Na sessão dessa terça-feira, 24 foi discutido temas relevantes para a realidade de Parauapebas. A 24º Ordinária da 1ª Sessão Legislativa 9ª Legislatura trouxe à tona debates sobre o que afeta cidade em acesso a melhores módulos educativos para pessoas portadoras de transtorno do Espectro do Autista TEA, quanto para as que não são portadoras de nem uma deficiência ou transtorno, podendo oferecer qualidade educativa para todos. Visou também a melhoria econômica para acidade através de melhores condições e lugares para os trabalhadores que atuam nas feiras da cidade. A sessão pode mais uma vez contar com a presença do público no auditório central, todas as medidas de prevenção contra a covid-19 foram mantidas.

Os vereadores apresentaram suas indicações à casa para que a mesma votasse contra ou a favor, a mesa diretora estava composta pelo Presidente Ivanaldo Braz; Vice-presidente Josemir Silva; Primeiro-Secretário Rafael Ribeiro e o Segundo-Secretário Zacarias Marques.

O vereador Josivaldo da Farmácia relatou sobre os desafios enfrentados pelos pais na inclusão de seus filhos com transtorno Espectro do Autista (TEA) nas escolas da cidade, o mesmo vem trabalhar para melhorar o cenário do ensino no município 

Quem apresentou sua indicação de N° 535 à casa foi o vereador Josivaldo da Farmácia, visando a melhoria para os portadores do transtorno Espectro do Autista (TEA). “Indiquei ao Executivo Municipal que instituísse políticas públicas para a educação especial inclusiva para atender pessoas com o transtorno do Espectro do Autista. A presente indicação tem como finalidade promover pessoas com TEA, para poderem ter acesso integral ao ambiente escolar, sabemos dos desafios cotidianos enfrentados pelos pais para conseguir inclusão de seus filhos no ensino regular municipal devido à falta de estrutura e de profissionais aptos a lidarem com a educação dessas pessoas”. Disse Josivaldo da Farmácia vereador de Parauapebas.

O vereador Rafael Ribeiro falou da conquista na luta pela quitação dos lotes junto a Buriti Empreendimentos, e da construção de uma Feira do Produtor com praça de alimentação no bairro Cidade Jardim

O vereador Rafael Ribeiro realizou sua indicação de N° 539, onde o mesmo visa o crescimento econômico do município e a melhoria das famílias que que moram no bairro cidade Jardim que trabalham com feira naquela região. “Peço que possa se fazer uma Feira do Produtor com praça de alimentação no bairro Cidade Jardim, que possa ser enviado o ofício ao nosso Prefeito Darci Lermen e ao Secretário de Obras Wanterlor Bandeira e ao Secretário de Produção Rural Milton Zimmer, solicitando a construção da feira com uma praça de alimentação. A construção tem como objetivo melhorar as condições dos feirantes que semanalmente vão para a Av. G vender seus mais diversos produtos a céu aberto, correndo riscos, além dos produtores que não tem espaços para poderem vender suas mercadorias. Durante a sessão também foi apresentado a conquista na luta pela quitação dos lotes junto a Buriti Empreendimentos. Em reunião com a direção da empresa Buriti e Secretaria Municipal de Habitação, conseguimos descontos importantes para o público que será atendido pelo subsídio, sendo eles: 100% de descontos em multas e juros e 50% nos honorários advocatícios, bem como o desconto de 0,5 % ao mês sobre as parcelas em aberto, além de conseguirmos também um prazo de 30 dias para os moradores que ultrapassarem o valor do Subsídio, possam efetivar a complementação do valor. Parabenizamos o prefeito Darci, pela ousadia na criação desse projeto, e a toda equipe do Governo Municipal, esse é mais um projeto importante que se torna realidade e beneficiará centenas de famílias”. Disse Rafael Ribeiro.  

O presidente da Câmara Ivanaldo Braz demonstrou seu total apoio para dialogar em busca de soluções para os impactos sociais e da ausência de uma qualidade educacional para os estudantes do município. A aproveitou a oportunidade para convidar a todos para a próxima sessão de terça-feira 31.

 

Fonte: Redação 

Hoje em Parauapebas há uma grande demanda de animais abandonados nas vias públicas do município. Essa triste situação de maus-tratos e descaso pode ganhar um novo rumo, isso graças a indicação N° 487/2021 de autoria do vereador Rafael Ribeiro que propôs na Sessão da Câmara Municipal de Parauapebas de terça-feira,10, a criação de abrigo público destinado a cães e gatos abandonados nas vias públicas.

A indicação foi aprovado pelos parlamentares e será encaminhada para análise do poder executivo, sendo acatada será um avanço na luta em defesa da causa animal no município.

A proposta tem como objetivo de acordo com o vereador amenizar o sofrimento de cães e gatos em situação de risco como abandono e atropelamento.

"Entendemos que solucionar a problemática dos animais que vivem nas ruas da cidade não é uma questão apenas humanitária, mas também de saúde pública." Pontuou Rafael Ribeiro.

A iniciativa visa também contribuir com o controle populacional de cães e gatos, reduzir proliferação de doenças, resgate dos animais soltos nas vias públicas o que representa perigo aos bichos e aos seres humanos, além de incentivar a adoção.

Hoje, 03, foi retomada na Câmara Municipal de Parauapebas a 21ª Ordinária da 1ª Sessão Legislativa da 9ª Legislatura, mas ainda sem a presença de público no auditório central, que deverá permanecer fechado nos dias e horários de sessão, sendo permitidas a entrada e permanência apenas dos vereadores e servidores envolvidos diretamente na realização da sessão.

Durante a sessão, cada vereador pode se fazer acompanhar por um assessor parlamentar, para fins da assistência às suas atividades. O controle de acesso às sessões plenárias fica a cargo do Departamento de Polícia Legislativa, que deverá alocar seu contingente nos locais de acesso ao plenário central.

Os vereadores apresentaram suas indicações à casa para que a mesma votasse contra ou a favor, a mesa diretora estava composta pelo Presidente Ivanaldo Braz; Vice-presidente Josemir Silva; Primeiro-Secretário Rafael Ribeiro e o Segundo-Secretário Zacarias Marques.

Vereador Josivaldo da Farmácia

Durante a sessão o vereador Josivaldo da Farmácia fez sua Indicação de Nº 478 / 2021. “Indico ao executivo municipal que conceda os títulos definitivos aos possuidores de terrenos localizados no distrito industrial e polo moveleiro no Município de Parauapebas. Tendo em vista a observância das finalidades econômicas e sociais dos imóveis localizados no Distrito Industrial e Polo Moveleiro por meio de seus possuidores, que ali exercem o seu comércio, é de extrema importância que seja feita a regularização de seus Títulos definitivos, sendo assim com a formalização do imóvel, o possuidor do mesmo contará com benefícios desde a segurança jurídica de ter sua propriedade legalizada, a partir da aquisição do título definitivo e posteriormente do registro em cartório, a valorização do imóvel, que a partir do momento que é legalizado o valor de mercado dele aumenta, e a possibilidade de fazer financiamentos e empréstimos, acarretando no desenvolvimento da economia por meio de investimentos seguros por parte do comerciante, na qual resultará na geração de emprego”. Disse.

Vereador Rafael Ribeiro

O vereador Rafael Ribeiro também teve sua indicação da implantação de um Hospital Veterinário Público aprovada durante sessão, o mesmo falou de seu projeto. “Pode se tornar uma realidade bem próxima para a população a implantação de um Hospital Veterinário Público, com atendimento gratuito a seus animais de estimação. Visando garantir um serviço especializado com a realização de procedimentos indispensáveis para a saúde dos animais do município, apresentamos ao poder executivo durante Sessão da Câmara Municipal de Parauapebas a indicação N° 486/2021, de minha autoria. O projeto surgiu da necessidade e pedido da comunidade que nos procurou em nosso gabinete, muitos não possuem condições de custear o atendimento veterinário em uma clínica particular, por isso, atendemos o anseio da população e de instituições ligadas a causa de defesa e proteção animal de nossa cidade”.

 

Fonte: redação 

Ontem, 06, juntamente com uma comissão de moradores do bairro Cidade Jardim o Vereador Rafael Ribeiro participou de uma importante reunião na Secretaria Municipal de Habitação, onde na oportunidade foi discutido junto ao Governo Municipal a execução da lei do Subsídio, que ajudará centenas de famílias do bairro Cidade Jardim com a quitação das dívidas junto a Buriti.

Visando a redução dos juros nos loteamentos da Cidade Jardim reunir-me com Secretaria Municipal de Habitação, onde na oportunidade discutimos juntos sobre a execução da lei do Subsídio para beneficio das famílias de Parauapebas 

Em entrevista para nossa equipe Rafael falou da o quanto é necessário o diálogo sobre tal assunto. “É importante frisar que se faz mais do que necessário a abertura de diálogo junto a loteadora, visando a redução dos juros, para que de fato o subsídio auxilie na quitação total das dívidas dos moradores”.

Reunião para tratar da lei do Subsídio da Cidade Jardim

A reunião foi muito produtiva e outros encontros deverão acontecer nos próximos dias, até que de fato as famílias venham ser auxiliadas para conseguir o tão sonhado Subsídio da Cidade Jardim.

 

Por - Sarah Monteiro 

Para garantir esse direito aos moradores de Parauapebas, o vereador Rafael Ribeiro (MDB) pediu ao Poder Executivo que realize um estudo de viabilidade técnica, com o intuito de implantar um Núcleo de Assistência Jurídica Gratuita na cidade, visando o atendimento de famílias de baixa renda. 

A solicitação foi apresentada ao plenário na sessão ordinária de terça-feira (27) por meio da Indicação nº 242/2021. Para concretização do pedido, Rafael Ribeiro propôs a realização de parcerias entre a prefeitura e as instituições de ensino superior do município, o que vai garantir também estágio para os alunos do curso de Direito.  

A Constituição Federal elenca diversos mecanismos para proporcionar a acessibilidade ao Judiciário, tais como Defensoria Pública, nomeação de advogado dativo e a assistência judiciária pública, este último objeto do pedido do vereador. 

Para o parlamentar, diversos pontos se tornam barreiras para parte da população ter acesso ao Judiciário. “Questões de ordem econômica, social, cultural, psicológica, legal e até a lentidão do Judiciário podem ser um entrave. Porém, temos que buscar minimizar ao máximo possível os efeitos destas barreiras, ofertando caminhos mais simples e rápidos para que a população carente possa ter acesso à justiça, pois sem assistência jurídica gratuita disponibilizada aos hipossuficientes não haveria condições de aplicação imparcial e equânime de justiça”, concluiu Rafael Ribeiro. 

Calçadas padronizadas

Ainda na ocasião, o vereador pediu ao Poder Executivo a construção de calçadas padronizadas em toda extensão da Avenida JK, no Bairro Rio Verde. 

Na Indicação nº 254/2021, Rafael revelou que o objetivo da solicitação é garantir mais segurança e acessibilidade aos pedestres que transitam pela Av. Juscelino Kubitscheck (JK), porque a via é de extrema importância para a cidade, tendo em vista o grande número de comércios na localidade e o constante tráfego de pessoas, o que faz ser extremamente necessário o calçamento padronizado em toda sua extensão, garantindo acessibilidade, segurança e bem-estar para todos que transitam pela referida avenida.  

Após a apresentação das proposições, as matérias foram colocadas para votação. Compreendendo a importância dos pedidos para a comunidade de Parauapebas, os vereadores aprovaram em unanimidade as indicações, que serão enviadas à administração municipal para análise e possível implementação.

 

Texto: Josiane Quintino / Revisão: Waldyr Silva / Foto: Felipe Borges (AscomLeg 2021) 

Caso seja aprovado o projeto de lei 038/2021, de autoria do vereador Rafael Ribeiro (MDB), Parauapebas, será uma das poucas cidades do país a ter um sistema de rastreamento de vacinas contra a covid-19.


Segundo o vereador, o objetivo do projeto de lei é possibilitar à população o acesso às informações relevantes sobre o Plano de Vacinação contra a Covid-19, em especial à lista de vacinados.


"Nós estamos diante de um cenário no qual não há doses de vacinas imediatamente para todos, portanto é preciso garantir total transparência na gestão do Plano de Vacinação contra a covid-19 e isso se faz através do controle social, possibilitando a todos o acesso às informações sobre o andamento da vacinação. Será uma forma da população nos ajudar a fiscalizar a obediência ao atendimento prioritário”, afirma Rafael Ribeiro.


“Claro que todos queremos receber o imunizante. Este anseio é legítimo. Mas, foram estabelecidos critérios para a aplicação da vacina e nós precisamos respeitar estes critérios e zelar para que essa campanha de vacinação aconteça de forma correta, sem fura-filas”, reforça o vereador do MDB.


De acordo com a norma, as informações sobre as doses e vacinados devem ser divulgadas na internet em formato aberto e em uma plataforma centralizada, de fácil acesso.


Deverão constar na plataforma a identificação de cada lote recebido e a quantidade de doses contidas neles. Deverá ser informado ainda o fabricante, a quantidade de doses destinadas para cada Unidade de Saúde ou posto de vacinação e a quantidade de doses aplicadas por cada Unidade de Saúde ou posto de vacinação. A cada novo lote recebido, a Administração Pública deve atualizar essas informações.


Além disso, na mesma plataforma será possível consultar a relação das pessoas que receberam os imunizantes. Estarão disponíveis o nome completo da pessoa vacinada e o número do CPF, com os cinco primeiros dígitos substituídos por asteriscos.


Será possível saber ainda a data em que cada pessoa foi vacinada e a população alvo da fase respectiva em que foi enquadrada. Caso seja servidor ou servidora municipal, será informado o local onde trabalha. Na plataforma será possível saber em qual unidade de saúde ou posto a vacinação foi realizada, qual o fabricante e o lote da vacina.


Segundo o projeto de lei, todas as informações a respeito dos já imunizados em Parauapebas deverão ser atualizadas diariamente na plataforma.
“Estamos trabalhando para garantir eficiência e transparência nesta verdadeira guerra que nossa cidade trava contra este vírus e a plataforma será uma ferramenta importante para garantir êxito nesta luta”, diz Rafael.


O vereador também faz um alerta importante.


“Neste momento, é preciso a conscientização de todos nós. Não podemos baixar a guarda. É preciso seguir os protocolos sanitários, fazer uso de álcool na higiene das mãos, usar máscaras e evitar aglomerações. Se fizermos este esforço, logo estaremos todos juntos, comemorando a vitória sobre esse vírus terrível”, finaliza Rafael Ribeiro.


O projeto de lei 38/2021 já foi protocolado junto à Mesa Diretora da Câmara, foi lido e agora está em análise na Procuradoria da Câmara, devendo ser enviado às comissões para análise e parecer. Em seguida, deverá ser votado em plenário e, sendo aprovado, seguirá para sanção pelo prefeito Darci Lermen.

Na justificativa da proposição, o legislador explica que o referido bairro é um dos maiores e mais antigos da cidade, com quase 30 mil moradores, estrutura significativa de comércio e instituições de ensino, mas não conta com nenhum espaço público de lazer, onde a comunidade possa interagir e desfrutar de mais qualidade de vida.

“É Importante mencionar que atualmente o local citado para a construção da praça está servindo de depósito de lixos e entulhos, facilitando a propagação de doenças, animais peçonhentos, entre outros”, detalha Rafael Ribeiro.

O vereador acrescenta que o atendimento da presente indicação vai ao encontro do anseio da referida comunidade, que necessita do espaço para a prática de esportes, cultura, lazer e, consequentemente, melhoria da saúde com a prática de atividades físicas e desportistas.

A matéria foi aprovada em plenário pelos demais vereadores e agora será encaminhada para passar por análise de viabilidade técnico-orçamentária junto ao governo municipal.

 

Texto: Waldyr Silva 

A Câmara Municipal de Parauapebas deverá participar ainda mais intensamente no combate à pandemia de coronavírus. Por iniciativa do vereador Rafael Ribeiro (MDB), deverá ser criada a Frente Parlamentar de Enfrentamento ao Coronavírus, uma Comissão de Assuntos Relevantes que buscará reunir informações capazes de nortear a ação dos parlamentares da cidade.

Previstas no Regimento Interno da Câmara Municipal, as chamadas Comissões de Assuntos Relevantes (CARs), podem ouvir especialistas, fazer o acompanhamento das ações referentes ao seu objeto de estudo, sugerir medidas e pedir providências.

Segundo Rafael Ribeiro, a criação da Frente Parlamentar contra a Covid-19 vai possibilitar a maior articulação entre as ações dos poderes Legislativo e Executivo.

Segundo Rafael Ribeiro, a criação da Frente Parlamentar contra a Covid-19 vai possibilitar a maior articulação entre as ações dos poderes Legislativo e Executivo.

“Nosso objetivo será juntar forças com a Administração Municipal e com a sociedade civil visando derrotar este vírus, um inimigo terrível que já tirou a vida de tantos amigos queridos”, afirma o vereador Rafael Ribeiro. 

“Vamos buscar, com a ajuda de especialistas das diversas áreas da medicina, entender cada vez mais como age este vírus no organismo, como se propaga, quais as sequelas que podem ficar para aqueles que foram infectados e acompanhar de perto o atendimento aos enfermos e a campanha de vacinação em Parauapebas”, explica o vereador do MDB.

Por outro lado, além do aspecto clínico existe também a preocupação com a questão econômica e com o atendimento social à população, em especial, aquela parcela formada por cidadãos de baixa renda.

“O prefeito Darci Lermen, é inegável, vem fazendo todos os esforços para amparar aqueles que mais precisam e a Câmara Municipal vem se mostrando parceira nesta luta, apreciando com celeridade todas as matérias relativas à luta contra a covid-19. Mas, podemos e devemos apoiar ainda mais este combate. Além de vidas de entes queridos, de valor inestimável, milhares de nossos irmãos perderam emprego e renda. Através da Frente Parlamentar, vamos analisar os programas de auxílio já em andamento e, sendo necessário, sugerir novas medidas, sempre ouvindo a população. Acredito que, trabalhando juntos, Câmara, Prefeitura e sociedade, nós vamos vencer essa epidemia”, enfatiza Rafael Ribeiro.

Rafael lembra ainda que medidas de proteção e de afastamento social são fundamentais para controlar a pandemia, evitando o colapso do sistema de saúde do município, enquanto segue a campanha de imunização.

“Caso saia de casa não esqueça que é necessário e muito importante que cada um de nós faça uso de álcool para higienizar as mãos, use máscaras o tempo todo e mantenha o distanciamento. Nossos profissionais de saúde estão lutando todos os dias de forma heroica contra a covid-19 e a melhor forma de apoiá-los nesta guerra é fazendo a prevenção para evitar sobrecarga no sistema de saúde. Vamos fazer a nossa parte e logo estaremos todos juntos para seguir construindo esta cidade que amamos”, finaliza Rafael Ribeiro.

O projeto de resolução que cria a Frente Parlamentar contra a Covid-19 já foi lido em sessão e deverá ser votado na sessão do dia 06/04/2021. A Frente Parlamentar contra a Covid-19 será formada por cinco vereadores, indicados pelo presidente da Câmara Municipal. A Frente começará seus trabalhos tão logo seja instalada e terá prazo de atuação de 180 dias.

“Sei que não é uma saída definitiva, é um até breve”. Emocionado, estas foram as palavras do ex-vereador Rafael Ribeiro em seu discurso de fim mandato, durante a sessão solene da Câmara Municipal que marca a retomada dos trabalhos legislativos, realizada nesta quinta-feira (10).

Visivelmente emocionado, ele iniciou seu discurso agradecendo primeiramente a Deus pelo trabalho que conseguiu desenvolver e disse que as lágrimas não eram de tristeza, mas sim de alegria, por tudo o que vivenciou ao longo de todo o período como vereador. “Sonhei estar aqui um dia desde os meus 06 anos de idade. Lutei para chegar até que, com muita luta, dificuldade e batalhando muito consegui”, disse Rafael.

Sua primeira disputa por uma cadeira na casa de leis teve início em 2012, onde tirou 500 votos. Em 2016 novamente se candidatou a vereador, tirando 988 votos, ficando na primeira suplência. Em 1º de setembro de 2017, após a o pedido de afastamento do então vereador, José das dores Couto (Coutinho) para assumir a Secretaria Municipal de Saúde, Rafael Ribeiro assumiu sua vaga, tornando-se o primeiro vereador nascido em Parauapebas e o mais  jovem a da história da cidade  que chegou a ocupar uma vaga no legislativo municipal.

“Quando eu cheguei aqui, muitos me viram como um menino, mas eu pude ao longo desse um ano 01 ano e 10 meses, mostrar quem é Rafael Ribeiro. Eu estou saindo de cabeça erguida, porque sei que não é uma saída definitiva, é um até breve. Tenho fé em Deus que breve retornarei a esta casa como vereador definitivo, para poder continuar contribuindo com a sociedade”, destacou o Rafael Robeiro.

Durante sua passagem pela Câmara Municipal de Parauapebas, enquanto parlamentar, Rafael Ribeiro, realizou 140 proposições, sendo 44 emendas parlamentares, 63 indicações, 07 moções, 05 projetos de decreto legislativo, 19 projetos de lei, 01 projeto de resolução e 01 requerimento.

Enquanto vereador, Rafael Ribeiro participou de diversos embates, em defesa da comunidade parauapebense. “Sempre fui um defensor do Uber, do táxi lotação onde eu tive o privilégio de votar a favor, também tivemos embates contra a Celpa, contra a Buriti e debatemos aqui, assuntos importantíssimos, como o ensino superior, que eu defendo como uma nova matriz econômica para Parauapebas”, frisou.

Ele voltou a defender a importância da educação com base no acesso ao ensino superior no município, onde enfatizou que só haverá desenvolvimento em uma sociedade se ela tiver uma boa educação. “Estou vendo agora com muito bons olhos os investimentos sendo feitos, o qual tive a honra de participar: as calçadas da Rua Corrente,  a Escola Dorothy Stang, a ponte do Novo Brasil, a Milton Martins e uma emenda parlamentar, de minha autoria, para a realização do cursinho popular para a juventude que vai iniciar agora em setembro. Deixo um legado de trabalho”, pontuou Rafael

Por fim, Rafael Ribeiro, fez questão de agradecer a todos que estiveram do seu lado durante todo o seu mandato “Quero agradecer ao povo de Parauapebas, razão maior do nosso trabalho, a minha equipe do gabinete, a minha família, minha base, a imprensa de Parauapebas, a todos os servidores da Câmara, ao prefeito Darci Lermen, pelo companheirismo e amizade, presidente desta casa de leis, Luiz Castilho. Aos demais vereadores, muito obrigado pela amizade pelo companheirismo, aprendi bastante com cada um de vocês. Quero desejar ao meu amigo Coutinho, sucesso na condução do mandato. Deixo o parlamento, mas não deixo de ser cidadão de Parauapebas, de ser filho deste lugar, porque aqui eu nasci, aqui me criei aqui eu quero viver todos os dias da minha vida, servindo ao meu povo”, conclui Rafael Ribeiro.

 

 

(Por Fernando Bonfim)

Duane Silva Sousa cursava o 5º período de Engenharia de Produção no Campus de Parauapebas da Universidade Federal Rural da Amazônia, em 2017. Em um dia normal de aula, enquanto voltava para casa, foi brutalmente assassinado, vítima de um possível latrocínio em janeiro de 2017. Para homenagear a memória do jovem, a avenida que dá acesso à instituição passará a se chamar Av. Duane Silva Sousa, no trecho entre a PA 275 e a respectiva instituição de ensino, como homenagem ao estudante.

O projeto de Lei n 024/2019 de autoria do vereador Rafael Ribeiro/MDB, foi aprovado por unanimidade pela Câmara de Vereadores na sessão ordinária desta terça-feira (25). E agora segue para a sansão prefeito, Darci Lermen.

Em seu discurso, o parlamentar disse que o projeto de lei visa homenagear o jovem, que também era servidor público.

“O Duane era visto como um jovem calmo e muito querido por seus amigos e familiares e até hoje seu caso gera comoção em nosso município, razão pela qual apresento esta propositura como forma de homenagem a este jovem que deixou muitas saudades no meio acadêmico da UFRA e a todos que o conheciam”, disse o vereador.

O jovem estudante foi assassinado de forma brutal no dia 17 de janeiro de 2017, a cerca de 800 metros das margens da Rodovia PA 275, próximo ao viaduto do Ramal Ferroviário, que fica há cerca de um quilometro da universidade.

Weverton Pereira Silva, Primo de Duane, disse em entrevista aos Carajás o Jornal que a homenagem não vai trazer o jovem de volta, porém, ele vê como justa a homenagem “Ele [Duane] estava muito feliz e falava com orgulho do curso e dizia que era um sonho o qual batalhou para conseguir. E agora, ter o nome dele na avenida, em que tanto trafegou, em busca de seu sonho, de certa forma chega a ser gratificante”, disse o primo da vítima.

 

Página 1 de 2
Loading
https://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink