Amédica Raijane Martins Barbosa Loras, ex-diretora do Hospital Geral de Parauapebas, fez juízo público nas suas redes sociais acerca da morte de Fernando Ferreira, o Duda, devido a um acidente automobilístico na PA 275, no último dia 31 de janeiro. Entre outros despautérios, a médica afirma que não esperava que “Duda” morresse de acidente e sim de ‘morte matada‘.

A médica, em franco discurso de ódio, refere a uma pessoa já falecida como um ‘serumanhino‘, atitude incompatível com a sua profissão, publicando nas suas redes sociais frases extremamente absurdas, do tipo: ele já vai tarde’: ‘a família deve tá chorando, mas deve ser de alívio’; ‘vou abrir champanhe pra comemorar‘.

As declarações da servidora pública revoltaram amigos e familiares de DUDA.

Relembrando o caso O empresário Fernando Sousa Ferreira, o popular Duda de Parauapebas, faleceu após um grave acidente registrado na madrugada de domingo (31), na PA-275, entre Curionópolis e Eldorado do Carajás.

 

Fonte: http://acontecepara.com.br

Loading
https://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink
https://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.galpogk-is-100.jpglink