Tecnologias geoespaciais aprimoram fronteira do Brasil com América do Sul

Tecnologias geoespaciais aprimoram fronteira do Brasil com América do Sul Foto:Odacir Blanco

Com a utilização de um conjunto de modernas tecnologias geoespaciais, o IBGE atualizou a extensão da faixa de fronteira do Brasil com os países da América do Sul. Houve aprimoramentos na divisa no trecho do Uruguai até a Bolívia, mas sem ganho de território para nenhum dos países.

Considerada de segurança nacional, essa área totaliza 1,4 milhão km², o equivalente a 16,6% do território brasileiro. A faixa tem 150 km de largura ao longo dos 15 mil km de fronteira com as nações vizinhas. Internamente, ela compreende 588 municípios, sendo 432 totalmente dentro da faixa e 156 apenas parcialmente. Os dados foram divulgados hoje (22) e estão disponíveis no Portal do IBGE.

Dois terços de toda a extensão da faixa de fronteira ficam na Região Norte, com destaque para os estados do Amazonas e do Acre. As regiões Sul e Centro-Oeste também têm terras situadas na área fronteiriça. Os estados do Sul são os que concentram a maior quantidade de municípios na faixa de fronteira, com 196 no Rio Grande do Sul, 139 no Paraná e 83 em Santa Catarina.

“Em função da melhoria de insumos, como as imagens de satélite de alta resolução, que permitem a ampliação da capacidade de visualização de detalhes das áreas, conseguimos aprimorar a divisa no trecho do Uruguai até a Bolívia”, atesta o coordenador de Estruturas Territoriais do IBGE, Roberto Tavares. Ele explica que não houve acréscimo nem perda de território em relação a nenhum país, apenas o delineamento mais preciso dos contornos.

Para realizar essas alterações junto aos 10 países que têm fronteira com o Brasil, o IBGE consulta a Comissão Demarcadora de Limites do Ministério das Relações Exteriores, órgão responsável pela demarcação e caracterização das fronteiras do país. Já a atualização do lado leste da faixa se dá pelo esforço das unidades estaduais e agências do IBGE em obter informações sobre a atualização de limites dos municípios.

A medição atual foi realizada a partir do Sistema de Referência Geocêntrico para as Américas (SIRGAS2000) e o cálculo de áreas foi feito por geoprocessamento. O IBGE já havia calculado a área da faixa de fronteira em 1941, utilizando tecnologias disponíveis à época.

IBGE divulga lista de 280 municípios defrontantes com o mar

Também hoje, o IBGE divulgou a lista dos 280 municípios defrontantes com o mar. Maior país da América do Sul, com território que se estende por cerca de 47% da porção centro-oriental do continente sul-americano, o Brasil possui 25 mil km de fronteiras, sendo 10 mil km marítimos, junto ao Oceano Atlântico. No material apresentado hoje, estão disponíveis ainda as áreas territoriais e as coordenadas das sedes municipais.

 

Fonte:  Geociências / Carlos Alberto Guimarães

Avalie este item
(0 votos)
Loading
https://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink
https://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.galpogk-is-100.jpglink