Imprimir esta página

Governo do Pará e BNDES discutem liberação de R$ 80 milhões para infraestrutura, segurança e saneamento

Governo do Pará e BNDES discutem liberação de R$ 80 milhões para infraestrutura, segurança e saneamento Foto: Jailson Sam / Divulgação

O governador Helder Barbalho e o presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Gustavo Montezano, trataram na tarde desta quarta-feira (06) sobre o desbloqueio de recursos do Fundo de Desenvolvimento Regional com Recursos da Desestatização (FRD) para o investimento de R$ 40 milhões em 14 municípios, localizado na área de influência da ferrovia Carajás, no sudeste do Estado. A reunião ocorreu no escritório do BNDES, em Brasília (DF).

Atualmente, os valores bloqueados pelo Banco aguardam a resolução de pendências burocráticas, detectadas pela instituição em projetos. “Recebemos o governador após a visita presencial que fizemos em Belém e falamos de temas importantes. Discutimos recursos para segurança pública, liberação de recursos do FRD, que estão há décadas represados e falamos das oportunidades de saneamento básico no Estado do Pará”, informou Gustavo Montezano.

Helder Barbalho destacou que o encontro teve como objetivo destravar recursos historicamente bloqueados, por meio de ferramentas modernas de gestão e parceria entre a instituição financeira e o Executivo estadual.

Garantia de direitos - “Tratamentos de temas sensíveis para a população paraense, particularmente aos 14 municípios do Estado que têm a ferrovia Carajás em seus territórios e o direito em receber recursos do FRD. Estes recursos precisam ser destravados. A burocracia não pode cercear estes municípios de terem esta conquista, com cerca de R$ 40 milhões, em que Governo e BNDES construam soluções com obras e equipamentos”, detalhou o governador do Pará.

Já na área da segurança pública, o BNDES e o Governo do Estado sinalizaram parceria que pode render investimentos da ordem de R$ 40 milhões, para serem aplicados em tecnologia na área da segurança pública. “Recursos estratégicos para estruturar a Secretaria de Segurança, além das polícias Civil e Militar, para prosseguirmos na estratégia de redução da violência em território paraense”, destacou o chefe do Executivo.

Também foi alinhada a atuação estratégica entre BNDES e Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa), visando à modernização do sistema de saneamento básico. Além de Helder Barbalho e Gustavo Montezano, participaram da reunião o secretário de Estado de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas, Ruy Cabral, e o presidente da Cosanpa, José Antonio De Angelis.

 

Fonte: Por Leonardo Nunes (SECOM)

Avalie este item
(0 votos)

Compartilhe na sua rede social...

Carajas o Jornal