Carajas o Jornal

Carajas o Jornal

Por volta das 22h35, de quarta-feira 20, policiais da Ronda Ostensiva com apoio de motos rocam, apresentou na 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil de Parauapebas, ao delegado plantonista Nelson Alves Júnior, Guilherme Eduardo Silva dos Reis e Joao Marcos Nunes dos Santos acusados de infligir o artigo 33 da lei 11.343/06, tráfico de entorpecente.

De acordo com a guarnição a prisão se deu por volta das 20h00 de quarta-feira 20, quando a GU realizava ronda ostensiva e preservação pelo bairro União, e ao passar pela rua 10, abordaram um desconhecido em uma moto Honda Pop de cor branca, conduzida por Guilherme Eduardo Silva dos Reis de 21 anos, na revista pessoal segundo os PMs foi encontrado na carteira porta cédula do mesmo, um papelote análogo a cocaína, pesando aproximadamente, 19 gramas.

Perguntado pelos policiais sobre a origem do produto ilícito o abordado teria dito que a droga seria entregue a uma mulher, que estaria lhe esperando ali mesmo na rua 10. Guilherme teria dito que o dono seria Joao Marcos Nunes dos Santos residente do bairro Tropical, a guarnição se dirigiu a residência quando se aproximava da casa o proprietário do imóvel tentou fugir pelos fundos sendo avistado por um dos PMs que efetuado um disparo de advertência para o auto ordenou que parasse. Segundo a polícia João ainda esboçou reação como se fosse puxar uma arma, e novamente teria tentado sair em fuga, sendo contido e algemado por resistir a prisão.

Nas buscas feitas no interior do imóvel, uma vez que João teria dito que havia droga, a GU encontrou dentro do guarda-roupa e encontrou 09 papelotes de crak pesando aproximadamente 6 gramas cada, e uma barra da mesma substância pesando aproximadamente 35 gramas, além de uma pequena vasilha de plástico com maconha pesando aproximadamente 13.9.

Ainda segundo a GU, no interior do imóvel estava também a companheira de João identificada por Roberta Karoline de Andrade Xavier, que teria corrido para o banheiro e jogado uma substância no vaso dando descarga em seguida. Entretanto os PMs ainda conseguiram observar que se tratava da substância conhecida como crack.   No celular da usuária que Guilherme Eduardo estaria indo entregar a substância a polícia encontrou uma transferência bancária via PIX para a esposa de João, que seria pagamento de droga.

Após a apreensão do entorpecente na residência de João e de sua esposa Roberta, os PMs se deslocaram para a casa de Guilherme localizada no bairro Tropical, onde foi apreendido mais um papelote de cocaína. Apresentados ao delegado plantonista Nelson Alves Júnior, a dependente química foi ouvida e liberada, enquanto que Guilherme e João Marcos foram enquadrados nos artigos 33 e 35, por tráfico e associação ao tráfico de entorpecente.

 

Fonte: Neide Folha

Por conta da pandemia do coronavírus e seguindo as recomendações da OMS, o SINE/IDT (Sistema Nacional de Emprego e o Instituto de Desenvolvimento do Trabalho) paralisou o atendimento presencial nas unidades do todo o Brasil. No entanto, muitos trabalhadores que necessitam dar entrada no Seguro Desemprego já podem solicitar de forma online, seja pelo computador ou através do aplicativo Carteira de Trabalho Digital.

O benefício é concedido apenas a trabalhadores que foram demitidos sem justa causa e deve ser solicitado de 7 a 120 dias após a demissão. Para solicitar o seguro-desemprego o trabalhador deve ter em mãos os seguintes documentos:

  • RG
  • CPF
  • CTPS (Carteira de Trabalho e Previdência Social)
  • Requerimento do seguro-desemprego (este deve ser solicitado pelo trabalhador)

Solicitar o benefício pelo computador

  1. Acesse o site gov.br/trabalho
  2. Realize o cadastro e crie uma conta
  3. Acesse os serviços digitais para o benefício
  4. Selecione a opção Requerer o Seguro Desemprego
  5. Clique em Solicitar o Seguro Desemprego
  6. Insira o número do Requerimento do Seguro Desemprego
  7. Clique em localizar
  8. Confira as informações, leia as regras para a habilitação, concorde com os termos e clique em Concluir
  9. Confirme a solicitação
  10. Na seguinte tela aparecerá “Solicitação do Benefício Realizada com Sucesso” e as informações sobre o seu benefício, como valor e quantidade das parcelas, datas de pagamento.

O número de requerimento é um número de 10 dígitos que está registrado no formulário entregue ao trabalhador logo depois da demissão sem justa causa. Confira agora como solicitar o benefício pelo aplicativo Carteira de Trabalho Digital.

Solicitar o benefício pelo aplicativo

  1. Faça o download do app Carteira de Trabalho Digital (disponível para iOS e Android)
  2. Faça o cadastro no portal gov.br e faça o login
  3. Clique em Benefícios
  4. Clique em Solicitar
  5. Insira o Número de Requerimento de Seguro Desemprego
  6. Confirme seus dados e clique em Avançar
  7. Na seguinte tela você poderá ver todas as informações sobre o contrato de trabalho encerrado
  8. Leia e concorde com os termos e clique em Confirmar
  9. O aplicativo irá mostrar o andamento do processo e se você terá ou não o direito do benefício

O empregador poderá acessar a página de atendimento caso surja alguma dúvida. A primeira parcela do benefício será liberada ao trabalhador no prazo de 30 dias após o cadastro no sistema.

 

Fonte: Selectra.net.br

Uma mulher foi presa por volta das 21h50 na quarta-feira 20, pela Ronda Ostensiva com apoio de motos Rocam, do 23° Batalhão de Polícia Militar de Parauapebas, e apresentada na 20° Seccional Urbana de Polícia Cívil.

Luzilene Feitosa Ribeiro acusada de tráfico de droga 

Luzilene Feitosa Ribeiro de 18 anos de idade, foi presa e apresentada na delegacia acusada de tráfico de entorpecente. De acordo com a guarnição a mesma foi flagrada com o produto ilícito, quando a guarnição realizava patrulhamento pelo bairro Beira Rio, e ao passar pela rua Rio Claro esquina com Avenida Rio Grande, avistou a mesma que ao perceber a GU se aproximando reagiu em atitude suspeita.

Abordada, e se mostrando bastante nervosa, a Polícia percebeu que ela estaria carregando algo ilícito, instante em que os policiais pediram para que mesma mostrasse o que havia lhe deixado nervosa, ao sacudir seu vestido, ainda segundo a guarnição, caiu 10 petecas de uma substância análogas ao crack, perguntada da origem da droga a mesma levou a guarnição até sua residência, e afirmou para os policiais que a substância  pertencia ao seu marido de nome não informado, disse que havia saído de casa por ordem de seu companheiro para  entregar a encomenda.

Mediante o flagrante a mulher foi conduzida até sua residência no bairro Liberdade II, com apoio da GU do bairro da Paz e da cadela Raica treinada para farejar droga, do 23° Batalhão de Polícia Militar de Parauapebas, foi encontrado dentro de um tijolo uma trouxa análoga a maconha e uma balança de precisão debaixo da cama. Diante dos fatos, a mulher foi encaminhada para 20° Seccional Urbana de Polícia Cívil, e apresentada ao delegado plantonista Nelson Alves Junior, para os procedimentos cabíveis.

 

Neide Folha

 

Pará, 20 de janeiro de 2020 - O projeto Cultura na Praça inaugura no (20/01), às 20h, o Cine Babaçu em sua página na internet (www.culturanapraca.art.br). Duas salas vão abrigar uma safra de 16 filmes de curtas-metragens que contam histórias e experiências de comunidades do interior do Pará e do Maranhão, em 2019 e 2020. Também estarão disponíveis, na terceira sala, quatro filmes produzidos por cineastas brasileiros que foram premiados em festivais e mostras nacionais e internacionais. O Cine Babaçu disponibiliza recursos de acessibilidade como legenda, legendagem descritiva e audiodescrição.

As produções são o resultado do Cultura na Praça, festival itinerante que busca fomentar e valorizar o patrimônio cultural e imaterial das localidades beneficiadas, e democratizar o acesso à cultura através da linguagem audiovisual. Realizado desde 2017, com o patrocínio da Vale via Lei Federal de Incentivo à Cultura, o projeto aposta no potencial criativo da juventude e no poder transformador da cultura.

Por onde passa, o Cultura na Praça promove oficinas de capacitação e criação audiovisual para os participantes e também atrações culturais gratuitas diversas, como exibições filmes nacionais, para as populações locais. Mais de 13 mil pessoas participaram das atividades em dezenas de municípios do interior dos dois estados.

"Graças ao apoio decisivo da Vale, o Cultura na Praça levou a arte de fazer cinema para várias comunidades e conseguiu amplificar os sentimentos e a visão de mundo desses jovens. Os resultados obtidos comprovam isso, recompensando o esforço coletivo dos participantes e da nossa equipe", comemora o coordenador do projeto, Gilberto Scarpa, da Vivas Cultura e Esporte.

Edição de 2020 foi híbrida
Em função da pandemia de Covid-19, a etapa de 2020 foi adaptada. As oficinas e os deslocamentos da equipe do projeto obedeceram aos protocolos de segurança e as tradicionais sessões de cinema na praça foram transferidas para o Cine Babaçu. A etapa apresentou como novidades que envolveu o acompanhamento remoto da fase de montagem e finalização dos curtas produzidos pelos participantes e a seleção de uma liderança de cada comunidade como monitor do projeto.

Foram produzidos dez filmes de curtas-metragens pelos 70 participantes, com idade média de 16 anos, das seguintes comunidades de Quebradeiras de Coco e Ribeirinhos do Maranhão: Vila União (em Buriticupu); Serra (em Tufilândia), Vila Varig (em Bom Jardim); Olho D'água (em Pindaré Mirim); Barradiço (em Santa Inês); Riachão, Puraqueú e São Vicente (em Igarapé do Meio); e Pimental e Bubasa (em Arari).

 

Edição 2019


Em 2019, o Cultura na Praça percorreu seis municípios: Ourilândia do Norte, Canaã dos Carajás, Parauapebas e Bom Jesus do Tocantins, no Pará; e Açailândia e Igarapé do Meio, no Maranhão. As oficinas reuniram 44 participantes, que produziram seis curtas-metragens com temáticas inspiradas no patrimônio material ou imaterial de cada cidade, recuperando e valorizando histórias, paisagens e personagens daquelas comunidades. Além disso, mais de 4,5 mil pessoas assistiram, em seus municípios, às exibições públicas de cinema em praças e outros espaços abertos ao público.

O projeto Cultura na Praça é realizado pela Vivas Cultura e Esporte, Ministério do Turismo e Secretaria Especial da Cultura, com o patrocínio da Vale por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, e apoio do Centro Cultural Tatajuba. Governo Federal, Pátria Amada Brasil.

 

Fonte: Nadia Farias 

Na manhã desta quinta-feira, 21, o Colégio Sophos deu início ao ano letivo dos alunos com uma ótima recepção de boas-vindas, onde foram apresentados os novos professores que irão lecionar neste ano de 2021. Mesmo em meio a uma pandemia o Colégio se reinventou para que todos os alunos da rede de ensino fossem atendidos com a melhor infraestrutura tecnológica de educação.

João Soares Diretor de ensino do Colégio Sophos 

Em entrevista o Diretor de ensino do Colégio Sophos João Soares falou como funcionará as aulas, também contou sobre as novidades no ensino. “As aulas ocorreram com o sistema remoto, que são os ensinos online para aqueles alunos e professores que escolheram o mesmo, também contará com o ensino presencial onde todas as medidas preventivas para a saúde será obrigatória, como o uso de máscaras, distanciamento e a utilização de álcool em gel para a higienização das mãos como segue previsto nas orientações da OMS, poderemos contar com uma nova atividade extra curricular que será a disciplina de empreendedorismo onde a mesma se juntará as outras que o colégio possui como, Robótica, Arte Sophos e Educa Ciências”.

 Elielson Quirino Professor do ensino fundamental 1°

“As nossas expectativas para o ano de 2021 são as melhores possíveis, tivemos o ano de 2020 que foi muito desafiador onde o mesmo nos ensinou a ressignificar e aprender coisas novas como a adaptação na área de ensinar através do sistema remoto onde as aulas são lecionadas no modo online. Hoje nos encontramos muito mais capacitados para ensinar de qualquer lugar e isso só está sendo possível através da estrutura que o Sophos nos disponibiliza, para assim os alunos receberem a melhor educação”. Disse o Professor do ensino fundamental 1° Elielson Quirino.

Maria Geovanna aluna do 8° ano do Colégio Sophos 

“Para esse ano nossas expectativas estão muito elevadas por conta que o ano de 2020 foi muito turbulento para todos nós, principalmente por termos que nos adaptar a um modo de ensino totalmente novo onde teríamos que receber aulas remotas, mas tudo foi se encaixando com a ajuda dos professores e do Colégio que mesmo passando por tudo isso nos entregou o melhor ensino, e neste ano a qualidade continuará sendo cada vez melhor” Disse Maria Geovanna aluna do 8° ano.

 

Fonte: Sarah Monteiro 

Associação das Famílias de Produtores Rurais Nova Conquista (AFAPRUNC) vem comunicar que no dia 11 de janeiro de 2021 em uma segunda-feira às 19h todos os associados deverão comparecer a residência do Sr. Chico que fica localizada na Quadra 03, Lote 03 no birro Nova Conquista, para a realização da Assembleia Geral de Fundação.  

 

Confira o anexo no topo da página: 

 

Na tarde desta terça-feira, 19, na Praça da Bíblia foi realizada a vacinação das primeiras pessoas a receberem a imunização contra o vírus da Covid-19, a enfermeira Leonice de Oliveira e o Índio Katop Ti Xikrin. O evento contou com a presença do Prefeito Darci Lermen seu vice João do Verdurão o Secretário de Saúde Gilberto Laranjeiras, juntamente com alguns vereadores da cidade como Josivaldo da Farmácia, Zé do Bode, Rafael Ribeiro, Francisco Eloecio e Leandro do Chiquito.   

Gilberto Laranjeiras Secretário de Saúde de Parauapebas 

Em entrevista o Secretário de Saúde Gilberto Laranjeiras falou sobre como funcionará o processo de imunização. “Vamos iniciar com todos os profissionais da linha de frente, aqueles que estão todos os dias nos hospitais que é de alta complexidade como a UPA, esses profissionais serão contemplados na questão da imunização de imediato, em sequência vem os indígenas conforme estar organizado, ao passar pela segunda rodada onde seremos contemplados pelo Governo Federal com mais vacinas vamos fazer de uma forma que venha sequencialmente ser cumprido toda a imunização, mas de primeira mão somente essas duas classes serão imunizadas no momento”, Disse.   

Darci Lermen Prefeito da cidade marcou presença no evento 

“Vamos tocar para frente pois sonhamos com muito mais esse é somente o primeiro passo de muitos que ainda vamos dar, estar sendo realizado hoje na tarde desta quarta-feira a imunização das primeiras pessoas contra o Covid-19 e isso só foi possível através de muito esforço de todos os envolvidos que lutaram contra essa pandemia e por isso essa classe será a primeira a ser imunizada que são os profissionais de saúde”, disse o Prefeito da cidade Darci Lermen.

A Enfermeira Leonice de Oliveira foi a primeira moradora da cidade a ser imunizada contra o vírus da Covid-19

Leonice de Oliveira enfermeira e a primeira cidadã de Parauapebas a ser vacinada falou sobre esse momento em sua vida. “ Para mim foi uma experiência ímpar, uma maneira de podermos ajudar e colaborar para que as pessoas que ainda não tomaram a vacina quebrem esse preconceito sobre a tal, me sinto muito honrada por ter sido escolhida para esse momento de grande importância da nossa cidade”.

Josivaldo da Farmácia Vereador de Parauapebas 

“Estamos vivendo um momento único que serve de exemplo para todo do o Estado do Pará, Parauapebas saiu na frente mais uma vez através do nosso secretario Gilberto Laranjeiras junto ao nosso Prefeito Darci e vice João do Verdurão que com muitos esforços trouxeram essa conquista maravilhosa para o povo de Parauapebas, estou muito feliz e quero que todos se conscientizem para que a imunização seja feita com eficácia”, falou Josivaldo da farmácia vereador da cidade que marcou presença no evento.

 

Fonte: Sarah Monteiro 

 

Nego do Borel havia entrado com um pedido na Justiça para que os posts de Duda Reis falando sobre o ex-casal fossem excluídos. Segundo informações do Notícias da TV, a Justiça do Rio de Janeiro rejeitou o pedido do cantor e ainda aplicou um sermão no artista.

Além de pedir que os posts fossem deletados, Nego do Borel pediu para que a ex fosse proibida de postar novas fotos, vídeos ou textos sobre a relação.

Em um documento obtido pelo portal, o juiz da 4ª Vara Cível do Rio de Janeiro, Marco Antonio Cavalcanti de Souza, disse: “Sem adentrar no mérito, entendo que, atualmente, diante de crescentes quantidades de casos de feminicídio, não se pode admitir qualquer utilização de meios jurídicos para que o suposto ofensor possa desqualificar os relatos de sua ex-companheira”.

“Isto é, tentar obstar a divulgação de informações relatadas pela pretensa vítima, que se mostram, à primeira vista, como atitudes abusivas e, consequentemente, evitar que tais fatos passem pelo crivo da opinião pública, ainda mais quando praticados por personagem artística, celebridade”, entende o magistrado.

Em uma recente entrevista ao ‘Fantástico’, Duda deu mais detalhes sobre o relacionamento abusivo. O programa foi usado pelo juiz na liminar.

“De se acrescer que os fatos, que o autor afirma ‘manchar’ sua boa imagem, foram objeto de programa dominical de grande emissora de televisão, no dia de ontem, não se vislumbrando, nos vídeos, um malferimento do direito à imagem do autor”, disse.

Para o juiz da 4ª Vara Cível do RJ, Duda tem o direito de liberdade de expressão: “Dessa forma, entendo que ao deferir a tutela de urgência, em cognição sumária, estaria afrontando a garantia fundamental à liberdade expressão, sobre fatos ilegais e abusivos, que serão minuciosamente investigados pelo Juízo Criminal, em detrimento ao direito de imagem de personagem público”.

“Assim, indefiro, por ora, o pedido de tutela provisória de urgência, sendo matéria meritória a verificação da veracidade das afirmações perpetras pela parte de Duda”, finaliza ele na decisão.

 

Fonte: https://istoe.com.br

 

Precisamente às 23h03 do dia 18 de janeiro de 2021, o Centro de Operações do Aeroporto Internacional de Belém confirmou o pouso do avião que transportou a primeira remessa da vacina contra Covid-19 de Guarulhos, São Paulo, até a capital paraense. Da carga de 173.240 doses desse primeiro carregamento, 48.680 são destinadas à população indígena. Após a retirada da carga da aeronave, a vacina foi imediatamente encaminhada pelo governo do Estado aos municípios. A vacinação começa nesta terça-feira (19), para grupos prioritários, em todo o Estado.

Em um dia tão aguardado desde o início da pandemia de Covid-19, o governador Helder Barbalho acompanhou o desembarque do imunizante e ressaltou que "esse momento representa uma espera de 11 meses que chega ao fim. É uma vitória da esperança e da vida. Já nesta madrugada a vacina segue para as regiões do Estado, para iniciar a imunização da população. Agora teremos a distribuição com 37 voos, entre helicópteros e aviões, para que o imunizante chegue a todo o Pará".

Sobre o significado desse momento decisivo no combate à doença, o secretário de Estado de Saúde Pública, Rômulo Rodovalho, o momento é “muito importante e histórico, e representa a fase de renovação e esperança para toda a população”. O secretário disse que, ainda na madrugada, as vacinas seguem para os 13 centros Regionais de Saúde da Sespa (Secretaria de Estado de Saúde Pública), para que a vacinação comece logo no início da manhã.

Segundo o assessor da Vigilância em Saúde da Sespa, Marcos Moura, no Pará toda a logística para distribuição da vacina foi antecipada. “A gente já vem trabalhando há alguns meses, mesmo sem saber a data e a quantidade que viria. A gente fez todo o planejamento para a capital e o interior, pensando sempre nos insumos que deveríamos entregar aos municípios e na vacina”, explicou.

Ele acrescentou que, mesmo o Ministério da Saúde tendo enviado agora uma quantidade menor de vacinas do que havia sido estimado inicialmente – 340 mil doses -, devido a problemas com a vacina da AstraZeneca, “todos os 144 municípios vão receber doses para os grupos prioritários”.

Alívio - Passageiros e trabalhadores que estavam no Aeroporto de Belém, aguardando o momento de embarcar, comemoraram a chegada da vacina em solo paraense. "É bom saber que a vacina chegou aqui no Pará. Fico feliz porque ela vai tá disponível pra minha família, que mora em Bragança", disse o motorista Gilberto Pereira Maia.

"Tô feliz e maravilhado. Vai ficar mais tranquilo para todo mundo que trabalha aqui. Eu já tive essa doença; ela é muito forte. Passei 15 dias no hospital, mas graças a Deus estou feliz da vacina ter chegado. Aviso a todos que puderem, que tomem a vacina", declarou Pedro Moraes dos Santos, taxista que trabalha no aeroporto.

Saúde e informação - A vacinação começa na manhã desta terça-feira (19), no Hangar - Centro de Convenções, onde está instalado o Hospital de Campanha de Belém, quando será imunizado um profissional de saúde que atua na linha de frente de combate ao novo coronavírus, durante a coletiva à imprensa realizada pelo governo do Estado para detalhar o plano de vacinação.

O ato será transmitido ao vivo pelo site Agência Pará, pela TV Cultura e pelas redes oficiais do governo do Estado e da Sespa.

Plano de vacinação - O primeiro lote de vacinas será direcionado aos profissionais da saúde que atuam na linha da frente, indígenas aldeados e idosos institucionalizados, que compõem o grupo prioritário da primeira fase da campanha, conforme previsto no Plano Paraense de Vacinação Contra a Covid-19.

O documento, divulgado na segunda-feira (18) pela Sespa, contém informações estratégicas sobre as vacinas, grupos prioritários, período de campanha, precauções e contraindicações da vacina, vigilância de eventos adversos pós-vacina, registro de doses aplicadas e operacionalização da campanha. 

O plano prevê ainda que a campanha de vacinação ocorrerá, simultaneamente, em todos os 144 municípios do Pará, e os grupos serão cumulativos no decorrer das etapas definidas.

Fases da vacinação:

1ª Fase: Trabalhadores de saúde; pessoas com mais de 60 anos que vivem em instituições de longa permanência e indígenas aldeados.

2ª Fase: Profissionais da segurança pública na ativa; idosos de 60 a 79 anos de idade; idosos a partir de 80 anos e povos e comunidades tradicionais quilombolas.

3ª Fase: Indivíduos que possuam comorbidades (doenças como diabetes, hipertensão e obesidade);

4ª Fase: Trabalhadores da educação; Forças Armadas; funcionários do sistema penitenciário; população privada de liberdade e pessoas com deficiência permanente severa.

 

Fonte: Por Ronan Frias (COHAB)

O Hospital Regional do Tapajós (HRT), no município de Itaituba, no sudoeste do Pará, iniciou na segunda-feira (18) o Serviço de Politrauma em regime de “porta aberta”, quando não há necessidade de encaminhamento prévio para atendimento de Urgência e Emergência nas áreas de Ortopedia, Cirurgia Geral e Neurocirurgia. Mesmo com a ampliação dos serviços, a unidade da rede pública estadual de saúde continua como referência para o atendimento de pacientes com Covid-19 na região.

Com o Serviço de Politrauma, o HRT fortalece ainda mais o Sistema Único de Saúde (SUS) na Região de Integração Tapajós, assegurando assistência de média e alta complexidade à população de seis municípios.

O governador Helder Barbalho disse que esses serviços são fundamentais para salvar vidas, pois o Hospital funcionará de porta aberta em politrauma para pacientes dos municípios de Itaituba, Trairão, Aveiro, Novo Progresso, Jacareacanga e Rurópolis, e como referência para os demais municípios da Região de Integração Baixo Amazonas, que devem encaminhar pacientes por meio da Regulação Estadual. “Com isso, nós estamos reforçando os serviços em saúde para a região Oeste do Pará. Isso foi um compromisso que eu assumi com a população da região, e que a partir de hoje nós estamos honrando. Vamos cuidar da nossa gente e fazer uma saúde de qualidade e salvar a vida do nosso povo”, afirmou o chefe do Executivo estadual. 

O HRT funciona, no momento, com 154 leitos, sendo 54 clínicos (para pacientes de Covid-19), 30 leitos de UTI (também para infectados pelo novo coronavírus), 10 leitos de UTI (Trauma) e 44 leitos (Clínica Cirúrgica), quatro salas vermelhas, seis de observação adulto e seis de observação pediátrica.

Ampliação de leitos - Segundo a diretora-geral do HRT, Karla Cajaíba, serão oferecidos mais 30 leitos de UTI para pacientes de Covid-19 ainda nesta semana, totalizando 60 leitos de terapia intensiva só para vítimas do novo coronavírus.

Ela informou ainda que o Hospital recebeu, até agora, 221 pacientes de Covid-19 procedentes não apenas de municípios da região do Tapajós, mas de outras regiões do Pará. “Recebemos pacientes de Itaituba, Rurópolis, Novo Progresso, Jacareacanga, Santarém, Juruti, Óbidos, Prainha, Placas, Terra Santa e outras cidades circunvizinhas e de regiões garimpeiras”, informou.

Para Karla Cajaíba, o serviço de Urgência e Emergência é um importante componente da assistência à saúde, que atende à demanda crescente por atendimento nessa área na região do Tapajós.

O primeiro paciente politraumatizado recebido pela equipe assistencial do HRT foi um homem de 26 anos, morador de Itaituba, vítima de acidente de trânsito. “Ele se feriu numa colisão entre duas motocicletas no dia 16 de janeiro (sábado). Deu entrada na unidade em bom estado geral, consciente e orientado”, disse a diretora-geral. 

Ela também ressaltou que os serviços assistenciais para traumas são direcionados principalmente aos pacientes dos municípios de Aveiro, Itaituba, Jacareacanga, Novo Progresso, Rurópolis e Trairão. “Enfatizamos, no entanto, que os municípios que dispõem de unidades hospitalares deverão fazer o atendimento inicial ao paciente politraumatizado e, posteriormente, devem transferi-lo ao HRT, mediante contato com o Núcleo Interno de Regulação (NIR) do Hospital. Já os municípios das demais regiões do Estado deverão encaminhar pacientes por meio do Complexo Regulador Regional”, reiterou. 

Estrutura hospitalar – O HRT oferece serviço de Urgência e Emergência nas áreas de Clínica Médica, Clínica Cirúrgica e Clínica Obstétrica, além de urgência referenciada em Pediatria e Neurologia. O Hospital dispõe, ainda, de um ambulatório com nove consultórios, para atendimento em Clínica Geral, Traumatologia, Ortopedia, Cardiologia, Infectologia e Urologia; serviços de Enfermagem, coleta de material para exames, farmácia, eletrocardiograma, Psicologia, Terapia Ocupacional e Serviço Social, e Centro Cirúrgico com oito salas, sendo duas para Obstetrícia.

Um dos procedimentos mais importantes que será oferecido em nível ambulatorial é a Terapia Renal Substitutiva, com 22 máquinas de hemodiálise – o que evitará o deslocamento de pacientes renais para outras regiões do Estado.

Como suporte ao atendimento médico, o HRT conta com um centro de diagnóstico com serviços de laboratório de análises clínicas, raios-X, raios-X telecomandado, mamografia, ultrassonografia, tomografia computadorizada, ressonância magnética, ecocardiograma, eletrocardiograma, eletroencefalograma, Holter, mapa, teste ergométrico, endoscopia e colonoscopia.

 

Fonte: Por Roberta Vilanova (SESPA)

Sul e Sudeste do Pará

Loading
https://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink
https://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.galpogk-is-100.jpglink

Vídeos

FAMAP, a escolha inteligente
08 Julho 2019
Em parauaebas, aluno chamou a atenção dos vereadores, no momento em que fazia uso da tribuna. de Carajás O Jornal
18 Abril 2017
Alunos da Rede Estadual de Ensino, assistem aula no meio da rua em Parauapebas
13 Abril 2017
Novo Ministro do STF3
11 Fevereiro 2017
Tiroteio em Redenção deixa população assustada
01 Dezembro 2016
Nesse domingo os paraenses vivenciam o #CIRIO2016, a maior festividade Religiosa do Brasil
09 Outubro 2016
Dr. Hélio Rubens fala sobre o caso de corrupção na Câmara Municipal de Parauapebas
08 Outubro 2016
MARCHA PARA JESUS: Milhares de jovens nas ruas de Parauapebas
08 Outubro 2016
Corrupção é um problema de todos, você também pode combater!
06 Outubro 2016
Joelma agradece pela presença e participação em seu show na FAP 2016
12 Setembro 2016
Jake Trevisan agradecendo toda população de Parauapebas no Carajás O Jornal
06 Setembro 2016
Cantor Açaí no evento da Imprensa na FAP a pedido de Marola Show, canta para a Rainha, primeira e segunda princesa da FAP 2016.
01 Setembro 2016