Carajas o Jornal

Carajas o Jornal

A Prefeitura Municipal de Tupandi (RS), em parceria com a EMATER, conquistou o recorde de Maior torneio de Schoff Kopp. Realizado em 21 de maio de 2015 na Sociedade São Luiz, o evento reuniu 189 jogadores. O representante do RankBrasil, Luciano Cadari acompanhou o desafio e oficializou o título brasileiro. 

“Esta marca é motivo de orgulho para o cidade, que deseja manter viva a tradição do schoff kopp não apenas em Tupandi, mas em toda região”, destaca o prefeito Hélio Inácio Muller. De acordo com ele, o jogo faz parte da história do município e da colonização alemã, “por isto a importância de incentivar a preservação desta manifestação cultural”.

O prefeito explica que o carteado é conhecido em regiões que tiveram influência dos imigrantes alemães: região dos Vales do Rio Grande do Sul, oeste de Santa Catarina e Paraná. “Este recorde é uma motivação para que quem joga continue jogando e quem não pratica tenha interesse em aprender”, acredita. 

O Torneio Aberto de Schoff Kopp ofereceu as modalidades individual e em equipe. O campeão do individual recebeu prêmio de R$ 300,00 e os cinco primeiros colocados ganharam troféus. A equipe vencedora levou R$ 1.000,00, além de medalhas. Também foram premiados o jogador mais novo, o mais velho e a melhor jogadora (mulher).

Ao término da competição e com a confirmação do recorde, Luciano Cadari entregou o troféu do RankBrasil ao prefeito, parabenizando o município pela iniciativa do torneio e pela organização da festa: “É um número expressivo de participantes e se trata de um jogo diferente, que vamos divulgar para o Brasil inteiro”.

 Schoff kopp

O jogo surgiu na Alemanha e foi trazido pelos imigrantes ao Brasil, ganhando inúmeras variações ao longo da história. Em Tupandi, o schoff kopp foi disputado em mesas com quatro jogadores cada, utilizando 24 cartas do baralho francês (do nove ao às dos quatro naipes).

 Neste formato, cada jogador recebe seis cartas. O primeiro lança uma carta qualquer, os demais, em ordem, devem mostrar uma com o mesmo naipe – se tiverem. A pessoa que apresentar a maior vence e joga outra carta, e assim sucessivamente até acabarem as seis. O vencedor é quem somar a maior pontuação. 

O schoff kopp é realizado em duplas, porém elas variam a cada jogo. Os jogadores não podem se revelar e as duplas somente são conhecidas ao longo da partida, quando lançadas as maiores cartas. Antes do início, os participantes podem optar por jogar sozinho contra os outros três e neste caso a pontuação é maior.

 Conforme o prefeito Hélio Muller, é um jogo muito interessante que desenvolve o raciocínio e exige observação, blefe e muita atenção. “Ao mesmo tempo é uma forma de proporcionar lazer entre as pessoas e resgatar a integração presencial em meio à correria do dia a dia e à utilização de equipamentos eletrônicos”, finaliza.

Jogadores premiados

Campeão individual:
José Egidio Bach – 114 pontos

Segundo ao quinto lugar:

José Hélio Weber – 108 pontos

Aloisio Guido Orth – 107
Jose Milton Alles – 107                                                     

Paulo Antonio Loef – 103

Equipe campeã:
Vila Schmitz – 596 pontos

Premiação especial:
Jogador mais novo: Ivan Rodrigo Rech – 17 anos, 9 meses e 27 dias
Jogador mais velho: José Irineu Rech – 85 anos, 2 meses e 3 dias
Melhor jogadora: Aluisia Zaro – 48 pontos

Fonte: Assessoria de Imprensa  

            RankBrasil

 

A campanha federal de vacinação contra a gripe acaba oficialmente nesta sexta (22), mas o Distrito Federal e alguns estados, como São PauloBahiaPernambucoRio de Janeiro, Santa Catarina e Alagoas, anunciaram prorrogação local. Entre as cidades que seguirão vacinando estão, por exemplo, Santarém (PA) e Petrolina (PE).

Técnicos do Ministério da Saúde avaliam se a campanha será prolongada nacionalmente. Segundo a pasta, a um dia do fim da campanha nacional de vacinação contra a gripe, 38,6% dos 49,7 milhões de pessoas que formam o público alvo da mobilização haviam sido vacinados. São 19,1 milhões de brasileiros receberam a vacina desde o dia 4 de maio, quando a campanha teve início. A meta do governo é atingir ao menos 80% do total previsto.

Fazem parte do grupo vulnerável as crianças de 6 meses a menores de 5 anos, doentes crônicos, idosos com 60 anos ou mais, trabalhadores da saúde, povos indígenas, gestantes, mulheres com até 45 dias após o parto, presos e funcionários do sistema prisional, além da população indígena.

A dose, via injeção, protege contra os subtipos do vírus influenza: H1N1, H3N2 e B.

De acordo com o ministério, como o organismo leva, em média, de duas a três semanas para criar os anticorpos que geram proteção contra a gripe, é fundamental realizar a vacinação no período da campanha para garantir a proteção antes do início do inverno. O período de maior circulação da gripe vai do final de maio até agosto.

No ano passado, 1.794 pessoas foram internadas em decorrência de complicações da gripe e 326 morreram. A cepa H1N1 foi a que provocou o maior número de óbitos (163), seguido do H3N2 (105).

De acordo com o ministério, o medicamento é contraindicado a pessoas com histórico de reação anafilática em doses anteriores e a quem tem algum tipo de alergia grave à proteína do ovo, uma vez que a dose é produzida em embriões de galinha.

 Fonte: G1 

Os professores estaduais de Pernambuco decidiram, em assembleia realizada nesta quinta-feira (21), no Recife, decretar a volta da greve da categoria a partir do dia 29 de maio. Os docentes rejeitaram a proposta do governo estadual de 7,01% de aumento para professores e de 6,12% para analistas e o quadro administrativo, até o final do ano. Desde o início da paralisação, que já teve a categoria de braços cruzados por 24 dias no mês passado, o movimento pede um incremento de 13,01% nos salários para todos os quase 50 mil profissionais.

Procuradas pelo G1, as secretarias de Administração e de Educação do estado ainda não se pronunciaram, até o momento de publicação desta reportagem.

No dia 29, a categoria se reúne novamente para decidir os rumos do movimento grevista, em frente à Assembleia Legislativa de Pernambuco. De acordo com Fernando Melo, presidente do Sindicato dos Trabalhadores de Educação em Pernambuco (Sintepe), desde a suspensão do movimento, no último dia 4 de maio, foram realizadas duas reuniões com representantes do governo para tratar da questão salarial. "A proposta fica distante do que pedimos, do que é direito. Vamos engrossar a nossa luta", disse. Cerca de 2 mil professores participaram da assembleia nesta quinta, realizada no Clube Português.

A proposta salarial do governo de Pernambuco leva em consideração a elevação de faixas profissionais dentro do plano de cargos e carreira, segundo o Sintepe. Foram propostas três elevações, o que corresponde a 2% cada, além de retroagir para janeiro o aumento de 0,84% concedido em abril.

A última rodada de negociação entre categoria e governo aconteceu na noite de quarta (20). De acordo com o Sintepe, além do reajuste, o governo propôs abrir concurso de 3 mil vagas ainda em 2015; gratificação para professores que trabalham em presídios aplicada a partir de outubro; além de aumentar em 60% o valor do vale-refeição apenas para professores que cumprem carga de 200 horas-aula e para servidores administrativos com jornada de 8h diárias.

Os professores vaiaram o valor oferecido e foram vestidos com uma camisa que dizia "100%; prometeu, cumpra", em referência à promessa de campanha do governador Paulo Câmara, para os quatro anos de governo. O Sintepe diz que, para que esse percentual seja cumprido, tem que ser dado um reajuste de pelo menos 19% ao ano.

Alguns alunos da rede estadual de ensino compareceram ao Clube Português, em apoio aos professores. Os estudantes Jemerson Tiago, Adryel Freitas e Alex Vinicius saíram do Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife, para defender os professores. "Acreditamos que a luta não é só deles, mas de toda a educação", destacou Adryel. A primeira paralisação dos professores aconteceu de 10 de abril a 4 de maio.

Fonte: G1 Notícias 

SÃO PAULO - "Por que você fez isso? Não sabe o lixo que estou me sentindo." O Estado teve acesso a uma conversa de Facebook entre a estudante de 12 anos, que diz ter sido estuprada por três adolescentes, e um dos adolescentes suspeitos de ter participado do ataque, dentro do banheiro de uma escola estadual, no Jardim Miriam, na zona sul de São Paulo, no dia 12 de maio. Na troca de mensagens e em depoimento à Polícia Civil na terça-feira, 19, o garoto negou participação. No entanto, um outro jovem que disse ter participado afirmou que o estudante ajudou a segurar a menina enquanto ela era atacada. 

"Oi, eu sou o moleque que você está acusando. Gostaria de saber só a verdade porque estou muito triste de saber que você está me acusando. Você tem certeza de que fui eu? Na hora em que aconteceu isso eu estava na diretoria e tenho provas", disse o jovem, em mensagem enviada às 20h31 de segunda-feira, 18, seis dias após a menina ter sido estuprada dentro de uma cabine do banheiro masculino da Escola Estadual Leonor Quadros.

Às 23h26, a vítima responde: "Você tem a cara de pau de falar isso para mim? Não fala comigo, não". No dia seguinte, o adolescente envia uma nova mensagem às 11h27. "Não, sem maldade. Você está me acusando e eu não estava." A estudante rebate, dizendo que ele estava dentro do banheiro.

Na mensagem seguinte da adolescente, ela diz que está se sentindo um "lixo". "Vocês acabaram comigo. Infelizmente, eu nunca mais vou esquecer isso. Não minta para você mesmo."

O adolescente manda uma última mensagem para a garota. "Tá bom, eu vou fazer os exames e mostrar que não estava. O moleque que te pegou mandou o áudio falando quem estava e, se você estiver mentindo, é pior. Então, por favor, fala a verdade porque, se tivesse sido eu, não tinha te ajudado a subir e o diretor sabe que eu estava lá em cima. Então, por favor, fala a verdade. Eu não tenho raiva de você." A mesma versão foi mantida pelo adolescente em depoimento. 

Justiça. Cerca de 24 horas depois de o processo ter sido entregue na Vara da Infância e da Juventude, a Justiça ainda não pediu a internação dos adolescentes em uma unidade da Fundação Casa. Até o fim da tarde desta quarta-feira, 20, o Ministério Público do Estado não tinha recebido o documento. "Eu acho que essa demora está havendo por causa da omissão da escola, que, se tivesse prestado as medidas cabíveis no momento, esses jovens já estariam internados em flagrante. Deu tempo até de um dos jovens fugir com a família", afirmou Yasmin Vasques Chehade, que representa a estudante no caso.

A Secretaria de Estado da Educação apura, internamente, a conduta da escola no dia em que a estudante foi atacada.

Fonte: MSN Notícia 

O ex-ministro Joaquim Barbosa, do Supremo Tribunal Federal (STF), disse nesta quarta feira, 20, que a presidente Dilma Rousseff (PT) cometeu um 'erro político imperdoável' ao não vetar a lei aprovada pelo Congresso que aumentou os recursos destinados ao Fundo Partidário.

"Há cerca de um mês a presidente da República, em um gesto absolutamente insensato, deixou de vetar uma lei irracional votada pelo Congresso que aumentou o valor do fundo partidário. Essa verba do orçamento que banca as atividades dos partidos, essa verba era algo de duzentos e poucos milhões de reais, que já era uma quantia enorme, foi aumentada para 900 milhões de reais.A presidente da República deveria ter vetado, mas deixou passar, um erro político imperdoável", disse o ex-presidente da mais alta Corte judicial do País.

Barbosa participou em São Paulo do congresso da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiros e de Capitais (Anbima). Ele disse que "a corrupção pública é muito incentivada pelo modelo de organização da política que foi adotada".

"A evolução do sistema político brasileiro contribui para isso (a corrupção)", afirmou o ex-ministro. "Um sistema partidário fragmentado, sistema de partidos políticos destituídos de qualquer ideário, de qualquer conotação ideológica ou o que o valha. A atividade politica se tornou um meio para se atingir outros objetivos que não aquele de atender os interesses da coletividade. E impune".

Ele afirmou que "o esporte mais praticado pelo Congresso é a vontade de derrotar o Executivo nessa ou naquela proposta". Segundo Barbosa, o Congresso "em vez de contribuir propositivamente com políticas públicas, usa seu poder muito mais para chantagem, não é participativo" Em sua avaliação, "o Legislativo se acomodou ao presidencialismo de coalizão".

Ao criticar a ampliação dos recursos destinados ao Fundo Partidário, Joaquim Barbosa foi enfático. "Há hoje coisas inaceitáveis que o brasileiro sequer discute. A ideia de tirar uma parcela, uma fatia importante do orçamento público dedicada aos parlamentares para que possam usar lá em seus currais é algo absolutamente inaceitável."

"Eu vejo tudo isso com uma involução. O Poder legislativo, que é extremamente importante, está muito preocupado em se perpetuar nos cargos."

Da platéia que o aplaudiu demoradamente, o ex-ministro ouviu a pergunta. "O sr. vai nos dar o privilégio de se tornar candidato a presidente em 2018?". Ele disse que "tornar-se presidente de seu país é a honra suprema".

Em seguida, fez uma ressalva, em meio à ovação. "Mas, em primeiro lugar é preciso ter vontade e até hoje não tive essa vontade, é simples", disse Barbosa. "Pode ser que daqui a alguns anos, mas essa vontade até hoje não tive, não."

Fonte: Uol 

Conhecer a estrutura da rede de atendimento à mulher em Parauapebas. Este foi o objetivo da visita da equipe técnica da Prefeitura Municipal de Xinguara e do Centro de Referência Maria do Pará que aconteceu nesta semana.

A equipe composta por Cláudia Souza e Vanessa Souza, técnicas da Secretaria de Assistência Social de Xinguara e Herbene Nascimento, presidente do Conselho da Mulher de Xinguara, foi acompanhada pela secretária municipal da Mulher, Cimeire Silva.

Elas tiveram a oportunidade de conhecer toda a estrutura de atendimento à mulher, composta pela Defensoria da Mulher, Centro de Referência para a Mulher, Casa Abrigo e Casa da Mulher.

“Queremos ampliar o atendimento a mulheres em Xinguara e o trabalho desenvolvido pela Semmu em Parauapebas é uma referência para nós. O atendimento funcionada de forma completa, não se limita a mulheres em situação de violência, mas acolhe e lhes proporciona o exercício de seus direitos”, disse Cláudia Souza, técnica da secretaria de Assistência Social de Xinguara.

Para a secretária da Semmu, Cimeire Silva, a visita representou mais uma conquista. “Ser referência para municípios da região indica que estamos no caminho certo e nos dá ainda mais estímulo para aprimorar cada vez mais o atendimento às nossas mulheres”, avaliou Cimeire.

Ascom/PMP

É fácil observar que nesta década houve um aumento exponencial do número de dispositivos móveis (celulares, tablets, etc) fora a facilidade do acesso à internet por meio destes. Difícil hoje quem não possua um celular.

Pelas ruas, lojas, locais de trabalho, etc, todos praticamente podem ser vistos usando um celular ou tablet. Em qualquer lugar, principalmente quando se está esperando por algo, você pode se distrair manipulando um celular (jogando, ouvindo música, etc). Celular e distração e foi esta associação que me inspirou no desenvolvimento das orientações que se seguem.

A febre dos celulares invadiu as academias de musculação. Hoje quase todos os alunos treinam com algum dispositivo móvel em mãos, em sua maioria um celular. Essa febre provavelmente é alimentada pelas próprias academias que disponibilizam o sinal para acesso à internet. Somado a isto vem aquela vaidade das pessoas de expor o seu celular de último modelo. O cenário atual então é este: pessoas circulando por entre aparelhos de musculação se distraindo com seus celulares.

Entenda a INTENSIDADE DE ESFORÇO E OBJETIVO ESTÉTICO – Uma intensidade de esforço alta (pessoas sem doença ou limitações o grau de esforço é o ‘máximo’ ou o ‘submáximo intenso’ segundo a escala de Borg esta entre 19 e 20)esse número na escala é o ponto necessária para se obter resultados estéticos (hipertrofia ou qualidade muscular, por exemplo).

Trazendo essa informação para a prática é praticamente impossível alguém, por mais avançado que seja, produzir uma alta intensidade de esforço e se distrair com qualquer outra coisa que seja. Inclusive um celular. Treinar e manipular um celular é sinônimo de treino de moderada a baixa intensidade, mesmo que os pesos sejam considerados grandes.

A moda dos celulares parece ser mais forte do que a conscientização acerca da intensidade de treino adequada. Por isso decidi formular orientações para os praticantes que insistem em treinar ao mesmo tempo em que manipulam seus celulares. Os mesmos poderão ter consciência da intensidade que estarão produzindo e possíveis resultados.

As orientações são baseadas na pura observação em anos de atuação em academias de musculação. Observei a relação entre pessoas que treinam manipulando ou não um celular e a satisfação com o resultado. Baseado então em tais observações elaborei a seguinte escala de percepção da intensidade para a musculação:

 

Escala Raddi de Percepção do Esforço para a Musculação

 Veja onde você se encaixa:

Nível 1: TREINO INTENSO: Não consigo manipular meu celular durante todo o treino. Treino este que provoca a quebra da homeostase e consequente novas adaptações orgânicas. Objetivos: estéticos (hipertrofia/qualidade muscular) e performance. Público alvo: Adultos saudáveis.

Nível 2: TREINO MODERADO: Consigo manipular meu celular na primeira metade do treino, aproximadamente. Do meio para o final da sessão o cansaço já não me permite manipular direito meu celular ou de forma que me satisfaça. Objetivos: treino regenerativo. Treino sem exigências suficientes para quebrar a homeostase e provocar novas adaptações. Manutenção das aptidões físicas. Público alvo: Adultos saudáveis.

Nível 3: TREINO LEVE: Consigo manipular meu celular perfeitamente durante todo treino. O treino é incapaz de produzir a quebra da homeostase. A intensidade está muito abaixo que do é necessário para produzir qualquer tipo de novas adaptações em adultos saudáveis. Objetivos: treino regenerativo, certa manutenção das aptidões físicas. Público alvo: Iniciantes/Grupos Especiais.

 

A diretoria do Fluminense anunciou, na manhã desta quinta-feira, Enderson Moreira como novo técnico do clube. O contrato vai até o fim da temporada. Aos 43 anos, Enderson comanda o Tricolor pela segunda vez. Na primeira passagem, em 2011, ele substituiu Muricy Ramalho. O técnico já inicia o trabalho nesta tarde, nas Laranjeiras. A apresentação oficial será logo após a atividade.

Além de Enderson Moreira, os nomes de Ney Franco, que conta com a admiração do presidente Peter Siemsen, e Argel Fucks, estavam cotados. O Fluminense não ficou nem 24 horas sem treinador. No entanto, em entrevista após a saída de Drubscky, o diretor de futebol Fernando Simone, disse que o clube seria criterioso e não havia pressa.

Não temos prazo, queremos fazer com tranquilidade para dar um tiro certo. Se formos analisar resultados, realmente é pouco tempo. Mas nossa decisão foi em cima de uma série de fatores. Vamos fazer o que for melhor para o Fluminense. Não estou pensando em perfil, nem questão financeira. Vamos trazer quem acharmos que é o melhor para o clube - disse nessa quarta.

O último clube de Enderson Moreira foi o Atlético-PR. Foram apenas oito jogos à frente do Furacão, com 50% de aproveitamento: três vitórias, três empates e duas derrotas. Substituto de Claudinei Oliveira, Enderson pediu a contratação de Walter e foi atendido. Mas foi demitido antes de ver seu ex-comandado em campo. Deixou o Furacão após perder por 3 a 1 para o Rio Branco-PR no quadrangular contra o rebaixamento do Campeonato Paranaense.

Confira a nota oficial na íntegra:

"A diretoria do Fluminense agiu rápido e acertou a contratação de Enderson Moreira para substituir Ricardo Drubscky, que deixou o comando da equipe na última quarta-feira. O novo técnico tricolor firmou vínculo até o fim da temporada.

Esta será a segunda passagem de Enderson Moreira pelo Fluminense. Ele trabalhou no clube em 2011, em substituição a Muricy Ramalho. Na ocasião, ele participou da campanha na Libertadores, quando classificou a equipe para as oitavas de final, após assumir o time na última colocação em seu grupo.

Enderson já comandará o treinamento desta tarde, nas Laranjeiras, e concederá entrevista coletiva junto com o vice-presidente de Futebol, Mário Bittencourt, e o diretor executivo, Fernando Simone, na Sala de Imprensa Nelson Rodrigues, logo depois da atividade.

FICHA TÉCNICA
Nome completo: Enderson Alves Moreira
Data de Nascimento / Local: 28/9/1971 (43 anos) / Belo Horizonte (MG)
Clubes: Ipatinga, Internacional-B, Fluminense, Goiás, Grêmio, Santos e Atlético-PR
Títulos: Campeonato Goiano (2012 e 2013) e Campeonato Brasileiro Série B (2012)"

Fonte: G1 Esporte 

Muitas mulheres, ao receberem o diagnóstico de cistos no ovário, temem a impossibilidade de engravidar. E não são poucas, esse é um mal que atinge cerca de 25% das mulheres em idade fértil no Brasil. Ele aparece, sobretudo, nas que são portadoras de endometriose (afecção inflamatória provocada pelas células do endométrio que não foram expelidas durante o ciclo menstrual, pois migraram no sentido oposto e caíram nos ovários) ou que estão com doença inflamatória pélvica. 

Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) revelam que uma em cada 15 mulheres, com idade entre 20 e 30 anos encontra dificuldades para engravidar. Nos casais em que a faixa etária está entre 30 e 40 anos, este número eleva para uma em cada oito mulheres. Esta dificuldade em conseguir concluir a fecundação pode estar relacionada ao cisto no ovário, um tipo de tumor benigno que apresenta poucos sintomas. 

O que é cisto de ovário?

É uma bolsa preenchida por meio líquido ou material semissólido e que se forma sobre ou dentro dos ovários. A incidência mais comum é a dos cistos funcionais, formados a partir de um funcionamento normal dos ovários. O ovário produz mês a mês um óvulo durante o ciclo menstrual que é colocado dentro de uma bolsa denominada de folículo e dentro dele é produzido o hormônio estrogênio. Assim ele é liberado e estimulado a ovulação.

Este processo serve para indicar ao útero que o óvulo está pronto para a fertilização. Porém, quando a ovulação não acontece ou quando um folículo não consegue abrir para liberar o seu óvulo, o líquido permanece dentro do mesmo, resultando no crescimento do cisto. Desta forma, eles aumentam e regridem com a variação do ciclo, sem que a mulher os perceba, pois são indolores a menos que, em alguns casos, provoquem sangramento intenso por ruptura ou torção, levando a dor aguda severa na região abdominal. 

Cistos versus gravidez

O cisto no ovário não causa infertilidade na mulher, mas gera dificuldades para que ela engravide por causa das alterações hormonais produzidas pelo problema. Além disso, se houver irregularidade na menstruação ou apresentar ausência da mesma, o processo ovulatório pode ser afetado. Diante disso, para tratar a doença é imprescindível buscar ajuda médica. 

Os cistos de ovário podem ser descobertos em um exame pélvico de rotina ou ecografia. Em alguns casos é necessário o uso de pílula anticoncepcional para regularizar a superfície dos ovários, mas na maioria das vezes eles desaparecem de forma espontânea. Contudo, deve-se ficar atento aos casos de cistos em mulheres acima dos 50 anos e que já estão na menopausa, porque eles podem ser malignos. 

Vale ressaltar que a maioria dos cistos que sobrevêm no útero são benignos e não necessitam de cirurgia. Mas em caso de descoberta do mal durante o primeiro trimestre de gestação é fundamental redobrar os cuidados, já que pode trazer risco para a mãe e obebê. Neste caso, é preciso manter o acompanhamento do pré-natal adequadamente. 

Fonte: MSN Brasil 

Com o estreitamento do relacionamento entre Estados Unidos e Cuba, uma nova relação médica está surgindo também. De acordo com a revista Wired, depois da visita do governador de Nova York ao país houve uma aproximação entre o Roswell Park Cancer Institute e o Centro de Imunologia Molecular de Havana, para falar principalmente sobre o desenvolvimento de uma vacina a possível prevenção do câncer de pulmão. A iniciativa é importante, visto que esse tipo de tumor é um dos tipos de maior mortalidade no mundo, correspondendo a 30% das causas de morte por câncer. Ele é a principal causa de morte por câncer entre homens e segunda causa entre as mulheres. Isso ocorre, principalmente, porque o câncer de pulmão. 

A ideia do acordo é que a vacina seja desenvolvida em conjunto com Cuba e que os testes clínicos sejam feitos nos Estados Unidos, para aprovação da Federal Drug Administration, órgão que regulariza a venda de medicamentos e alimentos nos EUA e é considerado como referência no mundo todo. A expectativa é que eles consigam aprovação para os teste em cerca de seis ou oito meses, relatou Candence Johnson, CEO do Roswell Park Center Institute à revista Wired americana. 

O acordo foi feito porque desde 2011 há em Cuba a Cimavax-EGF, uma vacina que hoje é usada principalmente para o tratamento do câncer de pulmão de células não pequenas. A tecnologia levou 25 anos de pesquisa no país, local em que esse tipo de tumor é a quarta causa de mortes. A vacina é composta de uma proteína que impede principalmente o crescimento e metástase desse câncer, ao criar anticorpos que ajudam o corpo a conter a doença. Isso acaba tornando a doença tratável, mesmo que ela continue sendo crônica. Esse tipo de tratamento é importante, já que o câncer de pulmão normalmente é diagnosticado tardiamente. 

Como existem outros medicamentos com essa finalidade nos Estados Unidos, os planos do Roswell Park Center Institute são testar a vacina como uma forma de prevenir esse tipo de doença, além de testar seu princípio para outros tipos de tumor, como câncer de próstata,câncer de mama e câncer de cólon

Fonte: MSN Brasil 

Loading
https://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink
https://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.galpogk-is-100.jpglink