Jô aceita contrato até 2023 e fica perto de anúncio pelo Corinthians

Jô aceita contrato até 2023 e fica perto de anúncio pelo Corinthians Foto: Marcos Ribolli

Jô está muito perto de selar seu retorno ao Corinthians. O atacante de 33 anos acertou nesta terça-feira os últimos detalhes do contrato até o final de 2023. Com o acordo apalavrado, a assinatura do vínculo deve ocorrer nos próximos dias.

Será a terceira passagem de Jô pelo Corinthians, clube no qual foi revelado no início deste século.

O atacante tinha um acordo encaminhado com o clube há quase duas semanas, mas ainda restava acertar algumas condições. Além disso, Jô aguardava propostas de clubes dos Emirados Árabes, o que não aconteceu.

Nesta terça-feira, o presidente corintiano Andrés Sanchez falou com o jogador e seus representantes e fechou os últimos detalhes do acordo.

O atacante está livre no mercado depois de rescindir contrato com o Nagoya Grampus. Ele defendeu o clube japonês nas últimas duas temporadas, logo depois de deixar o Timão como campeão brasileiro em 2017.

Jô chegará dias depois do Corinthians a saída de Vagner Love. Ele estava próximo de voltar ao CSKA, da Rússia, e rompeu amigavelmente o vínculo que tinha com o Timão. Porém, agora tem o futuro incerto.

O provável novo reforço corintiano disputará espaço com Mauro Boselli. O argentino foi o titular absoluto de Tiago Nunes nos primeiros 14 jogos disputados em 2020.

Desde o começo da temporada, quando ficou mais evidente que Jô não teria espaço com o técnico italiano Massimo Ficcadenti, o Corinthians passou a acompanhá-lo de perto. O fato de já contar com Mauro Boselli e Vagner Love (até então) no elenco não impediu a diretoria alvinegra de tentar a contratação de mais um atacante.

Formado nas categorias de base do Timão, Jô ficou até 2005 na equipe, sendo campeão paulista em 2003 e brasileiro em 2005. Em 2017, ele voltou e também foi campeão dos dois torneios.

O jogador foi contratado pelo Nagoya Grampus em 2017 por 10 milhões de dólares e teve bom início pelo clube, sendo artilheiro do Campeonato Japonês em 2018, com 24 gols.

Fonte: Por Ana Canhedo, Bruno Cassucci e Marcelo Hazan — São Paulo

Avalie este item
(0 votos)