Carajas o Jornal

Carajas o Jornal

O Corinthians anunciou nesta quarta-feira pela manhã a contratação do centroavante . O contrato terá validade até o fim de 2019. O jogador será apresentado na quinta, após o treino no CT Joaquim Grava. 

– Alegria é enorme. Faltam até palavras para falar desse momento especial. Eu fui criado aqui, dez anos no Corinthians, tive prazer de ganhar títulos. Sei o quanto esse clube é grande. Estou mais maduro. Espero fazer o meu melhor, como sempre me dediquei. Conheço bem a torcida e espero fazer meu máximo, gols, que é a minha função – afirmou Jô, em uma rede social do clube.

O atacante vinha treinando no clube desde a semana passada, mas o acerto ainda não havia sido confirmado pelo clube. Como o prazo para a inscrição de novos jogadores no Campeonato Brasileiro já se encerrou, ele só terá condições de atuar na próxima temporada - O Timão disputará o Torneio da Flórida, em janeiro, nos Estados Unidos. 

 Walter reaparece, e Oswaldo esboça escalação para o Majestoso

Aos 29 anos, o atacante estava no Jiangsu Suning, da China, e não joga desde julho. O atacante vai continuar alternando trabalhos em campo com séries na academia e no laboratório do clube. Com o tempo, a intenção é colocá-lo para treinar ao lado dos colegas. 

10 coisas que você não sabe (ou não se lembra) sobre Jô no Corinthians

Jô é oriundo do terrão, foi o jogador mais jovem a vestir a camisa corintiana em todos os tempos, tendo sua estreia pelo alvinegro no ano de 2003 (com 16 anos, 3 meses e 26 dias), e esteve em campo em 115 jogos, marcando 18 gols.Jô é o segundo reforço confirmado para 2017. O Corinthians também tem acerto com o atacante Luidy, que disputa a Série B pelo CRB. O clube também negocia com o meia Wagner, ex-Cruzeiro e Fluminense.

Veja a ficha técnica do atacante Jô:

Nome: João Alves De Assis Silva
Nascimento: 20.03.1987
Altura: 1,88m
Cidade: São Paulo – SP
Títulos: Campeonato Paulista 2003, Campeonato Brasileiro 2005, Campeonato Russo 2006, Copa da Rússia 2005/06 e 2007/08, FA Cup 2010/11, Recopa Sulamericana 2011 e 2014, Campeonato Gaúcho 2012, Campeonato Mineiro 2013 e 2015, Libertadores da América 2013 e Copa do Brasil 2014 e Copa das Confederações 2013.
Artilharia: Libertadores 2013 (7 gols)
Seleção Brasileira: 20 jogos 5 gols

 

Fonte: globoesporte.globo.com

As eleições municipais na Grande São Paulo revelaram perda de força do Partido dos Trabalhadores (PT) e também decretou o fim do cinturão vermelho. Mas a derrota mais “dolorosa” aconteceu no ABC Paulista, berço do partido e de Luiz Inácio Lula da Silva. Pouco mais de 24 horas após o resultado das urnas, a sensação entre os petistas, principalmente em Santo André e em São Bernardo do Campo, era de “ressaca”.

O PT, que tinha 9 prefeituras dos 39 municípios da região metropolitana, agora tem apenas um prefeito. Além de São Paulo, onde o prefeito Fernando Haddad perdeu as eleições para João Doria (PSDB), o partido perdeu as prefeituras de Santo André, São Bernardo do Campo e Mauá, na região do ABC, além de Guarulhos e Osasco. Já o PSDB, do governador Geraldo Alckmin, conquistou 11 prefeituras. Alckmin tem ainda o apoio de prefeitos eleitos de partidos aliados, como o PSB, PSD, PTN e PV.

Para o ex-metalúrgico Juno Rodrigues Silva, conhecido como Gijo, a derrota nas eleições era até esperada, mas não da forma como foi. “Podia ter sido de outra forma, mas não como foi. Isso vai demorar um mês para absorver. O partido demorou muito para reagir. Agora vai precisar arrumar a casa. Temos dois anos para a próxima eleição, mas precisamos estar prontos em um ano”, disse Gijo.

Amigo do ex-presidente Lula, Gijo tem um restaurante no Bairro Assunção, em São Bernardo do Campo, e é dono da receita de um famoso bife de chuleta, com 850 gramas, que já precisou levar para Brasília no tempo em que Lula governou o país. Apesar de ser amigo de Lula, ele é bastante crítico ao posicionamento dos companheiros de PT.

“Nessas eleições, onde o petista apoiou a derrota foi maior. Aqui em São Bernardo do Campo não houve apoio do PT. Alguns ofereceram apoio, mas eu não confio mais e liderança. Que liderança? Confio no Luiz Marinho, confio do Lula, mas em liderança não dá mais. Que partido é esse que você convida um dirigente, uma liderança para uma reunião e ele não vem? O que acabou conosco foi nós mesmos”, disse Gijo.

Sede do Partido dos Trabalhadores vazio na tarde desta segunda-feira (31), em Santo André (Foto: Glauco Araújo/G1)
Sede do Partido dos Trabalhadores vazia na tarde desta segunda-feira (31), em Santo André (Foto: Glauco Araújo/G1)

Ausência de Lula
Gijo disse que o partido precisa se reformular em âmbito nacional. “Precisamos de deputados e senadores que vistam a camisa do partido. Se a direção do partido, logo que saiu a Lava Jato já deviam estar pensando no assunto. Precisamos de uma direção nova no partido nas próximas eleições internas. O caminhão entrou, arrebentou tudo dentro da casa, agora precisamos arrumar a casa.”

Para ele, a derrota do PT nas urnas revelou também um protesto do eleitorado. E pode vir daí a força que o partido precisa para se reerguer. “ Os votos nulos e brancos são a nossa esperança, nos deixam vivos ainda, nos dão mais resistência, nos mostra o caminho de onde podemos buscar. Esse protesto nas urnas fez a bandeira branca do PT.”

No primeiro turno, Lula chegou a dizer que o "PT iria surpreender", mas não foi o que aconteceu. As investigações da Operação Lava Jato contra integrantes do PT, o impeachment da presidente Dilma Rousseff e a acusações contra Lula afetaram diretamente as campanhas de candidatos do partido. Lula deixou de apoiar publicamente os candidatos e nem foi votar neste segundo turno. “ Petista que é petista não votou com ninguém. Até o Lula, pela primeira vez, não foi votar. Com isso ele deu um tapa na cara de todo mundo, até dos petistas”, disse Gijo.

Quem tinha candidato do PT como adversário procurou reforçar durante a campanha a ligação do rival com os problemas do partido. No debate promovido pelo G1 com os candidatos de Mauá, por exemplo, Átila Jacomussi (PSB), eleito neste domingo, chamou seu adversário de "Donisete Braga do PT".

Estádio 1º de Maio, em São Bernardo do Campo, foi palco da greve de 1979 (Foto: Glauco Araújo/G1)
Estádio 1º de Maio, em São Bernardo do Campo, foi palco da greve de 1979 (Foto: Glauco Araújo/G1)

Volta às origens
Carlos Grana disse que a coisa ficou “meio cinzenta para o nosso lado. O Partido dos Trabalhadores não foi criado apenas para ganhar eleição,  foi criado para ajudar a sociedade brasileira. E a vida são se resume em eleições. Nossa vida é uma luta permanente. Acabamos de perder uma batalha, mas vamos continuar em frente.  A onda que veio não é uma questão local, nosso governo foi aprovado,  nosso governo conseguiu implementar uma série de políticas públicas. Não fomos nós que perdemos.”

O atual prefeito de Santo André  disse que “a população nos colocou na posição de oposição. Nós precisamos reconstruir a nossa relação com a sociedade.  Precisamos recuperar a credibilidade e eu não vejo de outra forma que não veja recuperar os princípios que nortearam  a criação do PT, em 1980, retomarmos a relação com os trabalhadores. Não tem Fora PT aqui não. O PT está firme e vai continuar a luta da militância.”

Em Mauá, Donisete Braga (PT), disse que "o recado das urnas nos deixa uma questão de fazer uma melhor análise para avançar cada vez mais. Há uma tristeza no meu coração e na minha alma porque eu gostaria muito de continuar governando a cidade." 

Mesmo com o resultado negativo nas eleições, o atual prefeito espera que os "310 mil eleitores fiscalizem a gestão de Átila Jacomussi. Vivemos uma democracia plena, onde nós pensamos diferente, mas certamente o povo de Mauá vai convergir para o bem de todos", disse Braga.

Carlos Grana, atual prefeito de Santo André, foi derrotado por Paulo Serra, do PSDB, que irá governar a cidade pela primeira vez (Foto: Glauco Araújo/G1)
Carlos Grana, atual prefeito de Santo André, foi derrotado por Paulo Serra, do PSDB, que irá governar a cidade pela primeira vez.
 
Fonte: G1

Caiu a ficha entre os aliados que integravam a tropa de choque do deputado cassado Eduardo Cunha. Os parlamentares traçam um futuro sombrio para o ex-presidente da Câmara.

Esses aliados trabalham com o cenário de ele passar longa temporada na prisão. A previsão é que Cunha seja condenado rapidamente na primeira instância. E isso, segundo essa avaliação, deve reforçar a hipótese de condenação na segunda instância.

Mesmo com uma delação premiada, Cunha não sairá da cadeia facilmente, avaliam esses deputados.

“Cunha só tem um cacife para negociar: uma colaboração em troca de livrar a família de condenação ou cadeia”, constatou um deputado próximo. Antes da prisão, o deputado cassado já tinha feito essa mesma avaliação, em conversas reservadas.

 

Fonte: g1.globo.com

Depois de conquistar a Presidência da República com Michel Temer, o PMDB resolveu dar um upgrade na sede do partido e alugou uma mansão na área mais nobre da capital federal. O imóvel está sendo reformado e deve ficar pronto no início de dezembro, quando os novos inquilinos farão a mudança.

Pela ampla propriedade, de dois andares, localizada na Península dos Ministros - onde vivem ministros de Estado, embaixadores e os presidentes da Câmara e do Senado -, o PMDB pagará aluguel de R$ 24 mil mensais. Quantia que pode parecer irrelevante perto dos R$ 6,5 milhões que a legenda embolsa todos os meses de sua cota do Fundo Partidário.

Ainda assim, o presidente do partido, senador Romero Jucá, não pretende pagar a conta sozinho. Além da presidência do PMDB, a casa também irá abrigar a Fundação Ulysses Guimarães, presidida por Moreira Franco, secretário do Programa de Parceria de Investimentos do governo. O aluguel será dividido entre as duas instituições.

Atualmente, a fundação recebe 20% dos recursos do Fundo Partidário destinados ao PMDB. Mas, se depender de Jucá, Moreira Franco terá de se esforçar para quitar sua parte, pois esse valor cairá para 5% caso um projeto do senador que tramita no Senado seja aprovado.

Antes de encontrar seu novo lar, o PMDB procurou casa em um ponto ainda mais estratégico, bem em frente às residências oficiais do Senado e da Câmara. Lá, o aluguel era mais salgado, e chegava a R$ 35 mil mensais. As casas na região costumam ter seis quartos e cerca de mil metros de área útil.

Apesar da mudança, o partido não pretende abrir mão do espaço que há décadas ocupa na Câmara. O conjunto de gabinetes onde hoje funciona a presidência do PMDB também será reformado e deverá servir para reuniões e entrevistas.

 

Fonte: OGlobo

partipantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2016 começaram a receber nas primeiras horas desta quarta-feira (2) mensagens de texto via celular confirmando que eles estão entre os 191,4 mil afetados pelo adiamento da prova.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), órgão do governo federal responsável pela aplicação do exame, optou pelo adiamento por causa do protesto de estudantes que chegaram a ocupar mais de mil escolas pelo país em protesto contra a reforma do ensino médio e a PEC do teto dos gastos públicos.

Os participantes afetados devem ficar atentos aos seguintes pontos que devem ser observados no processo de confirmação do adiamento:

  • Participante deve receber SMS confirmando o adiamento.
  • Confirmação também pode ser obtida via página do participante (http://enem.inep.gov.br/participante/) ou pelo aplicativo oficial do Enem.
  • O Inep não informou quando vai divulgar novo local de prova.

Participantes que tiverem dúvidas sobre a prova podem acionar a Central de Atendimento do Inep pelo telefone 0800-616161. O atendimento por telefone tem funcionamento diário, entre 8h e 20h. O Inep informou que haverá plantão neste feriado de Finados.

Lista dos locais de prova ocupados

O Inep divulgou na tarde de terça-feira a lista dos locais de prova afetados por ocupações que deixarão de receber o exame na data original: 5 e 6 de novembro.

Ao todo, são 304 escolas, institutos e universidades em 126 municípios de 19 estados e no Distrito Federal. Os estados com o maior número de ocupações são Paraná e Minas Gerais.

No Twitter, participantes compartilham aviso sobre adiamento do Enem (Foto: Reprodução/Twitter)
 
No Twitter, participantes compartilham aviso sobre adiamento do Enem (Foto: Reprodução/Twitter)
 

 

Fonte: G1

Há pouco mais de um ano, um surto de microcefalia atingiu o Brasil entre os meses de setembro e outubro, e a Bahia se destacou na lista de casos. O estado ainda não saiu do ranking e é o terceiro com maior número de ocorrências no país, com 1.273 casos de microcefalia. No período de um ano, tanto médicos, quanto pesquisadores apontam os progressos das pesquisas sobre a microcefalia. Não há apenas evolução nos estudos. As crianças que nasceram com a malformação também surpreendem os pais com o próprio desenvolvimento.

Flávia Driely Gomes Checcucci, 27 anos, é mãe de uma menina de 10 meses que já apresenta progressos devido às atividades de estimulação precoce. O objetivo é minimizar os distúrbios do desenvolvimento neuropsicomotor e, assim, possibilitar o desenvolvimento da criança. Após diversas sessões de fisioterapia, que participa desde os primeiros meses de vida, agora com 10 meses, a bebê já consegue sentar, movimento que mostra a evolução de uma criança com microcefalia.

Segundo Adriana Mattos, neuropediatra do Hospital Roberto Santos, em Salvador, e coordenadora do ambulatório de microcefalia da unidade de saúde, apesar das crianças apresentarem problemas de desenvolvimento, após passarem por tratamentos realizados desde os primeiros anos de vida, as atividades ajudam a melhor a qualidade de vida.

Mãe de bebê teve zika com nove meses de gestação (Foto: Reprodução/TV Bahia)
Bebês com microcefalia precisam de estimulação
precoce (Foto: Reprodução/TV Bahia)

"A malformação que ocorre no cérebro atinge todas as áreas e, por isso, as crianças apresentam diversos problemas de desenvolvimento como na área motora, por exemplo. As crianças estão evoluindo, mesmo abaixo do esperado para a idade. Então, para uma criança de 10 meses, com microcefalia, conseguir sentar é um progresso muito grande", explicou.

Conforme Adriana, enquanto uma criança com microcefalia passa por vários especialistas para estimulação precoce como fisioterapia, fonoaudiologia, terapia ocupacional entre outros, uma criança sem qualquer tipo de malformação, aos 10 meses, mesma idade da filha de Flávia, consegue naturalmente realizar movimentos como o de rolar, sentar sozinha, ficar de pé com apoio, engatinhar, pegar objetos, já sustenta o pescoço, entre outros.

Flávia conta que a filha não sustenta totalmente o pescoço, já rolou uma vez, mas consegue ficar sentada sozinha por cinco minutos. "A gente faz fisioterapia, terapia ocupacional, fonoaudiólogo. Ela ainda não engatinha e não pega nos brinquedos. Ela acompanha tudo com o olhar, se você olha para ela, nem diz que tem microcefalia. Ela sustenta um pouco o pescoço e interage com o brinquedo. Com a fisioterapia ela teve uma evolução muito boa", relatou a mãe.

Flávia ainda descreveu um pouco das atividades que realiza junto com a com a filha de 10 meses. "Eu faço tudo com ela. Aproveito também para ficar estimulando, faço atividades em casa, estimulo a brincar, passo texturas diferentes na mão dela, coloco plástico para ela poder sentir texturas diferentes e outras sensações na mão", contou.

Com relação à deglutição de alimentos, Flávia diz que a filha não tem dificuldades para engolir. A perda de deglutição e sucção nos bebês com microcefalia foi percebida pelos especialistas, segundo explica a neuropediatra Adriana Matos, mas a filha de Flávia só possui uma pequena sensibilidade que foi estabilizada com ajuda da fonoaudiologia.  

"Ela come de tudo. Ela toma mamadeira e vitamina de frutas, come papinha de arroz, com lentilha, verdura, bananinha amassada e toma sucos. Ela não teve dificuldade de deglutição em nenhum momento, mas quando comia colocava a língua para fora, o que poderia prejudicar ou engasgar na hora de engolir. Mas a fonoaudióloga ensinou a fazer uma massagem na bochecha e já percebo melhora. Antes, com uns seis meses, ela ficava parecendo que dava língua quando estava comendo, hoje com 10 meses, ela não faz mais isso", conta.

Gravidas estão sob observação para contagio de zika (Foto: Reuters)
Gravidas que tiveram zika estão sob observação
(Foto: Reuters)

Pesquisa
O médico Manoel Sarno, especialista em medicina fetal e professor da Universidade Federal da Bahia (UFBA), um dos autores do estudo que identificou a relação do vírus da zika com hidropsia fetal e hidranencefalia participa de outros estudos referentes à microcefalia.

No último deles, divulgado em setembro e com coordenação do professor e infectologista Carlos Brito, aponta que os casos de microcefalia no sexto mês de gestação são maioria.

Os pesquisadores observaram 52 gestantes para compreender as evoluções fetais, entre julho de 2015 até fevereiro deste ano.  O resultado, de acordo com Manoel Sarno, é uma contribuição relevante para entender a microcefalia relacionada à zika e acrescenta informações importantes na evolução das alterações cerebrais em fetos expostos ao vírus da zika.

Mosquito Aedes aegypti, transmissor do vírus da zika, em laboratório de Campinas, em São Paulo (Foto: Paulo Whitaker/File Photo/Reuters)
Aedes aegypti, transmissor do vírus da zika
(Foto: Paulo Whitaker/File Photo/Reuters)

As gestantes monitoradas tiveram zika em fases diversas da gestação. Ao analisar no mínimo quatro exames de ultrassom de cada grávida os pesquisadores constataram que em 75% dos casos a microcefalia foi confirmada entre a 23° e 32° semanas (entre 6 e 8 meses). Depois da 32° foram 12,5%. A confirmação antes da 23° semana só ocorreu com mais de 10% das gestantes.

A partir do resultado desse estudo, uma nova pesquisa será feita em parceria com médicos de outros países. As gestantes serão acompanhadas a cada 15 dias através de exames de imagem e também de sangue. Os pesquisadores querem saber o tempo exato entre a infecção pelo vírus e as primeiras lesões, por mais leves que pareçam.

Conforme Sarno, o conhecimento obtido na pesquisa facilita, depois do desenvolvimento futuro, os possíveis tratamentos. O médico conta que a pesquisa pode viabilizar algum medicamento que possa diminuir a carga viral da zika ou bloquear a passagem do vírus pela placenta, ou até mesmo após o vírus passar para placenta, que haja possibilidade de tratamento para evitar que o vírus se desenvolva no feto.

"Essa pesquisa foi o principal, observar as lesões durante a gravidez. A gente conseguiu descrever a progressão da doença. A partir daí, a gente vai ter que acompanhar gestantes expostas ao vírus e perceber as alterações e desenvolvimentos", explicou.

Pesquisadores da UFBA descobrem vírus causador de doença misteriosa parecida com a dengue (Foto: Hebert Viera/Arquivo pessoal)
Pesquisadores da UFBA descobrem vírus causador
de doença misteriosa parecida com a dengue
(Foto: Hebert Viera/Arquivo pessoal)

Descoberta da Zika
Foram dois pesquisadores do Instituto de Biologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA) que identificaram o vírus da zika, em abril de 2015. De acordo com Gúbio Soares, pesquisador que fez a descoberta junto com Silvia Sardi, foi a primeira vez que o vírus foi identificado na América Latina, sendo mais comum na África e Ásia.

A pessoa que tem zika apresenta sintomas semelhantes aos da dengue, febre, diarreia, dores e manchas no corpo. Porém os sintomas são considerados mais brandos do que o da dengue.

A identificação do vírus foi realizada após a dupla de pesquisadores trabalhar por cerca de 20 dias em amostras de sangue de pacientes que apresentaram os sintomas, por meio de uma técnica chamada RT-PCR, que amplifica o material genético do vírus, através de reagentes, aumentando o sinal deste material genético.

 

Fonte: g1.globo.com

A associação de moradores do Garimpo das Pedras se reuniram  com o intuito de solicitar materiais para a reforma da Piscina de aguas quentes. 

Em entrevista com a equipe do Portal Carajás o Jornal, o presidente da associação dos moradores, Edilson Silva, informou que a piscina fica vazando constantemente podendo estourar a qualquer momento devido às visitas dos turistas que é frequente nos finais de semana, e precisa ser reparada para que o turismo continue naquela área. 

Os moradores pedem ajuda dos órgãos públicos, autoridades e empresários da região, que possam contribuir na reforma da piscina, onde se tem a necessidade de sacos de cimentos e areia. A população daquela localidade está sendo prejudicada  com a falta de clientes na compra de pedras Lapidadas. 

Localizado em território do município de Marabá, a 60 quilômetros do centro de Parauapebas, o Garimpo das Pedras é uma boa opção para quem deseja aproveitar o fim de semana com muita tranquilidade. O local foi descoberto por garimpeiros da região há quase três décadas e atraí muitos visitantes. 

Conhecido pelas águas cristalinas, em tom esverdeado, o lugar é destino ideal para quem busca aconchego e maior contato com a natureza. Na área aberta ao público, o destaque é uma piscina de águas quentes, cuja temperatura passa dos 38 graus, rica em potássio para muitos, é até medicinal.

 

Por : Refribom Junior

O presidente da associação Edilson Silva disse que espera a contribuição dos empresários e autoridades da cidade.

Na madrugada de hoje a Polícia Militar prendeu e apresentou na 20° Seccional Urbana de Polícia Civil de Parauapebas acusados de assaltos, os indivíduos identificados foram Abson Calmon Miranda, 22 anos de idade, Alisson Kenner Soares, 25, e Francisco Walison Santos Sousa, 22. Os primeiros a serem presos foram Alisson Kenner e Abson Calmon ao serem abordados quando circulavam pela rodovia PA- 160, nas mediações do bairro Parque dos Carajás em uma moto Honda Broz, preta, placa - OEE- 3820, que estava com a numeração da placa alterada com fita isolante de 3820 para 8828, momento em que ao perceber a viatura evadiu do local, sendo seguida pela guarnição que os alcançou. Na abordagem realizada na dupla a polícia encontrou de posse do agrupa um revólver 38 com quatro munições intactas.

De acordo com o cabo PM Nogueira, sua guarnição realizava roda de rotina na área do Parque dos Carajás quando perceberam a dupla em atitude suspeita. "Quando eles nos avistaram tentaram fugir, então passamos a acompanhar o garupa estava muito nervoso só olhando para trás, então mandamos que eles encostassem", contou o policial.

Após a prisão de Abson Calmon e Alisson Kenner, a Polícia realizou busca na casa deles e apreendeu uma moto Biz vermelha e um veículo Palio, cinza, de placa TWE-5800, que teria sido tomado de assalto na noite do último sábado.

Em seguida outro comparsa da dupla identificado por Francisco Wallisom Santos Sousa, 22. Além da arma calibre 38 que estava com Alisson e Abson à polícia também apreendeu um simulacro de uma garuncha e uma toca ninja. Pela manhã um quarto componente da quadrilha foi preso pela Polícia Civil.

(Caetano Silva)

Documentos foram encontrados na casa dos elementos. 

As armas que foram encontradas em posse dos assaltantes. 

ituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) informou nesta terça-feira (1º) que 191.494 dos 8,7 milhões de inscritos para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) não poderão fazer a avaliação no próximo fim de semana, em razão de 304 ocupações em colégios listados como locais de provas.

As provas adiadas serão realizadas nos dias 3 e 4 de dezembro, segundo o Inep. A lista com todas as escolas ocupadas deve ser publicada a partir das 18h no site do Inep.

A divulgação das notas do Enem 2016 estava prevista e foi mantida para 19 de janeiro. Segundo o Inep, não houve alteração nessa data e, por isso, não vai haver interferência no cronograma das instituições que usam o Enem como processo seletivo.

As 304 ocupações correspondem a 1,9% dos 16.476 locais de provas previstos, e estão distribuídas em 126 municípios de 19 estados e no Distrito Federal. A lista inclui 177 escolas de educação básica e 127 instituições de ensino superior.

Estados afetados

 

Os dois estados com mais ocupações são: Paraná, com 74 locais ocupados e 41.168 alunos afetados, e Minas Gerais, com 59 locais e 42.671 alunos prejudicados. Não há ocupações em locais de provas de Acre, Amazonas, Amapá, Ceará, Rondônia, Roraima, São Paulo.

As ocupações em diversos estados são motivadas pela rejeição à medida provisória que trata da reforma do ensino médio e também contra a PEC do teto de gastos públicos.

Inicialmente, as provas deveriam ser realizadas em 16.476 locais de 1.727 municípios. Em 19 de outubro, o ministro da Educação, Mendonça Filho, disse que havia 181 escolas do país ocupadas que poderiam comprometer a realização do Enem para cerca de 95 mil alunos participantes.

À época, Mendonça Filho havia dito que, caso as provas precisassem se reaplicadas posteriormente, os custos da aplicação (cerca de R$ 90 por aluno) serão cobrados judicialmente de alunos e entidades que sejam identificados como responsáveis pelas ocupações.

O MEC chegou a enviar um ofício dando o prazo de cinco dias para que eles identifiquem e encaminhem ao governo federal os nomes de manifestantes que ocupam campi dos institutos federais pelo país. A prática foi contestada pela procuradora federal dos Direitos do Cidadão, Deborah Duprat.

Nova data do exame

A presidente do Inep, Maria Inês Fini, diz que os alunos afetados começarão a receber os avisos nesta noite. Segundo ela, todos receberão um SMS avisando sobre o adiamento e nova data. Entretanto, o novo local ainda não será informado neste primeiro contato.

Maria Inês lembra que nos presídios a prova será realizada nos dias 13 e 14 de dezembro. Segundo ela, os alunos afetados pelas ocupações não poderão fazer nesta data porque é um dia de semana, e a operação logística não se aplicaria.

Ela diz que o tempo extra que os estudantes afetados terão até a prova não devem afetar a preparação e dar alguma vantagem a eles - pelo contrário, ela acredita que eles precisarão administrar a ansiedade.

Equivalência entre as provas

O Inep afirmou que a nova prova do Enem já foi elaborada e não vai afetar o equilíbrio entre os participantes, pois descarta a possibilidade de uma prova ser mais "difícil" que a outra. A base dessa argumentação é a chamada de Teoria de Resposta ao Item, ou TRI, que é a metodologia usada na correção.

O Inep "calibra" todas as questões do Enem antes de elaborar as provas em eventos conhecidos como pré-teste, quando as questões são aplicadas a centenas de alunos e o resultado indica seu grau de dificuldade a partir da porcentagem de acertos. Quanto menos alunos acertarem a questão, mais difícil ela é.

Assim, o exame se torna "comparável". Isso quer dizer que é possível comparar notas de candidatos de uma edição do Enem com as notas de outras edições, porque o nível de todas as edições é similar. Além disso, o valor que o participante recebe em cada acerto é definido segundo o perfil de erros e acertos do aluno em toda a prova.

Custo do adiamento

A presidente do Inep disse que ainda não há uma uma estimativa exata para o custo do adiamento. "Lamentavelmente, [quem paga essa conta] vai ser o próprio governo ederal. Bem que gostaríamos de dizer para as pessoas que estão monitorando esse movimento, dando uma cor política diferenciada, adoraríamos dar esse custo a essas pessoas, que desconfio não serem os alunos", disse a presidente do Inep.

De acordo com o Inep, em média a prova custa R$ 90 por candidatos. Entretanto, uma projeção aponta que o instituto teria um custo estimado de 30%, já que seria possível economizar com despesas que não serão feitas, como monitores, segurança e etc.

"Eu devo dizer a vocês que toda a equipe do Inep, que pensa no exame, lamenta profundamente a ansiedade que esses 191.494 jovens ainda manterão esperando mais um período para realizar a prova. Não é possível um tempo menor, em razão de toda essa logística de segurança que o exame exige".

Cartão de confirmação

Segundo o MEC, até a manhã desta terça 6.404.506 participantes tinha acessado o cartão de confirmação. O número equivale a 74,23% dos inscritos confirmados. O documento traz, entre outros dados, o local onde o participante deve fazer a prova. O cartão pela Página do Participante (http://enem.inep.gov.br/participante/) ou pelo aplicativo Enem 2016.

Central de atendimento

Participantes que tiverem dúvidas sobre a prova podem acionar a Central de Atendimento do Inep pelo telefone 0800-616161. O atendimento por telefone tem funcionamento diário, entre 8h e 20h. O órgão indica que, antes de procurar o atendimento telefônico, o participante verifique se a questão não está já esclarecida no site do Enem: enem.inep.gov.br.

Data e hora do exame

Em ambos os dias da prova, 5 e 6 de novembro, os portões de acesso serão abertos às 12h e fechados às 13h, seguindo sempre o horário de Brasília. Após o fechamento dos portões, os participantes deverão aguardar em sala de provas até que seja autorizado o seu início, às 13h30min, após procedimentos de verificação de segurança.

Considerando o horário local de cada estado, bem como horário de verão adotado em boa parte do país, os portões serão fechados às 10h no Acre; às 11h no Amazonas, Rondônia e Roraima; e às 12h no Alagoas, Amapá, Bahia, Ceará, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Sergipe e Tocantins.

No Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo, alguns dos estados que aderiram ao horário de verão, os portões serão fechados às 13h. No primeiro dia de prova, os participantes terão 4h30 para responder o exame. No segundo, que conta com elaboração de redação, 5h30.

Documentação

Para realizar as provas do Enem, é necessário apresentar um documento de identificação original com foto. Certifique-se de levar ao menos um deles, seja ele RG, CPF, CNH, ou até título de eleitor.

Caneta Preta

Esqueça lápis, lapiseira, borracha ou caneta azul. De acordo com o edital do Enem, os candidatos só podem levar consigo canetas de tinta preta para realizar a prova. Elas também precisam ter o corpo transparente, de forma que o fiscal possa enxergar o interior da caneta.

Proibições

Não é permitido, sob risco de ter a prova anulada:

  • Declaração falsa ou inexata em qualquer documento referente ao exame.
  • Perturbar a ordem e comportar-se indevidamente no local de prova.
  • Comunicar-se com outro participante, seja por voz, escrito ou qualquer outra forma.
  • Portar, dentro da sala de provas, equipamento eletrônico e de comunicação (celulares devem ser desligados e colocados dentro de sacos plásticos lacráveis, entregues por fiscais de prova, no local. Esquece aquela selfie bacana).
  • Qualquer tipo de fraude em benefício próprio ou de terceiros.
  • Uso de livros, anotações ou referências impressas para consulta, durante o exame.
  • Deixar a sala de provas sem o acompanhamento de um aplicador ou ausentar-se antes de duas horas do início das provas.
  • Não entregar Cartão-Resposta, Folha de Redação e Folha de Rascunho ao aplicador, ao ao terminar as provas.
  • Não entregar Caderno de Questões ao aplicador, exceto ao deixar em definitivo a sala de provas nos últimos 30 minutos anteriores ao fim do prazo de resolução do exame.
  • Deixar a sala de provas com o Cartão-Resposta, Folha de Redação e/ou Folha de Rascunho.
  • Não obedecer às orientações da equipe de aplicação durante a realização do Exame.
  • Utilizar óculos escuros e artigos de chapelaria como boné, chapéu, viseira, gorro ou similares.
  • Portar armas de qualquer espécie, mesmo com licença de porte.
  • Receber quaisquer informações sobre as provas, de qualquer membro da equipe de aplicação do ou de outro participante.
  • Recusar-se sem justificativa a ser submetida à revista eletrônica, coleta de dado biométrico e ter revista eletrônica de objetos.
  • Não aguardar em sala de provas das 13h00min as 13h30min para iniciar as provas.
  • Não apresentar, no prazo estipulado, os documentos solicitados pelo Inep.

Fonte: G1

No Brasil, doença é uma das principais causas de mortes entre os homens

Depois de o mês de outubro ser marcado pela campanha de mobilização para prevenção do câncer de mama, conhecida como Outubro Rosa, em novembro é vez dos homens. O mês de novembro é internacionalmente dedicado às ações relacionadas ao câncer de próstata e à saúde do homem. O mês foi escolhido pois o próximo sábado (17) é o Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata.

O câncer de próstata é o sexto tipo mais comum no mundo e o de maior incidência nos homens. As taxas da manifestação da doença são cerca de seis vezes maiores nos países desenvolvidos.

Cerca de três quartos dos casos no mundo ocorrem em homens com mais de 65 anos. Quando diagnosticado e tratado no início, tem os riscos de mortalidade reduzidos. No Brasil, é a quarta causa de morte por câncer e corresponde a 6% do total de óbitos por este grupo.

A próstata é uma glândula que só o homem possui, localizada na parte baixa do abdômen. Situa-se logo abaixo da bexiga e à frente do reto. A próstata envolve a porção inicial da uretra, tubo pelo qual a urina armazenada na bexiga é eliminada. Ela produz cerca de 70% do sêmen, e representa um papel fundamental na fertilidade masculina.

Uma dieta rica em frutas, verduras, legumes, grãos e cereais integrais e com menos gordura, principalmente as de origem animal, ajuda a diminuir o risco do câncer.

Especialistas recomendam pelo menos 30 minutos diários de atividade física, manter o peso adequado à altura, diminuir o consumo de álcool e não fumar.

Homens a partir dos 50 anos devem procurar um posto de saúde para realizar exames de rotina. Os sintomas mais comuns do tumor são a dificuldade de urinar, frequência urinária alterada ou diminuição da força do jato da urina, dentre outros. Quem tem histórico familiar da doença deve avisar o médico, que indicará os exames necessários.

Exames

A Sociedade Brasileira de Urologia recomenda que todos os homens com 45 anos de idade ou mais façam um exame de próstata anualmente, o que compreende o toque retal feito e o PSA. Segundo especialistas, o toque retal é considerado indispensável e não pode ser substituído pelo exame de sangue ou por qualquer outro exame, como o ultrassom, por exemplo.

Tratamento

Caso a doença seja comprovada, o médico pode indicar radioterapia, cirurgia ou até tratamento hormonal. Para doença metastática (quando o tumor original já se espalhou para outras partes do corpo), o tratamento escolhido é a terapia hormonal.

A escolha do tratamento mais adequado deve ser individualizada e definida após médico e paciente discutirem os riscos e benefícios de cada um.


Fonte: Ministério da Saúde / Instituto Nacional do Câncer / Portal Brasil

Sul e Sudeste do Pará

Loading
https://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink
https://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.galpogk-is-100.jpglink

Vídeos

FAMAP, a escolha inteligente
08 Julho 2019
Em parauaebas, aluno chamou a atenção dos vereadores, no momento em que fazia uso da tribuna. de Carajás O Jornal
18 Abril 2017
Alunos da Rede Estadual de Ensino, assistem aula no meio da rua em Parauapebas
13 Abril 2017
Novo Ministro do STF3
11 Fevereiro 2017
Tiroteio em Redenção deixa população assustada
01 Dezembro 2016
Nesse domingo os paraenses vivenciam o #CIRIO2016, a maior festividade Religiosa do Brasil
09 Outubro 2016
Dr. Hélio Rubens fala sobre o caso de corrupção na Câmara Municipal de Parauapebas
08 Outubro 2016
MARCHA PARA JESUS: Milhares de jovens nas ruas de Parauapebas
08 Outubro 2016
Corrupção é um problema de todos, você também pode combater!
06 Outubro 2016
Joelma agradece pela presença e participação em seu show na FAP 2016
12 Setembro 2016
Jake Trevisan agradecendo toda população de Parauapebas no Carajás O Jornal
06 Setembro 2016
Cantor Açaí no evento da Imprensa na FAP a pedido de Marola Show, canta para a Rainha, primeira e segunda princesa da FAP 2016.
01 Setembro 2016