Carajas o Jornal

Carajas o Jornal

O governo federal propôs um salário mínimo de R$ 1.169 para 2022 segundo a proposta de Orçamento do ano que vem apresentada nesta terça-feira (31), pela equipe econômica.

Atualmente, o salário mínimo é de R$ R$ 1.100. O reajuste de 6,2%, se aprovado pelo Congresso, começará a valer em janeiro de 2022, com pagamento a partir de fevereiro.

O valor representa um aumento de R$ 69 em relação ao salário mínimo atual. Também equivale a mais R$ 22 na comparação com os R$ 1.147 propostos inicialmente para 2022. A explicação para esse reajuste é o impacto da inflação de 2021.

Para a inflação deste ano, foi considerada alta de 5,90% para o IPVA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) e de 6,2% para o INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor), inflação das famílias com renda de até cinco salários mínimos, que dá base ao piso salarial.

 

Sem aumento real

O valor do salário mínimo proposto pelo governo para o ano que vem tem correção somente pela inflação. Esse formato já foi adotado desde 2020, quando a área econômica concedeu reajuste somente com base na inflação do ano retrasado. Com isso, o governo mudou a política de aumentos reais (acima da inflação) que vinha sendo implementada nos últimos anos.

O aumento do mínimo afeta aposentadorias, abono salarial e benefícios sociais.

Veja os últimos reajustes do salário mínimo

2021  - R$ 1.100,00 (5,2%)

2020 - R$ 1.045,00 (4,7%)

2019 - R$ 998,00 (4,6%)

2018 R$ 954,00 (1,8%)

2017 - R$ 937,00 (6,48%)

2016 - R$ 880,00  (11,6%)

 

O valor faz parte do PLOA (Projeto de Lei Orçamentária Anual) que detalha a proposta do governo federal enviada pelo Poder Executivo para os Orçamentos Fiscal e da Seguridade Social para 2022.

O documento foi elaborado considerando crescimento de 5,3% do PIB (Produto Interno Bruto) em 2021, e de 2,5% em 2022, 2023 e 2024.

Em relação ao câmbio, estima-se a média anual de R$ 5,20 por dólar em 2021 e de R$ 5,15 por dólar em 2022. 

O PLOA 2022 apresenta o Orçamento da União com despesas que somam R$ 4.619,6
bilhões, referentes aos três Poderes. Desse total, R$ 2.008,3 bilhões correspondem ao total de
despesas primárias do Governo Central. As despesas financeiras correspondem a R$ 2.611,3
bilhões.

 

Fonte: Do R7

A Conferência Municipal de Assistência Social discutiu ações para a melhoria das políticas sociais em Parauapebas nos dias 26 e 27 de agosto. Cerca de 120 delegados e representantes do poder público e dos Conselhos, que fazem parte da rede de proteção social, definiram ações nos cinco eixos de atuação.

O tema escolhido para este ano foi “Assistência Social: direito do povo e dever do Estado, como financiamento público, para enfrentar as desigualdades e garantir proteção social”. George Rodrigues, presidente do Conselho Municipal de Assistência Social (Comasp) conduziu as discussões durante os dois dias do evento. “Avaliamos o que nós temos, o que está bom e o que pode melhorar no âmbito municipal para as políticas sociais”, destaca. Você confere as propostas na íntegra clicando aqui.

Vania Monteiro, diretora técnica da secretaria de Assistência Social, participou da cerimônia de abertura e fez uma retrospectiva das ações desenvolvidas em Parauapebas. “O próximo passo é definir junto com outros atores novas estratégias que vão atualizar as políticas existentes”, comenta.

A delegada representante da instituição Bom Samaritano e Conselheira do Comasp, Gildete Santos, ressalta o quanto foi difícil realizar a Conferência por conta da pandemia. “A gente teve que limitar o acesso ao público, mas demos alternativas de acompanhamento ao vivo pelas redes sociais. Acredito que o público acompanhou e sugeriu ações em todos os eixos”. 

Todas as propostas serão apresentadas na Conferência Regional, marcada para os dias 29 e 30 de setembro na Câmara Municipal de Parauapebas.

 

Eixos: 

1 - A proteção social não contributiva e o princípio da equidade como paradigma para a gestão dos direitos socioassistenciais no enfrentamento das desigualdades;

2 - Financiamento e orçamento como instrumento para uma gestão de compromissos e corresponsabilidades dos entes federativos para a garantia dos direitos socioassistenciais;

3 - Controle social: o lugar da sociedade civil no SUAS e a importância da participação dos usuários;

4 – Gestão e acesso às seguranças socioassistenciais e a articulação entre serviços, benefícios e transferência de renda como garantias de direitos socioassistenciais e proteção social;

5 – Atuação do SUAS em Situações de Calamidade Pública e Emergências.

 

Texto: Andréa Reis

Assessoria de Comunicação 

Prefeitura de Parauapebas

O recurso financeiro, auxílio tecnológico, do “Programa Notebook do Professor” já está disponível para uso pelos educadores da rede municipal de ensino de Parauapebas. A partir de hoje, eles já podem escolher o equipamento que mais se adequa a suas necessidades e efetivar a compra.

O subsídio no valor de R$ 3,7 mil, sendo R$ 3 mil destinados à compra de computador portátil e R$ 700, para acesso à internet, será disponibilizado para professores da educação básica I e II, coordenadores pedagógicos I e II, diretores e vice-diretores.

Trata-se de um investimento de mais de 7 milhões para garantir aos docentes a aquisição de novas ferramentas tecnológicas que os auxiliem no desenvolvimento do trabalho pedagógico, seja durante o período de ensino não presencial quanto no híbrido.

As novas tecnologias fornecem aos educadores um leque maior de possibilidades, tornando as aulas mais dinâmicas e produtivas.  Para a professora Cirlandia Luz Bonfim, da escola Turma da Mônica, o recurso chegou no momento certo. “As condições de trabalho estão diretamente relacionadas com uma educação de qualidade e esse programa valoriza o nosso trabalho. Ele contribuirá para um melhor planejamento, que trarão aulas mais lúdicas e eficazes para nossas crianças”, destaca a educadora da educação infantil.

Segundo o secretário de Educação, José Leal Nunes, o auxilio traz justamente isso: melhores condições de trabalho e valorização dos servidores. “O Governo Municipal tem se empenhado para ofertar aos nossos educadores as condições necessárias para que eles desenvolvam um trabalho de excelência e, assim, os nossos estudantes possam se desenvolver de forma integral”, destaca o gestor.

O prefeito Darci Lermen, também comemorou a conquista ao anunciar a disponibilidade dos recursos. “Aproveitem bem o recurso, escolham um bom equipamento e façam com que esse importante instrumento pedagógico ajude na transformação e melhoria do processo de ensino e na aprendizagem de nossas crianças”.

 

PRAZO PARA COMPRA E PRESTAÇÃO DE CONTAS

A aquisição do computador deverá ser realizada em até 30 dias após o depósito do valor do auxílio financeiro na conta do beneficiário. Já a nota fiscal referente à compra, deverá ser entregue em até 30 dias após a aquisição do equipamento, na Secretaria Municipal de Educação (Semed).

A prestação de contas referente ao uso de internet se dará mediante comprovante de pagamento, após os cinco meses.

 

Texto: Messania Cardoso/Semed

Na sessão dessa terça-feira, 31 temas relevantes para a realidade de Parauapebas foram pauta para os vereadores discutirem em busca de melhorias. A Sessão trouxe à tona debates que afetam a cidade em acesso a locais com área de lazer, onde os mesmos auxiliarão os jovens do município para que possam se ocupar com atividades produtivas e que não afetem seu bem-estar e nem o da comunidade. Visou também a melhoria da segurança pública nas vilas vizinhas à cidade de Parauapebas, como a Vila Paulo Fonteles que sofre por falta de segurança policial. A sessão pode mais uma vez contar com a presença do público no auditório central, todas as medidas de prevenção contra a covid-19 foram mantidas.

Os vereadores apresentaram suas indicações à casa para que a mesma votasse contra ou a favor, a mesa diretora estava composta pelo Presidente Ivanaldo Braz; Vice-presidente Josemir Silva; Vereador Léo Márcio substituiu o Primeiro-Secretário Rafael Ribeiro, e o Segundo-Secretário Zacarias Marques.

Vereador Josivaldo da Farmácia, solicitou que a doação da madeira oriunda do Prosap fosse feita para os empresários do Polo Moveleiro

Quem também apresentou sua indicação à casa foi o vereador Josivaldo da Farmácia, visando a melhoria na vida saudável com atividades físicas ao ar livre, o mesmo fez duas indicações de muita importância. “Hoje apresentei mais duas indicações importantes para melhorias do nosso município e sua população. As indicações dizem respeito a construção de uma quadra poliesportiva e um campo de futebol no bairro Alto Boa Vista para que os moradores daquela localidade possam usufruir dos mesmos em momentos de esporte e lazer, também foi solicitado que a doação da madeira oriunda do Prosap fosse feita para os empresários do Polo Moveleiro. Todas as duas indicações foram aprovadas pela casa”.

Vereador Rafael Ribeiro solicitou um posto policial estrategicamente localizado na Vila Cedere 1 para que possa trazer paz aos moradores

O vereador Rafael Ribeiro por está acompanhado a assinatura dos primeiros subsídios na Prefeitura, o mesmo não esteve no início da sessão, mas sua indicação foi lida pelo vereador Josivaldo da Farmácia durante a sessão. “Oficializo ao Governo do Estado sobre a necessidade da implantação de um posto policial na Vila Paulo Fonteles, os moradores da vila têm relatado com bastante frequência dificuldades na ordem da segurança pública em sua comunidade, devido à distância para o centro de Parauapebas de aproximadamente 56,7km, quando os moradores pedem ajuda para a PM os criminosos conseguem fugir sem dar tempo para o flagrante, fazendo com que os mesmos se sintam no direito de continuar com os delitos. O devido requerimento tem como objetivo solicitar a implantação de um posto policial estrategicamente localizado na Vila Cedere 1 que fica a 25,1km do centro da cidade para que possa trazer paz aos moradores”.

Ivanaldo Braz Presidente da Câmara Municipal de Parauapebas 

O Presidente da Câmara Ivanaldo Braz demonstrou seu total apoio para dialogar em busca de soluções para os impactos sociais na ausência de uma qualidade de segurança e no bem-estar de todos os moradores do município. A aproveitou a oportunidade para convidar a todos para a próxima sessão de terça-feira 07. 

 

Fonte: Redação 

A Polícia Federal, com apoio do GAECO/SP, deflagrou nesta segunda-feira (30/8) a OPERAÇÃO ARREMEDO, objetivando desarticular uma associação criminosa voltada ao tráfico de drogas.

Ao todo, estão sendo cumpridos 21 mandados judiciais, sendo 5 mandados de busca e apreensão (2 na cidade de São Paulo, 1 em Barueri/SP, 1 em Mairiporã/SP e 1 no Rio de Janeiro/RJ), 4 mandados de prisão temporária e 12 de constrição de bens e direitos.

Doze pessoas (entre físicas e jurídicas) tiveram os sigilos bancário e fiscal afastados por ordem da 1ª Vara de Crimes Tributários, Organização Criminosa e Lavagem e Bens e Valores de São Paulo/SP.

Levantamentos preliminares apontam o envolvimento de uma empresa em movimentações atípicas de mais de R$ 63 milhões, motivo pelo qual foi determinado o bloqueio dos ativos financeiros dos investigados, com limite de R$ 7 milhões para cada uma das pessoas jurídicas e R$ 3,5 milhões para cada um dos demais investigados.

A investigação começou a partir da suspeita de que uma célula da associação criminosa, responsável pelo transporte, utilizava um automóvel falsamente identificado como se fosse dos Correios para movimentar drogas.

No curso da apuração, dois investigados foram presos na posse de aproximadamente 140 quilos de cocaína. Por meio da análise de diversas informações, inclusive relatórios do COAF, foi possível identificar o suspeito fornecedor desse entorpecente, também responsável pelo uso de duas empresas para lavagem.

As diligências policiais feitas na data de hoje tem a finalidade de bloquear o patrimônio da organização criminosa e possibilitar posterior perdimento em favor da União.

O nome Arremedo remete à reprodução ilegal do automóvel dos Correios, usado pela organização criminosa.

Os investigados poderão ser indiciados pela prática dos crimes de tráfico de drogas (art. 33 da Lei 11.343/06), com pena 5 a 15 anos e multa; de associação para o tráfico (art. 35 da Lei 11.343/06), com pena de 3 a 10 anos e multa; e de lavagem de dinheiro (art. 1º da Lei 9.613/98), com pena de 3 a 10 anos e multa.

Será concedida entrevista coletiva, às 10h30, na Superintendência Regional da PF em São Paulo (Rua Hugo D'Antola, 95 - Água Branca, São Paulo – SP). Haverá também a transmissão ao vivo pelo Instagram pelo endereço @pfsaopaulo.

 

Comunicação Social da Polícia Federal em São Paulo

A Caixa Econômica realiza nesta segunda-feira (30) o pagamento da quinta parcela do auxílio emergencial aos beneficiários do Bolsa Família com NIS (Número de Identificação Social) final 9, o penúltimo grupo do mês.

A liberação dos recursos segue o mesmo calendário do programa assistencial, feito sempre nos dez últimos dias úteis de cada mês, de acordo com o número final do NIS. O pagamento segue até esta terça-feira, para os que têm o NIS final 0.

Para quem recebe o benefício pela poupança social da Caixa, os recursos podem ser movimentados pelo aplicativo Caixa Tem e nas casas Lotérica de todo o Brasil, ou sacados com o uso do Cartão Bolsa Família ou Cartão Cidadão.

CadÚnico

Nesta terça-feira (31), os trabalhadores informais nascidos em dezembro e inscritos pelo CadÚnico ou aplicativo da Caixa serão beneficiados com o depóstio da quinta parcela do auxílio emergencial. É o último grupo do mês e, no dia seguinte, começam os saques da parcela atual.

A nova rodada do programa, que previa quatro parcelas, foi prorrogada com mais três e irá até outubro. O pagamento médio continua de R$ 250, exceção às mulheres chefes de família, que recebem R$ 375, e as pessoas que moram sozinhas, R$ 150. Os pagamentos extras começaram neste mês de agosto e terminarão em outubro. Em novembro, o governo começa a pagar o Auxílio Brasil, programa idealizado para substituir o Bolsa Família.

Calendário da 5ª parcela a membros do Bolsa Família

NIS final 1: 18 de agosto
NIS final 2: 19 de agosto
NIS final 3: 20 de agosto
NIS final 4: 23 de agosto
NIS final 5: 24 de agosto
NIS final 6: 25 de agosto
NIS final 7: 26 de agosto
NIS final 8: 27 de agosto
NIS final 9: 30 de agosto
NIS final 0: 31 de agosto

 

Fonte: Do R7

Os setores da indústria, serviços e varejo devem abrir mais de 225 vagas temporárias em setembro, dando sinal da retomada da economia com o início da vacinação e a redução no caso de mortes decorrente da covid-19.

A estimativa é da Asserttem (Associação Brasileira do Trabalho Temporário) que espera um aumento de 20% no volume de contratações em relação a igual período de 2020.

"Mesmo com a crise financeira gerada pela pandemia acreditamos que a retomada da economia está começando e estamos otimistas com as contratações para o segundo semestre", afirma Marcos de Abreu, presidente da Asserttem.

Abreu destaca que em meio às incertezas da economia, as empresas perceberam que o contrato de trabalho temporário era a forma mais segura para manter sua produção ativa.

Com isso, a modalidade de contratação manteve-se ativa no período.

 

Vacina deve estimular aumento de contratações

A antecipação da vacinação da população adulta (maiores de 18 anos) em diversos estados brasileiros pode surpreender positivamente em relação à contratação de temporários, segundo o executivo.

Para Abreu, se em 2020 a indústria foi quem puxou as contratações temporárias, neste segundo semestre o setor de serviços deve se destacar.

Mesmo com o cenário positivo esperado para o setor de serviços, Abreu frisa que a indústria seguirá com a maioria das contratações temporárias.

Outra área que pode surpreender, na opinião do presidente da Asserttem, é o comércio, já que shoppings e varejo de rua retomaram as suas atividades em período integral.

 

Contrato temporário de trabalho é a porta para efetivação

Com a pandemia da covid-19, muitas empresas aderiram ao contrato temporário para manter a sua produção ativa. A modalidade é mais permite mais flexibilidade de gestão, rapidez, acessibilidade financeira em relação à CLT (Consolidação das Leis do Trabalho).

Mas, como transformar a vaga temporária em uma efetivação? Segundo abreu, 22% dos trabalhadores temporários são efetivados.

"A dica é mostrar o que pode oferecer para a empresa em termos de competência e experiência profissional, já que as organizações buscam profissionais responsáveis e comprometidos com o negócio."

Também é importante demonstrar disponibilidade e engajamento para o trabalho, com dedicação e com vontade de aprender, segundo Abreu.

"Desta forma, a chance desse trabalhador garantir uma vaga efetiva ao término de seu contrato temporário aumenta consideravelmente."

 

Qual a diferença entre profissional temporário e CLT?

O trabalhador que assina um contrato temporário tem praticamente os mesmos benefícios do trabalhador CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) convencional:

• Remuneração igual ao que recebe o empregado CLT;
• Jornada de trabalho de 8 horas
• Hora extra remunerada de até duas horas, se for preciso;
• Férias proporcionais acrescidas de adicional de 1/3;
• Repouso semanal remunerado;
• Adicional por trabalho noturno, se for o caso;
• Seguro contra acidente de trabalho; e
• Proteção previdenciária (nos termos da Lei da Previdência Social).
• 13º salário
• FGTS

As exceções são:

• 40% do fundo de garantia
• Seguro desemprego
• Aviso prévio

 

Fonte: *Estagiária do R7, sob supervisão de Márcia Rodrigues

Foi realizado na amanhã de domingo 29 um Passeio Ciclístico pela Paz no Trânsito, onde o mesmo marcou a programação da Operação Trânsito Seguro. O percurso de 11,7 km saiu às 06h30 da praça do bairro Alvorá com chegada no lago do Residencial Alto Bonito.

O passeio teve largada na praça do bairro Alvorá 

O fim do passeio em conscientização ao trânsito teve fim no bairro do Residencial Alto Bonito 

 

Para trabalhar a conscientização mais de 200 pessoas saíram às ruas pela Paz no Trânsito

Mais de 200 pessoas saíram às ruas, entre servidores da Semsi, ciclistas e populares, que participaram da programação, para chamar a atenção quanto à responsabilidade de todos no trânsito.

Denis Assunção Secretário de Segurança, precisamos do apoio da população para que tenhamos um trânsito seguro

O Secretário de Segurança Denis Assunção marcou presença no evento e falou da importância do movimento Paz no Trânsito. “A Prefeitura da cidade por meio da Secretaria de Segurança (Semsi) não está medindo esforços para garantir o bem-estar de todos os usuários do trânsito de Parauapebas, movimentos como esse de ciclistas e pedestres é uma força para conscientizar a população, não basta somente a colaboração do DMTT nas ruas fiscalizando, precisamos do apoio da população para que tenhamos um trânsito seguro”.

Marcia Cleia presidente da União dos Ciclistas de Parauapebas – UCP

Marcia Cleia presidente da União dos Ciclistas de Parauapebas – UCP, participou do passeio e falou como ciclista da importância do evento para todos aqueles que utilizam o trânsito no dia a dia. “Nós estamos trabalhando para que a conscientização no trânsito seja cada dia algo mais presente, não somente aos motoristas de carros, mas também para ciclistas e pedestres, se todos colaborarem teremos um ambiente de trânsito seguro e de bem-estar para todos”, destaca a ciclista.

Operação Trânsito Seguro

Com o tema “No trânsito, sua responsabilidade salva vidas”, a operação conta, além de blitze de fiscalização, com uma campanha educativa para intensificar as ações de conscientização da população sobre os principais fatores de risco de acidentes no trânsito.

Nesta semana, diversas ações voltadas para os ciclistas, como palestras, panfletagem e blitze do ciclista, serão realizadas em parceria com empresas da iniciativa privada para alcançar os ciclistas que utilizam a bicicleta diariamente como meio de transporte.

A campanha educativa contempla palestras, rodas de conversa, cursos e blitze educativas voltadas para motoristas de empresas de ônibus, mototaxistas, ciclistas, taxistas, trabalhadores de delivery, dentre outros. As ações seguem até a Semana Nacional de Trânsito, que será realizada no próximo mês de setembro, no período de 18 a 25.

 

Por: Sarah Monteiro 

A Prefeitura de Parauapebas, por meio da Secretaria Municipal de Obras (Semob), informa que a ponte sobre o rio Parauapebas, nas proximidades do clube City Park, será interditada para obras a partir desta quarta-feira, 1º de setembro.  O tráfego ficará suspenso para motos, carros e pedestres durante 45 dias, período previsto para a execução da obra.

 

Assessoria de Comunicação/PMP

A noite do último sábado, 28, foi de muita comemoração para os times de futsal Marrecos (masculino) e Acap (feminino), que levantaram as taças de campeões da I Copa Municipal da Juventude realizada pela Prefeitura de Parauapebas por meio da Secretaria da Juventude (Sejuv), com apoio das secretarias de Esporte e Lazer (Semel) e de Educação (Semed).

Na disputa pelo título de campeão, o Marrecos venceu o Real Uniting por 5X1, com 3 gols de Guilherme Alves, que arrebatou o troféu de melhor artilheiro do campeonato enquanto Thiago Lima, também do Marrecos, foi o melhor goleiro.

“A sensação é ótima demais, pelo o que a gente veio treinando. A equipe é forte, graças a Deus. Cada um dá o máximo que consegue. É isso aí, prevaleceu o melhor. Nós fomos o melhor no jogo, saímos com a vitória e somos campeões da I Copa da Juventude”, comemorou Vandiego Silva, capitão do Marrecos.

Também por goleada, o Escudeiros conquistou o terceiro lugar ao vencer por 5x1 o Spartan na primeira partida da noite de sábado. O prêmio de jogador revelação foi para Kauã Caíque, do Atlético Erechi.

Entre as equipes femininas, a disputa final foi bem mais acirrada entre Acap e Harpia, num confronto que teve cartão vermelho e decisão por pênaltis após empate de 1X1 no tempo normal. Frente a frente com as goleiras, a Acap levou a melhor e arrebatou o título de campeã com a vitória de 5x3 sobre a adversária.

Keilane Linhares e Jeciane Nascimento, ambas da Acap, foram coroadas com os troféus de melhor goleira e melhor artilheira, respectivamente.  “É sinal que o esforço, a dedicação geram fruto. Depois de uma certa idade, espero que as meninas que estejam começando agora se espelhem. Tem muita menina boa na cidade”, atestou a goleira Keilane.

As partidas finais foram arbitradas por Carlos Lopes, Felipe Dias, Pablo e Júnior Chico.

Sucesso e motivação

Realizada no Ginásio Poliesportivo, a final da Copa da Juventude contou com torcidas barulhentas, que ao final acompanharam a entrega dos troféus e medalhas pelo secretário municipal da Juventude, Yuri Sobieski.

Em meio a jogos de pirotecnia e muito papel picado, os campões da I Copa Municipal da Juventude fizeram a festa pelas vitórias, que foram premiadas com R$ 4 mil (1º lugar), R$ 2,5 mil (2º lugar) e R$ 1 mil (3º lugar).

E a disputa foi acirrada, com 48 times disputando nas quadras, sendo 32 equipes masculinas e 16 femininas. “Começamos dia 14, chegamos hoje, dia 28, finalizando com sucesso. Graças a Deus, a Copa deu tudo certo”, comemorou Yuri Sobieski.

O titular da Sejuv ainda ressaltou que a copa não foi limitada às disputas nas quadras: foram realizadas palestras nos polos com temas que despertam atenção dos jovens, como drogas, primeiro emprego, diretos humanos e depressão.

“Nós conseguimos chegar nos polos, trazer a juventude. Não só os que estavam em quadra, mas os que estavam fora também, a plateia, as torcidas, que vieram, que participaram. E a função socialque gerou essa Copa da Juventude, com as rodas de conversa, que foram um sucesso, com as palestras.”

 

Texto: Hanny Amoras
Assessoria de Comunicação – Ascom/PMP
Loading
https://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink