Everton Sena, zagueiro do Cuiabá — Foto: Ascom Cuiabá

 

O Remo está próximo de anunciar o zagueiro Everton Sena, ex-Cuiabá, faltando apenas a assinatura de contrato por parte do atleta. Ele vinha realizando exames no Núcleo Azulino de Saúde e Performance (Nasp), para avaliação física e clínica, já que em 2021 o defensor precisou passar por uma cirurgia no joelho direito, ficando de fora de toda a temporada.

Natural de Recife, Everton tem 30 anos e começou a carreira no Santa Cruz, passando por Boa Esporte, Londrina, Goiás, Grêmio Novorizontino e Vitória. Chegou ao Cuiabá em 2020, disputando 14 partidas antes de sofrer a grave lesão que o afastou dos gramados em outubro daquele ano.

Até o momento, o Leão oficializou a contratação de 12 jogadores para a temporada de 2022: os goleiros Jorge Pazetti e Yago Darub, o zagueiro Daniel Felipe, os laterais-direitos Ricardo Luz e Rony, o lateral-esquerdo Paulo Henrique, o volante Marco Antônio e os atacantes Welthon, Vanilson, Veraldo, Luan Rodrigues e Bruno Alves

Por Gustavo Pêna e Bruno Amâncio — Belém, PA

Cerca de 80 atletas capoeiristas participaram da 4ª Edição dos Jogos da Liberdade. O evento é um dos maiores festivais voltados para a modalidade e não foi realizado no ano passado devido às restrições da pandemia, e teve a participação de 70% do público esperado.

Os Jogos da Liberdade são realizados há mais de 20 anos pela Associação de Capoeira Filhos da Liberdade e reforçam os princípios e a valorização da cultura capoeirista.  Ao todo, oito grupos participaram representando os estados do Tocantins, Maranhão e Pará.  O objetivo do evento é avaliar o desempenho dos atletas durante o jogo da capoeira, quando são julgados os movimentos “desequilibrantes”, as gingas, rasteiras, tesouras, saltos, entre outros.

Parauapebas levou 30 atletas para o campeonato, integrantes dos grupos Dandara Bambula, Associação de Desenvolvimento Esportivo e Cultural de Artes de Parauapebas (Adescap) e o Ilha de Maré. “A prefeitura, por meio da Semel, busca valorizar cada vez mais a presença dos atletas nas competições. Tivemos a oportunidade de mostrar o brilho da capoeira em um festival que reúne vários estados. Ficamos felizes pelos resultados, e só temos a agradecer pela logística e todo apoio oferecido”, declarou o mestre Pica Pau Dandara Bambula. 

 

Confira o quadro de premiações:

 

Categoria Dente de Leite (03 a 10 anos de idade):

1º Lugar – Vitória – Canãa dos Carajás

2º Lugar – Bruno – São Geraldo do Araguaia

3º Lugar – Davi – Canãa dos Carajás

Categoria Iniciante Masculino (a partir dos 12 anos)

1º Lugar – O “Cobra” – São Geraldo do Araguaia

2º Lugar – “Sombra” – São Geraldo do Araguaia

3º Lugar – Samuray – Parauapebas

Categoria Intermediário Masculino

1º Lugar- Daniel Aranha – Parauapebas

2º Lugar- Cobrinha – Parauapebas

3º Lugar- Frank – Parauapebas

Categoria Intermediário Feminino

1º lugar- Miriam Cigana – Parauapebas

2º lugar- Evelyn – Parauapebas (Adescap)

3º lugar- Eduarda – Canãa dos Carajás

Categoria de Graduados a Professor (adulto)

1º lugar-Paulo – Canãa do Carajás

2º lugar- Antônio – Parauapebas (Dandara Bambula)

3º lugar- Careca – São Geraldo do Araguaia

Categoria Absoluto Feminino

1º lugar- Elayne – Parauapebas 

2º lugar- Alessandra – Canãa dos Carajás

Categoria Absoluto Masculino

1º lugar – Rafael – Parauapebas 

2º lugar – Paulo – Canãa dos Carajás

3º lugar – Careca – São Geraldo do Araguaia

A premiação aconteceu por meio de ranqueamento olímpico (medalhas de ouro, prata e bronze) para os vencedores do 2º e 3º lugar e houve também premiações em dinheiro ao campeão de cada categoria.

 

Texto: Cleidi Rodrigues – Comunicação Semel 

 

A Arena Black, que fica localizada no centro de Canaã dos Carajás, foi palco de um torneio de Vôlei de Areia bastante agitado. Atletas locais e de cidades vizinhas mostraram animação, montaram seus times e disputaram as primeiras colocações da competição. Em formato 4 x 4, misto, ou seja quatro integrantes por time, podendo ser homens ou mulheres, o torneio reuniu oito times.

Nem o sol quente que caiu na tarde de domingo pareceu incomodar os competidores. Entre os times, um único lema: competir e, se possível, conquistar. O que se viu em quadra foi um desfile de habilidade, concentração e dedicação – não havia bolas perdidas na Arena Black!

Realizado pela Prefeitura de Canaã dos Carajás, por meio da Fundação de Cultura Esporte e Lazer (Funcel), acabou se estendendo noite adentro, mas nem isso tirou o ânimo de quem competiu. O jovem Kaio Fernandes aprovou a iniciativa do governo municipal. “Eu acho muito importante porque o vôlei não é muito reconhecido aqui em Canaã e na região. Então, acho que um evento assim pode incentivar muitos adolescentes, muitos jovens a entrar no meio do esporte.”

Membra de uma equipe que só reuniu atletas mulheres, Ednilza Batista acredita que a competição é um bom início. “A gente está muito animada. Até porque é Outubro Rosa, a participação das mulheres no vôlei. Aqui em Canaã, a gente tem poucas meninas envolvidas no esporte e no voleibol, principalmente, mas acredito que depois desse evento vai ter várias meninas. Algumas já vieram me procurar, vendo a gente jogar e já vão em busca de participar mais com a gente.”

Diretor-presidente da Funcel, Antônio Carlos também falou sobre o momento. “Nós sabemos a quantidade de adeptos da modalidade aqui em Canaã. Muita gente pratica o vôlei e sempre nos procura para receber apoio. Nossa ideia é fortalecer o esporte em Canaã e é o que vamos fazer.”

 

Por: Kleysykennyson Carneiro
 

Cristiano Ronaldo é o mais novo jogador do Manchester United. O jogador foi anunciado oficialmente pelos Red Devils nas redes sociais na sexta-feira (27) e volta ao clube inglês depois de 12 anos. No United, o português venceu Premier League, Champions League e foi eleito o melhor jogador do mundo pela primeira vez na carreira, ainda em 2008.

Havia a expectativa que Cristiano assinasse com o rival do United, o Manchester City, de Pep Guardiola. No entanto, o coração falou mais alto e o craque português decidiu pelo retorno ao clube que alavancou sua carreira. O ídolo deve assinar um contrato até 2023.

O jogador esteve no Centro de Treinamento da Juventus na manhã desta sexta-feira para se despedir dos companheiros e se prepara para viajar à Inglaterra. O atleta deve passar pelo reconhecimento médico, enquanto o Manchester United corre para formalizar o contrato a ser assinado.

O Manchester City era outra equipe que estava na disputa por Cristiano Ronaldo, mas abandonou as negociações na sexta-feira. A equipe de Pep Guardiola nunca realizou uma proposta pelo jogador e apenas conversas foram realizadas.

 

 

Foram seis tentativas para escrever o nome na história do arremesso de peso paralímpico. As primeiras rodadas haviam garantido a liderança parcial, mas foi na última investida que Wallace Santos, ao quebrar o recorde mundial da classe F55, para atletas cadeirantes, garantiu mais um ouro para o atletismo brasileiro nas Paralimpíadas de Tóquio.

O título foi conquistado com a marca de 12,63m, 16 centímetros a mais do que o recorde anterior, pertencente a Ruzhdi Ruzhdi desde 2017. O búlgaro desta vez ficou com a prata (12,19m), e o polonês Lech Stoltman (12,23m) completou o pódio.

Este foi o quarto ouro do atletismo brasileiro nas Paralimpíadas de Tóquio apenas no primeiro dia de competições. Pela manhã, no horário do Japão, Silvânia Costa foi bicampeã do salto em distância T11, enquanto Yeltsin Jacques venceu os 5.000m. Na sessão noturna Petrúcio Ferreira foi bicampeão dos 100m T47, prova em que o Brasil também foi bronze com Washington Júnior.

Na classe T55 do arremesso de peso paralímpico os atletas fazem todos os seis arremessos em sequência antes que a vez passe para o adversário seguinte. Wallace foi o segundo na ordem da final. Começou bem, com um arremesso de 12,15m, que o colocou direto na liderança. Após queimar a segunda tentativa, ele superou a barreira dos 12 metros em três das quatro últimas chances. Na final fez a marca que o consagraria, 12,63m.

Como estava escalado no começo da disputa, Wallace exercitou a paciência e teve que segurar a ansiedade enquanto outros seis adversários - dentre eles Ruzhdi Ruzhdi - estabeleciam suas marcas. Lech e Ruhzdi foram o penúltimo e o último a arremessarem, respectivamente, e subiram para a terceira e segunda posições, sem ameaçar o recorde e o ouro do brasileiro.

Décimo colocado na Rio 2016, Wallace foi campeão nos Jogos Parapan-Americanos de Lima. A lesão dele foi decorrência de um grave acidente de trabalho sofrido em 2007. Ele trabalhava em uma empresa de ônibus e estava embaixo de um macaco hidráulico que não suportou o peso de um dos veículos e cedeu. Ele fraturou uma vértebra da coluna e ficou paraplégico, o que o tornou elegível para competir na classe T55 quando ele conheceu o esporte paralímpico.

Pandemia do novo coronavírus, menos investimento do governo federal e número inferior de atletas na delegação. Nada disso foi capaz de parar os 303 competidores brasileiros nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 de superarem o recorde de medalhas em Rio 2016 e terem o melhor desempenho da história do país em uma Olimpíada.

O recorde foi batido no último sábado (7) com o ouro do Brasil na final do futebol masculino, o sétimo em Tóquio. Igualado em ouros e pratas com Rio 2016, o paíss teve dois bronzes a mais (oito no total) e conseguiu superar o desempenho anterior mesmo com delegação consideravelmente menor (de 465 atletas em Rio 2016 para 303 agora). 

O feito é ainda mais histórico considerando o contexto da disputa dos Jogos de 2020. A pandemia do novo coronavírus interrompeu treinos, adiou competições, diminuiu patrocínios e infectou atletas e treinadores do Time Brasil.

A crise sanitária impactou também o investimento federal nas modalidades por meio do Bolsa Atleta, que não teve novo edital em 2020. Só os atletas contemplados em 2019 continuaram a receber, enquanto os que estavam tentando aderir ao programa no ano passado foram obrigados a esperar até 2021 pela sua chance.

A interrupção no fornecimento de bolsas se refletiu no investimento total no programa. Mesmo em um ciclo olímpico mais longo (2017 a 2021), foram R$ 464 milhões executados (pagos) desde 2017, contra R$ 470,9 milhões no ciclo de Rio 2016.

O valor orçado para programa foi outro indicador que teve queda entre os ciclos, segundo dados divulgados pela Fiquem Sabendo, agência de dados especializada no acesso a informações públicas, compilados pelo IPIE (Instituto de Pesquisa Inteligência Esportiva) da UFPR (Universidade Federal do Paraná).

A diminuição, inédita desde o lançamento do programa em 2004, foi de R$ 111 milhões: R$ 641 milhões em 2013-2016 para R$ 530 milhões em 2017-2021.

O número de bolsas concedidas, no entanto, começou a ser recuperado em 2021, quando o novo edital do programa selecionou o maior número de atletas da história do programa: 7.529. Por isso, a quantidade de bolsas para esportes do programa olímpico entre os anos cresceu e passou de 25.405 entre 2013 e 2016 para 26.835 entre 2017 e 2021

Considerando todas as bolsas (incluindo de esportes que não estão no programa olímpico), porém, houve outra queda: 29.109 atletas até 2016 e 26.836 até este ano.

As bolsas são separadas em seis categorias, que preveem pagamentos mensais diferentes de acordo com a idade e o nível técnico do competidor: Atleta de base (R$ 370), Estudantil (R$ 370), Nacional (R$ 925), Internacional (R$ 1.850), Olímpico/Paralímpico (R$ 3.100) e Pódio (R$ 5 mil a R$ 15 mil).

Em Tóquio 2020, 80% dos competidores (242) estão contemplados com alguma destas modalidades do Bolsa Atleta, principalmente as quatro que melhor pagam. Outros 61 não possuem qualquer auxílio do governo federal.

Outro lado

Em resposta a Secretaria Especial do Esporte do Ministério da Cidadania afirmou que "tem adotado as medidas necessárias para fortalecer e aprimorar o Bolsa Atleta". O governo argumentou que em 2021 assegurou R$ 145,2 milhões ao programa, maior orçamento desde 2014, superando inclusive o de 2016.

Além de citar a cobertura do Bolsa Atleta entre os medalhistas de Tóquio 2020, a pasta também afirmou que melhorou o programa deixado pelo governo Temer. "Ainda nos primeiros 100 dias de governo, o Ministério da Cidadania recompôs o orçamento do programa, que havia sido cortado pela gestão anterior, e dobrou o número de atletas contemplados, passando de 3.058 para 6.200."

"Além disso, a pasta manteve, em 2020, os pagamentos para os 6.357 atletas das categorias Estudantil, Atleta de Base, Nacional, Internacional e Olímpica/Paralímpica, mesmo com o adiamento dos Jogos de Tóquio. A pasta também renovou automaticamente a Bolsa Pódio dos 274 que continuaram atendendo aos critérios dessa categoria."

 

Fonte: Gabriel Croquer, do R7

Um congresso técnico sobre as regras em campo foi o pontapé dado pela Prefeitura de Parauapebas para o início da I Copa Municipal da Juventude organizado pela Secretaria da Juventude (Sejuv), com apoio das secretarias de Educação (Semed) e de Esporte e Lazer (Semel).

Realizado na noite de segunda-feira, 2, o congresso reuniu a equipe de coordenação do evento e representantes dos 48 times de futsal que irão se enfrentar a partir do dia 14 deste mês. São 32 equipes masculinas e 16, femininas.

A reunião técnica foi aberta pelo secretário municipal da Juventude, Yuri Sobieski, que detalha sobre um evento esportivo com objetivos que vão além da disputa em quadra. “A grande novidade da Copa da Juventude é que não ficaremos nas competições entre os polos. Serão realizadas também rodas de conversas de cunho social com os times, com temas que precisamos abordar constantemente com os nossos jovens e adolescentes”, diz o titular da Sejuv.

Serão quatro rodas de conversa, que irão começar na próxima segunda-feira, 9, e seguirão até dia 12, no Centro de Referência da Juventude, no Casas Populares II, sempre à noite.

Entre os assuntos, primeiro emprego, respeito à adversidade, direitos humanos, drogas e racismo. Depressão e ansiedade também estão na pauta do debate por serem os principais ingredientes para o suicídio.

“Com essas rodas de conversas, vamos acrescentar mais função social ao evento além daquela que o esporte por si só já possibilita. Precisamos conversar sobre o suicídio entre a juventude, um problema que infelizmente ainda é gigante não só em nosso País, mas em todo o mundo”, pontua Yuri Sobieski. E com toda razão.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), no Brasil uma pessoa tira a vida a cada 46 minutos - são 12 mil vítimas, por ano. No mundo, um suicídio acontece a cada 40 segundos, ceifando a vida de 800 mil pessoas, por ano.

Além das rodas de conversa, será realizada uma palestra para os participantes da copa no dia 14, no auditório da prefeitura.

Polos da copa

A partir do dia 14 deste mês, os jogos da I Copa Municipal da Juventude serão realizados sempre aos finais de semana e em quatro polos da cidade: Praça da Juventude, no Popular II, e nas quadras das escolas Nelson Mandela (Tropical I), Chico Mendes (Cidade Nova) e Antônio Matos (Guanabara).

Os confrontos serão sempre aos sábados, das 14 às 22 horas. Apenas a final do torneio será no domingo, das 8 às 18 horas.

 

Texto: Hanny Amoras
Assessoria de Comunicação – Ascom/PMP

 

Considerada a única lutadora a ter chances de vitória contra Amanda Nunes, Valentina Shevchenko surpreendeu ao declarar que Julianna Peña, a próxima desafiante ao cinturão peso-galo da Leoa tem boas chances de ser vitoriosa contra a brasileira. As duas se enfrentam no co-evento principal do UFC 265, dia 7 de agosto, em Houston (EUA). Para Shevchenko, o preparo físico e a estratégia de luta serão determinantes na disputa.

- Acho que será uma boa luta, muito interessante de ser ver. Tudo depende das condições mentais e físicas das duas no dia do evento. Acho que Julianna tem muitas chances, porque representa um desafio físico grande para Amanda, talvez no chão. Porque é isso que ela fará, certo? Julianna não vai tentar trocar golpes em pé com a campeã para ver quem bate mais forte. Acho que essa não é a ideia da luta para ela. Acredito que ela terá muitas oportunidades de encontrar a forma de vencer. Mas é MMA, você nunca sabe o que esperar no segundo seguinte - disse Shevchenko ao site "Middle Easy".

Perguntada quando pretende lutar novamente e contra quem, Valentina disse acreditar que sua próxima desafiante seja a americana Lauren Murphy, provavelmente no outono nos EUA, que começa em setembro. A campeã revelou planejar fazer mais duas lutas antes do fim do ano.

- Acho que Lauren Murphy será a próxima, por que não? Faz sentido, mas ainda não conversei com o UFC sobre a data e a oponente para a minha próxima luta. Mas todos sabem como eu sou, não me importo muito. Quero enfrentar a melhor. Quanto mais experiência e mais desafios a minha rival trouxer, melhor para mim. Significa que ela exigirá muito de mim a todo momento. Eu diria que a partir de setembro seria o ideal, porque estou planejando uma viagem no meio do ano. Daria tempo de fazer duas lutas antes do fim do ano.

 

Fonte: Por Combate.com — Phoenix, EUA

 
 

Gabigol será multado pelo Flamengo por ter descumprido a determinação para se apresentar em Curitiba, nesta quinta-feira, 10, onde o elenco se prepara para enfrentar o Coxa pela Copa do Brasil. A decisão ainda não foi informada ao atleta, mas o martelo já está batido.

O choque entre o Flamengo e seu maior artilheiro se dá por conta de uma suposta lesão detectada ainda a serviço da seleção brasileira. Há um desalinho entre a CBF, que constatou um edema muscular na coxa do camisa 9 após a partida contra o Paraguai, e o clube rubro-negro, que considerou o diagnóstico inconclusivo e pretendia que o jogador fizesse exames complementares.

"Gabriel Barbosa descumpriu a determinação de se apresentar na última quarta-feira (09.06), em Curitiba, impossibilitando a avaliação do Departamento Médico do Flamengo. O clube ainda aguarda a reapresentação do atleta", disse uma nota divulgada pelo rubro-negro na manhã desta quinta.

Mais cedo, a assessoria do jogador alegara em comunicado que os departamentos médicos de Flamengo e CBF haviam compartilhado exames e os diagnósticos do edema e que o rubro-negro tinha vetado sua presença na partida contra o Coritiba. A equipe afirmara que Gabi havia se prontificado a fazer os exames em São Paulo visando a evitar o desgaste de uma viagem a Curitiba após a partida. "Com a decisão, ele segue em tratamento e se apresentará amanhã (sexta-feira) à seleção brasileira, data marcada a todos os convocados para a Copa América", dizia a nota.

O elenco rubro-negro está em um momento delicado: além de Gabigol, Everton Ribeiro, Isla e Arrascaeta irão disputar o torneio continental e desfalcar o time a longo prazo; Pedro e Gerson, que defenderam a seleção olímpica em amistosos, estão dispensados da partida desta noite. Rodrigo Caio, que sentiu dores no joelho com a seleção, também está fora.

 

Fonte: https://extra.globo.com

Página 1 de 12

Sul e Sudeste do Pará

Loading
https://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink
https://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Novo_Projeto_-_2021-07-05T111350990gk-is-100.jpglink

Vídeos

FAMAP, a escolha inteligente
08 Julho 2019
Em parauaebas, aluno chamou a atenção dos vereadores, no momento em que fazia uso da tribuna. de Carajás O Jornal
18 Abril 2017
Alunos da Rede Estadual de Ensino, assistem aula no meio da rua em Parauapebas
13 Abril 2017
Novo Ministro do STF3
11 Fevereiro 2017
Tiroteio em Redenção deixa população assustada
01 Dezembro 2016
Nesse domingo os paraenses vivenciam o #CIRIO2016, a maior festividade Religiosa do Brasil
09 Outubro 2016
Dr. Hélio Rubens fala sobre o caso de corrupção na Câmara Municipal de Parauapebas
08 Outubro 2016
MARCHA PARA JESUS: Milhares de jovens nas ruas de Parauapebas
08 Outubro 2016
Corrupção é um problema de todos, você também pode combater!
06 Outubro 2016
Joelma agradece pela presença e participação em seu show na FAP 2016
12 Setembro 2016
Jake Trevisan agradecendo toda população de Parauapebas no Carajás O Jornal
06 Setembro 2016
Cantor Açaí no evento da Imprensa na FAP a pedido de Marola Show, canta para a Rainha, primeira e segunda princesa da FAP 2016.
01 Setembro 2016