Para orientar condutores de veículos a não estacionarem em locais proibidos, a Secretaria Municipal de Segurança Institucional e Defesa do Cidadão (Semsi) continua com ações educativas durante todo este mês.

Segundo o Departamento Municipal de Trânsito e Transporte (DMTT), órgão ligado à Semsi, muitos condutores não estão respeitando as placas de “proibido estacionar”.

“Começamos uma campanha educativa de conscientização aos condutores, sejam de moto, carro, ônibus, que temos que respeitar a sinalização para evitar a multa e o reboque do veículo”, alerta Milton Lima, coordenador do Núcleo de Educação para o Trânsito, setor do DMTT.

“Eu acho muito importante esse trabalho que o DMTT está fazendo aqui, não só nesse trecho, mas em toda a Parauapebas. Eu gostaria de pedir à população de Parauapebas que respeitasse também o idoso, porque às vezes eu vou estacionar em algum local e o estacionamento não está apropriado para mim”, ressalta o senhor Francisco Carlos Guimarães, condutor.

As ações seguirão durante todo este mês em várias partes da cidade e contam com o apoio da Guarda Municipal de Parauapebas (GMP).

Conforme o artigo 181, inciso V, do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), é infração gravíssima estacionar na pista de rolamento das estradas e rodovias. O resultado são multa e pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) bem como a remoção do veículo.

 

Assessoria de Comunicação - Ascom

 

 

O Departamento Municipal de Trânsito e Transporte (DMTT) iniciou na segunda-feira, 11, uma operação educativa na PA-275, no perímetro em frente ao shopping, para orientar os condutores a não estacionarem nos locais proibidos perto dos retornos.

Durante este período educativo, que prossegue até 31 deste mês, o órgão de trânsito emitirá apenas multa, sem medida administrativa, ou seja, sem a remoção do veículo.

Contudo, a partir do dia 1º de fevereiro, o DMTT aplicará todas as penalidades conforme o artigo 181, inciso V, do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), que considera infração gravíssima estacionar na pista de rolamento das estradas. O resultado são multa e pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) bem como a remoção do veículo.

Evite transtornos e fique atento.

 

Assessoria de Comunicação/PMP

Com o crescimento de mais de 90% dos acidentes no mês de junho, comparado ao mês de maio, que teve um número bem menor, o Departamento Municipal de Trânsito e Transporte (DMTT) do município de Parauapebas, deu início nessa manhã de quinta-feira, 2, a campanha de conscientização no trânsito com o tema “Perceba o Risco. Proteja a Vida” que será realizada durante todo o mês de julho, e tem como objetivo, orientar os condutores, motoristas, motociclista e pedestres, sobre os riscos que poderão sofrer ao desobedecerem às leis de trânsito.

Foto: Sarah Monteiro 

Afim de atender os protocolos de prevenção contra o novo coronavírus, do Ministério da Saúde, a coordenação do Movimento Maio Amarelo, juntamente com a direção do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), decidiu transferir as ações presenciais como blitz e educativas, apresentações teatrais e palestras em escolas, empresas e instituições, que eram intensificadas neste período pelo Núcleo de Educação para o Trânsito (NET) para setembro, e que se juntarão a Semana internacional de Trânsito, que acontece no mesmo mês. 

Os acidentes de trânsito, na maioria das vezes, são causados por falta de atenção dos motoristas, entre as principais causas está a imprudência, como dirigir em alta velocidade, alcoolizado ou falando ao celular. O problema é que geralmente uma imprudência vem junto com a outra.