Carajas o Jornal

Carajas o Jornal

Um tiroteio teve pelo menos seis baleados em Santa Teresa, na Região Central do Rio, na noite de sexta-feira (8) e na madrugada deste sábado (9). De acordo com a Polícia Militar (PM), um suspeito morreu e cinco pessoas ficaram feridas na troca de tiros na comunidade do Morro da Coroa. Ninguém foi preso.

O morto foi identificado como Leonardo Silva de Castro, de 34 anos, que segundo a Polícia Civil tem seis passagens pela polícia. Ele chegou a ser internado no Hospital Municipal Souza Aguiar, mas não resistiu e morreu na unidade.

Entre os feridos estão Gabrielle Prazeres do Nascimento, de 22 anos, que está grávida de dois meses e foi baleada no ombro; um homem de 44 anos, identificado como Sérgio Luiz Vieira da Silva; e três adolescentes atingidos enquanto jogavam futebol.

Todos os baleados foram levados para o Souza Aguiar. Segundo a sala de polícia da unidade de saúde, nenhum dos feridos corre o risco de morrer.

Guerra do tráfico
De acordo com a PM, a troca de tiros começou quando criminosos do Morro do Fallet teriam entrado em confronto com rivais da Coroa. Nas redes sociais, moradores da região relataram ser tensa a situação ao longo da noite.

Equipes da PM fecharam a Rua Itapiru, entre o Catumbi e o Rio Comprido, onde houve novo tiroteio. Motoristas chegaram a circular pela contramão ao perceberem o tiroteio na região. O caso foi registrado na 6ª DP (Cidade Nova).

UPP desde 2011
Os morros da Coroa, Fallet e Fogueteiro, todos na região de Santa Teresa, têm uma Unidade de Polícia Pacificadora desde fevereiro de 2011, com sede na Rua Navarro. A Polícia Militar informou que o policiamento na região foi reforçado.

 Fonte: G1 

Com o tema: “Olha o Nosso Não ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes”, a Prefeitura de Parauapebas, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) realizará entre os dias 11 e 18 de maio, a Semana de Enfrentamento ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.

O objetivo da campanha é chamar a atenção da sociedade para a existência do abuso e exploração sexual no município e que precisa ser denunciada aos órgãos competentes, assim como a necessidade do assunto ser discutido nas famílias.

 Integram as ações da campanha uma sequência de capacitações para os servidores que atuam na rede socioassistencial, sessões de filmes interativos nos bairros, pedágio, e o encerramento com apresentações culturais e a participação do promotor público, Eduardo Falesi.

Histórico 

O dia 18 de maio é o Dia Nacional de Luta Contra o Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. A escolha da data é uma lembrança a toda a sociedade brasileira sobre a menina sequestrada em 18 de maio de 1973, Araceli Cabrera Sanches, então com oito anos , quando foi drogada, espancada, estuprada e morta por membros de uma tradicional família capixaba. Muita gente acompanhou o desenrolar do caso, poucos, entretanto, foram capazes de denunciar o acontecido. O silêncio de muitos acabaria por decretar a impunidade dos criminosos.

Confira a programação

11/05 – Segunda-feira

8h às 12h e 14h às 18h – Capacitação da Rede Socioassistencial

Ministrante: Instituto Aliança – BA

Local: Auditório da Prefeitura de Parauapebas

 

16h às 18h – Sessão interativa de filmes nos bairros

Filme: Confiar

Local: Escola Terezinha de Jesus, Bairro Cidade Jardim

12/05 – Terça-feira

8h às 12h e 14h às 18h – Capacitação da Rede Socioassistencial

Ministrante: Instituto Aliança-BA

Local: Auditório da Prefeitura de Parauapebas

 

15h às 17h – Sessão interativa de filmes

Filme: Confiar

Local: CRAS Rio Verde

13/05 – Quarta-feira

8h às 12h e 14h às 18h – Capacitação da Rede Socioassistencial

Ministrante: Instituto Aliança – BA

Local: Auditório da Prefeitura de Parauapebas

 

18h às 20h – Sessão interativa de filmes

Filme: Confiar

Local: Praça da Juventude, Bairro Casas Populares II

 

14/05 – Quinta-feira

18h às 20h – Sessão interativa de filmes

Filme: Confiar

Local: Praça do Guanabara, Bairro Guanabara

 

16h às 17h30 – Ação de pedágio

Local: Semáforo da Rua E, com Rua 10, Bairro Cidade Nova

 

15/05 – Sexta-feira

16h às 17h30 – Ação de pedágio

Local: Semáforo da PA 275, esquina com Posto Ipiranga, Bairro Beira Rio, sentido ao supermercado Hiper Sena.

 

18h às 20h – Sessão interativa de filmes nos bairros

Filme: Confiar

Local: Antiga Câmara Municipal, Bairro Cidade Nova

 

16/05 – Sábado

9h às 10h30 – Ação de pedágio

Local: Semáforo da Av. Liberdade, esquina com Rua do Comércio, Bairro Rio Verde.

 

18/05 – Segunda-feira 

Cerimônia de encerramento

 

Local: Centro de Desenvolvimento Cultural (CDC)

14h- Abertura oficial

14h15- Apresentação da campanha com a coordenadora da Proteção Social Especial de Alta e Média Complexidade (PSE), Eleonora Ferreira da Silva;

14h35 – Apresentação de música e violão pelos usuários do Centro de Referência da Assistência Social do Bairro da Paz;

15h – Apresentação de dança e capoeira pelos usuários do Cras do Bairro Rio Verde;

15h25 – Bate papo com o Conselho Tutelar;

15h45 – Apresentação de hip hop pelos alunos do Centro de Referência da Criança e do Adolescente (Criar);

16h10 – Jogo de perguntas e respostas pelos usuários do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas);

16h40 – Apresentação de dança pelos usuários do Cras do Bairro Altamira;

17h05 – Bate papo com o promotor Dr. Eduardo Falesi;

17h30­­­- Apresentação do 1º lugar do Concurso de paródia;

17h55—Encerramento.

 

Fonte: Núcleo de Imprensa - Prefeitura de Parauapebas

Foi realizada nesta quinta-feira (7), em Governador Valadares(MG), a troca de comando da Oitava Região da Polícia Militar. O novo comandante será responsável por 57 municípios. A cerimônia foi realizada no auditório da Região Integrada de Segurança Pública (RISP).

Autoridades políticas e militares estiveram presentes. O tenente coronel Ducler Costa Júnior, que esteve no cargo por quatro meses, agora será o assessor do novo comandante. Quem assume o comando da Oitava Região é o coronel Wesley Barbosa. Bacharel em direito, tem 28 anos de corporação e foi comandante do 52º Batalhão da Polícia Militar em Ouro Preto, até ser transferido para Governador Valadares.

O novo comandante da 8ª RPM destacou os desafios que o esperam, mas ressaltou que diante de uma legislação frágil, que acarreta uma sensação de insegurança, é importante a união e parceria permanente das forças policiais.

"Polícia Civil, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Corpo de Bombeiros e Exército Brasileiro, juntamente com os demais órgãos que compõem a Defesa Social, devemos estar juntos, para que possamos combater a criminalidade buscando dessa forma um ambiente mais seguro e tranquilo", disse o coronel.

Fonte: G1 

Quando o corpo pede socorro é hora de parar e buscar atividades que contribuam para a eliminação dos sintomas físicos e psicológicos provocados pelas situações estressantes da rotina. Dormir corretamente, cuidar da saúde, alimentar-se de forma saudável, praticar atividades físicas, buscar momentos de prazer, refletir sobre a maneira de lidar com as situações e buscar mudanças são pequenas atitudes que, se tomadas no momento certo, ajudam a diminuir o risco de crises de estresse.

A psicóloga Vivian Stipp, colaboradora do Hospital das Clínicas da FMUSP, afirma que em alguns casos há necessidade de uso de medicamentos, mas é preciso entender a causa do estresse antes de tratar os sintomas. “Nosso corpo cobra atitudes físicas e emocionais, então o medicamento pode tratar os sintomas, mas é preciso entender primeiro a causa do estresse”, afirma.

O problema é que além das situações adversas e estressantes do cotidiano, homens e mulheres tiveram que aprender a lidar com uma rotina cada vez mais frequente nas cidades: a violência.

Presenciar assaltos, sequestros e agressões para alguns são momentos superáveis, mas, para outros, pode representar uma situação de estresse intensa e desencadear traumas, além de transtornos como crises de ansiedade e pânico. É como se a pessoa vivesse uma intensa reação de estresse na situação, que não se desfaz e impede o retorno ao seu estado psicológico habitual.

Foi o que aconteceu com a publicitária Kenia Almeida, que desenvolveu o estresse pós-traumático há dois anos, após ser vítima de um assalto que provocou mudanças irreversíveis em sua vida. Ela conta que o estresse traumático do momento do assalto aliado ao reconhecimento do agressor na delegacia desencadeou crises de pânico e ansiedade. “Reconhecê-lo na delegacia foi pior do que o assalto em si. Como ele não ficou preso, porque era menor de idade, ele ria da situação e isso me deixou em pânico, já que ele tinha todas as minhas chaves e documentos”, relata a publicitária.

Kenia faz parte da parcela de 15% a 20% das pessoas que, de alguma forma, estiveram envolvidas em casos de violência urbana e desenvolveram transtornos após uma situação de estresse pós-traumático. “Comecei a reviver e recordar a cena da delegacia toda hora. Achava que ele se vingaria de mim, da minha família. Vendi minha casa, mudei para um condomínio fechado e não saio sozinha. Vivia estressada, como se o assalto estivesse ocorrendo naquele momento e, a partir daí, desenvolvi crises de ansiedade e pânico”, completa.

Para muitas pessoas como  Kenia, o trauma pode ser tão profundo que só adotar atitudes simples e saudáveis não aliviarão o estresse. “Por um ano tive que tomar anti-depressivos diariamente, porque chegava a ter de 3 a 4 crises por semana. Hoje estou melhor, só tomo remédios em caso de emergência e faço terapia semanalmente”, finaliza a publicitária.

 Fonte: coração & Vida 

A 16° edição do Dragão Fashion Brasil, maior semana de modaautoral do País, reúne 32 desfiles no Terminal Marítimo do Porto de Fortaleza, no Ceará, até o próximo domingo (10). Aberto ao público e com vista para o mar, o evento tem como tema "mãos à obra, mãos à moda" e propôs aos participantes trazerem ainda mais artesanato e tendências regionais para a passarela.

 Fonte: Terra

A Presidente Dilma Rousseff elogiou a atitude da deputada Jandira Feghali (PCdoB-RJ), que foi ameaçada e disse ter sido vítima de violência durante votação no plenário da Câmara nessa quarta-feira (6). Por meio do Twitter, a presidente prestou solidariedade à deputada e disse que, ao expor suas ideias na noite de ontem, Jandira foi ameaçada.

No momento em que os parlamentares pediam intervenções para que discutissem a Medida Provisória 665, que aumenta o rigor para a concessão de benefícios como o seguro-desemprego, a deputada disse ter sido agredida fisicamente pelo deputado Roberto Freire (PPS-SP). Logo depois, o deputado Alberto Fraga (DEM-DF) disse, em referência a Jandira: “Quem bate como homem deve apanhar como homem”.

“A política fica menor – com p minúsculo – quando é praticada com base no sexismo e no machismo”, opinou Dilma. Mencionando o perfil da deputada no Twitter, ela disse: “você só engrandece a luta das mulheres na política brasileira. Avante, com força e fé”. E utilizou uma hashtag, sinal utilizado para classificar expressões na rede social, para dizer: “#JandiraMeRepresenta”.

Após o ocorrido, a deputada se manifestou, pelo Facebook, dizendo que irá acionar judicialmente Alberto Fraga pela “apologia inaceitável” à violência. “Esta medida já está sendo encaminhada. Minha trajetória é reta, ética e coerente dentro da política desde quando me tornei uma pessoa pública, na década de 80. Não baixarei a cabeça para nenhum machista violento que acha correto destilar seu ódio. A Justiça cuidará disto. E ela, sim, pesará sua mão”, escreveu a deputada.

Também posteriormente às discussões, Alberto Fraga disse que utilizou a expressão “apanhar no sentido político, no debate das ideias”. “Reafirmo uma postura que tem permeado minha vida pública e privada: não defendo e jamais defendi a violência contra a mulher ou contra qualquer pessoa”, explicou.

Roberto Freire, igualmente por meio do Facebook, disse que o contato físico ocorreu durante “ríspido embate verbal” e em meio ao seu pronunciamento. “A deputada Jandira Feghali tentou me impedir de continuar falando, colocando sua mão à frente do meu rosto. Segurei seu braço, para que meu direito de me expressar não fosse cerceado. Se o fiz com força acima do aceitável, pedi de imediato desculpas a ela, inclusive da Tribuna da Câmara”, disse.

 

Fonte: Terra 

Rio - O custo mensal do trabalhador doméstico no Rio vai passar a ser de R$ 1.144,17, com a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que regulamenta os direitos da categoria. O valor leva em consideração o piso regional do estado de R$953,47, mais a nova alíquota reduzida de 8% do INSS para o empregador e os 8% do FGTS, além da antecipação da multa por demissão sem justa causa (3,2%), e reserva de 0,8% para o seguro de acidente de trabalho. No total, os adicionais somam R$190,70 por mês. O aumento no custo para o patrão será compensado por algumas vantagens. Com a regulamentação, foi mantido, por exemplo, o ressarcimento do INSS pago para quem usa o modelo completo na declaração de Imposto de Renda. Segundo Mário Avelino, presidente do Instituto Doméstica Legal, a restituição chega a R$840,32 para o patrão que contratou um trabalhador durante um ano e recolheu o INSS sobre o salário, décimo terceiro e abono de férias. Mas vale lembrar que o valor usado para declarar é o do salário mínimo nacional (R$788), mesmo que a remuneração paga ao empregado seja maior.

Outra vantagem é a forma de acumular recursos para pagar a multa de 40% do FGTS, em caso de demissão sem justa causa. “Essa era uma questão que assustava os empregadores, que tinham que pagar todo o valor de uma só vez. Com a PEC, eles pagam 3,2% do salário ao mês e se o empregado for demitido já tem um fundo para usar o dinheiro. Caso a demissão seja por justa causa ou o próprio trabalhador peça para sair, esse valor retorna para o patrão”, explica Marcos Machuca co-fundador da Lalabee, plataforma digital de gestão de funcionários domésticos. 

Além disso, foi aprovada a redução de 12% para 8% da contribuição previdenciária mensal referente à parte do empregador que assina a carteira de trabalho. Avelino lembra ainda que os recolhimentos serão feitos em uma única guia, o chamado Simples Doméstico —, que começará a vigorar 120 dias após a sanção da lei pela presidenta Dilma Rousseff.

Para Carli Maria dos Santos, presidenta do Sindicato das Domésticas do Município do Rio, as medidas ajudam a valorizar a categoria. 

“Uma diarista hoje cobra em média R$ 120 por dia. Fazendo as contas, sai mais barato contratar uma doméstica, ainda mais agora com a redução da alíquota do INSS para o patrão. Com os novos direitos, muitos trabalhadores vão querer trabalhar como domésticos e isso vai melhorar o nível dos funcionários”, afirma.

A doméstica Heloisa Valverde, 52 anos, concorda. “A gente não pode ficar à margem da sociedade. Este é um segmento que está crescendo, nós somos necessários na vida das pessoas e devemos ser valorizados. Procuro sempre me aperfeiçoar, pois acho que agrego valor ao meu trabalho e assim ganho mais”, avalia.

‘Parcelamento’ da multa do fundo rende polêmica 

O recolhimento de 3,2% adicionais sobre o salário do trabalhador em um fundo a ser usado para o pagamento da multa dos 40%, em caso de demissão sem justa causa, foi centro de polêmica no Senado, durante votação da regulamentação da PEC das Domésticas. Lindbergh Farias (PT-RJ), Randolfe Rodrigues (Psol-AP), Telmário Mota (PDT-RR), Ataídes Oliveira (PSDB – TO) e Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) se manifestaram contra, argumentando que a cobrança parcelada pode aumentar o número de demissões por justa causa.

Já Ana Amélia (PP-RS) e Romero Jucá (PMDB-RR) defenderam a medida, sob alegação de que a antecipação funciona como uma poupança para que o empregador possa arcar com a multa, já que as famílias não têm a mesma estrutura e recursos de empresas. 

Para a advogada trabalhista Ana Cristina Campelo de Lemos Santos, existe a possibilidade de os patrões demitirem os empregados por justa causa para receber o valor. “Os critérios da justa causa são muito subjetivos. O empregado pode até recorrer na Justiça, mas é difícil provar que não fez o que o patrão disse que fez”, avalia.

Professora de Direito do Trabalho da UFMG, Daniela Muradas concorda: “Vai haver uma explosão de ações e demandas trabalhistas”.

Fonte: IG 

 

Rio - O cargueiro espacial russo Progress M-27M, que saiu de órbita após ser lançado há uma semana com destino à Estação Espacial Internacional, cairá sobre a Terra nesta sexta-feira, segundo anunciou a agência russa Roscosmos. A possibilidade dos destroços da nave caírem sobre o Brasil existe já que qualquer região da Terra localizada entre as latitudes 51.6 graus ao norte ou ao sul equador pode ser atingida, mas especialistas não sabem a localização ao certo. 

Fragmentos da Progress podem atingir a parte mais populosa do planeta, devido à inclinação da órbita. Além do Brasil,  territórios do Leste dos Estados Unidos, Colômbia e Indonésia, podem ser atingidos, segundo estimativas.

Regiões acima do extremo norte da Europa e Canadá, Alasca, Groenlândia, extremo sul da América do Sul e Antártica não podem ser atingidas. 

De acordo com os especialistas da Roscosmos, a nave "se desintegrará" no dia 8 de maio, entre 0h45 e 6h36 horas de Moscou (entre 18h45 desta quinta-feira e 0h36 em Brasília), indica o comunicado oficial.

"A nave queimará completamente nas camadas densas da atmosfera da Terra e só alguns fragmentos pequenos poderão alcançar a superfície do nosso planeta", acrescentou.

Desta forma, a agência espacial russa encerrou as especulações de que poderiam cair de 700 quilos a três toneladas de fragmentos no planeta. A Roscosmos afirma que o local da queda será especificado nas próximas horas, mas especialistas acreditam que o Oceano Pacífico seja o local mais provável e que a nave cairá por volta das 10h30 (horário de Brasília) na sexta-feira..

As indústria aeroespacial recomendou não espalhar o pânico entre a população sobre os riscos do cargueiro de fabricação russa, que sofreu a primeira falha em quase 40 anos.

As Progress, que são utilizadas há 35 anos, são grandes orgulhos da indústria aeroespacial russa, com um histórico praticamente impecável. Até agora, só havia acontecido um acidente, em agosto de 2011, provocado por uma falha do foguete portador.

O Centro de Controle de Voos Espaciais da Rússia perdeu o controle do cargueiro, lançado da base de Baikonur (Cazaquistão), depois que a nave saiu da órbita planejada e parou de enviar dados à Terra por não ter ativado todas as antenas.

Todas as tentativas para retomar o controle da nave, que deveria levar cerca de 2,5 toneladas de suprimentos à Estação Espacial, falharam.

 Fonte: Mundo E Ciência  

O técnico da seleção brasileira feminina de vôlei, José Roberto Guimarães, anunciou a lista dos jogadores que disputarão o Jogos Pan-Americanos de Toronto, no Canadá, e das Olimpíadas no Rio de Janeiro, em 2016.

Algumas delas serão novidades entre as consagradas atletas da modalidade. De acordo com o treinador, a medida será para a formação de atletas com mentalidade de campeãs.

A lista envolve 33 jogadoras, que o treinador vai contar para o ano de 2015. Para o Pan, que será disputado em julho, apenas 12 atletas integrarão a delegação brasileira.

 Fonte: R7 

Parauapebas irá receber mais um grande presente na semana de seu aniversário. Desta vez, será a inauguração da Escola Municipal de Educação Infantil Leide Maria Torres, localizada na Rua 78, Quadra Especial, bairro Jardim Canadá. A entrega da unidade de ensino será realizada neste domingo (10), às 15h.

Como marca do governo Valmir Mariano, que prima por qualidade e modernidade, a  Leide Maria será uma unidade de educação infantil com pré-escola, que atenderá alunos de 4 e 5 anos, e também será a primeira creche que atenderá crianças de 9 meses a 3 anos de idade inaugurada nessa gestão.

 

Mais de 200 alunos serão beneficiados com a nova unidade de ensino. Serão atendidos 90 alunos na creche e 150 alunos na pré-escola. A Escola Leide Maria, contará com salas de direção, coordenação, recepção, secretaria, almoxarifado, banheiros acessíveis masculino e feminino, sala dos professores, sala multiuso, lactário, fraldário, parquinho, brinquedoteca, sala de alimentação, cozinha industrial, despensa, lavanderia, rouparia, copa e oito salas de aulas, sendo duas para pré-escola, duas para creche I (que atenderá alunos de 9 meses a 1 ano), duas para creche II (que atenderá alunos de dois anos), e duas para creche III (que atenderá alunos de 3 anos).  A creche ainda contará com banheiros dentro das salas de aula e a sala de repouso.

 

Serão atendidas 16 turmas em dois turnos, em horários parciais. Pela manhã, o atendimento será de 8h às 12h e, à tarde, das 14h às 18h. Parauapebas tem muitos motivos para comemorar, pois a cada dia a Prefeitura trabalha para você ser mais feliz.

Por : Luzandra Vilhena – Ascom/Semed

 

Sul e Sudeste do Pará

Loading
https://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink
https://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.galpogk-is-100.jpglink

Vídeos

FAMAP, a escolha inteligente
08 Julho 2019
Em parauaebas, aluno chamou a atenção dos vereadores, no momento em que fazia uso da tribuna. de Carajás O Jornal
18 Abril 2017
Alunos da Rede Estadual de Ensino, assistem aula no meio da rua em Parauapebas
13 Abril 2017
Novo Ministro do STF3
11 Fevereiro 2017
Tiroteio em Redenção deixa população assustada
01 Dezembro 2016
Nesse domingo os paraenses vivenciam o #CIRIO2016, a maior festividade Religiosa do Brasil
09 Outubro 2016
Dr. Hélio Rubens fala sobre o caso de corrupção na Câmara Municipal de Parauapebas
08 Outubro 2016
MARCHA PARA JESUS: Milhares de jovens nas ruas de Parauapebas
08 Outubro 2016
Corrupção é um problema de todos, você também pode combater!
06 Outubro 2016
Joelma agradece pela presença e participação em seu show na FAP 2016
12 Setembro 2016
Jake Trevisan agradecendo toda população de Parauapebas no Carajás O Jornal
06 Setembro 2016
Cantor Açaí no evento da Imprensa na FAP a pedido de Marola Show, canta para a Rainha, primeira e segunda princesa da FAP 2016.
01 Setembro 2016