Por volta das 20h de terça-feira 09, a GU da Ronda Ostensiva com apoio de motos da ROCAM, com apoio da guarnição do Grupo Tático Operacional (GTO), prendeu e apresentou na 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil de Parauapebas ao delegado plantonista Nelson Alves Júnior, a dupla formada por Iago Braga Batista de 19 anos de idade e Jardel Ferreira da Silva de 21. De acordo com informações, a dupla foi pega na rua 27 no Bairro dos Minérios, acusados de comercias entorpecente. Com eles os policiais militares apreenderam 490 gramas de maconha.

De acordo com informações, a dupla foi pega quando a GU da Rocam realizava patrulhamento no Bairro dos Minérios, momento em que avistou os dois suspeitos, onde os mesmos ao avistarem as motos saíram em fuga sendo alcançados, imobilizados e algemados para a contenção. Na revista foi encontrado com eles dentro da bermuda jeans 490 gramas de uma substância análoga a maconha, ao serem indagados sobre o entorpecente os mesmos confirmaram que estavam comercializando.

Segundo a polícia Iago Braga teria informado que no Bairro Nova Vitória onde mora, teria mais entorpecente, pronto para a venda, em ato continuo foi pedido apoio da guarnição do Grupo Tático Operacional GTO, onde se deslocaram até o bairro, mas nada foi encontrado na residência. Já na casa de Jardel, que fica localizada no Bairro Dos Minérios os PMs encontraram no guarda roupa e em um capacete uma certa quantidade do mesmo entorpecente.

Ao chegar na 20° Seccional Urbana de Polícia Civil de Parauapebas, a equipe do delegado plantonista Nelson Alves Júnior, realizado buscas no sistema de Banco Nacional de Mandado de Prisão (BNMP), encontrou contra Jardel Ferreira Mandado um mandato de prisão preventiva em aberto em desfavor do mesmo sobre acusação de homicídio qualificado artigo 121, tendo como vítima o jovem Wendel Fabrício Corrêa de 19 anos de idade morto com requere de crueldade.

Na época a exatamente dois anos a vítima estava desaparecida sendo encontrada em uma área de mata próximo a uma escola na entrada do Bairro dos Minérios, com a cabeça decapitada. O caso ocorreu no dia, 09, de fevereiro de 2019, desde então Jardel Ferreira vinha sendo investigado por suspeita na participação no crime. Com a prisão de Jardel Ferreira a Polícia Civil contabiliza o quarto envolvido na morte de Wendell Fabrício, que segundo a polícia foi morto por conta de rivalidade entre as facções ao qual eles seriam integrantes.

 

Fonte: Neide Folha

Por volta das 22h35, de quarta-feira 20, policiais da Ronda Ostensiva com apoio de motos rocam, apresentou na 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil de Parauapebas, ao delegado plantonista Nelson Alves Júnior, Guilherme Eduardo Silva dos Reis e Joao Marcos Nunes dos Santos acusados de infligir o artigo 33 da lei 11.343/06, tráfico de entorpecente.

De acordo com a guarnição a prisão se deu por volta das 20h00 de quarta-feira 20, quando a GU realizava ronda ostensiva e preservação pelo bairro União, e ao passar pela rua 10, abordaram um desconhecido em uma moto Honda Pop de cor branca, conduzida por Guilherme Eduardo Silva dos Reis de 21 anos, na revista pessoal segundo os PMs foi encontrado na carteira porta cédula do mesmo, um papelote análogo a cocaína, pesando aproximadamente, 19 gramas.

Perguntado pelos policiais sobre a origem do produto ilícito o abordado teria dito que a droga seria entregue a uma mulher, que estaria lhe esperando ali mesmo na rua 10. Guilherme teria dito que o dono seria Joao Marcos Nunes dos Santos residente do bairro Tropical, a guarnição se dirigiu a residência quando se aproximava da casa o proprietário do imóvel tentou fugir pelos fundos sendo avistado por um dos PMs que efetuado um disparo de advertência para o auto ordenou que parasse. Segundo a polícia João ainda esboçou reação como se fosse puxar uma arma, e novamente teria tentado sair em fuga, sendo contido e algemado por resistir a prisão.

Nas buscas feitas no interior do imóvel, uma vez que João teria dito que havia droga, a GU encontrou dentro do guarda-roupa e encontrou 09 papelotes de crak pesando aproximadamente 6 gramas cada, e uma barra da mesma substância pesando aproximadamente 35 gramas, além de uma pequena vasilha de plástico com maconha pesando aproximadamente 13.9.

Ainda segundo a GU, no interior do imóvel estava também a companheira de João identificada por Roberta Karoline de Andrade Xavier, que teria corrido para o banheiro e jogado uma substância no vaso dando descarga em seguida. Entretanto os PMs ainda conseguiram observar que se tratava da substância conhecida como crack.   No celular da usuária que Guilherme Eduardo estaria indo entregar a substância a polícia encontrou uma transferência bancária via PIX para a esposa de João, que seria pagamento de droga.

Após a apreensão do entorpecente na residência de João e de sua esposa Roberta, os PMs se deslocaram para a casa de Guilherme localizada no bairro Tropical, onde foi apreendido mais um papelote de cocaína. Apresentados ao delegado plantonista Nelson Alves Júnior, a dependente química foi ouvida e liberada, enquanto que Guilherme e João Marcos foram enquadrados nos artigos 33 e 35, por tráfico e associação ao tráfico de entorpecente.

 

Fonte: Neide Folha

Por volta das 19h30 de quinta-feira 14, a polícia militar prendeu e apresentou na 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil de Parauapebas ao delegado plantonista Dufree Abade, o foragido da justiça Jordão Ferreira da Silva.

De acordo com informações Jordão Ferreira foi capturado pela guarnição da Rocam quando a mesma realizava ronda ostensiva no bairro dos Minérios, instante em que recebeu uma denúncia anônima de que na rua 18, encontrava-se um foragido da justiça.

Ao chagar na rua indicada a guarnição avistou o suspeito próximo ao endereço relatado, sendo assim o mesmo foi abordar e logo em seguida  verificado que seu nome constava em um mandado de prisão preventiva, Jordão Silva tem 3 passagem pela justiça e que segundo ele, já teria pago todas com a tal.

Ao ser perguntado sobre uma pessoa de nome Marcelo, o mesmo informou que é seu irmão que está foragido a tempos e que nunca mais teve contato com o mesmo, diante dos fatos Jordão foi encaminhado para a delegacia de Polícia Cívil de Parauapebas para averiguar a situação de tal.

 

Fonte: Neide Folha

Por volta das 19h30, de quarta-feira, 09, a guarnição da Rocam apresentou na 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil de Parauapebas uma mulher acusada de envolvimento com o tráfico de entorpecentes, Beatriz Oliveira dos Santos foi detida em um kit-net na rua Tiradentes no bairro Rio Verde. Segundo informações a guarnição encontrou na casa dela, maconha, cocaína e uma droga sintética conhecida por metanfetamina.

De acordo com a GU da Ronda Ostensiva com apoio de motos da Rocam do 23° Batalhão de Polícia Militar de Parauapebas, Beatriz foi pega quando a guarnição realizava patrulhamento no bairro Rio Verde, a PM foi abordada por um cidadão que os informou sobre uma grande movimentação em um condomínio, onde provavelmente o mesmo seria uma boca de fumo.

O cidadão que abordou os PMs não falou seu nome por medo, mas informou que na kit-net havia uma grande movimentação e que em um dos apartamentos seria um ponto de venda de entorpecentes. Após a informação a PM foi ao local indicado, chegando no ambiente um suspeito foi identificado sendo ele Davi Rodrigues dos Santos esposo da moradora do apartamento, em tentativa de fuga tal deixou cair uma pequena quantidade de maconha.

Mediante o flagrante os policiais realizam buscas no apartamento do casal, encontrando 122.7 gramas de maconha, 1.7 gramas de cocaína, 2.3 gramas de uma substância cristalizada conhecida como metanfetamina, papel filme usado para embalar as entorpecentes e uma balança de precisão. Na abordagem Beatriz Oliveira moradora do kit-net onde foi encontrado todas as substancias, foi identificada como sendo a esposa do homem que saiu em fuga, Davi Rodrigues dos Santos.

Com apoio da viatura que patrulhava tal área, a mulher e o material ilícito foram conduzidos e apresentados na 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil, para a polícia a Beatriz negou ser a dona das entorpecentes. Após ser ouvida em depoimento pelo delegado plantonista a mesma foi liberada.

 

 Fonte: Neide Folha

 

A Polícia Militar junto com a Rocam do 23° Batalhão de Parauapebas apresentou na 20° Seccional Urbana da Polícia Civil ao delegado plantonista Dufrae Abade por volta das 20h do último sábado, 5, os irmãos Igor da Silva Sousa de 26 anos de idade e Romário da Silva Sousa de 24 anos por tráfico de entorpecentes e tentativa de suborno.

A polícia realizava patrulhamento no bairro Jardim Canadá, quando percebeu algo de errado em um veículo de taxi; o taxi ao notar a aproximação das motos da Rocam reagiu em atitude suspeita no instante em que foi dado ordem de parada, na revista no interior do veículo se encontrava Romário Silva faccionado e traficante, que naquele momento estaria transportando uma grande quantidade de drogas. Questionado sobre a droga e se havia mais em sua residência, o mesmo teria afirmado que sim, acrescentando que seria em uma quantidade pequena.

Foram apreendidas pela polícia as substancias encontradas com os irmãos 

Na delegacia os PMs apresentaram 1.836 quilo gramas de cocaína, 815 gramas de Crack, 17 gramas de Skank, 5 rolos de papel filmes, 2 balanças de precisão, e aproximadamente 200 embalagens de geladinhos usadas para embalar as entorpecentes. Os PMs se deslocaram para a residência de Romário Silva, mediante o flagrante os policiais realizaram a revista não encontrado nada.

Segundo informações, quando a guarnição ainda se encontrava na rua onde Romário residia, receberam uma outra informação de que o irmão de Romário estaria fazendo um “limpa” na residência localizada na rua Santos Dumont, levando-as assim para sua residência na rua Perpétuo Socorro, em um kit-net pertencente à Igor Silva onde foi encontrado um isopor com uma grande quantidade de drogas, sendo, cocaína, maconha e crack, além de duas balanças de precisão e papel filmes.

Durante a revista foi encontrado no bolso de Igor Sousa um saquinho com aproximadamente 50 gramas de droga, indagado sobre o endereço onde teria ido buscar o entorpecente o mesmo levou a GU até a casa de Romário Sousa.  Ao chegar no local, ainda segundo a polícia, Igor Sousa acabou confessando que teria jogado a chave do kit-net fora ao perceber a chegada da guarnição no condomínio de Romário, foi encontrada outra balança de precisão no forro da casa.

Durante a prisão de Romário Silva, segundo a guarnição, por várias vezes o mesmo teria oferecido uma quantia alta em dinheiro para que os PMs o liberassem. Na delegacia os policiais civis realizaram uma busca no Sistema de Segurança Pública, onde foi constatado que o mesmo teria um mandado de prisão com base no Art. 157.

 

Fonte: Neide Folha

Na noite de quarta-feira (24) a Ronda Ostensiva Com Apoio de Motos (ROCAM) da Polícia Militar prendeu e apresentou na 20º Seccional Urbana de Polícia Civil de Parauapebas o acusado de tráfico de drogas e receptação o nacional, Marlon Breno Brito de Oliveira, e com ele também foi a presentado na Depol 9 papelotes de uma substância análoga à maconha pesando 8,6 gramas, um celular IPHONE 8, um celular Samsung A20 e a quantia de R$80.

O acusado foi pego quando a GU fazia ronda ostensiva e preventiva pelo bairro Guanabara, momento em que se deparou com o nacional Marlon Breno Brito de Oliveira acompanhado com mais três indivíduos onde foi dada voz de parada e feita busca pessoal nos três, e com o nacional Marlon Breno foi encontrado com um papelote de maconha (canabis sativa).

Indagado sobre a droga o mesmo disse que em sua residência havia mais substância iguais a que ele portava, e um celular tipo IPHONE 8, adquirido ilicitamente. Mediante a informação a guarnição se deslocou com o mesmo até a residência dele, onde com a permissão de sua genitora adentrou ao logradouro encontrando no quarto do acusado 9 papelotes análoga a maconha onde o mesmo relatou que faz a venda desta substância na praça recém-inaugurada do bairro Guanabara.

Com base no flagrante o acusado recebeu voz de prisão e com apoio da VTR 2310 o mesmo foi apresentado   na delegacia para que sejam feitos os procedimentos cabíveis.

 

Fonte: Neide Folha

Mais uma dupla é presa acusada de tráfico de entorpecentes em Parauapebas, um deles trata-se de um jovem identificado como Mateus Cruz Silva, 20 anos de idade, que já esteve preso acusado de infligir o artigo 157 (roubo) do código penal, sendo liberado logo depois, já o  outro é menor de idade e não pode ter sua identidade revelada.

Mateus foi flagrado por uma guarnição da ROCAM no momento em que repassava crack para um adolescente de 17 anos de idade. Segundo os policiais, o flagrante se deu por volta das 23H30 desta quinta-feira (02), durante a última ronda ostensiva da guarnição do dia. No momento em que passava pela Rua Sol Poente, no bairro Da Paz, e avistaram uma dupla em atitude suspeita.

Quando Mateus foi flagrado vendendo crack ao menor de idade teria percebido a aproximação das motos da ROCAM, momento em que tentou fugir, porém perdeu o controle da moto, modelo Pop, que pilotava e acabou colidindo com outra moto e um veículo que estavam estacionados na Rua 24 de Março a um quarteirão de onde vendia a droga.

Moto modelo Pop apreendida com os acusados apresenta registro de roubo, na delegacia. 

O adolescente que realizava a compra do entorpecente negou ser usuário, já Mateus Cruz disse que estava no local comprando a droga para um senhor, o qual não informou o nome. Quanto à moto Honda POP, preta com registro de roubo, ele disse que teria sido emprestada pelo homem que havia pedido a ele que comprasse a droga. Além da moto com registro de roubo, a polícia apreendeu com Mateus mais três petecas do entorpecente crack.

Na colisão Mateus Cruz machucou a perna direita e foi socorrido pelos policiais e levado ao hospital para realização de curativos no ferimento.  Em seguida foi apresentado na 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil de Parauapebas, onde se encontra a disposição da Justiça.

 (Reportagem: Caetano Silva)

Sul e Sudeste do Pará

Loading
https://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink
https://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.galpogk-is-100.jpglink

Vídeos

FAMAP, a escolha inteligente
08 Julho 2019
Em parauaebas, aluno chamou a atenção dos vereadores, no momento em que fazia uso da tribuna. de Carajás O Jornal
18 Abril 2017
Alunos da Rede Estadual de Ensino, assistem aula no meio da rua em Parauapebas
13 Abril 2017
Novo Ministro do STF3
11 Fevereiro 2017
Tiroteio em Redenção deixa população assustada
01 Dezembro 2016
Nesse domingo os paraenses vivenciam o #CIRIO2016, a maior festividade Religiosa do Brasil
09 Outubro 2016
Dr. Hélio Rubens fala sobre o caso de corrupção na Câmara Municipal de Parauapebas
08 Outubro 2016
MARCHA PARA JESUS: Milhares de jovens nas ruas de Parauapebas
08 Outubro 2016
Corrupção é um problema de todos, você também pode combater!
06 Outubro 2016
Joelma agradece pela presença e participação em seu show na FAP 2016
12 Setembro 2016
Jake Trevisan agradecendo toda população de Parauapebas no Carajás O Jornal
06 Setembro 2016
Cantor Açaí no evento da Imprensa na FAP a pedido de Marola Show, canta para a Rainha, primeira e segunda princesa da FAP 2016.
01 Setembro 2016