A União Municipal dos Estudantes de Parauapebas - Umespa deu início na última segunda-feira, 04, a mais um grande projeto que irá beneficiar alunos da rede pública de ensino. O “Grêmio é a Força do Estudante” está ofertando sete cursos profissionalizantes, que irá beneficiar mais de 300 estudantes.

A mesa professor Roran Reis, representante do gabinete do prefeito Alessandro Lima, coordenadora pedagógica da Umespa Nice Pires, coordenadora do Ceup Tânia Bruneli e professor José Domingos 

Os cursos de Mecânica Industrial, Eletricista Predial, Auxiliar Administrativo, Operador de Caixa, Auxiliar Contábil, Auxiliar de Almoxarifado e Atendente de Farmácia, serão ministrados no Centro Universitário de Parauapebas – CEUP, se estendendo ainda aos alunos de Palmares Sul e Cedere.

A aula inaugural para os alunos da cidade ocorreu no auditório do Ceup, que também cedeu duas salas de aula para serem utilizadas nesse período, o mesmo foi feito na Palmares Sul e Cedere, para apresentar o projeto aos alunos onde eles puderam conhecer um pouco mais sobre cada curso.  Os cursos têm duração de 60hs.

Para que o projeto se tornasse realidade, a UMESPA contou com o apoio do ex-vereador Rafael Ribeiro, quando ainda ocupara uma cadeira no legislativo.

Para Audenilza Pereira da Silva, que acompanhou a filha, Graziela da Silva Alves, na aula inaugural, a UMESPA está proporcionando uma grande oportunidade. “Foram até a escola e minha filha fez a inscrição para o curso de Atendente de Farmácia. Toda mãe só quer o melhor para os seus filhos, e aqui eu vi uma oportunidade da minha filha crescer. O sonho dela é trabalhar com medicina, esse curso vai abrir portas para muitas oportunidades”, disse.

A expectativa é que todas as vagas sejam preenchidas!

Com a presença do prefeito Darci Lermen, secretários municipais, vereadores, empresários, lideranças políticas e mais de 1500 pessoas no auditório, a convenção do Partido Republicano da Ordem Social – PROS, foi realizada na noite de sexta-feira, 1°, na Câmara Municipal de Parauapebas.

Segundo o vereador Luiz Castilho, atual presidente da Câmara Municipal, e pretenso candidato a vereador nas próximas eleições, o PROS chegou a Parauapebas em 2015, e já em 2016 fez a diferença. Um diretório foi criado na cidade, tendo como presidente João Vicente Ferreira Vale, o Branco. A expectativa do partido é em 2020 é eleger até 4 vereadores em Parauapebas, e trabalhar para tornar a cidade ainda melhor.

Vereador Luiz Castilho, presidente da Câmara Municipal de Parauapebas e pretenso candidato às eleições 2020

O presidente da câmara ainda agradeceu o apoio do partido e a presença de todos na convenção e disse que o partido vai trabalhar para tornar Parauapebas ainda melhor. “Esse dia foi um marco político em nosso município. Jamais aconteceu uma convenção para eleição da executiva de um partido do tamanho da nossa. Só terá uma outra quando houver a renovação da nossa. Só foi deste tamanho pela participação de todos vocês. Só tenho a agradecer pelo envolvimento de todos. Tenham certeza que seremos o maior grupo nas eleições do ano que vem. Vamos em frente. Juntos ainda faremos muito pelo município de Parauapebas. Valeu moçada”, declarou.

Para Poder Executivo, o partido continuará apostando no atual prefeito Darci Lermen, e agora pretenso candidato a continuar na cadeira mais importante da cidade.  “Darci, você não precisa realizar convenção para discutir a posição do nosso partido. O PROS apoia sua pré-candidatura para a conquista de um novo mandato, para desenvolver ainda mais a nossa cidade e concluir estas importantes obras que você vem realizando em todo o município”,  afirmou o presidente eleito do Diretório Municipal do PROS em Parauapebas, João Vicente Ferreira do Vale, o “Branco”, que continua à frente do diretório do partido em Parauapebas.

Prefeito Darci Lermen tem o apoio do partido nas próximas eleições 

 Em sua fala o prefeito Darci Lermen enfatizou as conquistas do município neste ano de 2019. “Parauapebas voltou a ser aquela cidade que ferve, onde as pessoas dizem e batem no peito que têm orgulho de ser de Parauapebas.  É por isso que Parauapebas hoje está neste ponto, de ser a primeira em geração de emprego e por ser a segunda do Estado em investimentos feitos neste ano, isso é o que muito me alegra e me deixa feliz”, finalizou o prefeito.

 (Texto: Samara Guimarães)

 

 

 

Em sua 15ª edição, o Círio de Nossa Senhora de Nazaré reuniu milhares de fiéis no início da noite do último sábado, 26, em Parauapebas, para mais uma manifestação de fé e gratidão pela mãe de Jesus Cristo.

Padre Hudson Fernandes, Diretor do Círio de Nazaré em Parauapebas

“Este é um momento muito especial, nosso coração realmente bate mais forte por estarmos realizando essa grande manifestação de carinho, fé e amor a Nossa Senhora de Nazaré”, define Padre Hudson Fernandes, Diretor do Círio de Nazaré em Parauapebas.

Após a romaria pela cidade, a Santa Missa foi realizada na Igreja  de Nossa Senhora de Nazaré, no bairro Parque das Nações 

A procissão, de acordo com Padre Hudson, a cada ano cresce e leva mais e mais pessoas às ruas do município. A grande manifestação católica teve início às 18h com o santo terço, na comunidade São Francisco, no bairro Rio Verde, seguindo em procissão até a comunidade de Nossa Senhora De Nazaré, no Parque dos Carajás, finalizando com a Santa Missa.

Fiéis seguiram em procissão pelas ruas da cidade segurando na corda do Círio

O trajeto do grande Círio seguiu pelas ruas JK em frente a Igreja São Francisco, Sol Poente, Santa Maria, Perimetral Sul, Rio Grande, AV. F, Rua Yecuana até a igreja Nossa Senhora de Nazaré no Parque dos Carajás I.

“Fazemos isso com muito amor e dedicação, todo o nosso esforço é para isso, vivenciar esse momento de fé e emoção”, declara Padre Hudson à nossa equipe de reportagem.

O fiel, Alex Gaspar Carvalho da Costa, 52 anos de idade, produtor rural, participa todos os anos do Círio, sempre empurrando a sua motocicleta como forma de agradecimento à Nossa Senhora por possibilitar realizar o seu trabalho todos os dias. “Faço isso pela fé, como sou produtor rural e dependo muito da minha moto para deslocamento, sempre sou amparado por Nossa Senhora, e sempre participo do Círio empurrando a minha moto como forma de agradecimento”, disse o fiel.

Fogos de artifício foram lançados em homenagem à Nossa Senhora de Nazaré 

 (Reportagem Fernando Bonfim/ Texto:  Ingrid Cardoso) 

Durante uma coletiva de imprensa realizada na tarde de quinta-feira, 24, a Vale anunciou que iniciará em novembro a fase de testes para a implantação de dois caminhões fora de estrada autônomos na mina de Carajás. A inovação vem aliada à ações de desenvolvimento e capacitação dos profissionais da mina para acompanhar a tendência mundial da Quarta Revolução Industrial, também chamada de indústria 4.0.

Primeiro Caminhão Autônomo

Até 2023 a Vale espera operar com 40% da sua frota com caminhões autônomos  

Na operação autônoma, os caminhões são controlados por sistemas de computador, GPS, radares e inteligência artificial e monitorados por operadores em salas de comando a quilômetros de distância das operações, o que traz ainda mais segurança para a atividade.

Funcionário Vale operando uma Perfuratriz autônoma

Centro de treinamento da Komatsu

Ao detectar riscos, os equipamentos paralisam suas operações até que o caminho seja liberado. Os sensores do sistema de segurança são capazes de detectar tanto objetos de maior porte, como grandes rochas e outros caminhões, bem como seres humanos que estejam nas imediações da via.

Luciano Cajado Gerente de Transformação Digital

Guilherme Santos Diretor Executivo Komatsu

Para capacitar os funcionários que já trabalham operando o caminhão de forma tripulada, foi implantado um Centro de Treinamento, sendo o primeiro que a Komatsu abre no mundo dedicado a tecnologia autônoma. Guilherme Santos, Diretor Executivo da Komatsu, em entrevista, falou sobre a importância da implantação do Centro de Treinamento e da formação desses profissionais que já operam as máquinas. “Para que a tecnologia autônoma funcione de forma segura e atinja as metas de performance e produção, é muito importante que exista o equilíbro, entre a tecnologia e pessoas e o equilíbrio entre tecnologia e conhecimento. Considerando a nossa experiência em implementar o caminhão autônomo em vários países, há vários anos, nós tomamos conhecimento que o mais importante é começar pelo treinamento consistente e focado para que as pessoas tenham uma familiarização muito rápida com o caminhão autônomo. Nós tomamos a decisão de, antes mesmos de começar a implementar os testes aqui em carajás, implementar o Centro de Treinamento aqui em Parauapebas que já está operativo. São mais de 200 profissionais a serem treinados, temos capacidade de treinar 10 pessoas simultaneamente, utilizando simuladores”, disse.
A nova tecnologia, além de inovação e contribuição com o meio ambiente, também traz inclusão, pessoas com deficiência e mulheres grávidas poderão operar o caminhão de uma sala climatizada. “Essa tecnologia já está disponível no mercado há 10 anos, e agora vimos a importância de adotar aqui nas nossas operações para garantir ainda mais a nossa competitividade, além de trazer mais inclusão, pessoas cadeirantes e mulheres grávidas podem operar essa máquina de uma sala climatizada. A pesquisa em torno dessa tecnologia aqui na Vale já existe há seis anos. Foram investidos 68 milhões de reais em tecnologia, estamos iniciando o teste com duas máquinas até junho de 2020 e até o final de 2020 estará operando com 8 máquinas, nosso plano é que até 2023 estejam operando 37 máquinas que corresponde a 40% da nossa frota”, explicou Luciano Cajado, Gerente de Transformação Digital.

Os treinamentos, de início, serão para funcionários Vale e Komatsu, numa segunda etapa será feito alianças com entidades de ensino para que estudantes sejam capacitados para operar a tecnologia autônoma.

De acordo com o Diretor o Corredor Norte da Vale, Antônio Padovezi, além do fator segurança, o uso de equipamentos autônomos em Carajás, maior mina de minério de ferro a céu aberto do mundo, garantirá maior sustentabilidade para a mineração brasileira. "É mais um avanço que traz ganhos sociais, ambientais e econômicos, reduz a exposição dos empregados a riscos, aumenta a competitividade, reduz a emissão de gases poluentes e ainda impulsiona uma capacitação e evolução das competências profissionais, acompanhando uma tendência natural, vivenciada hoje no mercado em todo o mundo", diz Padovezi.

Um outro projeto que já está em funcionamento é o de operação autônoma das perfuratrizes, que teve início em julho de 2018, hoje das 11 perfuratrizes em operação na mina de Carajás, 3 funcionam de forma autônoma. Parte da equipe foi realocada para a gestão e controle dos equipamentos autônomos e outra parte assumiu novas ocupações oriundas da tecnologia ou foram realocados para outras áreas.

Carlos Refribom, Editor Responsável pelo Portal Carajás o Jornal, pôde ver de perto como funciona o simulador 

A Vale espera conseguir aumento da vida útil de equipamentos da ordem de 15%. Estima-se ainda que o consumo de combustível e os custos de manutenção sejam reduzidos em 10% e que haja um aumento da velocidade média dos caminhões. A operação autônoma também traz relevantes benefícios ambientais. A economia de combustível usado nas máquinas resulta em volume mais baixo de emissões de CO2 e particulados e ainda reduz a geração de resíduos como peças, pneus e lubrificantes.

 

O Coordenador Municipal de Juventude, Rafael Ribeiro, esteve reunido com a Presidente do Conselho Municipal de Juventude (COMJUP), Tamanda Alves, para dialogarem a respeito da implantação do tão sonhado Centro de Referência da Juventude.
O Centro de Referência da Juventude será instalado na Praça da Juventude, um amplo complexo construído no bairro Casas Populares II e que conta com acomodações suficientes para atender à demanda pelos serviços que o Centro prestará.
Na última quinta-feira (10), Rafael Ribeiro esteve no local, acompanhando por servidores da CMJ e da presidente do COMJUP, Tamanda Alves, onde falou sobre a iniciativa.
“Faz parte do programa de governo do prefeito Darci a instalação deste Centro de Referência da Juventude, e todo governo está trabalhando incansavelmente para oferecer novos horizontes e perspectivas para nossos jovens”, disse Rafael.
O coordenador de Juventude disse que a ideia é oferecer um conjunto de atividades e serviços que apoiem a socialização, educação e formação profissional dos jovens que serão atendidos pelo Centro.
“Vamos oferecer uma série de oficinas focadas na arte e na cultura, além de apoio educacional, prática desportiva e cursos de capacitação em áreas como formação profissional e informática, por exemplo”, contou Rafael Ribeiro.
A escolha do local para a instalação do Centro de Referência da Juventude também foi explicada por Rafael.
“Casas Populares II é um bairro com grandes carências, cercado por outros que também precisam de atenção especial, como Complexo Altamira, Jardim Tropical, Alto Bonito e outros. Um Centro como esse que vamos instalar é um agregador social, vai permitir o contato da juventude desses bairros com práticas e aprendizados saudáveis, acompanhamento psicossocial e acolhimento, servindo também como uma forma de blindar esses jovens contra a criminalidade e as drogas. Por isso escolhemos este local.”, afirmou Rafael Ribeiro.
Para a instalação do Centro de Referência da Juventude, a Prefeitura por meio da CMJ vem mantendo contato com diversos órgãos que possam ser parceiros da iniciativa, ao mesmo tempo a equipe multidisciplinar está sendo formada com a participação de psicólogo, pedagogo, professores e assistente social . Tudo está sendo feito para que até dezembro o Centro esteja em condições de abrir suas portas para a comunidade.

Cerca de 300 índios Xikrins  se reuniram em frente ao Fórum de Parauapebas na manhã desta quarta-feira, 15, para reivindicar a ampliação da Casa de Apoio ao indígena, em Carajás. A casa, que  existe há mais de 30 anos, faz parte de um convênio mantido pela mineradora Vale, desde 1986, com a implantação do projeto Carajás, onde é realizado todo o acompanhamento de saúde dos índios. 

Dr. Diogo Lima, advogado representante dos indígenas 

Em entrevista, o advogado, Dr. Diogo Lima, representante dos indígenas, disse haver um impasse entre a Vale S.A e as quatro tribos que fazem uso da casa de apoio, uma vez que, a mineradora se comprometeu apenas em reformar a Casa de Saúde, porém a decisão está em desacordo com a necessidade dos índios, que reivindicam também  a ampliação do espaço, pois, segundo eles, somente a reforma não atenderá às necessidades básicas de saúde dos índios. “A Vale entrou com uma ação na Justiça Comum pedindo a reintegração da Chácara onde funciona a Casa de Apoio, para reformar o espaço, porém os índios não querem desocupar o espaço por não concordar apenas com a reforma, reivindicando também a ampliação”, explicou, 

O advogado explicou ainda que os índios vêm buscando um diálogo entre a mineradora Vale, responsável pela construção e reforma da unidade de apoio à saúde indígena e prefeitura, para que a casa de saúde seja reformada e ampliada. Segundo eles a Mineradora se negou a realizar a ampliação do espaço, concordando apenas em reformá-la.“A Vale nunca quis a  ampliação, o que ela se propôs a fazer foi apenas a reforma. Os índios não confiam na empresa, porém com a intermediação do Ministério Público e Justiça, eles vão chegar a um consenso e se tiver que reformar e ampliar pode ser que eles devam sair, não tenho certeza”, explicou o advogado. 

Em consonância com o advogado Diogo Lima, o cacique Bepkrokoti, representante de uma das quatro aldeias Xikrins da região reforçou a inconformidade com a decisão da mineradora Vale.  “Nós queremos que a Vale faça uma construção e não apenas reforme o espaço, pois aumentou o número de índios nas quatro aldeias e a casa de apoio não consegue mais nos atender como antes”, disse o Cacique.

Ainda segundo o advogado nenhuma  decisão foi tomada durante a manifestação, mas em reunião com representantes da prefeitura, Vale, prefeitura e Justiça, uma audiência será realizada na segunda-feira, 21,para tratar sobre a reforma da chácara onde funciona a casa de apoio e para isso a Vale pede a reintegração de posse, porém os índios não querem desocupar. 

Prefeito Darci Lemen frisou, em entrevista coletiva, que as partes envolvidas devem entrar em consenso atender as necessidades dos índios

O prefeito Darci Lermen também esteve mediando a reunião,de acordo com ele, o momento é de negociação e entendimento, porém o que for decidido, na audiência do dia 21,  deverá atender as necessidades dos indígenas. “Estamos em um momento de negociação para que, no momento em a casa de apoio estiver em construção, eles possam vir para uma unidade de  Parauapebas. Há um princípio de resistência para não descerem, porém como se trata de saúde é provável que eles concordem. Estamos tendo uma conversa muito boa com eles com relação a isso”, disse o prefeito reforçando o compromisso do governo municipal com as tribos Xikrins. “Com os índios nós temos um convênio significativo em dinheiro para poder custear algumas despesas deles, já recuperamos as estradas, estamos recuperamos 14 pontes, além de assistência social, como saúde e educação”, disse. 

“Esta é uma discussão boa, pois também deve aproximar ICMBio, Prefeitura e Vale.  Isso que estamos construindo aqui, e nós enquanto prefeitura e Vale, é para definir o que é melhor para os índios, pois todos nós queremos o bem deles”, finalizou.

Xikrins dançavam em frente ao Fórum, enquanto seus representantes, juntamente com representantes da Vale e prefeitura reuniam com juiz

 

 

 

(Ingrid Cardoso)

 

Partido Progressista realizará convenção no sábado, 26. Filiados à legenda partidária se preparam para um momento muito importante na corrida para as eleições de 2020, a escolha das chapas que concorrerão a nova presidência que comandará o partido, no município. 

 A convenção iniciará às 09 horas e seguirá até as 14 horas, no plenário principal da Câmara Municipal de Parauapebas. Atualmente a legenda tem como presidente, Andreia Lima, que vem articulando e buscando forças ao PP, em Parauapebas. 

Espera-se pelo menos duas chapas, uma encabeçada pelo ex-vereador Adelson Fernandes e outra pela atual presidente, Andreia Lima.

Confira documento oficial na íntegra: 

 

 

Duranta esta tarde de quarta-feira, 16,  Andreia Lima esteve em reunião com Dr. Cembranel, jurídico da direção nacional do partido, na sede do Diretório Nacional. Durante a reunião, a presidente recebeu todas as orientações jurídicas para a realização da convenção dos progressistas em Parauapebas. 

Na foto, Dr. Cembranel e presidente do Partido Progressista Andreia Lima

Foi inaugurada em Parauapebas a loja de número 153 e a quarta do estado, do Assaí Atacadista. O vento aconteceu manhã dessa sexta-feira, 27, e munícipes fizeram fila para comprar no mais novo atacadista da cidade.

A inauguração do empreendimento gerou cerca de 500 empregos diretos e indiretos, com contratados de Parauapebas, com exceção apenas do gerente e subgerente. A nova loja conta com mais de 5 mil metros de Salão de vendas, 395 vagas de estacionamento e 28 checkouts, incluindo caixas exclusivos para empresas, clientes e preferenciais, oferecendo uma variedade de mais de 7 mil produtos.

Um grande diferencial do Assaí atacadista é a política de dois preços, que atende as necessidades dos diferentes perfis de clientes que frequentam as lojas da rede, um cliente pode adquirir uma caixa fechada de produtos ou uma única unidade, sem deixar de aproveitar os preços competitivos que a rede oferece.

“Esse é o nosso grande diferencial, nosso formato aqui no Assaí a média de compra final do cliente fica em torno de 15 a 20% mais barato do que no varejo tradicional, isso é fruto da nossa política de dois preços onde o cliente tem o preço de atacado e o preço de varejo e para ter acesso ao atacado é só comprar 2, 3 ou 5 itens dependendo do produto. Também tem a facilidade de pagamento, aceitamos a maioria dos cartões de crédito e débito, e ainda oferecemos o cartão Passaí, onde o cliente já tem direito ao preço de atacado levando apenas 1 unidade”, disse Luiz Costa Gerente Regional.

Localizada na Rodovia PA-275, próximo ao viaduto da PA-160, o Assaí Atacadista funcionará de segunda-feira a sábado, das 7h às 22h, aos domingos das 07h às 18h, nos feriados das 07h às 15h.

(Samara Guimarães)

Através de denúncia anônima a polícia foi informada sobre as ações criminosas de uma dupla de meliantes que vestiam uniforme de uma empresa. Segundo a denúncia a os dois vinham praticando assaltos no complexo VS10, e na madrugada desta quinta-feira, 26, uma guarnição composta pelo sargento PM Pinto, e soldado PM Suero, realizava patrulhamento na área quando se depararam com a dupla praticando assaltos a funcionários nas paradas de ônibus em uma motocicleta de modelo BIZ.

Os meliantes receberam ordem de parada, mas se negaram e ainda atiraram contra a viatura, dando início a uma perseguição debaixo de balas, que só terminou, quando, no bairro Bom Jesus, a viatura perdeu o controle e foi de encontro a um poste de iluminação pública, a dupla também perdeu o controle da motocicleta.

Segundo informações, após caírem da BIZ, os meliantes levantaram e atiraram contra os policiais que revidaram. Um dos assaltantes foi atingido e veio a óbito ainda no local, o outro conseguiu fugir pela mata empunhando uma arma de fogo.

Segundo informações, a motocicleta que pilotavam era roubada e a vítima, que não quis ser identificada, foi chamada para reconhecer o veículo e os assaltantes. “Foi na segunda-feira, 23, por volta das 21h. BEu estava no bairro Jardim América e me deparei com esses dois elementos armados, que anunciaram o assalto e levaram minha moto, a polícia me avisou e eu vim fazer o reconhecimento”, disse a vítima.

A Polícia ainda não tem a identificação do homem morto, mas pela descrição, segundo os policiais, ele é suspeito de ter participado do assalto aos funcionários da Vale.

 

(Texto Samara Guimarães / Informações Caetano Silva)

Humberto Alves Diniz, de 54 anos, foi preso nesta quinta-feira, 12, após ser flagrado furtando material nos trilhos da Vale, o acusado foi pego pela Guarda Florestal da Prosegur e entregue a Polícia Militar.

Na delegacia, o acusado ainda tentou enganar os investigadores, dizendo que se chamava Francisco, mas não deu muito certo, pois o mesmo já tinha registro no sistema da polícia. Na 20° Seccional Urbana de Polícia de Parauapebas, foi descoberto que Humberto tem um mandado de prisão expedido em 1997, no qual é acusado e homicídio, o crime teria sido cometido na cidade de Catolé do Rocha, estado da Paraíba.

Humberto confessou o crime de furto, mas negou o de homicídio, o advogado Tiago Aguiar afirmou que irá entrar com pedido de habeas corpos. “Foi feito um levantamento minucioso pelo investigador, onde verificou-se que o mesmo possuía um mandado de prisão em aberto pelo crime do qual teve uma denúncia a partir de 1997. A defesa posteriormente irá entrar com uma petição pedindo a sua liberdade e comunicando assim a cidade de Catolé na Paraíba no qual ocorreu o delito”, declarou.  

(Texto Samara Guimarães com informações de Ronaldo Modesto)

Sul e Sudeste do Pará

Loading
https://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink
https://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.galpogk-is-100.jpglink

Vídeos

FAMAP, a escolha inteligente
08 Julho 2019
Em parauaebas, aluno chamou a atenção dos vereadores, no momento em que fazia uso da tribuna. de Carajás O Jornal
18 Abril 2017
Alunos da Rede Estadual de Ensino, assistem aula no meio da rua em Parauapebas
13 Abril 2017
Novo Ministro do STF3
11 Fevereiro 2017
Tiroteio em Redenção deixa população assustada
01 Dezembro 2016
Nesse domingo os paraenses vivenciam o #CIRIO2016, a maior festividade Religiosa do Brasil
09 Outubro 2016
Dr. Hélio Rubens fala sobre o caso de corrupção na Câmara Municipal de Parauapebas
08 Outubro 2016
MARCHA PARA JESUS: Milhares de jovens nas ruas de Parauapebas
08 Outubro 2016
Corrupção é um problema de todos, você também pode combater!
06 Outubro 2016
Joelma agradece pela presença e participação em seu show na FAP 2016
12 Setembro 2016
Jake Trevisan agradecendo toda população de Parauapebas no Carajás O Jornal
06 Setembro 2016
Cantor Açaí no evento da Imprensa na FAP a pedido de Marola Show, canta para a Rainha, primeira e segunda princesa da FAP 2016.
01 Setembro 2016