 . Homem de 37 anos. Isolamento domiciliar. TR

8 . Homem de 35 anos. Isolamento domiciliar. TR

9 . Homem de 2 anos. Isolamento domiciliar. TR

10 . Homem de 18 anos. Isolamento domiciliar. PCR

11 . Homem de 49 anos. Isolamento domiciliar. PCR

12 . Homem de 43 anos. Isolamento domiciliar. TR

13 . Homem de 38 anos. Isolamento domiciliar. TR

14 . Homem de 37 anos. Isolamento domiciliar. TR

15 . Homem de 34 anos. Isolamento domiciliar. TR

16 . Homem de 56 anos. Isolamento domiciliar. TR

17 . Homem de 31 anos. Isolamento domiciliar. TR

18 . Mulher de 30 anos. Isolamento domiciliar. TR

19 . Mulher de 47 anos. Isolamento domiciliar. PCR

20 . Mulher de 19 anos. Isolamento domiciliar. TR

21 . Mulher de 37 anos. Isolamento domiciliar. PCR

22 . Mulher de 27 anos. Isolamento domiciliar. TR

23 . Homem de 47 anos. Isolamento domiciliar. TR

24 . Mulher de 51 anos. Isolamento domiciliar. TR

25 . Mulher de 51 anos. Isolamento domiciliar. TR

26 . Mulher de 32 anos. Isolamento domiciliar. TR

27 . Mulher de 46 anos. Isolamento domiciliar. TR

28 . Homem de 31 anos. Isolamento domiciliar. PCR

29 . Mulher de 37 anos. Isolamento domiciliar. TR

30 . Homem de 53 anos. Isolamento domiciliar. TR

31 . Mulher de 25 anos. Isolamento domiciliar. TR

32 . Homem de 33 anos. Isolamento domiciliar. TR

33 . Homem de 29 anos. Isolamento domiciliar. TR

34 . Homem de 36 anos. Isolamento domiciliar. TR

35 . Homem de 30 anos. Isolamento domiciliar. TR

36 . Homem de 32 anos. Isolamento domiciliar. TR

37 . Homem de 35 anos. Isolamento domiciliar. TR

38 . Homem de 30 anos. Isolamento domiciliar. TR

39 . Homem de 37 anos. Isolamento domiciliar. TR

40 . Mulher de 25 anos. Isolamento domiciliar. PCR

41 . Mulher de 85 anos. Isolamento domiciliar. TR

42 . Mulher de 26 anos. Isolamento domiciliar. PCR

43 . Homem de 34 anos. Isolamento domiciliar. TR

44 . Homem de 42 anos. Isolamento domiciliar. TR

45 . Mulher de 9 anos. Isolamento domiciliar. TR

46 . Mulher de 33 anos. Isolamento domiciliar. TR

47 . Mulher de 42 anos. Isolamento domiciliar. TR

48 . Homem de 33 anos. Isolamento domiciliar. TR

49 . Homem de 48 anos. Isolamento domiciliar. TR

50 . Homem de 31 anos. Isolamento domiciliar. TR

51 . Homem de 27 anos. Isolamento domiciliar. TR

52 . Mulher de 46 anos. Isolamento domiciliar. PCR

53 . Mulher de 27 anos. Isolamento domiciliar. TR

54 . Mulher de 38 anos. Isolamento domiciliar. TR

55 . Mulher de 46 anos. Isolamento domiciliar. TR

56 . Mulher de 22 anos. Isolamento domiciliar. TR

57 . Homem de 33 anos. Isolamento domiciliar. TR

58 . Mulher de 44 anos. Isolamento domiciliar. TR

59 . Homem de 35 anos. Isolamento domiciliar. TR

60 . Homem de 27 anos. Isolamento domiciliar. TR

61 . Mulher de 22 anos. Isolamento domiciliar. TR

62 . Homem de 10 anos. Isolamento domiciliar. TR

63 . Mulher de 27 anos. Isolamento domiciliar. TR

64 . Mulher de 61 anos. Isolamento domiciliar. TR

 

Fonte: https://www.parauapebas.pa.gov

Loading
https://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink
https://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.galpogk-is-100.jpglink