Alta dos combustíveis passa a valer a partir desta terça-feira (26) nas refinarias e leva em conta política de preços adotada há 5 anos.

Segundo a companhia, o reajuste leva em conta a prática de preços competitivos adotada há cinco anos pela estatal e deve resultar em uma elevação de, em média, R$ 0,15 no preço do litro da gasolina e de R$ 0,24 do diesel cobrado aos motoristas nos postos.

Com a variação, o preço do litro da gasolina tipo A da Petrobras para as distribuidoras aumentará de R$ 2,98 para R$ 3,19 por litro, refletindo um reajuste médio de R$ 0,21 por litro. Considerando a mistura obrigatória de 27% de etanol anidro e 73% de gasolina para a composição do combustível comercializado nos postos, a parcela da Petrobras no preço da gasolina na bomba passará a ser de R$ 2,33 por litro, em média.

Para o diesel tipo A, o preço médio de venda da Petrobras às distribuidoras aumentará de R$ 3,06 para R$ 3,34 por litro, refletindo reajuste médio de R$ 0,28 por litro. Considerando a mistura obrigatória de 12% de biodiesel e 88% de diesel, a parcela da Petrobras no preço do diesel na bomba passará a ser de R$ 2,94 por litro em média. Uma variação de R$ 0,24 por litro.

"Esses ajustes são importantes para garantir que o mercado siga sendo suprido em bases econômicas e sem riscos de desabastecimento pelos diferentes atores responsáveis pelo atendimento às diversas regiões brasileiras: distribuidores, importadores e outros produtores, além da Petrobras", afirma a nota que anuncia o reajuste.

 

Fonte: R7

Loading
https://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink
https://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Novo_Projeto_-_2021-07-05T111350990gk-is-100.jpglink