Nem pequeno tremor na sede da Nasa impede viagem a Marte; veja como foi lançamento de jipe

Nem pequeno tremor na sede da Nasa impede viagem a Marte; veja como foi lançamento de jipe Foto: Reprodução

Assim como planejado, o foguete Atlas, da Nasa, que leva o jipe espacial Perseverance para Marte, partiu pontualmente às 8h50min da Estação da Força Aérea de Cabo Canaveral, na Flórida, nos EUA. O carro de uma tonelada parte em direção ao planeta Vermelho em busca de vida e para iniciar o processo de retorno de rochas à Terra para análise. 

 

Apesar do tempo registrado na Flórida  – propício para o lançamento do foguete – funcionários do Laboratório de Propulsão a Jato da Nasa, na Califórnia, sede do centro de controle de missões Mars 2020, relataram que sentiram um pequeno terremoto minutos antes da partida do Perseverance. Contudo, a Nasa disse que isso não atrapalharia a decolagem e realmente não atrapalhou os planos dos americanos que mantiveram o roteiro.

Os primeiros 30 minutos da viagem – período que a reportagem acompanhou o lançamento – ocorreram conforme o planejado. 

A ida para Marte levará sete meses e o jipe espacial tentará pousar em uma bacia com mais de 40 quilômetros de largura chamada cratera de Jezero. Os cientistas acreditam que as rochas que se formaram neste ambiente têm uma boa chance de apresentarem evidências de atividade microbiana passada no planeta Vermelho.

O pouso do Perseverance na cratera Jezero, no hemisfério norte de Marte, está programado para 18 de fevereiro de 2021.

A expectativa é de que o Perseverance passe, ao menos, dois anos investigando a possibilidade de vida neste lago em Jezero. Para esse estudo ser possível, o jipe armazenará suas descobertas em tubos. Missões futuras serão lançadas no final desta década para tentar recuperar essas amostras recolhidas.

Para a realização deste trabalho, o carro tem uma série de equipamentos. Ele paramentado com uma broca que pode coletar amostras principais das rochas e solos, 23 câmeras também  microfones. Além disso, o dispositivo Moxie tentará gerar oxigênio a partir do dióxido de carbono na atmosfera do planeta, algo essencial em futuras missões de colonização e exploração. Por fim, um pequeno helicóptero embarcado ao Perseverance, chamado Ingenuity, será a primeira aeronave a voar em outro planeta e poderá ajudar na exploração fazendo imagens aéreas dos arredores.

A missão foi programada para esta data, porque este é o momento em que é preciso menos energia para viajar da.Terra para Marte, já que os planetas estão alinhados. Essa janela, que se abre a cada 26 meses, foi aproveitada pelos Emirados Árabes – que lançou sua primeira sonda em 19 de julho – e pela China, que enviou seu veículo espacial em 23 de julho.

 

Fonte: https://gauchazh.clicrbs.com.br

Avalie este item
(0 votos)
Loading
https://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink
https://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.galpogk-is-100.jpglink