Preço do feijão carioca sobe menos em meados de julho, diz FGV

A inflação medida pelo Índice de Preços Consumidor - Semanal (IPC-S) desacelerou da primeira para a segunda semana de julho, passando de 0,44% para 0,41%. Contribuíram o comportamento dos preços de roupas e de transportes que caíram mais no período.

O preço dos alimentos subiu ainda mais, mas a alta foi suavizada pelo comportamento do feijão-carioca, cujo avanço foi suavizado de 47,37% para 42,12%.

Entre os grupos de gastos analisados, ficaram mais caros despesas diversas (de 0,50% para 0,59%), educação, leitura e recreação (de 0,72% para 0,76%) e saúde e cuidados pessoais (de 0,51% para 0,54%)

Veja a variação de alguns itens:
Laticínios (de 7,02% para 8,00%)
Tarifa postal (de 3,10% para 5,58%)
Show musical (de 0,68% para 1,17%)
Artigos de higiene e cuidado pessoal (de 0,30% para 0,41%)
Tarifa de eletricidade residencial (de 0,07% para -0,62%)
Tarifa de ônibus urbano (de 0,29% para -0,04%)
Acessórios do vestuário (de 1,04% para 0,37%)
Tarifa de telefone móvel (0,29% para 0,19%).

 

Fonte: G1 Economia

Avalie este item
(0 votos)
Loading
https://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink
https://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.galpogk-is-100.jpglink