Banco do Povo começa a conferir documentação de pequenos empresários para liberação do crédito especial

Banco do Povo começa a conferir documentação de pequenos empresários para liberação do crédito especial Fotos: Piedade Ferreira

O Banco do Povo começou na terça-feira, 27, a receber os pequenos empresários, associações e cooperativas que se cadastraram na semana passada para o crédito especial disponibilizado pela Prefeitura de Parauapebas dentro do Programa Vencer, de enfrentamento à pandemia da Covid-19.

Nesta fase, os solicitantes estão apresentando a documentação física das empresas para ser conferida e checada pelo banco. Se tudo estiver em ordem, o passo seguinte será a liberação do empréstimo. Em caso de pendências, será dado prazo de 48 horas para que o pequeno empresário regularize a situação.

No total, 963 pequenas empresas, 19 associações e 17 cooperativas se cadastraram no Banco do Povo, incluindo aí os microempreendedores individuais (MEIs), para obtenção de até R$ 10 mil de empréstimo.

E todas serão chamadas para apresentar a documentação ao longo desta semana. Para isso, está sendo feito contato com os pré-cadastrados – por telefone ou SMS -, para que compareçam ao banco em dia previamente marcado.

“O governo municipal injetou o valor de R$ 10 milhões, e, neste momento, a gente já está começando a chamar os pré-aprovados na primeira análise feita pelo Comitê de Crédito. E logo em seguida vamos chamar o restante pré-aprovado para também entregar a documentação física, assinar seus contratos e receber seu empenho, se aprovado”, diz o coordenador geral do Banco do Povo, David Lima.

Novo fôlego

Entre as pequenas empresas mais afetadas pela pandemia estão as produtoras de eventos. Sem festejos, sem clientes e sem dinheiro em caixa. “Acredito que grande parte da nossa categoria, que trabalha com esse ramo, está realmente agonizando, vamos dizer assim. Muitas pessoas que não têm outra atividade estão realmente passando grande necessidade. Posso até afirmar que estão passando fome”, relata o produtor de eventos Joelson Silva, que nesta terça-feira compareceu ao Banco do Povo com a documentação embaixo do braço.

Ao lado de Joelson, a pequena empresária Adriana Karla Marques Corrêa, que trabalha com locação de roupas para festas e confirma: não tem sido nada fácil para eles. “O ramo de festa foi o que mais sofreu com a pandemia”.

Para ambos, o crédito especial da prefeitura chegou para dar um pouco mais de fôlego e alívio a quem empreende e foi sufocado pela Covid-19. “A gente pode colocar em ordem algumas coisas, não todas. Mas algumas coisas a gente coloca em ordem e eu espero que vários empresários, amigos meus, sejam beneficiados. Parabéns a prefeitura, parabéns a toda equipe”, agradece Adriana.

“Esse empréstimo veio na hora certa”, complementa Joelson, que se mostra animado e também preocupado com amigos empresários em dificuldades financeiras. “Tenho amigos que se inscreveram que, com certeza, vão estar aqui também pra receber e vão ser contemplados. Dizem que tudo tem a hora certa. Deus providencia o momento certo e estamos aqui para concretizar esse empréstimo. Dá para respirar melhor, graças a Deus”, diz o produtor.

 

Texto: Hanny Amoras
Assessoria de Comunicação – Ascom/PMP
Avalie este item
(0 votos)
Loading
https://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink