Marcha marca o dia municipal do combate ao feminicídio e violência contra mulher

Com o tema “Nenhuma a menos, basta de feminicídio” a Secretaria Municipal da Mulher (Semmu) realizou uma marcha que marca o dia municipal do combate ao feminicídio. A data 11 de maio faz parte do calendário oficial do município por meio da lei 4.808 de 11 de setembro de 2019. A concentração ocorreu na praça do Cidadão, bairro Rio Verde e contou com a participação de várias mulheres e representantes de movimentos sociais.

A marcha saiu com destino a praça de Eventos, bairro Cidade Nova, e percorreu várias ruas até o ponto final. Por onde passava chamava a atenção das pessoas. Membros da organização do evento distribuíram folhetos informativos sobre o dia municipal do combate ao feminicídio e violência contra a mulher.

Edileide Batista, secretária da Mulher, esteve participando do evento e reforçou que a Secretaria tem uma rede completa de atendimento à mulher vítima de violência doméstica “Temos um centro jurídico onde realizamos petições, ajudamos até mesmo em divórcios. Temos uma Casa Abrigo para as mulheres que são vítimas de violência e correm risco de morte. Temos a Casa da Mulher onde ofertamos cursos para capacitar essas mulheres para o mercado de trabalho. Temos também a Patrulha Maria da Penha e o Centro de Atenção ao Homem porque cuidamos das mulheres, mas o homem precisa ser reabilitado”, destacou a secretária da Mulher.

Representantes de diversas entidades estiveram na marcha, como a diretora da Ordem dos Advogados Subseção Parauapebas, Maura Paulino. “É importante trabalhar a conscientização das mulheres que sofrem violência nas suas casas e têm medo de denunciar e acaba chegando ao ponto de perderem as suas vidas através do feminicídio. Então, é muito importante elas dizerem: ‘basta, não quero mais, não vou ser mais violentada’ pra não deixar chegar no ponto de tirar suas vidas. Então, é importante dizer nenhuma a menos”, frisou a presidente da OAB Parauapebas.

Já na praça de eventos, ponto final da marcha, aconteceu algumas apresentações e falas de representantes de movimentos. “Hoje nós estamos aqui para falar de algo tão importante que é o feminicídio. O feminicídio é considerado um crime hediondo, é um homicídio feminino e é cometido justamente nos lares. O Brasil está em quinto lugar no ranking de feminicídio, precisamos dar um basta”, comentou Sávia Falcão Conselheira Subseccional OAB/Parauapebas. 

Feminicídio

Feminicídio é o assassinato de uma mulher pela condição de ser mulher. Suas motivações mais usuais são o ódio, o desprezo ou o sentimento de perda do controle e da propriedade sobre as mulheres. O Brasil institui o crime de feminicídio com a lei n°13.104, conhecida como Lei do Feminicídio, tornando-o um homicídio qualificado, sendo incluído na lista de crimes hediondos com penas mais altas. Aqui em Parauapebas a lei municipal 4.808 de 11 de setembro de 2019 surgiu através dos movimentos sociais de mulheres, onde as mesmas foram às ruas protestarem contra vários feminicídios ocorridos em nossa cidade. A marcha foi organizada pelas lideranças femininas de movimentos populares, instituindo assim o dia municipal de combate ao feminicídio e violência contra mulher.

Em todo o estado do Pará a população de mulheres passa de 4,2 milhões, onde somente em 2019, foram 1,1 caso de feminicídio para cada 100 mil mulheres no estado. Em Parauapebas, mais de 106 mil da população são mulheres. Em 2021, foram mais de 515 casos de violência contra a mulher.

Em caso de violência contra a mulher, denuncie. Ligue 180 ou procure a Delegacia da Mulher. Nenhuma a menos, basta de feminicídio.    

Texto: Marcelo Duarte

Foto: Elienai Araújo

Avalie este item
(0 votos)

Sul e Sudeste do Pará

Loading
https://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink
https://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Novo_Projeto_-_2021-07-05T111350990gk-is-100.jpglink

Vídeos

FAMAP, a escolha inteligente
08 Julho 2019
Em parauaebas, aluno chamou a atenção dos vereadores, no momento em que fazia uso da tribuna. de Carajás O Jornal
18 Abril 2017
Alunos da Rede Estadual de Ensino, assistem aula no meio da rua em Parauapebas
13 Abril 2017
Novo Ministro do STF3
11 Fevereiro 2017
Tiroteio em Redenção deixa população assustada
01 Dezembro 2016
Nesse domingo os paraenses vivenciam o #CIRIO2016, a maior festividade Religiosa do Brasil
09 Outubro 2016
Dr. Hélio Rubens fala sobre o caso de corrupção na Câmara Municipal de Parauapebas
08 Outubro 2016
MARCHA PARA JESUS: Milhares de jovens nas ruas de Parauapebas
08 Outubro 2016
Corrupção é um problema de todos, você também pode combater!
06 Outubro 2016
Joelma agradece pela presença e participação em seu show na FAP 2016
12 Setembro 2016
Jake Trevisan agradecendo toda população de Parauapebas no Carajás O Jornal
06 Setembro 2016
Cantor Açaí no evento da Imprensa na FAP a pedido de Marola Show, canta para a Rainha, primeira e segunda princesa da FAP 2016.
01 Setembro 2016