Carajas o Jornal

Carajas o Jornal

Mais 202 casos de coronavírus foram confirmados, por meio de teste rápido e exame PCR no sistema drive thru, nesta terça-feira, 07. Infelizmente, depois de quatro dias, Parauapebas volta a registrar óbitos, foram três. Devemos permanecer vigilantes no combate a Covid-19. Se você ainda não fez o exame PCR, é só agendar pelo site https://testesmoleculares.com.br .

 

Óbitos:

Mulher de 68 anos. Hipertensa. Internada no Hospital Geral de Parauapebas e veio a óbito em 06/07.

Mulher de 29 anos. Diabética. Internada no Hospital Geral de Parauapebas e veio a óbito em 07/07.

Homem de 64 anos. Hipertenso. Internado no Hospital Geral de Parauapebas e veio a óbito em 04/07.

 

Acompanhe o detalhamento dos casos:

1          .           Homem          de       64       anos.  Óbito. TR

2          .           Mulher           de       68       anos.  Óbito. TR

3          .           Mulher           de       41       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

4          .           Mulher           de       30       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

5          .           Homem          de       25       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

6          .           Homem          de       30       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

7          .           Mulher           de       35       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

8          .           Mulher           de       32       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

9          .           Mulher           de       47       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

10       .           Mulher           de       37       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

11       .           Homem          de       18       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

12       .           Homem          de       27       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

13       .           Mulher           de       36       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

14       .           Mulher           de       39       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

15       .           Mulher           de       13       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

16       .           Homem          de       25       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

17       .           Homem          de       68       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

18       .           Homem          de       66       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

19       .           Homem          de       9          anos.  Isolamento domiciliar.        TR

20       .           Homem          de       27       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

21       .           Homem          de       39       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

22       .           Homem          de       33       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

23       .           Mulher           de       44       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

24       .           Homem          de       21       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

25       .           Mulher           de       35       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

26       .           Homem          de       43       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

27       .           Mulher           de       22       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

28       .           Homem          de       79       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

29       .           Homem          de       42       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

30       .           Homem          de       33       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

31       .           Mulher           de       36       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

32       .           Mulher           de       34       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

33       .           Homem          de       10       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

34       .           Homem          de       12       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

35       .           Homem          de       46       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

36       .           Homem          de       9          anos.  Isolamento domiciliar.        TR

37       .           Mulher           de       46       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

38       .           Mulher           de       54       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

39       .           Mulher           de       79       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

40       .           Homem          de       23       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

41       .           Mulher           de       16       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

42       .           Mulher           de       18       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

43       .           Mulher           de       21       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

44       .           Homem          de       36       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

45       .           Homem          de       12       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

46       .           Homem          de       33       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

47       .           Mulher           de       61       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

48       .           Mulher           de       29       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

49       .           Mulher           de       33       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

50       .           Homem          de       33       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

51       .           Homem          de       15       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

52       .           Mulher           de       24       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

53       .           Homem          de       14       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

54       .           Mulher           de       31       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

55       .           Mulher           de       40       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

56       .           Mulher           de       30       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

57       .           Mulher           de       33       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

58       .           Mulher           de       37       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

59       .           Homem          de       22       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

60       .           Mulher           de       17       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

61       .           Homem          de       32       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

62       .           Mulher           de       32       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

63       .           Mulher           de       40       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

64       .           Homem          de       36       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

65       .           Mulher           de       39       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

66       .           Homem          de       21       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

67       .           Homem          de       30       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

68       .           Mulher           de       33       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

69       .           Homem          de       28       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

70       .           Mulher           de       48       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

71       .           Homem          de       34       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

72       .           Mulher           de       37       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

73       .           Mulher           de       38       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

74       .           Homem          de       51       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

75       .           Homem          de       17       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

76       .           Homem          de       33       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

77       .           Homem          de       20       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

78       .           Homem          de       27       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

79       .           Homem          de       15       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

80       .           Mulher           de       56       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

81       .           Mulher           de       37       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

82       .           Homem          de       31       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

83       .           Mulher           de       29       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

84       .           Homem          de       23       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

85       .           Homem          de       42       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

86       .           Mulher           de       36       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

87       .           Mulher           de       57       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

88       .           Mulher           de       30       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

89       .           Mulher           de       52       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

90       .           Mulher           de       24       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

91       .           Mulher           de       69       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

92       .           Homem          de       32       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

93       .           Mulher           de       46       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

94       .           Homem          de       9          anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

95       .           Mulher           de       32       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

96       .           Mulher           de       14       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

97       .           Homem          de       21       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

98       .           Mulher           de       25       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

99       .           Homem          de       64       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

100     .           Homem          de       47       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

101     .           Mulher           de       61       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

102     .           Homem          de       34       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

103     .           Mulher           de       28       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

104     .           Mulher           de       33       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

105     .           Mulher           de       12       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

106     .           Mulher           de       27       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

107     .           Mulher           de       29       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

108     .           Mulher           de       38       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

109     .           Mulher           de       19       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

110     .           Mulher           de       21       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

111     .           Homem          de       27       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

112     .           Homem          de       21       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

113     .           Homem          de       36       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

114     .           Homem          de       35       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

115     .           Homem          de       24       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

116     .           Homem          de       33       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

117     .           Homem          de       32       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

118     .           Mulher           de       44       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

119     .           Mulher           de       71       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

120     .           Homem          de       37       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

121     .           Mulher           de       30       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

122     .           Mulher           de       8          anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

123     .           Mulher           de       32       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

124     .           Mulher           de       39       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

125     .           Homem          de       36       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

126     .           Mulher           de       33       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

127     .           Homem          de       12       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

128     .           Mulher           de       58       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

129     .           Homem          de       64       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

130     .           Homem          de       42       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

131     .           Homem          de       44       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

132     .           Mulher           de       36       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

133     .           Homem          de       33       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

134     .           Mulher           de       57       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

135     .           Mulher           de       54       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

136     .           Homem          de       38       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

137     .           Mulher           de       44       anos.  Isolamento domiciliar.        PCR

138     .           Homem          de       45       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

139     .           Homem          de       20       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

140     .           Homem          de       44       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

141     .           Homem          de       38       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

142     .           Homem          de       34       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

143     .           Homem          de       32       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

144     .           Homem          de       43       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

145     .           Homem          de       37       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

146     .           Homem          de       45       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

147     .           Homem          de       41       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

148     .           Homem          de       39       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

149     .           Homem          de       26       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

150     .           Homem          de       33       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

151     .           Homem          de       51       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

152     .           Homem          de       49       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

153     .           Mulher           de       29       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

154     .           Mulher           de       37       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

155     .           Mulher           de       24       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

156     .           Homem          de       42       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

157     .           Homem          de       28       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

158     .           Homem          de       28       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

159     .           Homem          de       27       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

160     .           Homem          de       39       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

161     .           Homem          de       39       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

162     .           Homem          de       38       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

163     .           Homem          de       35       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

164     .           Homem          de       35       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

165     .           Homem          de       31       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

166     .           Homem          de       20       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

167     .           Homem          de       54       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

168     .           Homem          de       31       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

169     .           Homem          de       43       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

170     .           Homem          de       39       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

171     .           Homem          de       40       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

172     .           Homem          de       32       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

173     .           Homem          de       37       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

174     .           Homem          de       38       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

175     .           Homem          de       25       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

176     .           Homem          de       42       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

177     .           Homem          de       34       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

178     .           Homem          de       25       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

179     .           Mulher           de       30       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

180     .           Homem          de       40       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

181     .           Mulher           de       30       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

182     .           Homem          de       42       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

183     .           Homem          de       24       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

184     .           Homem          de       25       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

185     .           Homem          de       37       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

186     .           Mulher           de       35       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

187     .           Mulher           de       21       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

188     .           Mulher           de       55       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

189     .           Homem          de       23       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

190     .           Mulher           de       20       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

191     .           Homem          de       39       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

192     .           Homem          de       31       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

193     .           Homem          de       35       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

194     .           Homem          de       25       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

195     .           Homem          de       34       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

196     .           Homem          de       41       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

197     .           Homem          de       20       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

198     .           Homem          de       43       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

199     .           Homem          de       35       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

200     .           Homem          de       40       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

201     .           Homem          de       22       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

202     .           Homem          de       40       anos.  Isolamento domiciliar.        TR

O Destacamento da Polícia Militar, sediado na Vila Sansão, na zona rural de Parauapebas, está reformado e ampliado. A iniciativa, fruto de um Acordo de Cooperação firmado entre Vale e o Governo do Estado, por meio do projeto Salobo III e a Secretaria Estadual de Segurança Pública e Defesa Social, garantiu melhorias físicas ao espaço, que agora conta com recepção, novos quartos, depósito e área de lazer, e também doação de novos mobiliários e equipamentos, como computador e impressora.

Para o gerente executivo de projetos Metais Básicos Brasil, Plínio Tocchetto, "é uma grande satisfação que nós contribuímos e estamos deixando um legado positivo, com benefício para às comunidades", destaca.

"Um convênio como esse tem um importância social muito grande. Ganha a Polícia Militar e ganha a comunidade. Gostaria de agradecer a Vale pelo apoio e parceria", ressalta o Tenente Coronel Gledson Melo dos Santos.

Salobo III

O projeto Salobo III consiste na construção de uma terceira planta de concentração que favorecerá a manutenção da competitividade do Brasil no mercado mundial do cobre. O projeto aumentará a capacidade de beneficiamento da Salobo Metais, subsidiária da Vale, de 24 milhões de toneladas para 36 milhões de toneladas de minério alimentadas na usina.

A licença de instalação foi concedida pelo Ibama em novembro de 2018. A fase de implantação foi iniciada em janeiro de 2019, com etapas e demanda de mão de obra para terraplenagem, construção e montagem mecânica. O projeto está orçado em US$ 1,1 bilhão.

O presidente Jair Bolsonaro sancionou, com vetos, a Lei 14.020, de 2020, que permite redução de salários e jornadas, além da suspensão de contratos, durante a pandemia de covid-19, para viabilizar a manutenção de empregos. O texto tem origem na Medida Provisória 936/2020, aprovada pelo Senado, e está publicada na edição desta terça-feira (7) do Diário Oficial da União.

Editada em abril, a MP criou o Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda, que garante o pagamento, pelo governo federal, de uma parte do seguro-desemprego por até 60 dias ao trabalhador com contrato suspenso ou por até 90 dias se o salário e a jornada forem reduzidos. Ao empregado é garantida também a permanência no emprego pelo dobro do período em que teve o salário reduzido. Em nenhuma situação o salário pode ser reduzido a valor inferior ao salário mínimo em vigor (R$ 1.045). 

Entre os pontos vetados, está a prorrogação até 2021 da desoneração da folha de pagamento de empresas de 17 setores da economia. A prorrogação foi incluída no texto pelo Congresso. A lei atual prevê que o benefício da prorrogação será concedido até o fim de 2020.

O governo também vetou trecho aprovado por deputados e senadores que permitiria aos empregados sem direito ao seguro-desemprego dispensados sem justa causa durante a pandemia acesso ao auxílio emergencial de R$ 600 por três meses contados da data da demissão. Retirou também do texto permissão para que o beneficiário que tinha direito à última parcela do seguro-desemprego nos meses de março ou abril de 2020 recebesse o auxílio emergencial.

Na mensagem de veto, o governo alegou que “as medidas acarretam renúncia de receita, sem o cancelamento equivalente de outra despesa obrigatória e sem que esteja acompanhada de estimativa do seu impacto orçamentário e financeiro”.

Os dispositivos vetados podem ser derrubado por maioria absoluta nas duas Casas. Para se derrubar um veto na Câmara, são necessários 257 votos. No Senado, 41.

Fonte: Agência Senado

Nego do Borel usou suas redes sociais para tranquilizar os fãs e falar sobre o acidente de moto que sofreu nesta segunda-feira (6). A queda aconteceu no condomínio onde ele mora na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro.

"Na semana do meu aniversário, posso dizer que eu renasci. Nem sempre entendemos o que Deus quer, mas não precisamos entender, precisamos confiar", escreveu o cantor, que completa 28 anos nesta sexta-feira (10).

"Recebi uma segunda chance de vida. Para meus fãs, amigos e familiares, estou bem, fui recebido no hospital e muito bem atendido. Precisamos fazer uma leve operação no pé esquerdo, que correu muito bem e que já já vai me deixar 100%."

"Deus é bom o tempo todo, estou vindo tranquilizar vocês e dizer que agora é hora de me cuidar e de me voltar pro que mais importa: o divino. Bom dia pessoal, vamos com fé."

Nas redes sociais, o cantor também publicou uma série de vídeos onde diz que está bem e mostra o pé imobilizado após a cirurgia. "Logo na semana do meu aniversário, que presente", comenta.

A assessoria de imprensa do cantor informou que ele "passa bem e segue em recuperação." Nego do Borel passou "por um procedimento cirúrgico no tornozelo, de baixa gravidade, após sofrer um tombo de moto na tarde desta segunda-feira."

Segundo comunicado enviado, "Nego faz questão de manter o compromisso com a entrega das doações com alimentos e itens de higienes no Morro do Borel, na próxima sexta-feira (10). A arrecadação foi feita durante a live do funkeiro e pretende beneficiar outras comunidades da grande Tijuca também."

 

Fonte: Por G1

O anúncio de que a Smiles (SMLS3) fechou acordo com a Gol (GOLL4) para a compra antecipada de R$ 1,2 bilhão em passagens aéreas acirrou a disputa entre os acionistas da empresa de programa de fidelidade.

Sócios minoritários da Smiles vão entrar com um pedido de liminar na Justiça para barrar a operação. Eles já estavam insatisfeitos com o controlador da empresa – a Gol, que detém 52% de participação – desde o início da pandemia.

Segundo os advogados Cesar Augusto Fagundes Verch e Márcio Louzada Carpena, sócios do Carpena Advogados, as operações de compra antecipada de passagens “não estão sendo realizadas pelo interesse da companhia, mas da sua controladora”. Verch e Carpena representam três fundos de investimentos que, juntos, têm 4% das ações da Smiles.

Em março, pouco antes de a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarar a pandemia do coronavírus, a Smiles já havia realizado duas operações de compra antecipada de passagens que totalizaram R$ 425 milhões. Para os minoritários, essas operações, semelhantes a empréstimos, foram feitas com taxa de juros inferior ao que a Gol conseguiria no mercado.

Os minoritários alegam ainda que, em março deste ano, a Smiles já tinha um saldo de R$ 700 milhões com a Gol. Isso significa, dizem eles, que não havia necessidade de comprar mais passagens antecipadas.

Ontem, os minoritários protocolaram o pedido de realização de uma assembleia extraordinária para discutir o assunto. Poucos minutos depois, a Smiles emitiu um fato relevante em que anunciou a compra de mais R$ 1,2 bilhão em passagens.

“Estamos colocando que essa operação é afrontosa. Imagina que sou minoritário e estou emprestando para a Gol a uma taxa de 115% do CDI (Certificado de Depósito Interbancário) sem garantia nenhuma. Comprando passagem, em meio à pandemia, que nem sei se vai ser voada”, disse Carpena.

Em um indicativo de que o mercado não recebeu bem a operação, as ações da Smiles caíram 2,39% ontem, enquanto o Ibovespa (principal índice da B3) subiu 2,24%.

Para Renato Mimica, sócio do BTG Pactual e diretor de investimentos da Exame Research, no entanto, a compra antecipada de passagens pode ajudar o investidor da Smiles. “A Gol é uma fonte de valor para a Smiles. Para o investidor da Smiles, o essencial agora é que a Gol sobreviva”, diz. Em relatório, o Bradesco BBI considerou que os termos do acordo são favoráveis para a Smiles, pois garantem à empresa acesso a bilhetes mais baratas até junho de 2023.

Segundo a Smiles, a operação de adiantamento de compra realizada ontem “segue à risca os estatutos da companhia e tem como principal objetivo assegurar as condições de competitividade no longo prazo do ecossistema formado pelas duas empresas”. A Gol não comentou.

Em 2015 e 2016, quando a Gol atravessava outra crise, a Smiles também a ajudou comprando passagens antecipadas.

 

Fonte: Por Agência Estado

O mercado brasileiro de soja teve movimentação moderada nesta segunda, 6. De acordo com a consultoria Safras, os negócios, em sua maior parte, se concentraram em operações futuras para 2021. Há pouca oferta e o vendedor segue retraído. Destaque para a alta de Chicago, que sustentou as cotações em algumas praças.

Em Passo Fundo (RS), a saca de 60 quilos subiu de R$ 113,50 para R$ 114,50. Na região das Missões, a cotação avançou de R$ 113 para R$ 114. No porto de Rio Grande, o preço aumentou de R$ 116,50 para R$ 117,50.

Em Cascavel (PR), o preço passou de R$ 108,50 para R$ 109,50 a saca. No porto de Paranaguá (PR), a saca subiu de R$ 115 para R$ 116.

Em Rondonópolis (MT), a saca baixou de R$ 108 para R$ 107. Em Dourados (MS), a cotação ficou em R$ 107. Em Rio Verde (GO), a saca estabilizou em R$ 105.

Contratos futuros

A soja fechou esta segunda-feira, 6, com preços mais altos na Bolsa de Chicago. De acordo com a consultoria Safras, o mercado atingiu os maiores patamares em quatro meses, consolidando-se acima de US$ 9 por bushel.

“A previsão de clima seco e de temperaturas elevadas para o cinturão produtor dos Estados Unidos, podendo comprometer o desenvolvimento das lavouras e o potencial produtivo, impulsionou o mercado”, informa a consultoria. As inspeções de exportação acima do esperado e a nova venda para a China completaram o cenário positivo.

O mercado aguarda agora o relatório de condições das lavouras, que será divulgado no fim da tarde deste segunda-feira pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA). Na sexta, o órgão divulgará o relatório mensal de oferta e demanda.

Os contratos da soja em grão com entrega em agosto fecharam com alta de 7,25 centavos ou 0,81% em relação ao fechamento anterior, a US$ 8,98 por bushel. A posição novembro teve cotação de US$ 9,06 por bushel, com ganho de 9,50 centavos ou 1,05%.

Nos subprodutos, a posição agosto do farelo fechou com alta de US$ 1,60 ou 0,54% a US$ 297,80 por tonelada. No óleo, os contratos com vencimento em agosto fecharam a 28,54 centavos de dólar, alta de 0,45 centavo ou 1,6% na comparação com o fechamento anterior.

 

Fonte: https://www.canalrural.com.br

Que tal aproveitar o tempo livre na quarentena para aprender? A Casa da Cultura de Canaã dos Carajás realiza uma série de oficinas on-line durante o mês de julho para fomentar a cultura e o conhecimento nesse período de isolamento social. As atividades são gratuitas e vão acontecer via WhatsApp ou Google Meet. 

Abram as cortinas que a programação vai começar com a "Oficina de Fabricação de Malabares" nessa semana, de terça (7/7) a sexta (10/7), às 20h. O artista João Guilherme irá ensinar a confecção de claves, bolas, aros, prato chinês e swing poi - objetos utilizados na arte circense - com matéria-prima reciclada.

Oficina transforma as tradicionais telhas de cerâmica em objetos de decoração

O exercício da criatividade não para por aí. Já imaginou produzir o seu próprio caderno? Na "Oficina de Ilustração e Criação de Caderno de Bolso", a antropóloga Thayanne Tavares vai apresentar as técnicas de costura, recorte, colagem, ilustração e preparação de miolo que envolvem as etapas de produção de um caderno personalizado. As aulas serão entre os dias 14 e 17 de julho, também às 20h.

Os amantes da arte poderão aprender novas técnicas na "Oficina de Pinturas em Telhas", ministrada pela Nany Porto, durante os dias 21 e 24 de julho, às 20h. As tradicionais telhas de cerâmica vão se tornar um objeto decorativo com a aplicação de pinturas, desenhos e colagem de objetos.

A artista visual Débora Alessandra vai mostrar na "Oficina de Gravuras com Isopor" uma técnica na qual é possível carimbar papéis e tecidos utilizando o isopor como suporte. Todo o processo de criação será ensinado, também às 20h, entre os dias 28 a 31 de julho.

Para completar a programação, a Casa da Cultura vai realizar nas quartas-feiras do mês um "Ciclo de Workshop de Audiovisual" com o fotógrafo e diretor de cinema Rodrigo José. Serão quatro encontros, das 20h às 21h, sobre o contexto histórico, técnico e criativo que envolve a fotografia digital básica.

Todas as atividades são gratuitas e acontecem via WhatsApp ou Google Meet. Os interessados devem realizar a inscrição nos telefones (94) 99160-8186 ou (94) 99220-3451. 

Sobre a Casa da Cultura de Canaã

A Casa da Cultura é um centro cultural mantido pela Vale, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, com o objetivo de contribuir na democratização do acesso à cultura e valorização das mais diversas manifestações e expressões artísticas da região.

 

Serviço

 Oficinas online e gratuitas na quarentena

Oficina de Fabricação de Malabares, com João Guilherme

De 7 a 10 de julho, às 20h, via WhatsApp

Oficina de Ilustração e Criação de Caderno de Bolso, com Thayanne Tavares

De 14 a 17 de julho, às 20h, via WhatsApp

Oficina de Pinturas em Telhas, com Nany Porto

De 21 a 24 de julho, às 20h, via WhatsApp

Oficina de Gravuras com Isopor, com Débora Alessandra

De 28 a 31 de julho, às 20h, via WhatsApp

Ciclo de Workshop de Audiovisual, com Rodrigo José

Dias 8, 15, 22 e 29 de julho, às 20h, via Google Meet


Informações e inscrições: (94) 99160-8186 ou (94) 99220-3451

A Polícia Federal (PF) deflagra, nesta terça-feira (07), a OPERAÇÃO SERÔDIO, com o objetivo de obter provas para investigação que apura desvio de verbas públicas, associação criminosa, corrupção, fraudes na licitação e na execução do contrato para montagem da estrutura necessária ao funcionamento do Hospital de Campanha de Aracaju/SE. Também são procuradas provas da lisura de outras contratações concernentes ao referido hospital, a exemplo da rede de gases, rede elétrica e rede hidro sanitária.

A operação conta com o apoio e a participação da Controladoria-Geral da União (CGU/SE).

As investigações tiveram início a partir da análise do processo de contratação realizada pela Controladoria Geral da União (CGU-SE) em conjunto com a Polícia Federal, que constatou irregularidades que restringiram a competitividade do certame e favoreceram a empresa contratada.

O contrato investigado foi celebrado pela Secretaria Municipal de Saúde de Aracaju/SE, por meio de dispensa de licitação, e é custeado com recursos da União, envolvendo o montante de R$ 3.258.000,00, repassados ao município para o desenvolvimento de ações voltadas ao enfrentamento da pandemia de COVID-19.

Fora solicitado à Secretaria Municipal de Saúde de Aracaju cópia de todo o procedimento licitatório. Em resposta, após o terceiro pedido, e depois de Recomendação do Ministério Público Federal no sentido de que houvesse transparência nas contratações relativas ao COVID-19, foi encaminhada vasta documentação contendo cópias de e-mails, orçamentos, propostas, termos de referência, justificativas e outros que, após minuciosa análise, revelou conter indícios de favorecimento a determinado empresário.

Durante a análise, foi identificado que a proposta vencedora continha as mesmas incorreções gramaticais de outras duas propostas. É improvável que a mesma falha de redação tenha sido cometida por três redatores diferentes de três empresas diversas, o que pode configurar um indício de combinação entre as empresas para apresentar seus orçamentos.

No procedimento licitatório foi desconsiderada a divisibilidade do objeto licitado, que envolvia a locação de cobertura e estrutura completa, a climatização das coberturas e a locação de contêineres. Os serviços foram agrupados, impedindo que licitantes oferecessem propostas separadamente para cada item. Essa decisão restringiu excessivamente a concorrência e elevou o custo da contratação.

Há ainda indícios de que a empresa contratada foi favorecida mediante aprovação de proposta em desacordo com o termo de referência da contratação. A proposta da empresa contratada apresentou estrutura de climatização insuficiente para o ambiente a ser instalado e, ainda assim, foi aprovada.

Além disso, Laudo Pericial produzido pela Polícia Federal apontou que a estrutura para implantação do hospital não está sendo executada conforme previsto no termo de referência. Em exame realizado no Hospital de Campanha, os peritos federais identificaram as seguintes divergências:

Utilização de piso de marca divergente daquela que foi especificada em termo de referência;

Inexistência de instalações elétricas, hidráulicas, sanitárias, de dados e voz, sendo que – no projeto básico – havia previsão dessas instalações;

O custo da locação de cada aparelho de ar condicionado por seis meses chega a quase três vezes o custo de sua aquisição;

Pé-direito mínimo inferior ao previsto em projeto básico.

O Laudo Pericial também indicou a existência de sobre preço na locação da estrutura de climatização e na locação de containers.

Os 09 Mandados de Busca e Apreensão foram expedidos pela 1ª Vara da Justiça Federal de Sergipe e estão sendo cumpridos nos municípios de Aracaju/SE e Nossa Senhora do Socorro/SE.

VIATURAS

Viaturas da Policia Federal e da CGU estão em frente à sede da Secretaria de Saúde de Aracaju.

Agentes da Polícia Federal estiveram no Jardim das Acácias, localizado na rua Isaias Amancio de Jesus, no bairro Ponto Novo.

SEMENTEIRA

Agentes da PF saíram há pouco de condomínio localizado ao lado do Parque da Sementeira, em Aracaju.

Foram recolhidos vários documentos.

 

Fonte: NE Notícias

Nesta segunda-feira (06), a Caixa libera o saque da primeira parcela do auxílio emergencial de R$ 600 para mais um grupo. Agora, os nascidos em janeiro que tiveram o auxílio depositado em digital em 16 de junho poderão realizar o saque do valor.  

Foram estabelecidos dois diferentes calendários para o pagamento do auxílio emergencial. Primeiro, os depósitos são feitos em poupança digital. Para esse grupo de beneficiários, os depósitos ocorreram nos dias 16 ou 17 de junho. 

Já no segundo calendário, o recurso é liberado para saque e transferência, de acordo com o mês de nascimento do beneficiário. Quem pode retirar e transferir o dinheiro a partir de hoje são os nascidos em janeiro. Amanhã (7), será a vez dos aniversariantes de fevereiro e assim sucessivamente.  

Calendário de saque e transferência

  • 06/07 – nascidos em janeiro
  • 07/07 – nascidos em fevereiro
  • 08/07 – nascidos em março
  • 09/07 – nascidos em abril
  • 10/07 – nascidos em maio
  • 11/07 – nascidos em junho
  • 13/07 – nascidos em julho
  • 14/07 – nascidos em agosto
  • 15/07 – nascidos em setembro
  • 16/07 – nascidos em outubro
  • 17/07 – nascidos em novembro
  • 18/07 – nascidos em dezembro

até o momento, o governo não divulgou quando as demais parcelas serão pagas para esse grupo. No total, são 4,9 milhões de beneficiários neste lote. Só os nascidos em janeiro representam 400 mil trabalhadores com direito ao benefício.

Auxílio emergencial de R$600

O auxílio emergencial é destinado aos brasileiros informais, microempreendedores individuais, desempregados e autônomos. É uma das medidas para amenizar os impactos econômicos causados pela pandemia. Para recebê-lo, o cidadão precisa atender algumas regras:

  • seja maior de 18 anos;
  • não tenha emprego formal;
  • não seja titular de benefício previdenciário ou assistencial, beneficiário do seguro-desemprego ou de programa de transferência de renda federal, ressalvado o bolsa-família;
  • a renda mensal per capita seja de até meio salário mínimos ou a renda familiar mensal total seja de até três salários mínimos;
  • que não tenha recebido em 2018 rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70.

O auxílio vai ser cortado caso aconteça o descumprimento dos requisitos acima. O texto também deixa claro que o trabalhador deve exercer atividade na condição de:

  • microempreendedor individual (MEI); ou
  • contribuinte individual do Regime Geral de Previdência Social que trabalhe por conta própria; ou
  • trabalhador informal, seja empregado ou autônomo, inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), até 20 de março de 2020, ou que se encaixe nos critérios de renda familiar mensal mencionados acima.

 

Fonte: 

Nesta segunda-feira, 6 de jullho, celebramos o 4º dia consecutivo sem registro de óbitos e também comemoramos 6054 pessoas recuperadas da Covid-19. Porém registramos mais 168 casos da covid-19.

Ainda vivemos uma pandemia e precisamos estar atentos às medidas de prevenção. Se você ainda não fez o exame PCR, é só agendar pelo site https://testesmoleculares.com.br. 

Fique em casa. Se precisar sair, use máscara.   

 

Acompanhe o detalhamento dos casos:

1 . Mulher de 35 anos. Internado. TR

2 . Mulher de 32 anos. Internado. TR

3 . Mulher de 26 anos. Internado. TR

4 . Mulher de 59 anos. Isolamento domiciliar. PCR

5 . Mulher de 46 anos. Isolamento domiciliar. PCR

6 . Mulher de 24 anos. Isolamento domiciliar. TR

7 . Homem de 28 anos. Isolamento domiciliar. TR

8 . Homem de 31 anos. Isolamento domiciliar. TR

9 . Homem de 44 anos. Isolamento domiciliar. TR

10 . Homem de 50 anos. Isolamento domiciliar. TR

11 . Homem de 53 anos. Isolamento domiciliar. TR

12 . Homem de 36 anos. Isolamento domiciliar. TR

13 . Mulher de 34 anos. Isolamento domiciliar. TR

14 . Homem de 44 anos. Isolamento domiciliar. TR

15 . Homem de 42 anos. Isolamento domiciliar. TR

16 . Homem de 28 anos. Isolamento domiciliar. TR

17 . Homem de 50 anos. Isolamento domiciliar. TR

18 . Homem de 27 anos. Isolamento domiciliar. TR

19 . Homem de 32 anos. Isolamento domiciliar. TR

20 . Homem de 36 anos. Isolamento domiciliar. TR

21 . Homem de 40 anos. Isolamento domiciliar. TR

22 . Homem de 21 anos. Isolamento domiciliar. TR

23 . Homem de 31 anos. Isolamento domiciliar. TR

24 . Homem de 46 anos. Isolamento domiciliar. TR

25 . Homem de 40 anos. Isolamento domiciliar. TR

26 . Homem de 48 anos. Isolamento domiciliar. TR

27 . Mulher de 46 anos. Isolamento domiciliar. TR

28 . Homem de 27 anos. Isolamento domiciliar. TR

29 . Homem de 38 anos. Isolamento domiciliar. TR

30 . Homem de 42 anos. Isolamento domiciliar. TR

31 . Homem de 37 anos. Isolamento domiciliar. TR

32 . Homem de 34 anos. Isolamento domiciliar. TR

33 . Homem de 25 anos. Isolamento domiciliar. TR

34 . Homem de 25 anos. Isolamento domiciliar. TR

35 . Homem de 41 anos. Isolamento domiciliar. TR

36 . Mulher de 34 anos. Isolamento domiciliar. TR

37 . Homem de 42 anos. Isolamento domiciliar. TR

38 . Homem de 45 anos. Isolamento domiciliar. TR

39 . Homem de 33 anos. Isolamento domiciliar. TR

40 . Homem de 30 anos. Isolamento domiciliar. TR

41 . Homem de 26 anos. Isolamento domiciliar. TR

42 . Homem de 26 anos. Isolamento domiciliar. TR

43 . Homem de 32 anos. Isolamento domiciliar. TR

44 . Homem de 27 anos. Isolamento domiciliar. TR

45 . Homem de 50 anos. Isolamento domiciliar. TR

46 . Homem de 46 anos. Isolamento domiciliar. TR

47 . Homem de 24 anos. Isolamento domiciliar. TR

48 . Homem de 22 anos. Isolamento domiciliar. TR

49 . Homem de 47 anos. Isolamento domiciliar. TR

50 . Homem de 34 anos. Isolamento domiciliar. TR

51 . Homem de 24 anos. Isolamento domiciliar. TR

52 . Homem de 23 anos. Isolamento domiciliar. TR

53 . Mulher de 25 anos. Isolamento domiciliar. TR

54 . Homem de 34 anos. Isolamento domiciliar. TR

55 . Homem de 26 anos. Isolamento domiciliar. TR

56 . Homem de 34 anos. Isolamento domiciliar. TR

57 . Homem de 32 anos. Isolamento domiciliar. TR

58 . Homem de 26 anos. Isolamento domiciliar. TR

59 . Homem de 25 anos. Isolamento domiciliar. TR

60 . Homem de 40 anos. Isolamento domiciliar. TR

61 . Homem de 47 anos. Isolamento domiciliar. TR

62 . Homem de 42 anos. Isolamento domiciliar. TR

63 . Homem de 34 anos. Isolamento domiciliar. TR

64 . Homem de 32 anos. Isolamento domiciliar. TR

65 . Homem de 39 anos. Isolamento domiciliar. TR

66 . Homem de 30 anos. Isolamento domiciliar. TR

67 . Homem de 39 anos. Isolamento domiciliar. TR

68 . Homem de 42 anos. Isolamento domiciliar. TR

69 . Homem de 25 anos. Isolamento domiciliar. TR

70 . Homem de 46 anos. Isolamento domiciliar. TR

71 . Homem de 26 anos. Isolamento domiciliar. TR

72 . Homem de 42 anos. Isolamento domiciliar. TR

73 . Homem de 26 anos. Isolamento domiciliar. TR

74 . Homem de 46 anos. Isolamento domiciliar. TR

75 . Homem de 27 anos. Isolamento domiciliar. TR

76 . Homem de 34 anos. Isolamento domiciliar. TR

77 . Homem de 40 anos. Isolamento domiciliar. TR

78 . Homem de 24 anos. Isolamento domiciliar. TR

79 . Homem de 26 anos. Isolamento domiciliar. TR

80 . Homem de 52 anos. Isolamento domiciliar. TR

81 . Homem de 31 anos. Isolamento domiciliar. TR

82 . Homem de 20 anos. Isolamento domiciliar. TR

83 . Homem de 35 anos. Isolamento domiciliar. TR

84 . Homem de 48 anos. Isolamento domiciliar. TR

85 . Mulher de 24 anos. Isolamento domiciliar. TR

86 . Homem de 30 anos. Isolamento domiciliar. TR

87 . Mulher de 28 anos. Isolamento domiciliar. TR

88 . Mulher de 32 anos. Isolamento domiciliar. TR

89 . Mulher de 47 anos. Isolamento domiciliar. TR

90 . Mulher de 31 anos. Isolamento domiciliar. TR

91 . Homem de 47 anos. Isolamento domiciliar. TR

92 . Homem de 40 anos. Isolamento domiciliar. TR

93 . Homem de 37 anos. Isolamento domiciliar. TR

94 . Homem de 21 anos. Isolamento domiciliar. TR

95 . Mulher de 29 anos. Isolamento domiciliar. TR

96 . Homem de 38 anos. Isolamento domiciliar. TR

97 . Homem de 38 anos. Isolamento domiciliar. TR

98 . Mulher de 34 anos. Isolamento domiciliar. TR

99 . Mulher de 33 anos. Isolamento domiciliar. TR

100 . Mulher de 16 anos. Isolamento domiciliar. PCR

101 . Mulher de 28 anos. Isolamento domiciliar. PCR

102 . Homem de 49 anos. Isolamento domiciliar. PCR

103 . Homem de 60 anos. Isolamento domiciliar. TR

104 . Mulher de 57 anos. Isolamento domiciliar. TR

105 . Homem de 35 anos. Isolamento domiciliar. TR

106 . Homem de 28 anos. Isolamento domiciliar. TR

107 . Mulher de 27 anos. Isolamento domiciliar. TR

108 . Homem de 33 anos. Isolamento domiciliar. TR

109 . Homem de 49 anos. Isolamento domiciliar. TR

110 . Homem de 43 anos. Isolamento domiciliar. TR

111 . Homem de 42 anos. Isolamento domiciliar. TR

112 . Homem de 34 anos. Isolamento domiciliar. TR

113 . Homem de 35 anos. Isolamento domiciliar. TR

114 . Homem de 37 anos. Isolamento domiciliar. PCR

115 . Homem de 27 anos. Isolamento domiciliar. PCR

116 . Mulher de 39 anos. Isolamento domiciliar. TR

117 . Mulher de 31 anos. Isolamento domiciliar. TR

118 . Homem de 40 anos. Isolamento domiciliar. TR

119 . Homem de 37 anos. Isolamento domiciliar. TR

120 . Homem de 34 anos. Isolamento domiciliar. TR

121 . Homem de 44 anos. Isolamento domiciliar. TR

122 . Homem de 27 anos. Isolamento domiciliar. TR

123 . Homem de 23 anos. Isolamento domiciliar. TR

124 . Homem de 30 anos. Isolamento domiciliar. TR

125 . Homem de 44 anos. Isolamento domiciliar. TR

126 . Homem de 35 anos. Isolamento domiciliar. TR

127 . Homem de 37 anos. Isolamento domiciliar. TR

128 . Homem de 49 anos. Isolamento domiciliar. TR

129 . Homem de 31 anos. Isolamento domiciliar. TR

130 . Homem de 47 anos. Isolamento domiciliar. TR

131 . Homem de 34 anos. Isolamento domiciliar. TR

132 . Homem de 33 anos. Isolamento domiciliar. TR

133 . Mulher de 32 anos. Isolamento domiciliar. TR

134 . Mulher de 38 anos. Isolamento domiciliar. TR

135 . Homem de 43 anos. Isolamento domiciliar. TR

136 . Homem de 40 anos. Isolamento domiciliar. TR

137 . Homem de 37 anos. Isolamento domiciliar. TR

138 . Homem de 29 anos. Isolamento domiciliar. TR

139 . Homem de 41 anos. Isolamento domiciliar. TR

140 . Homem de 36 anos. Isolamento domiciliar. TR

141 . Homem de 23 anos. Isolamento domiciliar. TR

142 . Homem de 31 anos. Isolamento domiciliar. TR

143 . Homem de 29 anos. Isolamento domiciliar. TR

144 . Homem de 39 anos. Isolamento domiciliar. TR

145 . Homem de 38 anos. Isolamento domiciliar. TR

146 . Homem de 29 anos. Isolamento domiciliar. TR

147 . Homem de 50 anos. Isolamento domiciliar. TR

148 . Homem de 36 anos. Isolamento domiciliar. TR

149 . Homem de 32 anos. Isolamento domiciliar. TR

150 . Homem de 22 anos. Isolamento domiciliar. TR

151 . Homem de 57 anos. Isolamento domiciliar. TR

152 . Homem de 26 anos. Isolamento domiciliar. TR

153 . Homem de 32 anos. Isolamento domiciliar. TR

154 . Homem de 28 anos. Isolamento domiciliar. TR

155 . Homem de 35 anos. Isolamento domiciliar. TR

156 . Homem de 39 anos. Isolamento domiciliar. TR

157 . Homem de 44 anos. Isolamento domiciliar. TR

158 . Homem de 35 anos. Isolamento domiciliar. TR

159 . Homem de 31 anos. Isolamento domiciliar. TR

160 . Homem de 35 anos. Isolamento domiciliar. TR

161 . Homem de 38 anos. Isolamento domiciliar. TR

162 . Homem de 38 anos. Isolamento domiciliar. TR

163 . Homem de 32 anos. Isolamento domiciliar. TR

164 . Homem de 19 anos. Isolamento domiciliar. TR

165 . Homem de 37 anos. Isolamento domiciliar. TR

166 . Homem de 34 anos. Isolamento domiciliar. TR

167 . Homem de 40 anos. Isolamento domiciliar. TR

168 . Homem de 35 anos. Isolamento domiciliar. TR

Sul e Sudeste do Pará

Loading
https://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink
https://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.galpogk-is-100.jpglink

Vídeos

FAMAP, a escolha inteligente
08 Julho 2019
Em parauaebas, aluno chamou a atenção dos vereadores, no momento em que fazia uso da tribuna. de Carajás O Jornal
18 Abril 2017
Alunos da Rede Estadual de Ensino, assistem aula no meio da rua em Parauapebas
13 Abril 2017
Novo Ministro do STF3
11 Fevereiro 2017
Tiroteio em Redenção deixa população assustada
01 Dezembro 2016
Nesse domingo os paraenses vivenciam o #CIRIO2016, a maior festividade Religiosa do Brasil
09 Outubro 2016
Dr. Hélio Rubens fala sobre o caso de corrupção na Câmara Municipal de Parauapebas
08 Outubro 2016
MARCHA PARA JESUS: Milhares de jovens nas ruas de Parauapebas
08 Outubro 2016
Corrupção é um problema de todos, você também pode combater!
06 Outubro 2016
Joelma agradece pela presença e participação em seu show na FAP 2016
12 Setembro 2016
Jake Trevisan agradecendo toda população de Parauapebas no Carajás O Jornal
06 Setembro 2016
Cantor Açaí no evento da Imprensa na FAP a pedido de Marola Show, canta para a Rainha, primeira e segunda princesa da FAP 2016.
01 Setembro 2016