Carajas o Jornal

Carajas o Jornal

Terça-feira, 31 de agosto de 2021. Esta data ficará para sempre marcada na vida e no coração de 23 moradores do bairro Cidade Jardim que, com o Programa Subsídio da Prefeitura de Parauapebas, comemoram agora o fim de um velho problema: as dívidas adquiridas com a Buriti Empreendimentos, na compra de lotes.

É o caso de Antônio Joerbe Mendes de Sousa, que há sete anos estava em débito com a loteadora e que, nesta terça, finalmente voltou pra casa aliviado, dando adeus aos dias de angústia e desespero.

“Quando recebi a ligação de que eu havia sido contemplado chorei bastante, pois acompanhei o sofrimento de muitas famílias que foram despejadas por não conseguir pagar o imóvel. E hoje estamos realizando nosso maior sonho que é a quitação de nossos terrenos”, comemorou Antônio Joerbe.

Para quitar as dívidas, os 23 beneficiários estiveram na sala de reunião do Gabinete da Prefeitura e, com o prefeito Darci Lermen, assinaram o Termo de Concessão de Subsídio Financeiro para Quitação Total de Financiamento Imobiliário, no valor de até R$ 25 mil. Termo assinado também pela gerente da Buriti, Maria Lúcia Cândido.

Eram visíveis a expectativa e o nervosismo do grupo, mas conforme cada um ia sendo chamado para assinatura o sorriso se alargava no rosto e sobravam abraços ao prefeito.

“Agora eu vou poder dormir tranquila, graças a Deus por isso. Agradeço de coração. Agradeço ao prefeito, a todas as pessoas que se empenharam através desse projeto. Estou muito feliz”, disse a auxiliar de Serviços Gerais Ana Regiane Pereira.

A assinatura teve a presença do vice-prefeito João do Verdurão; do secretário de Habitação, José Orlando Menezes; do vereador Rafael Ribeiro; e do presidente da Associação dos Moradores do Cidade Jardim, Alex Sirqueira.

Expansão do subsídio

Divulgado em 2019 pelo prefeito Darci Lermen, o Programa Subsídio passou antes por análises jurídicas para ser viabilizado. A Sehab tem realizado os procedimentos legais para que o programa transcorra de forma transparente junto à comunidade inscrita. 

Nesta primeira etapa, a expectativa é de que mil famílias sejam beneficiadas. A secretaria trabalha para, até final de outubro, concluir a análise dos processos do Cidade Jardim, para a partir daí seguir com o programa para outros bairros.

“Queremos que o projeto chegue a todos que possuem débitos com loteadoras no município. Então, o programa será estendido a outros bairros, garantindo assim que todos tenham mais qualidade de vida e moradia digna“, sublinhou Darci Lermen.

Ousadia

Para o vereador Rafael Ribeiro, o programa “é ousado” e avançou ainda mais com os diálogos mantidos com a loteadora, que abriu mão das multas e dos juros por atraso para facilitar o pagamento pelos devedores. Além disso, a empresa dá desconto de 50% nos honorários advocatícios aos beneficiários em processo judicial e de 0,5% sobre os valores em aberto, o que possibilitou que mais pessoas fossem beneficiadas.

 

Texto: Hilda Barros
Colaborou: Hanny Amoras

Parauapebas inicia nesta quarta-feira, 01, a imunização da 1 ª dose contra a Covid-19 em adolescentes de 12 a 17 anos com comorbidades, deficiência permanente (física, sensorial ou intelectual), assim como disponibiliza a repescagem das gestantes e puérperas.

A vacinação ocorrerá na escola Chico Mendes, (entrada pela rua D), no bairro Cidade Nova, que funcionará nos seguintes dias e horários:

  • Quarta e sexta-feira (01 e 03 de setembro) – 9h às 14h;
  • Quinta-feira (02 de setembro) – Mutirão de vacinação – 16h às 21h;
  • Sábado (04 de setembro) – 9h às 17h.

Poderão se vacinar jovens com:

  • Limitação motora que cause grande dificuldade ou incapacidade para andar ou subir escadas;
  • Indivíduos com grande dificuldade ou incapacidade de ouvir mesmo com uso de aparelho auditivo;
  • Indivíduos com baixa visão ou cegueira; (Considera-se baixa visão ou visão subnormal);
  • Indivíduos com alguma deficiência intelectual permanente que limite as suas atividades habituais.

Documentos necessários:

Para se imunizar é obrigatório que todos apresentem os originais e cópias de um documento de identificação com foto, como documento de identidade (RG) ou carteira nacional de habilitação (CNH), além do cartão do SUS, carteira de vacina e comprovante de residência.

As grávidas e puérperas, de acordo com a Nota Técnica 02/2021 - SECOVID/GAB/SECOVID/MS precisam apresentar a prescrição médica, no qual a paciente esteja autorizada a receber a dose do imunizante, assim como o cartão do pré-natal. As puérperas também precisam apresentar um documento que comprove o parto nos últimos 45 dias, como certidão de nascimento do bebê ou registro de alta hospitalar pós-parto.

Importante ressaltar que também estará disponível a aplicação da segunda dose da vacina para o público elegível. A Secretaria Municipal da Saúde, (Semsa), sinaliza que cerca de 14 mil munícipes estão com a segunda dose da vacina contra a Covid-19 atrasada. A pasta ressalta a importância de completar a imunização para prevenir formas graves da doença e controlar a pandemia.

 

Texto: Nívea Lima/Semsa

Assessoriade Comunicação – Ascom/PMP

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Parauapebas (Saaep) informa que neste sábado , 4, a partir das 9 horas, haverá limpeza e higienização do tanque de contato da ETA I e manutenção preventiva das comportas.

O serviço programado provocará a suspensão temporária do fornecimento de água em alguns bairros. A normalização está prevista para as 20 horas.

A medida obedece a Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) n° 91, de 30 de junho de 2016, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que discorre sobre a higienização nos reservatórios de água potável.

Para isso, a programação de limpeza foi organizada a fim de reduzir ao máximo os impactos no abastecimento e transtornos à comunidade. Ainda assim, algumas localidades passarão por uma interrupção momentânea no fornecimento de água. 

Conforme a Lei dos Bairros n° 4.879, de 16 de junho de 2020, os locais afetados serão: Paraíso, Da Paz, Morada Nova, Cidade Nova, Guanabara, Primavera, Rio Verde, Maranhão, Nova Vida, União, Morro do Macaco, Linha Verde, Liberdade e Beira Rio.

O Saaep orienta que os moradores reservem e economizem água para passar pelo período de interrupção.

 

 

Texto: Ascom/SAAEP

A Polícia Federal deflagrou nesta manhã (01/09) a Operação Derrame, com o objetivo de desarticular grupo suspeito de introduzir em circulação grande quantidade de cédulas falsas em Curitiba.

Foram cumpridas 16 ordens judiciais, sendo seis mandados de prisão e dez de busca e apreensão em Curitiba e Contenda. Os mandados judiciais foram expedidos pela 14ª Vara da Justiça Federal em Curitiba.

A introdução das cédulas falsas era feita através da compra de aparelhos celulares anunciados para venda em uma grande plataforma virtual. As compras eram realizadas com cédulas de R$ 100 falsas, com apenas três numerações de série diferentes. Conforme foi identificado na investigação policial, os suspeitos agiam de forma organizada para praticar os fatos criminosos e fizeram várias vítimas com suas ações.

Os suspeitos possuíam funções distintas dentro do grupo investigado. Há o mentor intelectual das ações, que monitorava os anúncios de venda de aparelhos celulares na plataforma virtual e criava, para cada contato com os vendedores, um usuário falso para iniciar a negociação. Já os outros suspeitos atuavam na parte operacional do grupo, se passando pelos usuários falsos criados e indo até as residências das vítimas para comprar os aparelhos celulares com o dinheiro falsificado.

O grupo é suspeito de praticar um grande número de ações criminosas, onde em cada compra eram repassadas entre 15 e 25 cédulas de R$ 100 falsas. Para obter lucro, os suspeitos efetuavam a venda dos aparelhos celulares, inclusive por intermédio de uma distribuidora de bebidas do pai de um dos investigados. Com as medidas cumpridas no dia de hoje, a Polícia Federal espera identificar outros indivíduos que tenham participação nos fatos, bem como recuperar os bens vendidos pelas vítimas.

Os presos serão indiciados pelo crime de moeda falsa, associação criminosa e lavagem de dinheiro, cujas penas podem ultrapassar 12 anos de reclusão.

 

Comunicação Social da Polícia Federal no Paraná

A Caixa Econômica Federal libera nesta quarta-feira (1º) o saque da quinta parcela do auxílio emergencial, a primeira das três cotas extras anunciadas pelo governo. O primeiro grupo a ter os recursos disponibilizados é o de trabalhadores informais nascidos em janeiro, que poderão retirar o dinheiro em lotéricas ou caixas eletrônicos.

O depósito da quinta parcela foi feito ao longo de agosto e já podia ser movimentado por meio do aplicativo Caixa Tem, que permite o pagamento de contas essenciais, boletos e realização de compras. Além disso, são permitidas transferências instantâneas entre bancos via Pix (exceto para contas de mesma titularidade). Cerca de 39 milhões de pessoas foram contempladas com o benefício.

O saque para os nascidos em janeiro abre a série de autorizações de retirada da quinta parcela pela Caixa, que continuará nos próximos dias e se encerrará com a liberação da retirada para os nascidos em dezembro, no dia 20 (veja abaixo o calendário completo). 

Extras

O auxílio emergencial foi criado em abril do ano passado pelo governo federal para atender a população de baixa renda afetada pela pandemia. Ele foi pago em cinco parcelas de R$ 600 ou R$ 1.200 para mães chefes de família e, depois, estendido até 31 de dezembro de 2020 em até quatro parcelas de R$ 300 ou R$ 600 cada.

Neste ano, a rodada de pagamentos, durante sete meses, prevê parcelas de R$ 150 a R$ 375, dependendo do perfil: as famílias, em geral, recebem R$ 250; mulheres chefes de família têm direito a R$ 375; e pessoas que moram sozinhas, R$ 150.

O programa se encerraria com a quarta parcela, depositada em julho e sacada em agosto, mas foi prorrogado até outubro, com os mesmos valores para o benefício. Em novembro, os beneficiários mais vulneráveis devem começar a receber o Auxílio Brasil, programa idealizado pelo governo Bolsonaro para substituir o Bolsa Família.

Confira o calendário

5ª parcela (saque em dinheiro nas lotéricas e caixas eletrônicos)

Nascidos em janeiro: 1º/9
Nascidos em fevereiro: 2/9
Nascidos em março: 3/9
Nascidos em abril: 6/9
Nascidos em maio: 9/9
Nascidos em junho: 10/9
Nascidos em julho: 13/9
Nascidos em agosto: 14/9
Nascidos em setembro: 15/9
Nascidos em outubro: 16/9
Nascidos em novembro: 17/9
Nascidos em dezembro: 20/9

 

Fonte: Do R7

Com as presenças do prefeito Darci Lermen e do vice-prefeito João do Verdurão, a Prefeitura de Parauapebas apresentou à população na noite de segunda-feira, 30, o projeto mais importante de planejamento estratégico do município: o Plano Plurianual (PPA), para os anos de 2022 a 2025, que tem um orçamento previsto de quase R$ 11 bilhões.

A apresentação foi por meio de audiência pública on-line, transmitida pelo Facebook e YouTube da prefeitura. O economista e técnico de planejamento da Secretaria Municipal de Fazenda, Ângelo Jordy, apresentou os instrumentos de orçamento público, base legal, objetivos, ações, programas, ciclo orçamentário, participação social por bairros, prioridades da população por zonas, projeção orçamentária e trâmite legal do PPA. 

A secretária municipal de Fazenda, Maria Mendes, agradeceu a participação da comunidade na construção do plano. “A participação popular é fundamental, pois é com base nos anseios da comunidade que o governo vai conseguir atingir as metas desse PPA. Convido a todos para continuarem participando ativamente das próximas audiências. É importante ver sua participação ou seu sonho sendo realizado no seu bairro”, conclamou a titular da Sefaz. 

As próximas audiências sobre o PPA deverão ser realizadas pela Câmara de Vereadores, para a qual o projeto foi encaminhado na terça-feira, 31, para ser debatido e votado até dezembro deste ano, conforme informado pelo presidente da Casa, vereador Ivanaldo Braz, que participou da live ao lado do presidente da Comissão de Finanças da Câmara, vereador Léo Márcio, e do líder do Governo, vereador Zacarias Assunção.

Participação Popular 

Durante a live, os internautas fizeram sugestões e perguntas que foram respondidas pelas autoridades municipais. Com isso, várias ações que estão em andamento foram anunciadas. Mas antes disso o prefeito Darci Lermen ressaltou que o PPA está alinhado com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), que fazem parte da agenda da ONU.

Provocado por um internauta, o secretário de Segurança e Defesa do Cidadão, Denis Assunção, informou que está dentro do Plano de Mobilidade Urbana a ampliação do parque semafórico do município. Alguns cruzamentos já foram mapeados para receber esses aparelhos. Informou ainda que “em parceria com a Secretaria de Obras serão feitos quebra-molas e faixas elevadas em algumas vias”. 

O secretário de Meio Ambiente, Sávio Santiago, também deu uma boa notícia: o índice de queimadas em Parauapebas caiu 60% em relação ao mesmo período de 2020 em virtude da lei municipal que pune aqueles que praticam o crime. Neste ano, informou Santiago, mais de 300 pessoas já foram multadas por fazerem queimadas. 

Pavimentação e mais serviços

Pesquisa feita pela Sefaz mostra que as três maiores prioridades da população para os próximos anos são, pela ordem, água e esgoto, segurança pública e pavimentação das ruas. Conforme destacado por Darci Lermen, com o Prosap Parauapebas ficará entre as 100 cidades com o melhor saneamento do Brasil, com um índice que vai saltar de 8% para mais de 65% enquanto o índice de tratamento e fornecimento de água vai para mais de 90%. 

Sobre a pavimentação, o prefeito anunciou a assinatura de dois contratos para recuperação da malha viária urbana e realização de tapa-buraco, a começar pelas vias de fluxo maior, com início no bairro Cidade Jardim. “Vamos aproveitar esse momento de grande arrecadação e poder de investimento para investir naquilo que vai dar longevidade de prosperidade para a população”, destacou Darci Lermen.

 

Texto: Rayssa Pajeú e Hanny Amoras
Assessoria de Comunicação – Ascom/PMP

Produtores rurais assistidos pelo Programa Pequenos Animais e servidores da Secretaria de Produção Rural (Sempror) receberam treinamento sobre a perspectiva de criação e mercado de ovinos e caprinos em Parauapebas. Como incentivo, foram sorteados 5 kits de ovinocultura para esses produtores iniciarem a criação de pequenos animais. O Dia de Campo ocorreu na sexta-feira, 27, no Centro Tecnológico de Agricultura Familiar e contou com a participação de autoridades municipais.

O objetivo do Programa Pequenos Animais é incentivar os produtores a desenvolver a criação de aves, suínos, ovinos e caprinos.  Nesse momento, o foco é a criação de ovinos, visto que a procura desse produto é grande e não há oferta suficiente. “Queremos incentivar essa cadeia de produção no município para que o produtor aumente sua renda no campo”, explicou a coordenadora do Programa, Eulian Aguiar.

Gladson Barbosa, produtor e presidente da Associação do Criadores e Criadoras de Caprinos e Ovinos de Pequenos Animais da Região de Carajás, comentou sobre a assistência que os produtores recebem no município: “Esse Dia de Campo é fundamental. A equipe que dá assistência ao produtor é bem composta, com profissionais de qualidade e aprofundamento técnico. Esse treinamento é essencial para que o município vire realmente uma referência nessa produção”.

O prefeito Darci Lermen e o gestor da Sempror, Milton Zimmer, ressaltaram a importância dos treinamentos constantes ofertados aos produtores por meio dos diversos programas desenvolvidos pela secretaria. “Nossa intenção capacitar nossos agricultores, com base no conhecimento dos grandes centros, fazendo com que o produtor possa produzir com qualidade, cada vez mais”, disse o prefeito. “Queremos transformar Parauapebas em um município referência na criação de pequenos animais do estado do Pará”, afirmou Zimmer.

Durante o treinamento, o professor Alfonso Siqueira pontuou as vantagens da criação de ovinos em Parauapebas: “Quando o município tem os olhos voltados para o homem do campo como observei aqui, a realidade é outra. Diversos profissionais estão juntos para transformar a atividade do produtor numa máquina para ganhar dinheiro. A gestão do município está de parabéns, por essa visão rural e por solidificar essa realidade que é o sonho de todo mundo: ter uma qualidade de vida melhor”.

 

Texto: Rayssa Pajeú
Assessoria de Comunicação – Ascom/PMP

Whindersson Nunes abriu seu coração, nesta terça-feira (31), e falou sobre a saudade que sente do filho João Miguel, que morreu no dia 31 de maio após nascer prematuramente na 22ª semana de gestação. O bebê era fruto do relacionamento do humorista com a ex-noiva Maria Lina Deggan.

"Acordei com tanta saudade do João Miguel, queria ter conhecido aquele cara, ele ia ser um cara legal, mas vai passar", escreveu ele em seu Twitter.

Em seguida, o comediante disse que evita falar no assunto para não ficar chateado. "Eu evito conversar sobre isso com alguém porque eu sei que vão falar algo que eu vou ficar chateado, e eu fico mesmo", completou.

 

Fonte: Do R7

Em entrevista ao Seleção SporTV nesta terça-feira, o presidente do Corinthians, Duilio Monteiro Alves, descartou qualquer chance de contratação do zagueiro David Luiz após mobilização da torcida do Timão nas redes sociais.

– Não existe David Luiz. Não está em andamento. Não existe. Estamos muito satisfeitos com as peças que chegaram. João Pedro vem de empréstimo do Porto. Deve estar subindo no BID, Porto mandou a documentação ontem e vamos anunciar ainda hoje. Reforçar a reserva do Fagner – falou o presidente.

A empolgação da torcida tem ligação com a atuação da diretoria no mercado recentemente. Além de ter contratado os meias Giuliano e Renato Augusto, nos últimos dias o Timão anunciou os reforços do atacante Róger Guedes e do meia-atacante Willian. E aguarda a documentação de João Pedro, conforme disse Duilio Monteiro Alves.

Livre no mercado, David Luiz, declaradamente corintiano, está na mira do Flamengo. O zagueiro, em 2012, estava no Chelsea, derrotado pelo Corinthians na final do Mundial de Clubes da Fifa, no Japão.

 

Fonte: Por Redação do ge — São Paulo

 

Estreou nesta terça-feira, 31 de agosto, o segundo episódio da nova temporada de Mineração Por Elas, websérie que mostra a bem-sucedida presença de mulheres em áreas técnicas, operacionais e de gestão na Vale. A segunda temporada tem como fio condutor a diversidade de forma ampla. O episódio recém-lançado traz a história de três mulheres negras que sentem orgulho por serem exemplo e inspiração para outras mulheres de dentro e de fora da empresa.

No filme, que já está nas redes sociais e plataformas digitais da Vale, o público poderá conhecer Stephanie Almeida, geóloga, e Amanda Lírio, engenheira de minas, que atuam na unidade Carajás Serra Sul (Complexo S11D), em Canaã dos Carajás, no Pará; e Josiany Nunes, técnica em segurança do trabalho na Unidade Tubarão, no Espírito Santo.

Para a marabaense Stephanie Almeida, participar da websérie foi uma experiência fantástica. “Estar nesse projeto e poder incentivar outras mulheres a ocuparem mais espaço na mineração, mostrando com inúmeros estudos de caso que é possível sim, independente do cargo, foi gratificante. Não contive as lágrimas de tanta emoção por representar não só as mulheres como todo, mas principalmente a mulher preta que, segundo as estatísticas ainda ocupam minoria dos grandes cargos”, destaca.

Já Amanda Lírio destaca a importância de ter e ocupar o lugar de fala. “ É muito importante que mais e mais mulheres pretas se sintam encorajadas a ocuparem os espaços que um dia elas pensaram que não poderiam. Essa foi a minha motivação de participar desse episódio. Foi muito especial contribuir para que essas meninas e mulheres enxerguem que a Vale tem um compromisso em criar um ambiente onde elas podem ir lá e fazer o que tiverem vontade de fazer, inclusive trabalhar em uma carreira de alto nível técnico ou de gestão”.

O episódio de estreia da temporada, que foi ao ar no dia 6 de agosto, traz mulheres pioneiras que falam sobre os desafios que viveram ao serem as primeiras na sua área ou função. Os episódios seguintes abordarão diversidade de orientação sexual, além de mostrar histórias de pessoas com deficiência, jovens talentos e lideranças. Cada filme dura cerca de cinco minutos e traz, em formato documental e com protagonismo das personagens, o olhar de empregadas da Vale de várias regiões do Brasil e de outros países sobre a diversidade na mineração.

“Estamos verdadeiramente empenhados em promover a inclusão e valorizar a diversidade. Seguiremos nessa jornada, juntos. Estes são imperativos éticos conectados com o propósito da Vale de melhorar a vida das pessoas e transformar a sociedade para todas as pessoas”, afirma Marina Quental, vice-presidente executiva de Pessoas da Vale. Segundo ela, a websérie mostra para o público a inserção diversificada das mulheres na Vale nos mais variados cargos, profissões e funções, trazendo inspiração para que outras mulheres vejam que é possível e promissor construir uma carreira na indústria da mineração.

Mais de 200 empregadas se inscreveram para participar da websérie
Mais de 200 mulheres compartilharam suas experiências de vida e se inscreveram para participar da 2ª temporada do Mineração Por Elas. Por conta do limite de episódios, muitas histórias incríveis ficaram de fora, demonstrando que a mineração também é, cada vez mais, uma indústria onde mulheres podem construir carreira. Assim como a temporada de estreia, a produção vem seguindo todas as recomendações de prevenção e distanciamento social em virtude da pandemia. Quase todas as imagens tiveram captação remota e, muitas vezes, foram filmadas pelas próprias personagens. A websérie Mineração por Elas é realizada pela equipe de comunicação da Vale em parceria com a 4 Asas Produções. A primeira temporada contou com seis episódios e participação de 25 empregadas da Vale no Brasil e em outros países.

Meta de gênero e avanços


Em 2019, a mineradora anunciou a meta de dobrar a representatividade de mulheres na sua força de trabalho até 2030, passando de 13% para 26%. E de aumentar a presença de mulheres em cargos de liderança sênior de 12% para 20%. Em julho deste ano as mulheres já representavam 18,3% nas posições de liderança sênior e 18,1% do total da força de trabalho da Vale. Entre dezembro 2019 e julho 2021 crescemos em 3.800 o número de mulheres na Vale.
Saiba mais em www.vale.com/mineracaoporelas.

 

Fonte: Tami Kondo 

Loading
https://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink